Terça-feira, 16.12.14

 

Continua viçosa e vigorosa a saga de subsídios que mantém a ADIMO e o seu presidente, o ex-autarca cavaquista Humberto Lopes, no top .

adimo.png

 Portanto a ADIMO que alegadamente se candidatara ao PRODER,suponho que através da TAGUS, onde a ADIMO é

   

Assembleia-geral

e a CMA lhe assegura a ''contrapartida nacional'' no investimento para criar um MIAA nas ruinosas escolas das Mouriscas, onde o Matias Raposo escolarizava a cachopada, viu recusado o subsídio que pedira à Europa, que como se sabe é uma vaca frísia que convém ordenhar,

vaca.png

 A explicação camarária não nos convence, porque não tenho o IFA-IP ,por gente de má-fé, que mude as regras de jogo a meio do campeonato e soa a desculpa vã.

Mas para compensar a ADIMO, coitadinha, que faz, prestável as actas da Tagus, deram-lhe mais um subsídio de 26.937 parcos euros.

Se o subsídio fosse para contratar trolhas e comprar  telhas para acabar com a ruína da Escola ainda seria admissível, mas para pagar o projecto é puro desperdício.

Moral da história: Se outra associação ou um particular gastar ma$$as a fazer um projecto e o vir recusado pela ''Europa'', a CMA também o paga?????

Vimos sugerir que a CMA ofereça o projecto do Carrilho da Graça ao Humberto Lopes para que este construa uma torre do carago nas Mouriscas e no alto da torre, por não haver muezzin que de lá grite versos corânicos, ponha uns alto-falantes donde saia vibrante a poesia lírica do Matias Lopes Raposo.

Ou melhor sugerir que o Lopes deixe de atentar a CMA com pedidos de subsídios e tente em Macau junto dos chineses, que tiveram noutro das Mouriscas, um alter ego obediente

numero_especial1.jpg

 ma

estamos a investigar se alguém das Mouriscas teve casa na Serra da Estrela, lá chegaremos

 

 



publicado por porabrantes às 13:12 | link do post | comentar

Fomos ver as contas da Tagus que são muito bonitas. A Tagus é uma associação regional de desenvolvimento local duma região onde há diversidade religiosa mas onde não há quase muçulmanos ou hindus, mas no entanto conseguiu gastar mais de 1.000 € nos hindus

 

tagus.png

 A propósito hoje é o dia em que Nehru intimou Portugal a abandonar Goa, na sequência do qual o primo de Lucília Moita, General Vassalo e Silva se rendeu sem dar um tiro.

Houve tiros mas foram de valentes indisciplinados que mandaram à merda a ordem de rendição do vassalo.

A culpa é do Salazar que nomeou Governador da Índia um tipo chamado vassalo, logo o homem prestou vassalagem a Nehru.

Mas regressando à Tagus onde é que há hindus na região?

Podiam ter gasto os mil  euros na comunidade jeová.

MA 

  



publicado por porabrantes às 12:50 | link do post | comentar

Quarta-feira, 05.11.14

A Tagus, um órgão inútil, anuncia toda pomposa na sua página do facebook  :

 

''A TAGUS e a Associação de Agricultores de Abrantes, Constância, Sardoal e Mação vão protocolar em breve a gestão operacional do projecto Bolsa Nacional de Terras, do Ministério da Agricultura e do Mar, e gerido pela DGADR. Entretanto, já estão abertas as candidaturas, a nível nacional, ao arrendamento de terrenos do Estado.

A partir da assinatura do protocolo, as duas entidades locais podem gerir a Bolsa de Terras no Ribatejo Interior, com vista à divulgação e dinamização do projecto que se aplica a prédios rústicos e mistos, com aptidão agrícola, florestal e silvopastoril, integrados voluntariamente pelos seus proprietários ou representantes.

A Bolsa de Terras visa facilitar o acesso a terrenos, cujos donos não os podem trabalhar, para arrendamento, venda ou outros tipos de cedência, dando-os a conhecer através de um sistema informático disponível no sítio da Internet em www.bolsanacionaldeterras.pt ''

 

Fomos lá ver o que havia para distribuir ao povo no concelho de Abrantes e já agora no Distrito.

tagus.jpg

bolsa.png

 Ou seja no Distrito há uma espécie de horta de 3 hectares em Santarém.

 Ou seja a Tagus promove o minifúndio e a agricultura de subsistência.

 Ou seja a Tagus promove as hortas.

 Ou seja o Saraiva acha que com 3 hectares se pode subsistir.

 Ou estarão a fazer mal o seu trabalho e não localizaram terras do Estado no Concelho e no Distrito?

 

Em cinco minutos a malta encontra 700 hectares, propriedade do Estado na fronteira entre Abrantes e a Chamusca.

Porque é que a Herdade da Caveira e da Ervideira não está na Bolsa do Saraiva & Cristas, LDA?????

Porque é que o Estado não a vende ou a arrenda em concurso público?

Na falência do BES dizem-nos que foi arrastada a Herdade de Cadouços, com 900 hectares, na Bemposta.

Na prática já é do Estado, porque não entra para a Bolsa????

Ou só entram para a Bolsa abrantina & scalabitana hortas?????

Será que o Saraiva e a Cristas têm uma consciência anti-latifundiária?

MA



publicado por porabrantes às 18:43 | link do post | comentar

Terça-feira, 15.04.14

 

Não é a primeira acção recente no Tribunal de Trabalho abrantino contra o Centro Interparoquial Social de Abrantes, esta deve ser para inaugurar A Semana Santa Judicial.

 

 

  

 

 

 

 

 

 

105909 Entrada:                                 14-04-2014 Distribuição:                                 15-04-2014                             Autor:                                         Joana Amaral da Silva                                     Réu:                                         Centro Social Interparoquial de Abrantes - Ipss                                                                  Juízo Único 99/14.2TTABT                                
Valor: 4.961,01 €
                            
 

 Ação de Processo Comum Entrega Electrónica - Refª 16549666

 

Como se sabe o Projecto Homem, ligado ao C.S.I. A. também já apareceu envolvido num escândalo noticiado no ''Sol'', com contornos graves.

 

Mesmo assim associações semi-oficiosas continuam a dar subsídios a esta instituição, sem esperarem que a situação se esclareça.

 

Rogamos que lhe atribuam um subsídio para compra da encíclica de Leão XIII, Rerum Novarum onde se explica quais são os direitos dos trabalhadores.

 

 

MN



publicado por porabrantes às 19:36 | link do post | comentar

Terça-feira, 14.01.14

Diz assim a página do 

 

ProDer

 

http://www.proder.pt/conteudo.aspx?menuid=357&eid=2614&bl=1

 

PERFORMANCE DE EXECUÇÃO FINANCEIRA DOS GRUPOS DE AÇÃO LOCAL (GAL)

 

Aos Grupos de Ação Local (GAL) compete decidir o rumo e o conteúdo da Estratégia Local de Desenvolvimento (ELD) que consideraram como a mais adequada para o território onde estão inseridos, tomando a decisão quanto aos diferentes projetos a financiar, de acordo com a dotação inicial disponibilizada para cada uma dessas ELD.

Em janeiro de 2012, o PRODER atribuiu um reforço da dotação inicial da ELD aos GAL que, até 31 de outubro de 2011, apresentaram uma maior eficiência na gestão da sua estratégia.

Mais de dois anos depois dessa avaliação, o PRODER publica a performance de execução dos GAL, reportada a 31 de dezembro de 2013.

 

 

 

 tagus 3.bmp

                 tagus 2.bmp

 

[4] - GAL com reforço de dotação da ELD, por via da distribuição da reserva de eficiência.
[5] - GAL reconhecido apenas em Janeiro de 2010.''

 

 

Agora fazendo os nossos comentários a taxa de execução da Tagus é das piores do país, comparando os diversos Grupos de Acção Local e está naturalmente lá para o final da tabela.

 

As consequências estão à vista nos Municípios (Sardoal,  Barquinha, Constância, Mação e Abrantes) que fazem parte da associação e onde se aplica o Proder.  

 

Naturalmente devíamos estar preocupados, mas .....para mal dos nossos pobres pecados é o que há...

 

As queixas devem ser dirigidas a quem fez o favor de elaborar a   estatística

 

MN

 

 



publicado por porabrantes às 22:20 | link do post | comentar

Sábado, 04.01.14

A Paróquia das Mouriscas é vedeta no conceituado blogue Má Despesa Pública. Apresentamos os nossos cumprimentos ao Rev.Pároco local, grande expoente da sociedade civil. Como a Caixa do Tramagal terá de sair dos corpos gerentes da Tagus, por agora passar a ser filial duma com sede em Torres Novas, sugerimos ao Saraiva que escolha o Pároco local para os corpos gerentes da agremiação dos subsídios. E que na próxima viagem ao Japão o leve para tentar converter o Mikado, emulando o missionário navarro Francisco Xavier, que percebia mais de almas que.....de subsídios

 

 

Transcreve-se o post

 

 

Segunda-feira, 11 de Novembro de 2013

Direcção-Geral das Autarquias Locais paga igrejas e salões de festas

"A Direção-Geral das  Autarquias Locais (DGAL) é um  serviço  central do Estado, integrado na Presidência de Conselho de Ministros, responsável pela conceção, execução e coordenação de medidas de apoio à Administração Autárquica e pela cooperação técnica e financeira entre a Administração Central e a Administração Autárquica." A DGAL diz também que "desenvolve, nomeadamente, projetos legislativos, estudos e pareceres sobre matérias de interesse autárquico, acompanha os processos de modernização administrativa autárquica, identifica as potencialidades, os bloqueamentos e os desafios da Administração Local e emite pareceres sobre iniciativas legislativas da Assembleia da República relacionadas com as autarquias locais." E também dá subsídios e o Má Despesa decidiu ir espreitar o destino desse dinheiro distribuído pela DGAL no ano passado e partilhar com os leitores. Ora veja como voam 368.486,74 euros (total das subvenções atribuídas em 2012 e publicadas até à presente data) e na sua maioria para igrejas e salões de festas:

Conservação e restauro da Igreja Paroquial da Folhadosa .........28 325.63 €
Remodelação da Igreja de São João Batista  ................26 824.47  €
Obras de Beneficiação e Reparação da Igreja Paroquial de Mouriscas ....33 600.49  € 
Construção da Igreja Paroquial de Resende..........................................................72 417.47  €
Recuperação da Igreja Paroquial de S. Tiago Maior de Lustosa, Lousada.... 22 471.25  €
Construção do salão polivalente da Igreja Paroquial de Fonte Arcada, Sernancelhe.. 22 483.47  €
Reparação da cobertura da igreja Matriz de Castro Laboreiro, Melgaço... 21 583.42  € 
Beneficiação do salão de festas de Sendim, Miranda do Douro.........  28 928.28  €
Remoção, aquisição e construção da cobertura da sede do Sport Alenquer e Benfica... 22 106.70  €
Ampliação e reconstrução do pavilhão ....22 494.11  €
Construção de palco e respectivas instalações sanitárias, recinto de bailes e arranjos exteriores da 
União Fialense- Sociedade de instrução e recreio.... 22 497.48
Construção do salão de convívio da Associação Gonçalo-Bocas ...22 500.00  €


No fundo, é apenas mais uma amostra do rigor da contenção da despesa de um Estado laico a viver
de dinheiro emprestado. Bem que podemos rezar.

MN 



publicado por porabrantes às 20:01 | link do post | comentar

Sexta-feira, 03.01.14

Segundo a acta que se publica a prestimosa associação Tagus  anunciava em Abril de 2013 a  situação de ''rutura'' (sic- dialecto acordês) da tesouraria  da associação, que tão prestimosamente distribui subsídios à sociedade civil ou seja àquilo que nos tempos do salazarismo se chamavam as forças vivas, a coisa era confessada num e-mail enviado à edilidade de Constância, acontece que ao tempo (19 de Abril) era essa Câmara a Vice-Presidente da Associação.

 

Felicitamos a Tagus por escrever aos sócios anunciando a ruptura da tesouraria, mas estranhamos que só por e-mail o Vice-Presidente da Casa fosse avisado. Quem anunciaria a ''rutura'' ? Logicamente devia ser o tesoureiro da Tagus, o município abrantino, mas nunca se sabe....

 

Quem quiser ler o texto do e-mail só tem de requerer fotocópia dele à CMC, que está nos termos da Lei obrigada a facultá-lo a qualquer cidadão.

 

Esperamos ver o relatório de 2013, ( embora o de 2012  ainda esteja  aparentemente no limbo), para saber as causas contabilísticas e de gestão da  ruptura

 

 

 

 

 

 

 

 

 MA

 

 



publicado por porabrantes às 19:47 | link do post | comentar

Quinta-feira, 02.01.14

A Tagus é um dos agentes do sistema político local e de poder instaurado no Médio Tejo e sem sabermos isso, não se pode comprender quem manda por aqui.

 

Abrange os municípios de Abrantes, Barquinha, Sardoal, Mação e Constância onde mandam PS, PSD e CDU.

 

Tem estes corpos gerentes

 

 

Direcção
úlima alteração 5.ABR.13

  • Presidência - Câmara Municipal de Sardoal
  • Vice-Presidência - Câmara Municipal de Constância 
  • Tesouraria - Câmara Municipal de Abrantes
  • Vogal -Ass. de Agricultores de Abrantes, Constância, Sardoal e Mação
  • Vogal - NERSANT – Ass. Empresarial da Região de Santarém
  • Vogal - Ass. Comercial. e Empr. de Abrantes, Constância,  Sardoal, Mação e Vila de Rei
  • Vogal - PALHA de ABRANTES – Ass. de Desenvolvimento Cultural  

 

Comentário: o Município de Constância tinha um Presidente arguido em processo-crime, por coisas graves cujo processo está a correr. Bonito serviço!!!!!

 

 

Assembleia-geral

  • Presidência - Instituto Politécnico de Tomar
  • Vice-Presidência -Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Tramagal
  • Secretário - ADIMO – Ass. para o Desenvolvimento Integrado de Mouriscas

 

Conselho Fiscal

  • Presidência -Câmara Municipal de Mação
  • Vice-Presidência -EPDRA - Escola Prof. de Desenv. Rural de Abrantes
  • Secretário - Victor Guedes, S. A
  • Suplente - Centro Agrícola de Tramagal

http://www.tagus-ri.pt/site/docs/index.php?idConteudo=137

 

 

Há mais?

 

Há, uma entidade que gere fundos públicos deve ter as contas claras, ora o Relatório de Gestão e Actividades de 2012  não está  disponível on-line e estamos a 2-1-2014! Bonito serviço

 

O Relatório de Gestão e Actividades de 2010 também não consta? Pode o eng. Saraiva explicar porquê? Terá sido porque a sua frenética campanha eleitoral e as viagens não lhe dão tempo para afixá-lo?

O Plano de Actividades de 2012 (já não falo das contas) também não figura! Porquê?

Fomos ver o Relatório de 2011 e há lá coisas interessantes:

 

 

 

 

 

 

Ou seja a Praça dos Sabores, coisa perfeitamente inútil, metida num velho edifício, fechado pela ASAE por insalubre, perde dinheiro como é natural, e supomos que nas contas de 2012 ainda terá perdido mais.....mas fazem lá conferências com ''personalidades'' incluindo o Máximo Ferreira e a Céu....

 

 

Está o edifício num estado miserável, não o podiam ao menos pintar?

 

Vamos ver quem devia dinheiro à Tagus em 2011

 

 

 

 

 

Ou seja os próprios membros dos corpos sociais davam calote à Tagus, mas proferiam os caciques de Abrantes e Constância conferências na Praça dos Sabores, conferências para ensinar o pessoal!!!! Bonito serviço.

 

Os outros devedores (sócios) não estão discriminados porque o Anexo 3 não está on-line!!!!!

 

 

 

Mas sabemos que temiam que alguns sócios poderiam ser insolventes:

 

 

 

 http://www.tagus-ri.pt/site/docs/index.php?idConteudo=139

Faltava-me ainda dizer uma coisa, mas antes resolvi espreitar o Relatório de Gestão de 2009 e vejo 

 

Isto é  as dívidas de 2011 eram semelhantes às de 2009 e tinham passado 2 anos e neste período alguns dos devedores como a CMA.....tinham recebido subsídios comunitários administrados pela Tagus  

 

 

Quem são os sócios da Tagus?

 Câmara Municipal de Abrantes

 

 > ALFGAB – Cont. Gestão, Lda

 > Câmara Municipal de Sardoal

 

 > Associação "Os Quatro Cantos do Cisne"

 > Câmara Municipal de Constância

 

 > Caixa de Credito Agrícola Mútuo de Tramagal

 > Ass. de Agricultores de Abrantes, Const., Mação e Sardoal 

 

 > Casario Ribatejano

 > Ass. Comercial e Empresarial Abrantes, Constância,                 Sardoal, Mação e Vila de Rei

 

 > Centro Agrícola de Tramagal

 NERSANT – Ass. Empresarial - Núcleo de Abrantes

 

 > Gabinete de Advogados - J. C. Rufino Ribeiro

 > Palha de Abrantes – Associação de Desenv. Cultural

 

 > Mendes Transportes e Construções, Lda

 > Câmara Municipal de Mação

 

 > Montepio Abrantino "Soares Mendes"

 > Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha

 

 > Soc. Agro Almada e Melo Furtunato Mendonça, Lda.

 > EPDRA – Esc. Prof. de Desenv. Rural de Abrantes

 

 > Sociedade Agrícola da Mascata, Lda

 > Instituto Politécnico de Tomar

 

 > STI - Sist. Técnicas Ind.

 > Turismo de Lisboa e Vale do Tejo

 

 > TAGUSVALLEY

 > ADIMO – Ass. de Desenv. Integrado das Mouriscas

 

 > Victor Guedes S.A

 

 

 http://www.tagus-ri.pt/site/docs/index.php?idConteudo=138

 O acesso ao Relatório de Gestão 2006 permite-nos saber quem eram os associados que pagavam as quotas, os atrasados e os que não pagavam: 

 tagus 5.bmp

 http://www.tagus-ri.pt/site/downloads/PlanoseRelatorios/2006RelatorioActividadesGestao.pdf

Fico a saber coisas muito interessantes a Palha de Abrantes que está na direcção e tem recebido chorudos subsídios pagos via Tagus não pagou as quotas em 2006, outros que receberam subsídios idem, a Câmara do Sardoal batia recordes no calote,ACPCAR a quem a CMA teve cedido o centro hípico também não pagava, a Quatro Cantos do Cisne que  em Constância faz as vezes de Palha de Abrantes também não tinha pago, a Associação Comercial idem.....  

 

 

Vou deixar para outro dia fazer a lista dos subsídios recebidos pelos organismos beneméritos da sociedade civil que estão na direcção

 

Mas deixo aqui já uma pergunta que vai fazer a Palha de Abrantes com os 67.000 € recebidos alegadamente em 2012 para defender o Patrimóio Industrial??????

 

 

tagus 7.bmp

 

 

Estamos em 2014 e ninguém viu nada,,,,,

 

Já chega hoje de falar da sociedade civil ou seja da sociedade subsidiodependente.....

 

Entre a qual o subsistema católico romano e o bloquista tem papel de relevo.....

 

 

Tudo isto é a base da principal indústria regional: o caciquismo

 

 

MA com Suzy de Noronha

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 20:16 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sábado, 12.10.13

 

 

Na saudosa Casa Vigia podia comprar-se a melhor Palha de Abrantes de sempre.  E o telhado não tinha amianto, como o da garagem dos Claras.

 

 

No entanto há autarquias e tagus que gostam do amianto.

 

 

E há tipos que não gostam da língua de Camões e do Zé Povinho, e por isso organizam cursos e actividades de ''Cake Design''.

 

 

Na Vigia não havia cakeporcarias mas havia grandes doceiros.

 

 

Vamos publicar umas coisas sobre a Vigia, espero que até ao dia 27 de Outubro que é quando se dará o Festival

 

 

 

 

e um encontro de coleccionadores de pacotes açúcar !!!!

 

 

Já agora haverá uma ''cake designer'' no Convento de Montalvo onde as freirinhas são excelentes doceiras????

 

 

Ou só haverá uma Irmã Cozinheira???????

 

 

Está visto que o Sir Aiva, Xerife cessante do Tagus Valley é um ''case study''.....

 

 

SN 



publicado por porabrantes às 16:24 | link do post | comentar

Terça-feira, 16.04.13

Faz hoje anos o dr. Pedro Saraiva da Tagus.

 

 

 

foto

 

 

 

A Tagus é uma associação perfeitamente inútil, pouco transparente, que sobrevive graças aos nossos impostos e administra os fundos comunitários que em vez de serem um mecanismo de desenvolvimento económico são uma máquina de produzir dívida.

 

A Tagus é Presidida pela C.M de Constância e o Máximo Ferreira e o Mendes estão acusados em processo-crime por actos cometidos no exercício de actividades públicas municipais.

 

Eu não trabalhava num sítio presidido por pessoas nessa situação.

 

O Saraiva trabalha.

 

O último relatório de gestão da Tagus que está on-line é de 2009 e estamos em 2013.

 

Por isso digo que não é transparente esta associação.

 

O Saraiva tem tempo para muitas coisas.

 

 

Em 23-2-2012 teve tempo o Saraiva para explicar à tropa isto:

 

 exército.pt

 

Mas nem sequer conseguiu esboçar uma ideia para travar a saída da EPC em Abrantes.

 

Tendo em conta que a improvisação e o desenrasca são uma arte lusitana ao alcance de qualquer Saraiva, não me admirava que o Saraiva propusesse transformar o quartel num local para a produção de pastéis de nata com formação a cargo do FSE.

 

Ou para debates de igualdade de género....

 

 O Saraiva era o quinto candidato na lista do PS à CMA e não entrou porque foi eleito o Dr.Arês.

 

O programa dessa lista era arrasar o centro de Abrantes com esta porcaria, através de um ajuste directo ilegal

 

 

O Saraiva estava dependente da Chefa cuja forma, abjecta e imoral, de ser reintegrada mostra a falta de respeito desta gente por tudo aquilo que deve ser a moral política.

 

 O Saraiva é uma peça essencial deste sistema político caciquista, sistema que deve ser abatido.

 

O Saraiva tem tempo para tudo, incluindo para viajar com a Senhora Céu e respectiva comitiva em visitas turísticas sob o manto diáfano de pretextos empresariais (Obrigado, ò José Maria Eça de Queirós !)  quando o desemprego açoita milhares de abrantinos e as falências marcam o ritmo empresarial local.

 

A última foi a Itália.

 

 

Valha-me Santo António de Pádua que esta gente não aprende.

 

 Em nome dele, o mais italiano dos lusos, paro o sermão ao Saraiva, porque é como falar aos peixes.

 

No caso do Nabão, porque o Saraiva é de Tomar, como o Serrano e são produto da mesma escola política.

 

Paro o sermão, mas não lhe posso dar os parabéns. Porque ele é uma criatura da Céu, e ela é a representante duma política local que representa tudo aquilo contra o que devemos lutar.

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 09:36 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Negócios da Tagus ou da C...

Lave os carros da Tagus, ...

Já chegámos ao Intendente...

O malfadado processo da T...

Não podiam resolver isto ...

Saia um cabaz da Tagus

O relatório 2015 da Tagus

anti-paisagem

Grandes Projectos do Sara...

1º de Maio ou do vandalis...

arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds