Terça-feira, 28 de Julho de 2015

morgado.png

MANUSCRITO - TOMBO DA FAZENDA DE JOZE JOAQUIM DE VILALOBOS E VASCONCELLOS.

Mappa das Fazendas dos Morgados de José Joaquim de Vilalobos e Vasconcellos seus preços seus rendimentos.

De 15x10 cm. Com 212 páginas (ablação antiga entre as páginas 4 e 17). Encadernação original da época inteira de pele com ferros a ouro na lombada e nos dois rótulos vermelhos.

Este códice serviu como memorando e copiador pessoal dos títulos de propriedade das promessas e obrigações eclesiásticas associadas aos morgados da estrutura da propriedade fundiária dos mesmos das previsões das receitas para cada fracção (courela, lagar, olival, casas, talhão, etc) descritas e quantificadas em cada página deste manuscrito, e organizadas nos seguintes conjuntos patrimoniais: “O Morgado da Torre do Carvalhal… Herdade de Peromogo [na] freguesia de Santa Sofia… o Morgado de Móra que instituiu meu quinto avô o Sr. Ruy Gonçalves Freyre… um moio de pão na herdade da Chaminé e um Couto na herdade do Paço no termo de Móra consta das fazendas seguintes… A Herdade de Montenovo no termo de Móra… O Morgado de Coruche que instituiu a Sra. D. Ana de Vilalobos Tia de minha Bisavó com pensão de um anual de Missas em S. Francisco de Montemor de esmola de… consta das propriededes seguintes: A Herdade da Fajarda no termo de Coruche arrendada a Brito Mendes por dois moios de trigo…. A Herdade de Almoinha que rendia seis moios de trigo… A Herdade da Amieira… A Herdade da Nogeirinha no termo de Montemor… A Herdade do Cossenos… Na Herdade do Zambujalinho… O Morgado do Sardoal que instituiu meu quarto avô o Sr. Lopo de Castro… pertencem ao morgado as fazendas seguintes: o Casal de Cadavais no termo de Abrantes que consta de olival, lagar de azeite e terras de semear… O Morgado de D. Margarida de (Parada?) tem a obrigação de vinte missas ditas na igreja de S. João da Vila de Abrantes: 5 às Chagas de N. Sr. Jesus Cristo, 5 à Sua Sma. Paixão, 5 de N. Sra e 5 dos Apostolos. Pertence a este Morgado a Fazenda seguinte… Morgado da Casa de Alter… do Sr. D. Lopes Cardozo meu quinto Avô tem de pensão uma missa cantada. Pertencem ao Morgado as Fazendas seguintes… Pedrogãos, Zambujo e Herdade do Pinheiro. Morgado de nomeação de Portalegre: A quinta do Regengo na freguesia de S. Gregório. O Morgado da Casa de Portalegre, a Herdade das Algueiveiras de cima no termo de Arronches. A metade da Herdade das Algueiveiras de Baixo no mesmo termo que foi de Luis Lopes…ali me veio como lei na partilha de minha Mãe… casa de meu Avo materno com os bens livres que levou de casa de minha Bisavó a Senhora Dª. Margarida de Sousa que era a filha herdeira dos vínculos. Na Abrunheira termo de Portalegre. O Morgado do Monte Redondo e pertence a casa de Alter foi instituída por minha Tia adoptiva Dª Inês de Azevedo e tem em Alte as Fazendas seguintes: a Herdade de Monte Redondo... Em Fronteira pertencem a este vinculo as fazendas seguintes… Morgado de Margarida Aires de Almeida… A herdade de Vale de Carneiros é metade deste vínculo… Herdade das Amendoeiras… a herdade da Fonte Nova… A Herdade do Tibério… Na Herdade dos Freixos moio e meio de renda de trigo e uma dúzia de queijos de ovelha. Na Herdade do Bacorinho… Na Herdade do Barãbão (Arronches)… A Quinta do Boi d’Agua… a Vinha da Ribeira da Seda… Na Quinta da cabeça de Mouro.. a Courela do Salvador encravada na Herdade da Chaminé de Mira é outro prazo foreiro à capela do Salvador de Cabeção. Fazendas em Montemor: a metade da Herdade do porto da Maceira que me veio na herança de meu Tio João de Vilalobos de quem também me veio a outra metade… Fazendas Livres em Alte: a Tapada de Peringote… Repartições das Herdades de que sou Maior Senhorio e das outras em que tenho quinta. Lembrança das rendas que tenho no Sardoal… Relação das casas da Rainha que me são foreiras, cujos foros são vinculados, os quais me pertencem e devo receber os ditos foros a quem elas pertencem feitas as Partilhas.” José Joaquim de Vilalobos e Vasconcellos baptizado em Alter do Chão em 1739, filho de Manuel Vilalobos e Vasconcelos e Inês Maria Tavares de Sousa. Casou em Tomar, na Igreja de São João Baptista em 1767, com Margarida Francisca Tavares Noronha. O seu nome é citado no livro “Famílias do Alto Alentejo” de Nuno Borrego e Gonçalo Mello Guimarães.

 

Texto e Gravura da Livraria Castro Silva

 

O livro indispensável à História da região e de Abrantes devia ter sido comprado por uma instituição pública abrantina.

 

Acho que não foi....

 

Em contrapartida.....gastaram 6.000 livros euros a comprar livros sobre o Carrilho da Graça e mais de 60.000 no Creativ Camp...

 

Os livros têm pó....

 

mn



publicado por porabrantes às 16:52 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Nossa Senhora dos Gays

Assim vai a Greve

O exemplo do dono da Vict...

A vóvó narco-traficante o...

Camionistas da pesada

Requisição Civil das beat...

O militar abrantino que r...

Deputado do Bloco defende...

O Bilhete de Identidade d...

Aviso : assaltos no Tapad...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds