Quinta-feira, 19.11.20

Como é que foi a entrada de Filipe II, em Abrantes, em 1581?

Mais ou menos assim: 

 



publicado por porabrantes às 22:02 | link do post | comentar

Domingo, 21.06.20

 

Giovanni Baptista Antonelli,  italiano, projectou uma ponte de barcas em Abrantes que não foi avante por falta de massa e dificuldades técnicas. (1581)

Pela ponte devia passar o invasor Filipe II.

Deve ser o 1 º projecto duma ponte no Tejo em Abrantes .

Biografia do arquitecto militar e espião (como Fillippo Terzi)

Soromenho, M: «Il Portogallo nella Monarchia Iberica: i percorsi di Giovanni Battista Antonelli», en Sartor, M. (a cura di):
Omaggio agli Antonelli..., Op. cit., pp. 263-273

PS-

Pedem-nos para esclarecer o Silva que Gianbattista Antonelli não era de Nápoles, mas da Emilia-Romagna, mais exactamente de Gatteo  de Romagna.

Informação da Comuna



publicado por porabrantes às 19:49 | link do post | comentar

Quarta-feira, 03.06.20

Um pálio italiano para receber Carlos V

''Su Mg. entró en esta villa de Ábranles el viernes diez de éste y hasta aquí parece que como tengo dicho han hecho algunos regocijos y fiestas á su Mg. estos portugueses y en esta jornada ha habido cuatro lugares adonde han recibido á su Md. con palio. Aunque D. Diego de Córdoba no hará muchos censos con el valor de ellos, porque todos son muy ruines. Si Dios me deja ver á V. md. con salud tendré bien que contarle para muchos días de las cosas que en este jornada nos han acaecido y acaecerán que ahora comenzamos. Dicese por muy cierto saldrá de aqui su Mg. el Juebes XVI de éste para Tornar adonde tendrála semana Santa y la octava de Pascua, y dicen que Lisboa va mejorando de la enfermedad contagiosa que en ella había y si así es se tiene por muy cierto que su Mg. se irá á tener las cortes á ella, pasada la pascua y esto se publica mucho y por cierto como se cree lo será. Si Lisboa estubiere buena donde no tendrá las corles en Tomar, plega ios  de ordenarlo todo como más convenga á su Santo servicio y al bien y quietud de este reino (...)''

Carta de Gaspar de los Arcos a Pedro de Morlanes, ''criado'' de Filipe II

Abrantes, Março de 1581 

pub por J. Pérez Guzmán, «La labor político-literaria del Conde-Duque de Olivares»,.en Revista de Archivos, Bibliotecas y Museos, 1904,  com agradecimento a Sir John Elliot 

Ou seja os abrantinos receberam com um pálio ''muito ruim'' o Conquistador.

Pode o progagandista dos invasores dizer que o pálio abrantino era de primeira, os cortesãos de Filipe II diziam que era ''muito ruim''   .

mn

 



publicado por porabrantes às 19:50 | link do post | comentar

Quinta-feira, 21.05.20

Imagen

Sofonisba Anguissola, Museu do Prado

Em 21 de Maio de 1527, há exactamente  493 anos, nascia Filipe II, que conquistaria manu militari Portugal.

Antes de ir celebrar Cortes a Tomar passou por Abrantes e demorou-se alguns dias. Chegou a 10 de Março

salmantino 1.png

salmantino 2.png

salmantino 3.png

Segundo o cronista espanhol, Isidro Velazquez (Salmantino), que escreve na época, Abrantes teria sido centro de actividades conspiratórias de D.António I, o monarca deposto, pela invasão estrangeira.

''Fala de Alcântara e depois
27-09-2017

Era um resto de cavalaria
quantos ao certo não sei
o que sobrou de Alcácer-Quibir
um resto
por seu reino e por seu rei.

Dois flancos dois frágeis terríveis flancos.
À primeira investida
levaram de vencida os invasores
era um resto de cavalaria
e povo mal armado.
Então o Duque de Alba carregou
trazia o exército mais forte da Europa
contra o que de nós ainda restava
cavaleiros sem cavalo
lavradores taberneiros sapateiros
fanqueiros mendigos chulos
putas
facas ancinhos foices pedras mãos
palavras palavrões
a língua portuguesa
o corpo e a alma
Alcântara e depois
Lisboa bairro a bairro rua a rua
por seu reino e por seu rei
quantos ao certo não sei
defendiam uma bandeira rota
além da morte além do fim.

Quando é assim
não há derrota.''

Manuel Alegre, em "Auto de António"

salmantino capa.png

(1583)

Diz ainda que se alojou o Áustria, no castelo, no Paço que teria sido de D.Manuel I,  coisa que parece desmentir a tradição popular duns Paços Reais que teriam existido na R.Manuel Constâncio, a par da Raimundo Soares.

prior versailles.jpg

Segundo algum autor teria havido recepção na Câmara, até agora não vimos evidência documental disso. E sem documentos, o que há são conjecturas. O mesmo indíviduo diz que um traidor, um Almeida, teve ''a dita'' de alojar o soberano espanhol. Deve ser a mesma ''dita'', que possuía a obscura   fila da ''gente da governança'' que foi a  beijar mão ao Conquistador.

Como algum diplomata castelhano disse, Filipe, além de os ter conquistado,  também os tinha comprado. Em breve iriam a Tomar, receber as mercês que eram a paga da traição a D.António.

mn

 

 

Créditos:devida vénia 

Manuel Alegre: Fala de Alcântara e depois

BN de Portugal (livro) e Chateau de Versailles (imagem d'El Rei Dom António I )

  

 

  

 



publicado por porabrantes às 18:43 | link do post | comentar

Domingo, 06.01.19

Retrato_de_D__Jorge_de_Almeida_(c__1750)_-_Vieira_Lusitano_(cropped)

O Arcebispo de Lisboa e Inquisidor geral, D.Jorge de Almeida, pertencia à linhagem abrantina dos Almeidas, que em geral se bandeou pelo usurpador Filipe II, um Rei estrangeiro.

Em 1581, D.António, o Rei eleito pelas Cortes, entrou na capital do seu reino, entre as aclamações do povo alfacinha. Lisboa era a capital também do apoio ao monarca legítimo.

O Dom Arcebispo fugiu para Alhandra.Era um dos Governadores do Reino, deixados por D.Henrique.

Com isso evitou a repetição da cena da crise de 1383-1385, quando o ordinário de Lisboa, foi atirado do alto da torre da Sé, pelos homens do Mestre de Avis.

AntonioCrato-227x300

Debaixo dum pálio, entrou D.António, na Sé, recebido por D.Manuel de Almada , Bispo-Chantre que assim se associou à aclamação do novo Príncipe, que também foi jurar à Câmara de Lisboa, as Liberdades do Reino.

Já que se fala de abrantinos, era filho o Prior, do Infante D.Luís, aqui nascido, e duma mulher de ''nação'', ou seja judia.

Como o fora o Mestre, D.João I, filho doutra judia.

Era o Arcebispo claramente um traidor e um vendido a Filipe II?

Dentro do Episcopado foi um ardente defensor da legitimidade do filho da Imperatriz Isabel?

Não era um homem prudente, que inclusive tinha recusado a Púrpura cardinalícia, que lhe oferecera o Embaixador do Rei espanhol, em troca que tomasse partido prévio contra D.António.

Destas relações com Cristovão de Moura, há uma curiosa carta em que o diplomata pede ao Arcebispo, que condene um pregador que dissera que quem morresse matando castelhanos, merecia o céu.

Durante os dias da revolução lisboeta, foi intermediário entre D.António e o Duque de Alba, para tentar uma negociação.

Parece que tentou até ao fim um acordo entre D.António e Filipe II, mas dada a evolução da crise, acabaria por em Tomar votar o reconhecimento da realeza do Habsburgo.

Que nele manteve alguma desconfiança e que nunca o fez Cardeal.

mn

Federico Palomo, Para el sosiego y quietud del reino. En torno a Felipe II, y el poder eclesiástico en el Portugal en finales del siglo XVI  ... - Hispania - XIV, CSIC, Madrid (2004)

 José Pedro Paiva, Bishops and Politics: The Portuguese Episcopacy During the Dinasty Crise of 1580,  JPH, vol IV,Brown University (2006)

Ana Isabel López-Salazar Codes, Inquisición y Politíca, El Gobierno del Santo Ofício en el Portugal de Los Austrias, 1578-1653, Universidade Católica Portuguesa, 2011 

 

 

  

 

 

        



publicado por porabrantes às 16:47 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A entrada de Filipe II (1...

O primeiro projecto duma ...

Abrantes compra pálio mui...

O Conquistador entra em A...

Povo tenta caçar Arcebisp...

arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds