Segunda-feira, 19.12.16

galopim carvalho.png

O Diário Ilustrado chama ao Ministro da Fazenda, o Mariano, o ''galopim'' Carvalho por o tipo andar a tentar (com a cumplicidade do famigerado juiz do Mação, supomos que o Abílio de Sá) a tentar comprar votos no Mação, como veremos.

Quanto ao Bento (de Sousa), agente do Carvalho, diz-se que ele é pior que o acreditado picador duma afamada praça de touros (antes do Campo Pequeno, a praça mais popular era a do Campo de Santana)

Chama-se com todas as letras mentiroso ao Ministro da Fazenda e pior que isso diz-se que ele é ''um reles caluniador''.

Insinuara o Mariano

images.jpg

que Avellar Machado fizera uma aliança com Ramiro Guedes para dar uns lugares de Vereadores aos republicanos, a troco do seu apoio eleitoral nas eleições parlamentares.

Nunca nenhum historiador abrantino referiu o pacto de 1886 entre o Guedes e o Avellar. Deve ser porque seria secreto.

Em 1886, um jornal podia chamar ''reles caluniador'' a um Ministro todo poderoso e nenhum tribunal multaria o jornalista, por exprimir uma opinião.

Em 2016, um Juiz de Abrantes atribuiu um castigo  de 1.000 euros a Jorge Dias por chamar mentirosa a Maria do Céu Albuquerque.

Ou seja havia mais liberdade em 1886, no reinado de D.Luís, que há agora.

Espero não ser multado pela opinião.

O Avellar era colega parlamentar e de profissão (eram os 2 engenheiros militares) e não teve pejo em mandar chamar ao Mariano, coisas graves e divertidas. A monarquia liberal era assim, um regime de liberdade, quer queiram ou não os historiadores da treta, que nem sequer leram os jornais da época.

mn 

 

Diário Ilustrado, 1886, Novembro,8



publicado por porabrantes às 18:41 | link do post | comentar

Segunda-feira, 05.12.16

No mesmo Diário Ilustrado um médico abrantino, o dr .Zeferino Falcão, dono da Quinta de Santa Bárbara, anunciava consultas grátis para os pobres.

Vai isto dedicado ao neto dele, dr. José Risques

zeferino 2.png

Era 1886 e Zeferino era um dos mais reputados médicos do seu tempo.E o melhor especialista em doenças de pele na época. Foi ele que revolucionou o tratamento da lepra..

zeferino - copia.png

 

ma



publicado por porabrantes às 21:56 | link do post | comentar

Galopinar é roubar votos. Usar a justiça como arma eleitoral é legítimo? O Diário Ilustrado achava que não, para o caso de Emílio Segurado. Mas que ainda hoje tentam usar a justiça como substituta dos sórdidos galopins do século passado, lá isso tentam usar.....que os visados(as) enfiem a carapuça !!!! 

galopinar.png

ma



publicado por porabrantes às 21:48 | link do post | comentar

emilio ferreira segurado gravura pastor.jpg

Há homens com tomates. O Notário Emílio Segurado mandou às malvas os superiores, designadamente o Ministro da Fazenda e recusou-se a pagar as multas , porque achava que só o  tinham condenado...por um crime......ser cunhado de Avellar Machado!!!!

 

avelar (2).jpg

 

emilio.png

emilio 2.png

emilio 6.png

 

 

emilio.3.png

emilio 4.png

emilio 5.png

 

 O Segurado como o Avelar eram regeneradores. O tabelião (que era valente) achava-se perseguido pelo ministro duma situação progressista, que se chamava Mariano de Carvalho, já aqui falado e com grossa influência política no Distrito de Santarém, sendo putativo inimigo de Avelar Machado.

Curiosamente o Segurado consultara Advogados progressistas como Hintze Ribero e outro jurista, o abrantino Ludgero Moreira, que foi o homem que comunicou ao empreiteiro Zé Peres, que o famoso Bordalo Pinheiro o imortalizara como Zé Povinho.

O advogado contratado para demandar o ''Diário Popular'' era Afonso Lopes Vieira, pai do poeta homónimo.

Como é que isto terminou?

Aguardem os próximos capítulos.

Se calhar vai devagar, que a marcha da justiça é sempre lenta.

 

ma

 

fontes:D.Ilustrado; TUBUCCI



publicado por porabrantes às 21:11 | link do post | comentar

Domingo, 27.11.16

galopim de farda rica.png

 

ga·lo·pim ga·lo·pim
(francês galopin)
substantivo masculino

1. Mocinho de recados.

2. Vadio.

3. Garoto.

4. Trampolineiro.

5. Beleguim.

6. Angariador assalariado de votos em ocasião de eleições.

7. Galope curto e cadenciado.


"galopim", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/galopim [consultado em 27-11-2016].
 
Mariano de Carvalho:  que era engenheiro militar como Avellar Machado

220px-Mariano_Cirilo_de_Carvalho.jpg

O alegado galopim de farda rica era este e era progressista e adversário dele, Avellar Machado. O Diário Ilustrado (regenerador) insulta o Mariano, o Diário Popular (progressista) despeja lixo no Avellar, que se defende.

pol avellar 2.png

pol avellar 3.png

Era 1886 .....estive a ler este jornal de 1906, quando era franquista, chamam galopim ao Godinho de Constância, por uma alegada burla eleitoral montada pelos republicanos, numa candidatura animada pelo Nunes Godinho e pelo dr. Ramiro Guedes.
Aposto que se ler o ''Mundo'' da mesma data, que era um jornal republicano radical, os galopins são os monárquicos abrantinos.
 
Já em 1882 o Avellar andava a dar dinheiro para as obras da Igreja do Mação....em época eleitoral e contava com os seus ''galopins'' locais, os padres que lhe deviam a nomeação.
 
ma  


publicado por porabrantes às 23:35 | link do post | comentar

Quinta-feira, 20.10.16

 

rombo 1.png

 

rombo 2.png

rombo 3.png

D Ilustrado 5 de Maio de 1886

 

Ainda não descobrimos qual foi a sentença do Tribunal. O P.Manuel Martins, que defendia os assassinos à borla, era pároco duma das Igrejas locais e dirigente do P.Progressista.

Ah! e jurista, tendo deixado obra publicada.

O Dr.Martins fazia parte duma afamada família de sacerdotes, que foi muito influente em Abrantes. Eram todos do Sardoal, todos adversários políticos de Avellar Machado e  faziam uma santa trindade: Cónego Silva Martins, o jurista Manuel Martins e o Padre Raposo. O Sardoal com memória explica bem isto.

 

mn

 



publicado por porabrantes às 23:28 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O Carvalho é um ''reles c...

Dr.Zeferino Falcão

Pode a justiça galopinar?

Multado por ser cunhado (...

Galopim de farda rica

Os assassinos mais simpát...

arquivos

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carlos marques

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Abril 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds