Domingo, 26.03.17

 

Era 15 de Janeiro 1923. O deputado monárquico Artur Virgínio de Brito Carvalho da Silva increpa o Governo:

 

(...)Aproveito ainda, Sr. Presidente, a ocasião para protestar contra os factos que se passaram em Abrantes e Oliveira de Azeméis a quando da posse das câmaras municipais, em que teve de intervir a fôrça pública para impedir que os eleitos do povo tomassem conta dos seus lugares.(...)

 

Que se passara???

 

Segundo o Eduardo Campos (1): Justo Rosa da Paixão

justo da paixão album republicano.jpg

que fora Presidente anterior da Câmara e era um dos homens do Partido Democrático, é eleito presidente da Assembleia Deliberativa mas recusa-se a dar posse à Vereação com o pretexto de questões sub judice acerca da inelegibilidade dalguns dos candidatos.

 

O Administrador do Concelho manda 12 GNRs evacuar a sala, face aos protestos dos eleitos da Oposição Monárquica, dos radicais da extrema-direita do Integralismo Lusitano, cujo chefe político era....

henrique augusto (2).png

Henrique Augusto da Silva Martins.....

Tudo cheira a golpada do delegado dos democráticos,  Justo da Paixão.

As eleições tinham sido ganhas pelos democráticos, sendo António Farinha Pereira o mais votado. Além dos candidatos do PRP, houve candidatos liberais e integralistas (dr.David Serras Pereira,França Machado, João Henrique Alves Ferreira e Henrique Augusto Silva Martins.)

Mas havia acusações de fraude eleitoral nas Mouriscas, alegadamente praticada pelos integralistas e este homem assaltara a Câmara, para roubar documentação entregue pelos integralistas.

valente júnior.jpeg

Pelo qual o Senado da Câmara o declara impossibilitado de ser Vereador. Trata-se do célebre Valente da Pera, que ainda seria militante do PS abrantino, já muito velhinho, depois do 25 de Abril.  

Era face a esta confusão, que António Maria da Silva

220px-Antonio_Maria_da_Silva.jpg

Presidente do Conselho, é interrogado e promete '' Sr. Presidente: pedi a palavra para declarar que ouvi com atenção as considerações feitas pelo Sr. Carvalho da Silva, relativamente à posse de algumas Câmaras Municipais, e devo dizer que o Governo vai apurar o que há de verdade a tal respeito, pedindo depois as responsabilidades a quem de direito e nos termos legais.''.

 

A 22 de Janeiro a crise parece sanada, António Farinha Pereira é eleito Presidente, mas toda a política da época vai ser atribulada, com tiros e agressões inclusive.

 

Os nomes da Oposição integralista são os nomes do futuro. Excepto David Serras Pereira que morre cedo, os outros irão governar Abrantes nos anos 30 e durante metade da década de quarenta.

 

Ainda não encontrámos o apuramento de responsabilidades prometido por António Maria da Silva.

 mn

 

(1) Seguimos a Cronologia do Eduardo Campos para o ano 22 e 23. É o único estudo decente que há sobre a época. O resto não é grande coisa. A Cronologia do Eduardo Campos   (Cronologia de Abrantes no século XX, Abrantes, 2000) continua a ser a base de dados necessária para começar a esclarecer qualquer questão abrantina desta época. E a nossa dúvida nasceu das acusações lançadas pelo Carvalho da Silva ao ''premier'' da época  

 

 



publicado por porabrantes às 19:33 | link do post | comentar

Domingo, 10.07.16

Esta magnífica tese A bomba explosiva no Porto 1920-1927 retrata o boom bombista na Invicta e o papel dos amigos do abrantino e grande empresário João Augusto Silva Martins, conhecido por Martins Júnior, no uso do dinamite como forma de acção política. As acções bombistas visaram sobretudo padarias e indústrias de moagem. Mas houve azar, em 11 de Setembro de 1923 foi pelos ares a sede portuense do P.Radical porque os incautos enganaram-se a dosear as doses de pólvora.

martins jínior 1910.jpeg

 Martins Júnior com Afonso Costa, 1910, foto Josua Benoliel, ANTT

O autor, Rui Miguel Lamas Pais,  salienta que foram apreendidos explosivos, propaganda revolucionária e houve 3 mortos e foram feitas várias prisões. Objectivamente o bombismo tripeiro não pode ser só atribuído aos amigalhaços do poeta Martins Júnior. Andaram por esse campo sindicalistas revolucionários, anarquistas, membros da Legião Vermelha, etc.

As ligações entre o Partido Radical, Martins Júnior e o PCP de Carlos Rates aliás já estão estudadas.

Um dos atentados bombistas tripeiros mais curiosos foi contra a Santa de Arcozelo, já agora toda a bibliografia sobre a miraculosa, citada na Wikipedia,  é obra dum ex-colunista do Jornal de Abrantes,Humberto Pinho da Silva.

O mais divertido de tudo é que o milionário Martins Júnior era um dos donos da Companhia de Moagem de Abrantes, a meias com o mano Henrique Augusto.

moagem rst.jpg

O que resta da moagem Afonso XIII da família Silva Martins

mn

 

finalmente: a tese citada faz um levantamento exaustivo dos bombistas tripeiros a partir de fontes primárias: os arquivos policiais, os nossos parabéns ao Autor 



publicado por porabrantes às 15:27 | link do post | comentar

Quarta-feira, 06.07.16

fala o rocha 1.png

martins júnior 2.png

fantoches 5.png

 

martins luvas.png

Rocha Martins in Fantoches

 

martins jínior 1910.jpeg

 Agora já terão percebido porque é que o abrantino, na foto de Josua Benoliel, ao lado de Afonso Costa (1910-Arquivo T.Tombo/O Século), foi ''apagado'' nas histórias abrantinas da República.

Porque denunciou, entre outras coisas, as escandalosas negociatas feitas durante a 1ª Grande Guerra. Enquanto os soldados morriam como tordos na Flandres, alguns políticos enchiam a pança.

No Coisas de Abrantes, há nova contribuição para ressuscitar a memória do revolucionário abrantino, que já sabemos que terminou ao lado do golpe do 28 de Maio.

A corrupção perdeu a República e abriu as portas ao fascismo.

ma 



publicado por porabrantes às 17:15 | link do post | comentar

Terça-feira, 28.06.16

1923 sardoal procissão.png

 Há bastantes mais fotos destas?

Há.

ma


tags: ,

publicado por porabrantes às 09:07 | link do post | comentar

Quinta-feira, 21.01.16

Em 1923  o Alfredo da Silva e a  União Fabril processavam a CMA e o seu Presidente António Farinha Pereira. Não sei quem ganhou, tenho de ver o processozinho. Era um recurso na Relação e a CMA e AFP tinham ganho na primeira instância.

 

Já  que vou ver o processo, verei outro do AFP contra o pai do Sr.Fernando Simão, por causa das vistas dumas janelas nas casas dos dois que confrontavam em Alferrarede.

 

Esta gente de 1920 adorava litígios 

 

Um grande cliente dos Tribunais foi Martins Júnior, quando estava com stress, porque não havia revoluções, lá dizia para consigo mesmo vamos pró litígio.

 

ma 

 

 



publicado por porabrantes às 22:12 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Carvalho da Silva e a tom...

Amigos de Martins Júnior ...

Martins Júnior denuncia l...

A procissão do Sardoal, 1...

União Fabril processa a C...

arquivos

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds