Quarta-feira, 22.05.19

Bento_gonçalves

 

 

Bento Gonçalves, 2º SG do PCP sobre o revolucionário abrantino Martins Júnior:

'' (...) Ainda no ano de 1925, os reaccionários tentaram a sorte. Em 19 de Junho, o comandante Cabeçadas tomou de assalto um barco de guerra de onde chegou a fazer uns tiros para terra. Porém, a indecisão é já manifesta covardia dos conspiradores reaccionários que não deram sinal de vida, em terra. O Governo julgou a aventura, talvez muito aborrecido e contrariado por não ser ainda desta vez que punham fim à fantochada da sua existência. Em Dezembro de 1925 ou Janeiro de 1926, Martins Júnior, pessoa ambiciosa e tresloucada, capaz de se bandear com a reacção, como depois se provou com a sua adesão ao fascismo, arrancou com a artilharia de Vendas Novas e trá-la para Almada e Cacilhas de onde, à mistura com uns vivas ao Partido Radical, fez uns tiros para Lisboa. O Governo, porque se tratava de elementos tidos como «radicais», foi menos macio e, depois de apagar mais o rastilho de Almada, deportou o Martins Júnior, alguns sargentos e praças para a Madeira e Açores. Um dos heróis desta «fita» foi José Maria de Almeida Júnior.Estas aventuras, conquanto fossem chefiadas por pessoas cujos nomes andavam ligados à vida da República liberal e arvorassem o estandarte da luta contra o partido da tirania e opressão, o Partido Democrático, eram inspiradas pelos futuros fascistas.(...)''

 

Martins Júnior era amigo do anterior SG Carlos Rates e tinha com o PCP organizado acções armadas em 1924.

Carlos Rates caiu em desagraça e naturalmente Martins também. Tanto ele como Rates aderiram ao Estado Novo.

O resto do texto está aqui

 

Continuará como nos folhetins....

mn

foto: Wiki



publicado por porabrantes às 21:52 | link do post | comentar

Segunda-feira, 20.05.19

O sargento Sebastião Pauleta nascera em Abrantes, era filho de Maria Piedade Marques e José Maria Pauleta.

sebastião maria pauleta

Era artilheiro e combatera na 1ª Grande Guerra, em França. Fora condecorado com a medalha comemorativa da Expedição a França, donde regressara em 1919.

Meteu-se na política e no golpismo radical, sendo aliciado pelo construtor civil abrantino, seu amigo, Martins Júnior, para derrubar António Maria da Silva.

Foi um dos líderes do motim de sargentos em Vendas Novas, que tomaram o Quartel, em 1 de Fevereiro de 1926.

Durante a refrega em que participaram civis, aliciados pelo mestre de obras Martins (que ficava furioso quando lhe chamavam assim, preferia construtor civil) e pelo dr. Lacerda de Almeida, ambos dirigentes do radicalismo ( Martins era um confesso admirador de Mussolini e de Miguel Primo de Rivera), feriram a tiro o alferes  Humberto Delgado, que devia conhecer o Pauleta de Abrantes.

Depois com cumplicidade de ferroviários, transportaram as peças de artilharia para Almada e dedicaram-se a bombardear o Castelo de S.Jorge.

pauleta

O Pauleta e os outros presos no golpe ver aqui

 A revolta fracassou e o sargento Pauleta foi deportado para Ponta Delgada, juntamente com Martins Júnior e os outros implicados.

mn

fonte: Martins Júnior-O Presidente Landru na República da Calábria (onde se enaltece a figura do sargento Pauleta, como um dos líderes do golpe)

Delgado vingou-se mais tarde dando uma sova com cavalo-marinho ao sargento que o ferira. Achava uma falta de respeito ser ferido por um sargento. Ver A Pulhice do Homem Sapiens do General.

PS- Agradecemos à nossa leitora Isabel P. ter enviado a foto do Sargento Sebastião Maria Pauleta, quando se encontrava em França....no ''front''

 

    



publicado por porabrantes às 18:59 | link do post | comentar

antónio silva martins

Lisboa 7 de Fevereiro de 1926 Diário de Notícias

''Foi cercada a residência do irmão do chefe civil da revolução do 2 de Fevereiro, sr Martins Júnior, o qual foi preso e mais dois oficiais e cinco sargentos''.

O preso era o dr.António Silva Martins, distinto médico e sportsman.

O mandante era António Maria da Silva, presidente do ministério e líder democrático.

antónio maria da silva

O dr. Martins tinha salvo o António Maria (que antes do 5 de Outubro era um destacado influente monárquico no Redondo, conhecido por famosas burlas eleitorais) de ser enviado para as masmorras de S.Julião da Barra por Sidónio Pais.

Refugiara-se no Hospital de Santa Marta, onde o médico abrantino garantira à polícia sidonista que o asilado estava bastante doente.

mn 

foto do dr. Martins- blogue do dr. Rui Lopes

  



publicado por porabrantes às 18:06 | link do post | comentar

Domingo, 19.05.19

suprema afronta

entre os deportados do 2 de Fevereiro de 1926, estava Martins Júnior

 

a choldra

A Choldra, n2 1926

 

que dizia que São Bento era '' uma miserável sucursal do directório que reside na Travessa da Água da Flor''.

 

Sobre António Maria da Silva dizia MJ que era  ''O Presidente Landru na República da Calábria''

ma

 



publicado por porabrantes às 21:15 | link do post | comentar

Quinta-feira, 18.01.18

Bento Gonçalves, que morreu no Tarrafal, foi o 2º S. Geral do PCP (o 1º foi Carlos Rates).

No Livro ''Palavras Necessárias'' retratou os golpes do abrantino Martins Júnior:

 

'(...)' Ainda no ano de 1925, os reaccionários tentaram a sorte. Em 19 de Junho, o comandante Cabeçadas tomou de assalto um barco de guerra de onde chegou a fazer uns tiros para terra. Porém, a indecisão é já manifesta covardia dos conspiradores reaccionários que não deram sinal de vida, em terra. O Governo julgou a aventura, talvez muito aborrecido e contrariado por não ser ainda desta vez que punham fim à fantochada da sua existência. Em Dezembro de 1925 ou Janeiro de 1926, Martins Júnior, pessoa ambiciosa e tresloucada, capaz de se bandear com a reacção, como depois se provou com a sua adesão ao fascismo, arrancou com a artilharia de Vendas Novas e trá-la para Almada e Cacilhas de onde, à mistura com uns vivas ao Partido Radical, fez uns tiros para Lisboa. O Governo, porque se tratava de elementos tidos como «radicais», foi menos macio e, depois de apagar mais o rastilho de Almada, deportou o Martins Júnior, alguns sargentos e praças para a Madeira e Açores. Um dos heróis desta «fita» foi José Maria de Almeida Júnior.

Estas aventuras, conquanto fossem chefiadas por pessoas cujos nomes andavam ligados à vida da República liberal e arvorassem o estandarte da luta contra o partido da tirania e opressão, o Partido Democrático, eram inspiradas pelos futuros fascistas. A reconhecida incapacidade política da pequena burguesia era aproveitada pela reacção que a par e passo a lançava em aventuras desesperadas. A reacção tinha agentes seus nos agrupamentos pequeno-burgueses para o que desse e viesse. Em qualquer circunstância favorável aos seus desígnios, esses agentes tratariam de concertar as coisas a seu favor. É que os reaccionários não tinham ainda descartado a hipótese de os aventureiros oportunistas da pequeno-burguesia serem alguma vez bem sucedidos num dos seus frequentes «golpes». E dado que tal viesse a suceder, os seus agentes tratariam de encaminhar o sucesso para o ponto em que os fascistas lhe pudessem deitar a mão. Se esta previsão não se desse, havia que esperar o esgotamento de toda essa actividade política putchista e ligar mais tarde toda essa gente a um putche verdadeiramente revolucionário (...)

 

devida vénia a https://www.marxists.org/portugues/goncalves/ano/mes/palavras.htm

 

O livro é

Palavras Necessárias
(Elementos para a História do Movimento Operário Português)

 

mn

 



publicado por porabrantes às 23:12 | link do post | comentar

Domingo, 22.01.17

scp abrantes.png

Jornal A Mocidade,12 de Fevereiro de 1926, com o relato do jogo de futebol entre o Sporting de Abrantes e o Grupo Desportivo Matuzarense, desafio amigável, que terminou com a vitória dos alentejanos por 5-1.

Na Biblioteca da Ponte de Sôr, dirigida pelo dr.Carlos Faísca, pode-se ler on-line os jornais da terra. Em Abrantes.....não.

Deve pois elogiar-se o desempenho do bibliotecário do município vizinho.

ma  



publicado por porabrantes às 10:06 | link do post | comentar

Domingo, 21.08.16

martins júnior parlamento 1.png

Era 3 de Fevereiro de 1926, continua o orador

 

martins júnior parlamento 2.png

(...)

martins júnior parlamento 3.png

martins júnior parlamento 4.png

 fonte: diário das sessões.

mn

 

tinha o Martins Júnior alguma razão em querer cortar cabeças de bonzos e especialmente de canhotos, lá isso tinha

 

uma das promessas do golpe era fuzilar todos os envolvidos na burla do Banco Angola e Metrópole, do Alves dos Reis

 



publicado por porabrantes às 21:36 | link do post | comentar

Sábado, 09.07.16

golpe fuzilamentos.png

 Declarações do revolucionário abrantino, dr. João Augusto da Silva Martins, quando comandava as forças civis e militares insurrectas, em 2 de Fevereiro de 1926

martins jínior 1910.jpeg

Martins Júnior com Afonso Costa, 1910, foto de Josua Benoliel, antt-O Século

 

apesar de terem bombardeado o Castelo de S.Jorge, a coisa gorou-se

 

alves_dos_reis.jpg

Um dos candidatos ao pelotão: o burlão Alves dos Reis

 

O Golpe, a que andou associado o Partido Radical, a Legião Vermelha, a formiga preta e militares de várias tendências, estalou quando o Banco Angola e Metrópole deu um sonoro estoiro e o país ficou alucinado pelo escândalo das notas falsas de 500 escudos.

 

Martins Júnior garantiu que havia muito mais militares associados, mas recusou-se a dar nomes.

 

Houve um ferido, Humberto Delgado. Martins Júnior desculpou-se: ''sou muito amigo do pai dele''.

revoluvionários.png

 

Três meses depois o exército enterrava o regime.

 

para os interessados aqui

 

ma 

 

extractos do Diário de Lisboa, dos dias do Golpe

 

  



publicado por porabrantes às 15:54 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30.06.16

cm 6-11-1926.png

Correio da Manhã (Brasil) 6 de Novembro de 1926

 

O político e magnate da construção João Augusto da Silva Martins envia carta demitindo-se do Partido Radical, de que fora líder. O motivo que esgrime, é  decisão do PR se juntar às forças que combatiam a Ditadura. Martins Júnior dá o seu aval à Situação, criada em 28-5-1926, num golpe chefiado pelo seu correligionário do PR, General Gomes da Costa. Este já tinha sido deposto entretanto.

martins jínior 1910.jpeg

Foto de 1910, Marfins Júnior com Afonso Costa, Joshua Benoliel para o ''Seculo.

ma  



publicado por porabrantes às 23:03 | link do post | comentar

Quinta-feira, 16.06.16

dr. Semedo.png

Em 4 de Agosto de 1926, um miúdo do Gavião pede o Bilhete de Identidade. Seria o primeiro (e único) anti-fascista a ser Presidente da Câmara de Abrantes.

correia semedo 2.jpg

A ilustre Comissão Centenária, mais a douta Vereação, decidiu que o 1º Presidente da Democracia, o Advogado ilustre, o desportista e o homem bom não merecia menção. Cabe-nos a elogiar a Comissão e a Vereação por terem livrado o Dr.Correia Semedo de ter o seu nome associado a um penduricalho de lata, alvo da pilhéria das gazetas.

Correia Semedo foi também o delegado da Ordem dos Advogados na Comarca de Abrantes, durante uma carrada de anos.

A Ordem dos Advogados também se livrou de tal transe, enquanto a Ordem dos Arquitectos, fundada em Abrantes, por um tal Serrano, há  escassos anos,apanhou o ''merecido'' penduricalho.

É justo, afinal já não há Comarca e paira a desordem.

Apesar de tudo, a Ordem dos Advogados foi fundada, em Portugal, por um abrantino da Bemposta, o Prof. Doutor Manuel Rodrigues, ao tempo Ministro da Justiça. ...

Se bem repararam, num post anterior, também se mencionava o jovem prosador Francisco  Almeida Correia Semedo.  Quase homónimo deste. Coisas de família. O Pai do Dr.Semedo também se chamava Mário, como o filho.

 

ma 



publicado por porabrantes às 17:28 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Martins Júnior e o PCP (1...

Presos Políticos Abrantin...

Presos políticos abrantin...

Contra a deportação de Ma...

Secretário-Geral do PCP a...

Sporting de Abrantes perd...

Cortar cabeças de políti...

Programa da Revolução: Fu...

Carta de Martins Júnior a...

Um miúdo do Gavião

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds