Segunda-feira, 08.07.19

Reproduzimos um post de 2010 do colega Amar-Abrantes

 

 

Reunião da Câmara de 5/7/10 (extracto I)

 

A MORTE SAIU À RUA

Declaração dos vereadores do PSD

Capa Frente.jpg

O recente homicídio, a sangue frio e de forma absolutamente gratuita, do motorista Nelson Silva, de 37 anos, na área de serviço de Abrantes da A23 era tão escusado como previsível. E se os autores materiais do crime já estão presos (se bem que por pouco tempo, face à nossa legislação criminosa), os autores morais continuam à solta.

O que era de esperar de três jovens criados numa comunidade que tem por referências morais indivíduos que se dedicam à criminalidade, que não têm o mínimo respeito pelas autoridades, que desprezam a vida humana, que aterrorizam a cidade, que vivem na mais absoluta impunidade, que apresentam sinais exteriores de riqueza sem trabalhar e que ainda são premiados pelo Estado com casa e rendimento social de inserção?

Se os três jovens foram os autores materiais deste hediondo crime, bem revelador da falta de valores em que foram criados e da comunidade onde estão inseridos, o Estado português é o seu autor moral, nas suas diferentes vertentes:

         -        a Escola, porque se demitiu de educar estes jovens, sendo a escolaridade obrigatória;

         -        a Segurança Social, porque continua a fechar os olhos aos sinais exteriores de riqueza que apresentam e às actividades ilícitas a que se dedicam;

         -        o Governo e a Assembleia da República porque criaram uma legislação criminosa que protege e financia os criminosos, promove o crime e desprotege completamente as vítimas e as testemunhas honestas;

         -        os Tribunais porque preferem refugiar-se na justiça formal, feita de testemunhas e de vítimas que, para salvarem as suas vidas e dos seus familiares, têm de negar ou calar o que sabem e o que viram, a enfrentar a dura realidade de uma cidade "sem rei, nem roque";

         -        a Autoridade Pública, totalmente desautorizada, que só é forte perante os fracos e que treme perante uma comunidade de delinquentes que, à vista de todos, conduz sem carta, se passeia armada pelas ruas, ofende e agride a autoridade, assalta e agride quem lhe apetece e aparece pela frente, sem que nada lhes aconteça;

         -        e, finalmente, a Câmara Municipal que assiste, impávida e serena, ao lavrar do incêndio pela cidade sem um gesto público de indignação e sem ser capaz de liderar a comunidade abrantina que clama pelo direito de viver em paz e em segurança.

 


publicado por porabrantes às 18:32 | link do post | comentar

Terça-feira, 20.02.18

Em 2010 a CMA permutou o 2 º andar do Palácio Falcão com a Nersant (que era a dona) por uns terrenos em Alferrarede.

Quais foram os valores praticados?

19226599_edaDn

Antes disso, tratava-se dum edifício do século XVIII, remodelado por Raimundo Soares Mendes no dezanove e que em 1902 já tinha este aspecto.

 

av casa falcao

 A CMA avaliou o 2º andar dum palacete oitocentista em 250.000 € e comprou-o por mais 90.000 €

 

Ou seja pagou 340.000 € por uma construção do XVIII com 656 m2

 

Agora ofrece 270.mil euros pelo S.Pedro, que é uma construção de 1949, restaurada no ano 2000 (gastaram-se lá uns 500.000 €) e tem 1000 M2 (todo o edifício e não uma fracção)

 

Se o leitor examinar friamente isto, terá certamente a ideia que a autarquia deve achar que os das Iniciativas devem ''filantropicamente'' (palavras dum edil) andar a financiar uma autarquia....que

 

a) doa bens imóveis à Associação de Agricultores

 

b) vende piscinas avaliadas em 800.000 € por 6.000

 

 e faz outros negócios do género.

 

Fomos ver as condições do negócio , depois de ler isto, onde se alertava para o negócio da Nersant

 

ma

 

PS-não tenho o preço de venda desta fracção pela CMA à Nersant anteriormente 



publicado por porabrantes às 13:18 | link do post | comentar

Segunda-feira, 12.06.17

Mandaram-nos um arquivo com a extinta Página do PS, que pensavam que Deus tinha na sua Santa Glória

 

Em 9 de Novembro de 2010, a Isilda Manuela e o resto do camarilha faziam um processo de intenções ao Sr.Dr.Santana-Maia Leonardo.....

9 novembro de 2010.png

Ora a Isilda Manuela (e o resto da camarilha) ou são capazes de citar um texto onde Santana Maia disse que os socialistas eram'' do pior que há'' ou faziam um processo de intenções, que é coisa muito feia

 

Ficamos a aguardar que a Isilda Manuela consiga exibir o texto.....onde o Advogado disse isso....

 

mn



publicado por porabrantes às 17:39 | link do post | comentar

Sábado, 02.01.16

Deu-se conta aqui de alguns acidentes curiosos de comboios carregados a carvão poluente da Tejo Energia/Pegop, essa referência da ecologia.

 

Perguntou-se se haveria pachorra para encontrar mais.

Houve.

 

Ei-lo:

pegop descarrilamento 2010 hugo rainho.jpg

foto Hugo  Rainho/Correio da Manhã. Foi em 2010. Houve mais depois? Tentaremos averiguar.

Responsabilidades: tentaremos averiguar.

 

Mas parecem descarrilamentos a mais.

 

''O comboio, com um total de 12 vagões, seguia de Sines para a Central Termoeléctrica do Pego (Abrantes). Pelas 13h30 descarrilou quando saía da ponte de Alcácer. Face à interrupção da linha, a CP assegura transporte rodoviário.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/portugal/detalhe/comboio-de-mercadorias-descarrila-na-linha-do-sul.html''

 

ma



publicado por porabrantes às 16:23 | link do post | comentar

Segunda-feira, 30.11.15

A história da democracia é a história do debate público e do livre acesso aos documentos públicos.

 

A Lei consagra a participação directa dos cidadãos nas reuniões públicas das Vereações, o direito soberano de intervir nas Assembleias de Freguesia e na Assembleia Municipal.

 

Para um debate sério é preciso que os cidadãos tenham acesso aos documentos.

 

A todos.

 

Mas o poder tem a mania de esconder documentos.

 

Essa mania é perigosa e leva ao despotismo e à irresponsabilidade.

 

Leva à partidocracia e à desconfiança dos cidadãos pelo sistema, atestada pela escassa votação que se regista em geral nas eleições e um desprezo cada vez maior pelos partidos e pelos políticos profissionais.

 

Não contem connosco para ocultar documentos.

 

 

A CMA tentou opor-se à divulgação deste documento sem base legal. Foi obrigada a entregá-lo.     

 

 

 
 
 
vamos começar a divulgar o relatório do IGAL à CMA.
 

igal 1.jpg

 Naturalmente tendo em conta a extensão do documento só será publicado o mais interessante e dentro do ritmo que entendermos

a redacção 
 



tags: , ,

publicado por porabrantes às 13:44 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A morte saiu à rua

Quando a CMA comprou meta...

Do pior que há

Os acidentes de comboio d...

O relatório do IGAL à CMA...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds