Terça-feira, 29.05.18

gomes martins

in

gomes martins 2

A foto publicada tem a ver com o regresso do político abrantino, que estava deportado nos Açores, depois do fracasso do golpe de Almada.

O autor explica bem qual era o projecto do general golpista. Terminou mal, o próprio general seria destituído pelos militares e por seu turno enviado para os Açores, logo em 11 de Julho de 1926.

A via do 28 de Maio iria ser outra. As veleidades ''revolucionárias'' e justicialistas iriam ser trocadas por uma opção conservadora.

ma

 



publicado por porabrantes às 09:26 | link do post | comentar

Segunda-feira, 28.05.18

martins júnior gomes da costa belém 22-6-28

 O abrantino Martins Júnior, homem de mil revoluções, dirigente do P.Radical, republicano histórico, saúda ( já em Junho de 26) o seu amigo e correligionário (militante do mesmo partido) General Gomes da Costa, chefe dos triúnviros, que dirigiram a arrancada de Braga que culminou com a rendição de Bernardino Machado.

A foto é no Palácio de Belém onde reside efemeramente, o novo Presidente.

Depois do 5 de Outubro, M. Júnior foi um dos primeiros a ir saudar, levando atrás centenas de abrantinos, Afonso Costa ao Terreiro do Paço.

Agora vai aparentemente sozinho e leva um ramo de flores.

Mas em nenhuma das ''situações'' conseguirá um lugar de destaque.

Em Abrantes, Manuel Valente Júnior é já um dos aliados dos fascistas integrais de Henrique Augusto Silva Martins e acabará por ingressar lá mais para adiante no futuro partido único e terminará a levantar o braço e a saudar Salazar.

Quem manda? Salazar!

Quem obedece?

O Valente das Mouriscas!

valente comerciantes

Valente dirigindo os comerciantes da terra a visitar o Ministro das Finanças, Oliveira Salazar.

O homem terminará nas hostes do PS de Abrantes, a convite alegadamente do publicista Silva.

Martins Júnior depois de peripécias várias, incluindo um plano para derrubar a ditadura, deixará a política.

Não foi P. da Câmara de Lisboa, lugar para o qual o convidou Gomes da Costa, porque não quis.

ma     



publicado por porabrantes às 11:22 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30.06.16

cm 6-11-1926.png

Correio da Manhã (Brasil) 6 de Novembro de 1926

 

O político e magnate da construção João Augusto da Silva Martins envia carta demitindo-se do Partido Radical, de que fora líder. O motivo que esgrime, é  decisão do PR se juntar às forças que combatiam a Ditadura. Martins Júnior dá o seu aval à Situação, criada em 28-5-1926, num golpe chefiado pelo seu correligionário do PR, General Gomes da Costa. Este já tinha sido deposto entretanto.

martins jínior 1910.jpeg

Foto de 1910, Marfins Júnior com Afonso Costa, Joshua Benoliel para o ''Seculo.

ma  



publicado por porabrantes às 23:03 | link do post | comentar

Domingo, 12.06.16

alfredo da silva.png

Alfredo da Silva em carta a Paes Borges, Madrid, 2 de Maio de 1926

alfredo da silva e salazar 2.png

al salazar.png

 Muito bom o livro, o excerto transcrito está neste livro,

 

falta o soba

afonso costa.jpg

Alfredo da Silva exilado em Madrid, desce frequentemente a Abrantes, onde pernoita em Alferrarede, dirige o amplo negócio da CUF, dá instruções, tem esperanças na questão dos Tabacos e espera o resultado dum golpe. O 28 de Maio.

ma

 



publicado por porabrantes às 23:16 | link do post | comentar

Segunda-feira, 02.05.16

Luis Filipe da Silveira e Couto Charters de Azevedo, foi um dos heróis do 28 de Maio. Ver o Arquivo Republicano. Encontrámos (e relembrámos) isto, procurando umas notas sobre o General Raul Esteves, que foi um puto que cresceu em Abrantes, à sombra do Castelo, como se verá. O pai dele era lá militar....

 

O General Esteves (1), de que é fácil encontrar a biografia, teve papel destacado na República, 1º Grande Guerra e no 28 de Maio e nos acontecimentos políticos e bélicos seguintes

 

Mas que fez o Charters?

 

''Foi o Visconde de S, Sebastião, agora falecido, quem conduziu de automóvel através difíceis lances, de Lisboa para Braga o heróico Marechal Gomes da Costa, chefe do Movimento Militar de 28 de Maio de 1926.
Como nas anteriores revoluções a sua acção enérgica durante os movimentos revolucionários em que tomava parte era sempre seguida dum desaparecimento; não queria receber retribuição pelo que considerava o cumprimento dum dever patriótico. Vitorioso o Movimento de 28 de Maio suportou com estoicismo a adversidade. Vimo-lo uma vez no Porto humilde empregado duma garagem! Mas o seu porte fidalgo, o seu carácter, o seu animo não se abatia! Se nos momentos do auge não olhava a despesas, que chegavam a ser perdulárias, nos momentos difíceis recorria ao trabalho honesto, que lhe garantisse sustento. Encontrámos um dia o Visconde de S. Sebastião. Não o reconhecemos à primeira vista, tantas e tão grandes deviam ter sido as dificuldades que atravessara. Eram os seus amigos que !lembravam os seus serviços a bem da Nação, que ele nunca quis sobrecarregar exigindo um emprego. Durante a ultima guerra foi chamado como interprete dos Exércitos Português e Inglês. Foi-lhe dado o posto de capitão. Terminada a guerra foi licenciado e ei-lo atravessando nova crise na sua agitada vida.
Encontrámo-lo nesta altura no Rossio, em Lisboa. Inquirimos dele o que fazia e disse-nos que agenciava o poder encontrar meios de ganhar o sustento.
Não o sabíamos licenciado, sendo ele que nos deu a noticia. Agora chega nos a triste notícia do seu falecimento dizendo-se nos ser funcionário numa roça em Angola''  (...)

 

devida vénia a Ricardo Charters de Azevedo, in Famílias de Leiria

 

 

Enfim um herói pobre, o Gomes da Costa não lhe fez logo um ajuste directo, na sublevada Braga!!!!!

 

Um dos acontecimentos mais divertidos do 28 de Maio foi a recusa reiterada do General Gomes da Costa em revoltar-se. Tendo o Pequito Rebelo inquirido para saber o motivo, confessou o cabo-de-guerra que não podia dar o golpe sem uniforme de gala.

 

O que é que se passa com o seu uniforme?

 

Está no prego.!!!

 

O General era um jogador inveterado e tinha metido o uniforme na casa de penhores para arranjar uns cobres.

 

Parece-me que foi o Manuel Múrias que foi desempenhar o fato, para o General, janota, dar o golpe.

 

ma 

 

(1) ainda primo do Mário Esteves Semedo, que se ofendia muito quando se lhe lembrava o primo ''fascista'' 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 17:18 | link do post | comentar

Sábado, 23.04.16

beco.png

luís alves.png

É certamente uma das melhores homenagens toponímicas ao 25 de Abril e das mais insólitas.

 

A toponímia é competência das edilidades, que aceitam sugestões das Juntas

b[1].JPG

Sede da União de Freguesias que meteu o 25 de Abril num beco (1)

 

 

 

S.Miguel e Rossio foram quase sempre feudo PS (S.Miguel menos, teve algumas juntas PSD com o saudoso Matos Gomes, que salvou o Carvalho de levar lá uns safanões a tempo do pobre povo)

 

Portanto temos de saudar a Céu

cacique.png

e o Luís Alves por manterem o 25 de Abril num beco.

 

Estou certo que o cacique integralista de S.Miguel

henrique augusto.png

nunca meteria o 28 de Maio num beco.

066_006.jpg

Século Ilustrado    

 

 

mn

(1) foto gamada pela extinta Junta ao dr. Rui Lopes e por nós desviada à Junta  



publicado por porabrantes às 12:26 | link do post | comentar

Quarta-feira, 28.05.14

 

O CHEFE DO ESTADO INAUGURANDO A EMISSORA NACIONAL. [IDENTIFICADOS NO ÁLBUM:] ENGENHEIRO MANUEL BIVAR; PIRES CARDOSO; GENERAL ANTÓNIO ÓSCAR DE FRAGOSO CARMONA; CAPITÃO HENRIQUE GALVÃO; ENGENHEIRO DUARTE PACHECO; MANUEL RODRIGUES JÚNIOR.

 

 

O Prof. Doutor Manuel Rodrigues já foi abordado aqui enquanto eminente jurista e importante político abrantino do Estado Novo. Mas ainda não se falou doutro abrantino que também foi episodicamente Ministro do Interior e que figura nesta foto do Arquivo do Século, José Pires Cardoso.

 

Mas o 28 de Maio foi sobretudo um golpe da tropa e os seus autores estão bem representados na fotografia o General Carmona (como um dos caudilhos, o principal foi Gomes da Costa) e o Capitão Galvão, que com Humberto Delgado foi dos mais ardorosos organizadores da sublevação entre  tenentes e capitães.

 

O 28 de Maio foi um movimento de capitães....outro....

 

MA

 

foto Torre do Tombo 



publicado por porabrantes às 09:49 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

28 de Maio (2)

28 de Maio

Carta de Martins Júnior a...

Os lacaios do soba Afonso...

Charters de Azevedo, heró...

O Beco 25 de Abril

Abrantinos do 28 de Maio

arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds