Sexta-feira, 26.08.16

Tivemos acesso à síntese da acta do

acta solano.png

onde se diz que há problemas entre os alunos de ''etnia cigana'' e a matemática

acta ciganos.png

Presente a Vereadora Celeste Simão nada disse, segundo a acta, sobre os ciganos e a matemática.

ma

acta 27-4-2016



publicado por porabrantes às 15:56 | link do post | comentar

Sábado, 26.04.14

Tenho os anos da revolução e cada vez menos pachorra para que o 25 de Abril não seja um festejo unificador do país.

Já não tenho pachorra para os que não entendem que Abril foi um fim – da ditadura – e não um princípio – de uma república socialista.

Já não tenho pachorra para os “donos” da revolução que a apregoam como sendo do povo, mas que a têm como sua.

Já não tenho pachorra para ouvir falar das conquistas de Abril a propósito de tudo e nada.

Já não tenho pachorra para os que por terem estado em Abril se arrogam de uma superioridade moral sobre os outros, mesmo quando o povo os relegou, pelo voto, a um papel marginal no país.

Já não tenho pachorra para ouvir lições de democracia de quem andou a explodir bombas em regime democrático.

Já não tenho pachorra para os que invocam os valores de Abril para contraditar quaisquer ideias diferentes das suas.

Já não tenho pachorra para os que não distinguem o 25 de Abril do PREC e o criticam pelos males deste.

Já não tenho pachorra para os que criticam a revolução e bem aproveitam a liberdade que só têm por causa dela.

Já não tenho pachorra para os saudosos da velha senhora porque nesse tempo (eles) viviam bem, esquecendo como vivia o povo e como era o país real fora dos salões e das universidades.

Já não tenho pachorra por se esquecerem da real concretização do “D” de democracia, num país com 40% de abstenção.

O cumprimento de Abril não passa por impor conquistas ideológicas, mas por concretizar o propósito da revolução do povo, deixando que este se exprima da mais livre forma, tendo depois o espírito democrático de aceitar a sua escolha.

O cumprimento de Abril é não permitir que o resultado da revolução seja um Estado de costas voltadas para o povo, cuja voz se cala, não pela força, como outrora, mas pela feroz resistência de um sistema cada vez mais surdo e autista.

Comemore-se Abril pelo que ele de facto foi: o fim da ditadura. Discuta-se o pós-revolução, mas deixem os cravos em paz.

 

 

João Albuquerque Carreiras

 

na Batalha com a devida vénia

 

http://www.abatalha.pt/os-nossos-40-sao-lixados-abril/?fb_action_ids=10202576442425623&fb_action_types=og.likes&fb_source=other_multiline&action_object_map=%5B545379682250182%5D&action_type_map=%5B%22og.likes%22%5D&action_ref_map=%5B%5D

 

 

não preciso apresentar o João, é o peticionário nº 3 ou 4 quanto aos que estavam na Assembleia Municipal a comemorar Abril recordam-me a brigada do reumático que prestou vassagem a Caetano


tags:

publicado por porabrantes às 21:25 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A matemática e a etnia ci...

Os nossos 40 são lixados,...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds