Domingo, 26.06.16

 

Um político tem deveres e o mínimo que se lhe exige é que não seja absentista.

mor am.jpg

Em 2005 havia eleições para escolher o Presidente da Assembleia da Comunidade Urbana do Médio Tejo (CUMT). O Relvas era o chefe da lista da Direita e o Nelson Baltazar, o da lista PS. Pois bem o dr. Relvas, licenciado por uma Universidade que não ficava no Edifício Carneiro, temia perder. Mas foi eleito, porque faltaram à sessão 2 membros PS, entre eles o Mor.

O Mirante diz que o Mor e  outra PS ''traíram'' o Baltazar. A razão é sabida por todos, os que andam na medíocre polítiquice abrantina.

Mas o Mor levou uma medalha de lata, enquanto um Presidente da Assembleia Municipal PS, mais antigo que ele no cargo, o Sr. Dr. Manuel Duarte dos Santos, não foi distinguido.

Explicam-nos porquê?

Terá sido porque o absentismo do Gomes Mor favoreceu a Direita e um tipo do calibre moral e académico do Relvas?

caldeira da bolsa.jpg

 Caldeirão da Bolsa

 

 

Sugerimos que o Fernandes, grande amigalhaço do Relvas, dê uma medalha de lata laranja ao Gomes Mor, por bons serviços prestados.

ma 

  



publicado por porabrantes às 13:21 | link do post | comentar

Quinta-feira, 03.10.13

Foi a expressão usada pelo ex-vereador ICA Arês, para definir o trabalho dos seus colegas da Oposição Santana Marques e Belém-Coelho, em declarações feitas à rádio oficiosa na noite eleitoral.

E o homem, construtivo, declarou que preferiu trabalhar com a maioria, coisa que se viu nos 3 anos iniciais do seu mandato, concordando com tudo o que ela dizia.

Excepto naquela bronca da Escola de São Facundo em que foi enganado como um ingénuo papalvo.

Mas se examinamos o trabalho do Sr.Vereador ao longo do último ano, parece-nos ver o fantasma do absentismo alentejano, que era aquela expressão propagandística usada pelo PCP para classificar o modelo de produção dos latifundiários alentejanos.

Foi o senhor doutor Arês no último ano do mandato um vereador absentista porque raramente meteu os pés na sala de sessões. A sua assiduidade se fosse examinada por um director de turma zeloso dava um chumbo por excesso de faltas.

Em resumo no seu mandato o Arês:

 

 

a) nos 3 anos iniciais:

 

 

''TRABALHOU PRÁ CÉU''.....

 

 

b) no último ano

 

DEDICOU-SE AO ABSENTISMO ALENTEJANO!!!!!

 

 

haverá crise????

 

 

nem por isso........nem sequer houve crise quando Deus Nosso Senhor se dedicou ao absentismo celeste

 

 

 

 

 

adérito a, ultimamente absentista deste blogue como o nosso estimado colaborador António Castel-Branco 

 

 

nr-seria injusto esquecer que quando se debateu a tradição taurina abrantina, o Arês se solidarizou com o gado vacum, como se solidarizara com outras espécies animais enquanto Vereador do Gavião...... 

 



publicado por porabrantes às 13:55 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Quando o absentismo de Go...

Trabalhar para a acta

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds