Terça-feira, 24.11.15

luna 1.png

''Invadiram a recepção, cozinha e bar e exigiram que os funcionários abandonassem o aparthotel. Foi o que fizeram, anteontem à noite, dois responsáveis e seguranças ao serviço do Grupo Luna Hotéis, proprietário do Clube Brisamar, em Alvor. Os despejados foram empregados e dirigentes da empresa Lado Verbal, que alugou o espaço em 2011.''
 
 
 

''A GNR foi chamada ao local, mas não actuou. O advogado da empresa inquilina, Paulo Freitas, considera que se tratou de "um acto de terrorismo permitido pela GNR" porque "não existiu ordem judicial". Segundo justificou ao CM fonte do Comando da GNR, "tratou-se de um diferendo cível em que a GNR não podia tomar posição".

Foram arrombadas portas e colocadas novas fechaduras, mas não houve agressões. Alheios à confusão estiveram vários clientes do aparthotel que assistiram a tudo sem saber o que fazer.

Ao que o CM apurou, existe um diferendo entre as partes relacionado com a falta de pagamento de dívidas. A GNR já tinha sido chamada a intervir duas vezes. "Há dívidas mas porque a outra parte não cumpriu o contrato. Mas isso não pode ser resolvido com coacção por parte de seguranças e sem recuso a tribunais", entende Paulo Freitas, que garante que "serão accionados os mecanismos legais para repor a legalidade".

O aparthotel Brisamar explora cerca de 100 apartamentos turísticos e gere os espaços comuns. O CM tentou ontem falar com um responsável do grupo Luna Hotéis, com sede em Albufeira, mas sem sucesso.''



publicado por porabrantes às 17:40 | link do post | comentar

Sábado, 31.10.15

padre p.png

CM

 ''Jesús Ejocha, padre da Raposeira, Sagres e Vila do Bispo'' foi acusado por uma paroquiana de lhe ter apertado o pescoço.

O  Miguel Neto, do Gabinete de Informação da Diocese do Algarve, disse desconhecer o caso, que classificou do "foro privado" do padre.

Acho extraordinário que o porta-voz do Bispo ache que alegadamente andar a apertar pescoços a paroquianas é uma coisa do ''foro privado''.

Quando é que passava a ser do foro da Diocese?

Se alegadamente apertasse o pescoço a uma freira, que estivesse dependente do Ordinário Diocesano algarvio?

A foto oficial (do foro do Bispo) do ex-artista de circo

Pe. Jesús Lorenzo Jora Ejocha

é esta

P. jesus.jpg

 

Diocese de Faro

 

 

deve ser para meter medo aos meninos da catequese.....
 
Acontece que os irmão são militares ao serviço duma das mais atrozes ditaduras de África, a de Obiang, que uns irresponsáveis admitiram na CPLP.
 
Não sei o agrupamento tribal a que pertence o Sr.Padre. Sei que a ditadura tribalista de Bata, onde Obiang rouba e chacina, é dos Fang, grupo étnico, organizado em sociedades iniciáticas e com práticas obscurantistas.
 
E sei que Matias Nguema, o primeiro Presidente local, ex-procurador às Cortes Fascistas de Franco, era muito católico. Até se chatear com a Igreja.
 

macias%2001.jpg

Macias foi fuzilado pelo sobrinho, o Obiang.
 
Sabem qual foi a sua inovação litúrgica para a história do catolicismo?
 
Obrigou que nas missas se dissesse:
 
Em nome do Pai, Filho, do Espírito Santo e ...de Macias Nguema.
 
mn 
 
devida vénia Correio da Manhã
 
 

 



publicado por porabrantes às 12:38 | link do post | comentar

Terça-feira, 13.10.15

 

 

Comentário no post A inauguração do Hotel

Acompanho desde há algum tempo os seus posts sobre o Hotel Turismo de Abrantes. Trabalhei lá durante dois anos, saí em Agosto antes do seu encerramento. Posso dizer-lhe que é um Hotel com um potencial enorme e que à altura do seu encerramento facturava bem... . Carlos Marques ao que me foi dito foi educado e criado em Caneças, e nunca me constou que fosse algarvio, sei que "possui" duas residências e que por lá tem negócios. Eu sou Algarvio dos quatro costados, e trabalhei dois anos a par com colegas de Abrantes, sinto-me atingido quando refere sempre especuladores Algarvios, como se o facto de ser algarvio fosse determinante.. Preferia especuladores, mas o blog não é meu. Gostaria de lhe apontar que se o Hotel está fechado é porque a soberba e ignorância de muitos, Abrantinos também, o permitiram. Sempre ao seu dispor.

João Santos

Caro Amigo:

Estou de acordo consigo em quase tudo. É evidente a culpa de muitos abrantinos (da sociedade civil), da política e dos próprios sócios e administradoresdo Hotel nesta situação. Agradeço a sua informação sobre a naturalidade do Carlos Marques, mas na brigada de membros da Administração que dirigiu o Hotel à falência havia muitos com residência nessa linda parte de Portugal que é o Algarve.

Reproduzo a acta que os levou a dominar o Hotel, graças ao Paredes Alves (e Cª)

 

 

 

 

O Carlos Marques, que tinha interesses em Faro, aparece com residência em Huelva, fica baptizado especulador onubense.. Mas há outros (bastantes) residentes em Tavira nos corpos sociais e algum de Linda-a-Velha.

 

Os de Huelva chama-se onubenses.

ma  



publicado por porabrantes às 21:35 | link do post | comentar

Sexta-feira, 22.07.11

 

Salvem da demolição o Real Convento S. Domingos de Abrantes

 

O nosso amigo Artur Falcão e nós recomendamos este livro ao pessoal que gosta de História e ao que vai de férias para o Algarve. O Remechido foi um guerrilheiro miguelista que se recusou a aceitar a vitória liberal e com um talento militar brilhantíssimo manteve o Reino Algarvio em pé de guerra contra D.Maria II, durante muito tempo!!!! Uma lição de História do Sérgio Brito. Parte do preço vai para obras benéficas locais.

 

 

 

Já agora vão umas notas que não cabiam no facebook

 

José Joaquim de Sousa Reis, conhecido como o Remexido. ou Remechido (como se escrevia no século XIX), nasceu em Estômbar no dia 19 de Outubro de 1796. Foi um célebre guerrilheiro algarvio. Casou-se em São Bartolomeu de Messines, devendo-se, aliás, ao seu casamento, o nome por que ficou conhecido, já que se rebelou (remexeu) contra o seu tutor, que lhe proibia o casamento. Era um homem de posses, capitão de ordenanças, além de exercer a função de recebedor concelho. Servindo D. Miguel, derrotou, em conjunto com o general Tomás Cabreira, o famoso Sá da Bandeira, na batalha de Sant’ Ana. Estava-se na época da guerra civil, entre liberais e miguelistas. Quando o primeiro duque da Terceira tomou conta do Algarve, o Remechido escondeu-se na serra algarvia, onde, recorrendo a uma táctica de guerrilha e apoiado por serranos, venceu sistematicamente as tropas governamentais.
D. Miguel I, Rei de Portugal
Diversos crimes foram cometidos em seu nome e rapidamente se tornou uma lenda de temor que se espalhou até ao Alentejo. Contudo, estudos recentes parecem ilibá-lo de tais crimes e acções ignominiosas. De facto, queimaram-lhe a casa, açoitaram-lhe publicamente a mulher por não revelar onde ele se encontrava escondido e, por fim, mataram-lhe um filho de 14 anos. Revoltado contra tal crueldade, vingou-se como podia e jamais se entregou, mantendo a sua acção de guerrilha mesmo depois da Convenção de Evoramonte. Procurava castigar os que os perseguiam, mas perdoava aos soldados que lhe caíam nas mãos, porque desempenhavam um serviço que eram obrigados a fazer. Por fim, foi capturado, levado a Conselho da Guerra e fuzilado em Faro no dia 2 de Agosto de 1838. Julgado por um Conselho pouco simpatizante da "causa miguelista", e mesmo tendo-lhe a rainha D.Maria II concedido o perdão, tal ordem não foi cumprida e fuzilaram-no por interesses políticos e pessoais.
in messines info
 
a primeira gravura é do messines.info
as restantes: colecção marcello de Noronha
pub por Marcello de Noronha


publicado por porabrantes às 17:53 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Despejo à Luna Hotéis

O Missionário da Guiné Eq...

O especulador onubense e ...

No facebook O Remechido

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds