Terça-feira, 09.04.19

Num relatório enviado pela entidade competente ao ditador acusa-se a família Moura Neves de falta de diligência no apoio ao candidato fascista Américo Tomás

moura neves farsa eleitoral

Num artigo do Ribatejo, Mário Semedo identificou o dr.Armando Moura Neves como inabalável defensor do regime. O artigo do Mário é ainda das melhores coisas que se publicou sobre as eleições de 1958.

Mas nos papéis oficiais não se destaca a atitude de Armando Moura Neves.

Quem se destacam como inabaláveis apoiantes de Tomaz  é a família Simão, Manuel Fernandes e o Presidente do Grémio da Lavoura e algum outro 

burla 1958

40382771183_8ee7ca14d9

Fernando Simão olhando o Almirante que ajudara a eleger.

ma

ps- destaca-se ainda o papel crucial do clero no apoio a Tomás



publicado por porabrantes às 18:46 | link do post | comentar

Quarta-feira, 02.08.17

industrias tomás.png

14-11-1968 industriais saudam Américo Tomás na visita a Abrantes...os industriais, o bom povo que deu mostras de grande entusiasmo, a Santa Madre Igreja, etc

 

mn



publicado por porabrantes às 13:22 | link do post | comentar

Terça-feira, 30.05.17

américo tomñas.png

 sobre a visita do esposo da Dona Gertrudes

 

na foto está também o Dr.Agostinho Baptista e o Bernardo Mesquitella, Governador Civil

 

O nosso obrigado à Tubucci

 

ma 



publicado por porabrantes às 21:10 | link do post | comentar

Domingo, 16.04.17

Era uma vez um labrego que foi trabalhar para a Casa Grande do Sardoal, que agora chamam dos Almeidas, e que de facto era dos Moura-Mendonça.Depois mudou de patrão, mas continuou a servir na vila onde Gil Vicente representou um dos seus Autos para uma rainha castelhana.

Tinha agora como patrão, o Doutor Anacleto da Fonseca Motta, da Casa do Adro, que foi várias vezes Presidente da Câmara local, Administrador do Concelho e Provedor da Santa Casa além de médico reputado..

António Rodrigo Tomás casou-se com uma criada do Dr.Anacleto e acabaria em Lisboa, num posto secundário do funcionalismo e teve um filho que seria marujo.

E Presidente.

Américo-Tomás-inaugura-o-Monumento-a-Nuno-Álvar

O livro de Orlando Raimundo, o ''Último Salazarista'' retrata as escassas  aventuras e parcas façanhas do ''Cabeça de Abóbora'', como dizia o Zé Vilhena.

orlando thomaz.png

A ler que é muito interessante. O Orlando Raimundo chama ao patrão do António Tomás, Dom Anacleto, coisa que não é verdadeira, mas traça um retrato interessante dum dos tipos que tramaram Portugal.

Quanto aos lambe-botas que incensaram o filho do labrego que serviu no Sardoal, chamando-lhe Venerando Presidente, a lista é larga ou não fosse este um país (e uma terra) onde lamber botas é o desporto nacional.

norte.png

mn

os dados sobre a vida do António Tomás são tirados do livro do Orlando Raimundo



publicado por porabrantes às 11:02 | link do post | comentar

Domingo, 09.04.17

tomás duarte  miaa.jpg

O Almirante Américo Tomás na Torre de Menagem. Com o dr. João Nuno Serras Pereira e Duarte Castel-Branco (por trás do senhor que aponta com o dedo). Visita aquando do cinquentenário de elevação de Abrantes a cidade.

mn



publicado por porabrantes às 19:30 | link do post | comentar

Sábado, 28.05.16

gaspar 1.png

serras 2.png

serras 3.png

serras 5.png

a pedido de alguns leitores publica-se a notícia completa da visita a Abrantes de Américo Tomás, no vespertino oposicionista ''Diário de Lisboa'' de 1 de Novembro de 1968

 

a redacção



publicado por porabrantes às 13:05 | link do post | comentar

gaspar 2.png

Gaspar, no Médio Tejo Digital

 

gaspar 1.png

Diário de Lisboa, 1 de Novembro de 1968

 

As cerimónias foram a 1 de Novembro de 1968 e não a 9, como diz o Gaspar, lembro-me perfeitamente de estar a tomar a bica com o Mário Semedo e o dr.Orlando Pereira enquanto as forças vivas aclamavam o palhaço vestido de Almirante!!!!!

 

O Gaspar tem de comprar a Cronologia do Eduardo Campos

gaspar 6.png

Que pedale menos e vá em futebóis de boa qualidade, leia a Cronologia do Eduardo

eduardo campos 2.jpg

ma



publicado por porabrantes às 09:43 | link do post | comentar

Segunda-feira, 21.03.16

joao manuel bairrao oleiro s.domingos.jpg

 Entre os defensores de S.Domingos, entre os homens que se movimentaram para o defender, faltava-nos aqui publicar a foto do mais sábio arqueólogo abrantino, o pai de Conímbriga, como lhe chamou um homem que fazia anos no mesmo dia dele, o dr. João Nuno Serras Pereira.

Pois aqui fica para os anais da Cidade, a conferência feita em Abrantes, em Julho de 1971 perante Américo Tomás, Veiga Simão e Azeredo Perdigão.

foto Correio de Abrantes

ma 

 



publicado por porabrantes às 20:26 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sábado, 14.11.15

 

(...) Numa ocasião terá avisado de que a polícia estava no seu encalce, o seu amigo Ortega Pardo, um espanhol ao serviço da Opus Dei, ligado a diversos bancos portugueses e à sociedade de estudos financeiros Lusifina, onde fizera um desfalque, possibilitando-lhe, assim, a fuga para a Venezuela[17].

 

Depois do 25 de Abril, no decurso do julgamento do caso Delgado, um ex-agente da PIDE/DGS, Sotero Varandas, afirmou que Rosa Casaco havia manipulado um vale pago pela tesouraria dessa polícia[18]. Por seu turno, o ex-director dos serviços de Informação da PIDE/DGS, Álvaro Pereira de Carvalho admitiu que os cheques enviados por esta polícia ao informador dessa polícia junto de Delgado, em Roma, «Oliveira» (Mário de Carvalho), eram passados pela casa Piano, do banqueiro Jorge Farinha Piano, amigo de Rosa Casaco, ligado ao caso Matesa, organização espanhola multinacional envolvida na exportação ilícita de capitais portugueses e espanhóis. O caso Matesa, julgado em Espanha, envolveu elementos da DGS e o próprio Rosa Casaco, que, castigado por Silva Pais, foi transferido, em 1971, para a delegação do Porto, onde se encontrava quando ocorreu o golpe de Estado do MFA.(..)

Irene Flunser Pereira nos Estudos sobre o Comunismo do Pacheco

 

Quando se quer falar do Rosa, citem coisas decentes e não a Wikipedia. A Irene tem algum erro, mas ao menos consultou os processos e leu os livros do mais ilustre polícia e agente secreto abrantino.

Por certo o Rosa era visita do Sr.Almirante Américo Tomás no Brasil

américo thomaz.jpg

Por certo a Flama falta à verdade. Sidónio Pais e outros Chefes de Estado visitaram Abrantes. Não ficámos órfãos desde D.Maria II.

D.Carlos dormiu no Castelo do conde de Alferrarede.

D.Pedro V também esteve por aqui e o Governador da Praça assegurou que se portou muito bem,decerto melhor que o Tomás. Entre um Rei de Portugal e um Presidente há diferenças, de classe naturalmente.

D.Pedro V.png

 

D.Pedro V era um rei liberal e o Tomás era um fascista.

D.Pedro V era amigo de Herculano e o Tomás era amigo do Moreira das Neves

moreira das neves.jpg

Moreira das Neves também era amigo do Opus Dei como o Casaco.

D.Pedro V era filho do Grão Mestre da Maçonaria el-Rei D.Fernando II.

Há diferenças entre um maçon e um beato.

Há diferenças entre um Bragança e um Tomás, mesmo com th

a redacção 

 

 

 

 

· 



publicado por porabrantes às 13:31 | link do post | comentar

Sábado, 19.07.14

 

 

 

A história do empenho do município abrantino em erguer um monumento a Nuno, o caudilho de Aljubarrota,  tem uma larga história, ao longo do século XX, que desembocou nesta jornada, em que o marujo Tomás, acolitado pela individualidades descritas neste número do ''Século Ilustrado'', inaugurou o monumento.

 

A capa da revista capa destaca a  careca célebre dum lendário actor de origem cigana, o  Yul Brynner, apesar do Tomás ser também de

  

 

 

generosa calva.

 

Um dos mais entusiastas para construir o monumento a D.Nuno foi o Presidente da Câmara, Henrique Augusto da Silva Martins, que desenvolveu largos e porfiados  esforços nesse sentido. Algum dia se falará aqui, espero, desse empenho. Curiosamente foi um homem da sua linha, o ex-Provedor da Santa Casa (barricada de henriquistas) que seria o anfitrião abrantino de Tomás, para inaugurar o monumento, cujo projecto foi assinado por Duarte Castel-Branco, com estátua de Lagoa Henriques, o que esculpiu  o Camões, que continua a estar estacionado na ''ribeira'' de Constância.

 

O anfitrião foi Agostinho Baptista.

 

Dou um salto no tempo para recordar que o monumento a Nuno está vandalizado e ao abandono e  que a responsabilidade dessa situação vergonhosa pertence inteiramente às edilidades que, nas últimas décadas, têm deixado destruir o património desta cidade, enquanto, no caso actual, desbaratam recursos, com a insensatez que os caracteriza, em palermices como o Creativ Camp.

 

A estátua abrantina de Lagoa Henriques desapareceu há muito, quando desaparecerá esta política que permite o saque, o roubo, a  destruição brutal e vandálica da nossa história?

 

Não sei quando sucederá isso, mas ninguém dirá que aqui não se descobriu a careca dessa gente. 

 

 

 

MN   



publicado por porabrantes às 13:09 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Família Moura Neves boico...

Empresários saudam o cabe...

Tomás recebe o Foral

O criado do Dom Anacleto ...

Vista do Castelo

1 de Novembro de 1968

Mestre Gaspar anda com az...

João Manuel Bairrão Oleir...

Rosa Casaco era amigo do ...

O Condestável já não tem ...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10


26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds