Terça-feira, 24.11.20

Sem convocatória na página oficial e sem convocatória no face, com o Presidente da AG  (o Miguel Borges) em estado grave e internado, graças ao Covid, os anacléticos (ou seja a seita do Anacleto, o que ousou dizer que o burlão era um homem honrado), vão fazer uma AG da   quase falida Santa Casa do Sardoal.

Fazemos nossas as observações de Sardoal Cultura e Progresso :

 
SANTA CASA: INCONGRUÊNCIA APÓS INCONGRUÊNCIA
Não é mais falta de nível e capacidade, pensamos que há má intenção por parte da direção da Santa Casa em sua tentativa desesperada de se manter a qualquer custo, quando as suspeitas são cada vez mais alarmantes:
- A Assembleia Geral é convocada no sábado, dia 28, às 14h00, quando é necessário o confinamento às 13h00.
- O Presidente da Assembleia é atualmente afetado pela Covid e não pode e não deve estar presente no evento.
- A Ordem de Trabalhos é calculadamente ambiguo é redigida de forma que reflita o controle absoluto para que certas questões possam ou não ser levantadas, sempre a critério da Mesa.
Tudo é mediado e nos parece vergonhoso essa atitude que põe cada vez mais em evidência o absurdo em que está mergulhada a direção da Santa Casa.
Nem mesmo a menor sombra de dignidade permanece.
Sardoal
Cultura&Progresso 

122143436_181740143520302_8141878123473189999_o.jp

 

  



publicado por porabrantes às 21:07 | link do post | comentar

Sexta-feira, 23.10.20

122143436_181740143520302_8141878123473189999_o.jp

Segundo o Presidente da Freguesia do Sardoal, Miguel Afonso Alves, o Anacleto despede 30 funcionários da Santa Casa.

Isto só terminará quando o Bispo o despedir.

''

Santa Casa da Misericórdia de Sardoal com mais 30 despedimentos.
A juntar à dezena e meia de funcionários que foram dispensados há relativamente pouco tempo da Santa Casa de Misericórdia de Sardoal, hoje chegou-me o relato de pessoas desesperadas que não sabem como será o seu futuro, pois estão os funcionários em causa a serem informados durante o dia de hoje.
Segundo o que pude perceber, serão mais trinta despedimentos.
Para todos eles e as suas famílias, a minha palavra de apreço e coragem, pois temos inclusive pelo menos um casal a serem despedidos em simultâneo.
Apelo à coragem dos decisores que tomem as medidas que devem ser tomadas na salvaguarda do interesse da instituição, mas também dos funcionários e dos seus utentes.
Miguel Alves
Presidente da Junta de Freguesia de Sardoal''
 
Se já tinha despedido 15, neste brilhante exercício de misericórdia cristã e social-democracia: já lá vão 45 trabalhadores.
 
E ao mesmo tempo anda a assinar papelada para negócios com a autarquia de Abrantes, substituindo-se ao Cónego, cujo certificado de registo criminal o impedirá de certas coisas,a partir do trânsito em julgado do Acórdão da Relação de Évora.
ma
foto da Junta do Sardoal 


publicado por porabrantes às 13:12 | link do post | comentar

Quinta-feira, 08.10.20

O Vice João Gomes e o Presidente na Assembleia Municipal, meteram os pés pelas mãos acerca da propriedade da Igreja de S.João.

Igreja de São João Baptista - Abrantes | All About Portugal

O Vice acabou por balbuciar que a Igreja era propriedade do Estado, via DGPC, como esta Instituição informou à deputada Fabíola Cardoso

Se assim é (coisa que nos suscita dúvidas), como é que há uma escritura  que o Graça e o Anacleto e vários voluntários (apesar de não serem bombeiros) foram fazer,  dizendo que a propriedade é da Paróquia?????

ma

foto all about Portugal 

 



publicado por porabrantes às 07:50 | link do post | comentar

Quarta-feira, 30.09.20

travessa 77.png

Terreno dos imóveis cedidos à borla, Travessa Henrique Cardoso, no coração de Alvalade,  pela Santa Casa do Sardoal, à Câmara de Lisboa, onde a Misericórdia perdeu pela ''doação'' uma pipa de massa.

Geria a Santa Casa um tal Anacleto Baptista, mas a responsabilidade não é só dele porque haveria uma Mesa e um Conselho Fiscal e ainda para mais nos termos do Código de Direito Canónico....o Bispo teria de autorizar o negócio.

Anacleto Baptista favorece a Igreja - Cidadãos por Abrantes

Esta gente, comandada pelo piedoso Anacleto, fez um péssimo negócio (e se calhar mais coisas) e empobreceu uma instituição secular a caminho da falência (graças ao Anacleto).

Quanto milhões vale agora o terreno?

No acórdão que condenou o cónego-burlão, o Anacleto declarou que o patife era um homem honrado. Os juízes disseram que era um criminoso, que nem sequer se arrependia.....

Além de não saber avaliar homens, também não sabia avaliar terrenos...

Valha-nos Santa Maria da Caridade que rapidamente despeje o tipo de Provedor!!!!!

ma

  

  



publicado por porabrantes às 11:14 | link do post | comentar

Segunda-feira, 28.09.20

''Que nos reserva o futuro? Só Deus sabe porque os homens da ciência nada mais fazem do que falar e prometer, sem capacidade para dar certezas.
Por isso nos entregamos ao Senhor Jesus dos Remédios e a Santa Maria da Caridade para que nos livrem de todos os males e perigos.
O Provedor''

anacleto batista 1.png

'



publicado por porabrantes às 08:34 | link do post | comentar

Domingo, 27.09.20

Deus não dorme ......

Isto foi o título dum editorial do Mário Mesquita, quando Almeida Santos apanhou o pior resultado da história do PS. Portanto os créditos para o jornalista micaelense.  

O pedido só peca por tardio e devia ser acompanhado por uma auditoria à Santa Casa do Sardoal.

Como é que escolheram este tipo?

https://porabrantes.blogs.sapo.pt/santa-casa-do-sardoal-anuncia-o-seu-5128476

https://porabrantes.blogs.sapo.pt/misericordia-do-sardoal-anuncia-nova-4441983

https://porabrantes.blogs.sapo.pt/santa-casa-sardoal-processada-em-30-000-4082548

etc, etc, 

Falámos disto, antes dos outros, só para variar.......

Quem apoiou o Anacleto é culpado disto....

Já agora, já  está vingada Amélia Baeta??????

Ou terminamos o trabalho?????  

 

missa anacleto



publicado por porabrantes às 21:10 | link do post | comentar

Terça-feira, 18.08.20

O Zé Bioucas fez uma vez uma obra ilegal, uma vala e o Anacleto foi acusá-lo.

O Cónego demoliu ilegalmente o Jardim do Solano e o Anacleto, pacífico, continou a dirigir o coro nas missas do burlão.

Ou seja a beataria só acusa laicos !!!!

missa anacleto

 

Requerimento n.' 2429/111 (1.')

Ex.mo Sr. Presidente da Assembleia da República:

Ao abrigo das disposições regimentais e constitucionais aplicáveis, requeiro ao Ex.mo Sr. Director-Geral da JAE que me seja informado, face à actuação da Câmara Municipal de Abrantes na abertura de uma vala junto ao posto da Brigada de Trânsito em Barreiras do Tejo, freguesia de São Vicente, da cidade de Abrantes, que deu causa a um processo crime julgado em 30 de Abril de 1984, vala essa que impede o acesso de veículos à balança de pesagem da mesma Brigada, e, por consequência, me seja informado:

1) Foi pedida pela Câmara Municipal a competente autorização? Nesse caso, requeiro me sejam fornecidas fotocópias da correspondência havida;

2) Se não foi pedida e, por consequência, não concedida tal autorização, quais os mecanismos legais desencadeados por essa Junta na sequência de tal procedimento;

3) Finalmente, requeiro me seja informado se qualquer Câmara Municipal tem poderes para abrir valas na via pública sem autorização prévia.

Palácio de São Bento, 17 He Maio de 1984.— O Deputado do PSD, Anacleto B

 

1"0 Sr. Presidente da Assembleia da República:

Ao abrigo das disposições regimentais e constitucionais aplicáveis, requeiro ao Ex.mo Sr. Comandante--Geral da Guarda Nacional Republica que me informe, quanto à abertura de uma vala junto ao posto da Brigada de Trânsito, sito em Barreiras do Tejo, da freguesia de São João Baptista, na cidade de Abrantes, vala essa que impede o acesso de camiões à balança existente naquele posto, e, designadamente:

1) Para além do processo crime, cujo julgamento ocorreu no dia 30 de Abril próximo passado, que outras medidas foram tomadas, designadamente para repor a situação no seu estado normal;

2) Se a Câmara Municipal carece ou não de autorização desse Comando para poder proceder a obras que impeçam acessos a balanças de pesagem, como no caso;

3) Se porventura esse Comando tem ou não conhecimento de que a atitude da Câmara resultou do facto de elementos da GNR em serviço naquele posto terem autuado — ou tentaram autuar— um veículo pertença da Câmara Municipal de Abrantes.

Palácio de São Bento, 17 de Maio de 1984.— O Deputado do PSD

 

MINISTÉRIO DO EQUIPAMENTO SOCIAL

gabinete do ministro

Ex.m" Sr. Chefe do Gabinete de S. Ex.° o Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares:

Assunto: Resposta a um requerimento do deputado do PSD Anacleto Baptista acerca da actuação da Câmara Municipal de Abrantes relativamente à abertura de uma vala junto ao Posto da Brigada de Trânsito em Barreiras do Tejo.

Em referência ao ofício acima mencionado, cumpre-me informar V. Ex.a do seguinte:

1) Ainda não foi pedida pela Câmara Municipal de Abrantes a autorização para assentamento da conduta elevatória de esgotos do Rossio ao sul do Tejo para a estação de tratamento de Barreiras do Tejo;

2) A |AE, através da Direcção de Estradas de Santarém, desencadeou os mecanismos normais de actuação em casos semelhantes, oficiando em 3 de Maio de 1984 ao Sr. Presidente da Câmara Municipal, como resultado da informação recebida dos seus Serviços de Fiscalização;

3) As câmaras municipais não têm poderes para abrir valas na via pública sem autorização prévia da entidade que nela tiver jurisdição, a não ser que a via pública seja camarária;

4) A realizada pela Câmara Municipal, segundo sua posterior informação, confirmada pela |AE, consistiu em «proceder à substituição de conduta de água existente por nova conduta de água, a fim de evitar futuros trabalhos que possam danificar o novo pavimento» a ser em breve executado por empreitada em curso, fiscalizada pela Junta.

Com os melhores cumprimentos.

Gabinete do Ministro do Equipamento Social, 10 de Agosto de 1984. — O Chefe do Gabinete. Emílio Ricon Peres.

 

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA

gabinete do ministro

Ex.™ Sr. Chefe do Gabinete de S. Ex. o Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares:

Assunto: Resposta a um requerimento do deputado do PSD Anacleto Baptista pedindo informações relativamente à abertura de uma vala junto do Posto da Brigada de Trânsito em Barreiras do Tejo.

Em resposta ao requerimento em epígrafe, cumpre--me comunicar a V. Ex. o seguinte, de acordo com a informação prestada pela Guarda Nacional Republicana:

1) Em 27 de Abril de 1984, pelas 17 horas e

45 minutos, a Câmara Municipal de Abrantes, por ordem directa do seu presidente, determinou a abertura de uma vala, alegando a necessidade de substituir uma conduta de água, o que não estava, até àquele momento, planeado;

2) Momentos antes uma viatura da mesma autarquia havia sido fiscalizada e pesada na báscula do posto fixo e autuada por excesso de peso;

3) Ao ter conhecimento da abertura da vala, uma força desta Guarda deslocou-se ao local, verificando que uma máquina retroescavadora procedia aos trabalhos.

Ordenado ao seu motorista que retirasse a máquina, este não obedeceu, com a alegação que estava a cumprir ordens do presidente da Câmara;

4) Em 30 de Abril de 1984 o condutor da máquina foi presente em tribunal (julgamento em processo sumário), onde, estando presentes o presidente da Câmara, alguns vereadores, industriais de camionagem e advogados, foi condenado em pena de prisão e multa;

5) Muito embora a Câmara Municipal devesse informar a Guarda das alterações, por motivo de obras, que se iriam verificar, o certo é que a sua obrigação, neste caso concreto, era fazer essa comunicação à Direcção de Estradas do Distrito de Santarém e assegurar a passagem para o posto fixo;

6) A Câmara foi informada que deveria repor rapidamente o acesso ao posto fixo, permitindo a utilização da báscula por agentes de fiscalização, o que foi feito, encontrando--se actualmente a situação normalizada.

Com os melhores cumprimentos.

Gabinete do Ministro da Administração Interna, 25 de Julho de 1984. — O Chefe do Gabinete, Duarte Manuel da Silva Braz.

 

ma

 

 

 


publicado por porabrantes às 09:41 | link do post | comentar

Quarta-feira, 15.07.20

provedor 2.png

Comentário na página do PS do Sardoal sobre um tal Anacleto Batista, da senhora D.Maria Serras



publicado por porabrantes às 15:29 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29.04.20

anacleto batista.jpgO Sr. Anacleto Baptista (PSD): - Sr. Deputado Vilhena de Carvalho, quero felicitá-lo pela sua intervenção e ao mesmo tempo fazer-lhe uma pergunta tão simples como esta: não acha muito sintomático que os nossos colegas médicos tenham, no momento da sua intervenção, abandonado esta Sala?

(...)

O Sr. Vilhena de Carvalho (ASDI): - Respondo imediatamente, agradecendo as referências que me fez pessoalmente.

Quanto à pergunta relativamente aos nossos colegas médicos, devo dizer que ela não foi muito correcta nem verdadeira, visto que me dou conta de que se encontram aqui variadíssimos colegas nossos, médicos.

Mas desejava acrescentar o seguinte: dou a todos esses nossos colegas, como daria ao Sr. Deputado ou a qualquer outro, o direito de me ouvirem ou de me não ouvirem.

(...)

O Sr. José Niza (PS): - Sr. Presidente, Srs. Deputados: O Sr. Deputado Anacleto Baptista fez a afirmação de que os médicos deputados tinham abandonado a Sala durante a intervenção do Sr. Deputado Vilhena de Carvalho. Eu sou um dos médicos deputados desta Assembleia e gostaria de deixar aqui bem vincada a minha posição: nunca sai durante a intervenção de qualquer deputado, porque respeito as opiniões dos outros, e muito menos isso aconteceria com o meu amigo Vilhena de Carvalho.

No entanto, compreendo o sentido de euforia que o Sr. Deputado Anacleto Baptista quis imprimir à sua intervenção no sentido de que - e isso é um registo que fica para a estatística deste debate - foi um deputado que não pertence à maioria e que, sozinho, assumindo uma posição individual ao expor aquilo que pensa, foi capaz de defender aqui as posições que os 134 deputados da AD não conseguiram.(...)

(debate sobre o aborto) 1982

 



publicado por porabrantes às 14:58 | link do post | comentar

Sábado, 04.05.19

seis d

Sob o título dos ''120 (?) o académico Joaquim Candeias Silva, expoente da célebre escola do CEHLA, faz um resumo da História do Jornal de Abrantes.

Uma parte muito interessante, é o rol dos directores e a explicação do seu parentesco.

Mas engana-se ........

Diz que houve cinco directores para o período anterior à venda do Jornal por 1 euro ao Grupo Lena.

Houve seis,  esta é a verdade histórica.

Esqueceu-se do Anacleto Batista .

ana barca

Que foi director a seguir ao 25 de Abril e até mudou o cabeçalho do jornal.

Outro dia contaremos as circunstâncias da saída do Anacleto e do regresso do Dr.Jorge Moura Neves Fernandes.

Há esquecimentos imperdoáveis.

Já agora uma menção para o Alfredo  Holtreman, que foi quem fundou a folha e depois foi Visconde de Alvalade.

220px-ViscondedeAlvalade

mn

para a História da Imprensa Abrantina.... continua a ser indispensável o livrinho do Eduardo Campos

foto gamada: à Senhora D.Margarida Trincão, da Barca....e à wiki

 

     



publicado por porabrantes às 16:32 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A última jogada dos anacl...

Anacleto despede 30 no Sa...

É do Estado, a Igreja de ...

Quanto milhões vale agora...

A anaclética crise sardoa...

Deus não dorme ......

A beataria só acusa laico...

O Provedor caducado

Anacleto e o aborto

Repondo a verdade históri...

arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Novembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds