Terça-feira, 26.05.15

Em 15-10-1957 o  António Maria Paulouro, vice-presidente da CM do Fundão, informava a PIDE que D.Fernando de Almeida ''

paulouro.png

Quem o diz é Joaquim Candeias Silva, que para variar faz a apologia dos Almeidas neste artigo, e de D.Francisco (apologia merecida), mas que se recusa a fazer a necessária condenação moral e cívica dum colaborador da temível polícia política nazi-fascista.

Estranhou-se depois o Candeias que o Jornal do Fundão não dê informações sobre as suas actividades no âmbito do Museu do Fundão.

Ora não sabe o Candeias que o Paulouro foi depois Director do Jornal do Fundão e se distanciou um bocadinho do regime?

Mas dar, seja em que circunstâncias for, informações à canalha do Barbieri é repugnante e para mim o Paulouro está definido.

Certamente que Delgado e Henrique Galvão fizeram o mesmo, mas redimiram-se de armas na mão, como cabe a heróis da lusitana gesta.

D.Fernando de Almeida foi o homem que primeiro se mexeu para salvar São Domingos de ser profanado por um barracão, o Palácio da Justiça. E para isso convenceu Antunes Varela, catedrático de Coimbra e Ministro da Justiça a salvar S.Domingos a meias com Duarte Castel-Branco e outros.

Por isso cabe aqui esta menção.

Mas a verdade deve ser dita toda, e não a meias, e o Candeias cita como bibliografia neste trabalho, este livro ou opúsculo:

farinha dos santos.png

Como se sabe o Candeias é Académico de História, e o Farinha dos Santos também o foi ou é.

Para começar a citação bibliográfica é incorrecta, porque a correcta é esta:

farinha dos santos 2.png

O Farinha dos Santos que em 1985 (!) elogia D.Fernando de Almeida e que escreveu algum manual de Arqueologia, foi de profissão subinspector da PIDE-DGS,

pide.gif

Desenho de Dias Coelho, amigo e colega de Duarte Castel-Branco, assassinado pela PIDE

 

e confirmou o uso da tortura sobre os presos políticos ( entre os quais esteve Duarte Castel-Branco).

 

Passo a citar Irene Flunser Pereira: '' o ex-sub-inspector Farinha dos Santos confirmou terem sido «usados interrogatórios prolongados para obrigar os detidos a confessar as suas actividades», «segundo questionários elaborados» por diversos investigadores, entre os quais Rosa Casaco.''

farinha dos santos.jpg

Foto retirada de Estudos Arqueológicos de Oeiras, artigo de João Cardoso, sobre o pide-arqueólogo.

Há mais para contar sobre o competente pide-arqueólogo?

''Referindo-se em Um Político Assume-se (Círculo de Leitores/Temas e Debates, 2011) a um período de prisão sofrido em 1949, Mário Soares

marocas 2014.jpg

http://pt.electionsmeter.com/sondagens/mario-soares

escreve: “Numa fria madrugada fui interrogado na sede da PIDE por um tal Farinha Santos, meu antigo colega na Faculdade de Letras, que era então agente qualificado da polícia política. Brincando com uma pistola enquanto me interrogava, disse-me: “Se disparar e o matar, nada me acontecerá. Todos dirão que disparei em legítima defesa.” (…)” (p. 54). O “pide” a que Soares se refere era Manuel Luís de Macedo Farinha dos Santos (1923-2001), inscrito em 1942 na licenciatura de Ciências Histórico-Filosóficas da FLUL, que deixaria incompleta para só a terminar em 1958. A carreira de Farinha dos Santos na PIDE, onde atingiu a categoria de subinspector, terá terminado por volta de 1954, quando partiu para a Ásia ao serviço do Ministério do Ultramar. Depois de voltar à vida académica, dedicou-se à arqueologia e iniciou um percurso que o tornou um dos principais nomes da Pré-História portuguesa. Este artigo de João Luís Cardoso em O Arqueólogo Português resume a vida de Farinha dos Santos, professor, autor de Pré-História de Portugal (Verbo, 1972) e responsável pela descoberta e estudo da arte paleolítica da gruta do Escoural. ''

 

Escreveu Pedro Serra no blogue Tralha Útil

 

 

Resta acrescentar quem o convidou para reger as cadeiras de História na Universidade Livre, foi o Prof. Veríssimo Serrão, tinha de ser.

 

MA

agradecimentos a um ex-funcionário das Finanças de Alter do Chão, que depois (por mérito próprio) chegou a meritíssimo Juiz de Direito, o Dr. Abrantes que me esclareceu sobre o Farinha dos Santos e ainda a um prestigiado octogenário abrantino, muito elogiado por Jorge Sampaio  nas suas memórias 



publicado por porabrantes às 15:11 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A PIDE e a arqueologia

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10



25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds