Sábado, 17.09.16

cister carreiras.png

 

PROGRAMA - ordem e título das comunicações

de manhã (10.30H):

1) José Albuquerque Carreiras, Instituto Politécnico de Tomar

Jerusalém no tempo do templários

 

2) Carlos de Ayala Martinez, Universidade Autónoma de Madrid

El nacimiento de un fraude historiográfico: a propósito del “misterio” sobre la orden del Temple

 

de tarde (15H):

3) Giulia Rossi Vairo, Instituto de Estudos Medievais (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa)

 A extinção da Ordem do Templo e o advento da Ordem de Cristo à luz das fontes arquivísticas

4) Nuno Villamariz Oliveira, Instituto de Estudos Medievais e Instituto de História da Arte

(Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa)

Novas problemáticas em torno da arquitectura e espiritualidade templárias

 

 

aguardamos a inscrição da licenciada Filomena Gaspar

filomena gaspar miaa.jpg

para ela explicar à comunicade científica quantos templários encontrou enterrados na Parada Abel Hipólito....

 

 

Carlos de Ayala Martinez é o maior especialista europeu em Ordens de Cavalaria

José de Albuquerque Carreiras é o peticionário nº 1 em Defesa de S.Domingos

 

A Giulia Rossi Vairo é a maior especialista mundial na vida de Isabel de Aragão, Rainha de Portugal e Senhora de Abrantes

 

Nuno Villamariz Oliveira é uma grande referência nos estudos medievais lusos

 

A APOC é a referência na dinamização dos estudos das ordens de cavalaria em Portugal (juntamente com a Câmara de Palmela, que foi sede de Santiago)

 

A Extremadura abarcava Abrantes na Idade Média

mn



publicado por porabrantes às 13:10 | link do post | comentar

Segunda-feira, 30.11.15

ferin.png

ng5298181.jpg

 

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

LIVRO: apresentação em Lisboa

 

O livro "A Extinção da Ordem do Templo" (edição comemorativa dos 700 anos da extinção desta ordem religiosa militar, 1312-2012), recentemente editado com o apoio da APOC, será apresentado em Lisboa pelo historiador Prof. Bernardo Vasconcelos e Sousa (Universidade Nova de Lisboa), na Livraria Férin (Rua Nova do Almada - Chiado), no dia 28 de Fevereiro, pelas 18.30H.
 
O livro está à venda nesta livraria e também poderá ser encomendado directamente (e enviado via correio) em portugal.cister@gmail.com.
 
 
uma livraria sem livros de analfabetos
 
ma
 
devida vénia à APOC
 
devida vénia ao Diário de Notícias


publicado por porabrantes às 20:11 | link do post | comentar

Terça-feira, 08.09.15

O tema é aliciante: A Cruzada. A resposta católica aos bárbaros da Djidah

 

cister 2.png

cister 4.png

''Cister e as Ordens Militares na Idade Média – Guerra, Igreja e Vida Religiosa,

José Albuquerque Carreiras a Carlos de Ayala Martínez (eds.), 300 pp., 2015.

 

 

O livro tem artigos de Kristjan Toomaspoeg, Carlos de Ayala Martínez, Francesco Renzi, Luís Filipe Oliveira, Josep Maria Sans i Travé, Paula Pinto Costa, Maria Cristina Pimenta, Giulia Rossi Vairo e Olga Pérez Monzón, e está organizado em 3 partes:

 - Cister e a reflexão teológica sobre a guerra

 - Violência sagrada e disciplina religiosa: normativa regular e estatutária das ordens militares

 - A guerra e a religião nas suas manifestações artísticas

 

AQUISIÇÃO:

- O livro já se encontra à venda em Lisboa, na Livraria Férin, por 20€.

- Em alternativa, poderemos enviá-lo aos interessados por correio por 17,50€ (incluindo as despesas de envio), mediante prévio depósito desta quantia na conta:

NIB. 003500030000486600096

 

Com os melhores cumprimentos

José Carreiras

Associação Portuguesa de Cister

 

NOTA:

Aproveitando o lançamento deste livro e para quem ainda não tenha os livros anteriormente editados pela APOC e neles esteja interessado, poderemos enviá-los por correio com um desconto especial.''

 

carlos-ayala.jpg

Carlos Ayala é o maior especialista europeu sobre este tema.

 

Sobre a égide da APOC (a editora) -Associação Portuguesa da Ordem de Cister saíram até agora 7 tomos que retratam a vida e a história das Ordem militares luso-espanholas e não só, porque o caríssimo académico báltico  Kristjan Toomaspoeg, que ensina em Lecce, uma das mais prestigiadas universidades italianas contou-nos o percurso dos Cavaleiros Teutónicos.

 

Um imenso trabalho que reconheceu a caríssima Professora Doutora Hermínia Vasconcelos Vilar, autora de ''Abrantes Medieval''.

 

Uma obra (esta) que sai dos prelos com o apoio do Governo de Sua Majestade Católica, Felipe VII de Borbón-Grécia.

coroa.jpg

 

mn

 

A História faz-se assim e não como a fazem os incapazes do MIAA......

 

ps- morreu o Rev. Dom Abade de Oseira DAMIÁN YÁÑEZ NEIRA.

RIP. Sem ele parte desta saga seria impossível  

 

créditos: APOC

 



publicado por porabrantes às 12:25 | link do post | comentar

Terça-feira, 17.02.15

actas.jpg

Nestas actas dos encontros de Alcobaça, há um texto interessante sobre D.Pedro Afonso, bastardo de D.Afonso Henriques que foi o primeiro alcaide de Abrantes.

É um estudo do dr. Miguel Portela, que leva o título de:

miguel portela.png

que é importante para a história da região, sobretudo da zona do Zêzere e de Alcobaça e que traça uma excelente biografia dum dos senhores feudais mais importantes nas cúrias de Afonso Henriques e  de Sancho I.

O Estudo pode ser aqui descarregado .

Dentro da relevantíssima actividade editorial da APOC-Associação Portuguesa de Cister e dos múltiplos encontros historiográficos que tem promovido e que têm aqui sido noticiados, é mais uma brilhante achega para decifrar o nosso passado e a sua publicação contou ainda com estes apoios

apoc.png

 Li outro dia um ''estudo'' dum dos tipos do MIAA que conseguiu dissertar sabiamente sobre o Castelo de Abrantes sem conseguir citar o infante D.Pedro Afonso cuja trajectória é largamente conhecida e que foi o seu primeiro alcaide  após o período do domínio da Ordem de Santiago. O homem também não conseguiu citar as providências de Afonso III para o restauro da muralha ou o papel de D.Dinis a quem se atribui a construção da torre de menagem.É obra.

Bem antes que venha outro dizer que D.Pedro Afonso não existiu, deixemos aqui o seu selo:

selo de d.pedro.png

 

   Era assim que assinava o Infante que foi Alcaide da Vila de Abrantes nos tempos em que a escória do Califa de Marrocos, o Miramolim, ainda assediava os veneráveis muros que defenderam a civilização ocidental da barbárie fundamentalista islâmica no século XII.

Vão-me dizer que houve muçulmanos que não eram bárbaros na península e eu direi que isso foi antes que um chefe sectário começasse a bradar pelo regresso da  pureza islâmica e trouxesse hordas de mouros do deserto assolar os civilizados e decadentes  muçulmanos peninsulares e os reinos cristãos. Foi a essa invasão que os muros de Abrantes resistiram.

MA

Quem gostar de Alá que emigre pró califado.

créditos- estudo citado, com a devida vénia  



publicado por porabrantes às 19:33 | link do post | comentar

Sexta-feira, 12.09.14

 

 

 

os melhores especialistas portugueses e espanhóis e outros relevantes nomes do mundo académico internacional debatem em Tomar a influência de Cister nas Ordens Militares

 

Os Templários, braço armado do Mundo Cristão contra a djidah

 

Programa detalhado na página web  referida

 

A APOC de novo na vanguarda do medievalismo

 

Com o apoio do Governo de Portugal e Espanha

 

O eng. José Albuquerque Carreiras, peticionário nº1 é a alma do encontro

 

Entretanto em Abrantes contemplam as conferências rupestres do Dr.Oeesterbeck e o património cai aos bocados

 

MN



publicado por porabrantes às 11:30 | link do post | comentar

Terça-feira, 03.06.14

Promovido pela APOC , IPT e Mosteiro de Alcobaça e animado pelo eng.José Albuquerque Carreiras decorreu este ciclo de conferências, tive pena mas foi-me impossível assistir

 

 

Devida vénia aos nossos amigos da APOC

 

http://cisterportugal.blogspot.pt/2014/05/seminario-em-tomar-e-em-alcobaca.html

 

 

Seminário em Tomar e em Alcobaça

Seminário Internacional "Projecto TACELO" sobre as esculturas monumentais em terracota do Mosteiro de Alcobaça. 
Locais: Instituto Politécnico de Tomar e Mosteiro de Alcobaça.
 
Destacamos as conferências "Ordem de Cister: uma breve síntese histórica" por José Albuquerque Carreiras, presidente da APOC, e "Para mayor culto del oficio divino y servicio de Dios: las iglesias de los monasterios cistercienses de la Congregación de Castilla (siglos XV-XIX)" por Antonio García Flores, monge cisterciense da Abadia de Santa Maria de Huerta e doutor em História da Arte. 
 

 

posto por mn



publicado por porabrantes às 00:25 | link do post | comentar

Domingo, 02.12.12

 

 

Recomendamos este encontro sobre uma problemática estimulante

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E ainda este livro coordenado pelo nosso amigo eng. José Luís Albuquerque Carreiras, primeiro signatário da petição

 

 

 

Os autores, professores em instituições de reconhecido prestígio e dilatada carreira científica dispensam apresentações.

 

Espero que os espanhóis  já estejam repostos do resultado das eleições do outro dia na Pátria do Sr. Carvallo.

 

Nada de confusões, o Sr.Carvallo apesar  de galego de nascença, é catalão de adopção, agente da CIA reformado, gastrónomo e detective privado e namorado duma menina.

 

Já adivinharam os adeptos, como eu, da série negra, que o Sr.Carvallo é o detective inventado pelo ex-dirigente comunista e reputado romancista Vazquez Montalbán.

 

Leitura também obrigatória.

 

 

Se quiser alguém notificar para alguma coisa (1) o senhor Vázquez Montalbán pode fazê-lo num cemitério de Barcelona. Infelizmente o grande escritor já morreu.

 

 

MN

 

(1) O Miguel Abrantes vai-vos contar um dia destes como conseguiram notificar um morto...em Abrantes 

 

 



publicado por porabrantes às 19:48 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Cister e os Templários

Ferin, a Livraria de Abra...

Eng. José Carreiras e Pro...

O selo do primeiro alcaid...

Cister e as Ordens Religi...

Na pista de Cister

História a sério: Os Temp...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds