Segunda-feira, 27.09.21

armindo.jpg

O Armindo Silveira não foi reeleito, vítima, entre outras coisas, dum recuo do Bloco em todo o Distrito, onde desaparecem quase todos os Vereadores desta força (excepto Salvaterra) e onde irrompem os Vereadores da Direita dura.

Apesar disso testemunha-se que foi um extraordinário Vereador,  com um desempenho esforçado, informado e vertical.

Representou a única Oposição institucional à demagogia, ao abuso de poder e às erradas políticas que conduzem Abrantes à decadência.

Por isso presta-se aqui a homenagem devida ao Cidadão que honrou a Democracia e se bateu por Abrantes.

Esperamos contar com ele para as batalhas que se avizinham.

ma    



publicado por porabrantes às 15:40 | link do post | comentar

Segunda-feira, 30.08.21

Armindo Silveira

Pois, uma medida que nem estava no programa eleitoral do PS. Não se lembram do vereador do BE levar o assunto da necessidade de intervir na Escola Otávio Duarte Ferreira e o Sra ex-presidente responder que nada tinham a ver com o assunto pois era responsabilidade do Ministério da Educação? Verifiquem quem fez a proposta para a requalificação e e iniciar cursos de formação? Sim o BE Abrantes fez e bateu-se por ela em muitas das sessões assembleias de freguesia de Tramagal. A Sra ex-presidente engoliu um sapo tão grande que nem compareceu à cerimônia de assinatura do protocolo de formação com as empresas.
na página da candidatura do Valamatos
Puede ser una imagen de texto que dice "PS INVESTIR NAS ESCOLAS É INVESTIR NO FUTURO ABRANTES VALE MAIS MANUE JORGE /ALAMATOS"


publicado por porabrantes às 16:38 | link do post | comentar

Sábado, 28.08.21

Publicamos a parte final das intervenções, na última reunião, do V.Armindo Silveira (antes da Ordem do Dia) :

02.Falta de médicos em Alferrarede

Tive conhecimento que os médicos do Polo de Saúde de Alferrarede está com problemas para assegurar todas as consultas de cuidados primários. E esta situação repete-se em outros locais.

Pergunto se o Sr. Presidente tem conhecimento desta situação e se já está a trabalhar para resolver o problema?

 

03.Central do Pego

A três meses do encerramento da Central do Pego a carvão ainda não foi lançado o concurso público peloa Governo e no presente a trabalhar para elabora um caderno de encargos envolvendo os trabalhadores.

Entretanto muitos trabalhadores forma despedidos e outros saíram para outras empresa com medo de futuro. Sabemos que os acionistas irão ser responsáveis com os trabalhadores pois  sempre tiveram uma intervenção social relevante seja a no apoio às associações seja a integrarem instituições.

Quanto ao futuro da central a carvão, aos acionistas compete desmantelá-la embora lá exista equipamento que é de todos nós num valor acima de 110 milhões de euros.

3.1-Sr. Presidente,é de elementar importância que haja informação concreta sobre qual o tipo de projeto. Uma vez que estão a elaborar o cadernos de encargos, pergunto qual o investimentos que está projetado para ali?

3.2-Pergunto também que projetos na área do fotovoltaico estão previstos para o concelho e qual as áreas?

 

04-Rescisão do contracto de arrendamento de uma casa no Cabrito mas a mesma continua ocupada

 

Senhor Presidente, foi aprovado em reunião de Câmara a rescisão do contrato de arrendamento com uma famila de etnia cigana que foi realojado no Cabrito mas a casa continua ocupada pelo menos por uma família. Esta situação tem gerado algum desconforto na zona.

Na verdade, eu não defendo que as pessoas sejam colocadas na rua ainda mais que existem casas mas, gostaria de saber se existiu algum acordo para a família continuar na casa e se existe também a vontade de fazer novo contrato de arrendamento com a senhora mais idosa?

Armindo Silveira

                 Bloco de Esquerda

 Câmara Municipal de Abrantes-Reunião 24 de Agosto de 2021

 



publicado por porabrantes às 18:50 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25.08.21

Diz o Médio Tejo, que o vice-cacique, um tal Gomes, se atreveu a negar-se a informar o Vereador Silveira acerca da identificação de 3 empresas (a que homem chama ''insígnias'') que se iriam alojar  numa operação urbanística polémica e de legalidade discutível,junto ao Retail-Park,

Como é que ele se atreve a negar essa informação?

Com base em que Lei?

Na lei que vigorava na Cabeça Gorda, ou noutros sítios em que pastoreou?

Apostamos que  as ''insígnias'' (ou empresas) a que se refere o vice-cacique devem ser  : Intermarché, Roady e BricoMarché.

ma  

  



publicado por porabrantes às 22:29 | link do post | comentar

Quarta-feira, 11.08.21

Câmara Municipal de Abrantes-Reunião 3 de Agosto de 2021

 

Período Antes Ordem do Dia

Balanço de um mandato

 

 

01.Célula RIB (resíduos industriais banais)-Passados mais de 18 anos de ter sido detetado a célula RIB (residuos industriais banais) construída ilegalmente pela empresa Lena Ambiente no Aterro Sanitário Intermunicipal de Abrantes e quase 7 anos sobre a denúncia efetuada pelo Bloco Esquerda de Abrantes, esta célula continua por selar.

Não podemos deixar de referir a aparente cumplicidade do executivo de maioria PS pois até hoje não se conhece publicamente nenhum intervenção manifestando nem que seja um pequeno mal estar pela incapacidade demonstrada pelas autoridades competentes para por cobro a este atentado ambiental.

02.Resolução do conflito provocado pela permuta de uma parcela de terreno entre a empresa Mercar SA e o Municipio de Abrantes.

Analisando politicamente este processo, constatamos que o Municipio de Abrantes continua prejudicado pois deu um terreno em troca de outro e até hoje, nem “viu” o terreno nem a verba correspondente ao valor atribuído ao mesmo.

Concluímos que o executivo de maioria PS continua a não acautelar o interesse do município, nem dos munícipes.

03.Terrenos em S. Macário-Estamos em fim de mandato e até hoje o executivo de maioria PS não forneceu um único documento ao Bloco de Esquerda de forma a que fosse possível apurar o motivo de um privado ter vedado um terreno em S. Macário (UF de S. Miguel do Rio Torto e Rossio ao Sul do Tejo) que supostamente será do Município de Abrantes.

Será que está acautelado o interesse público e o património do Município de Abrantes?

04.Julgados de Paz-O Vereador do Bloco de Esquerda continua à espera que o Sr. Presidente da Câmara forneça mais dados sobre este processo nomeadamente se o estudo para implementar um Julgado de Paz em Abrantes já foi iniciado tal como foi a Recomendação da Assembleia Municipal de Abrantes.

05.Na votação da ELH de Abrantes (Estratégia Local de Habitação) em sede de Assembleia Municipal de Abrantes o Sr. Presidente, em resposta às perguntas do deputado Municipal do Bloco de Esquerda, Pedro Grave, afirmou que facultaria toda a informação em reunião de Câmara ao Vereador do BE, nomeadamente quais os locais onde iriam incidir os protocolos a estabelecer com privados e onde seriam construídas, pelo Município de Abrantes, as abitações mas até ao presente nada foi facultado o que não abona nada em favor da transparência.

Será que iremos cumprir o mandato e os esclarecimentos não serão prestados?

06.Terreno onde foi construída a nova Etar dos Carochos em Abrantes

Pergunto em que nome está o terreno onde foi construída a nova Etar dos Carochos em Abrantes dado que não se tem conhecimento de ser celebrada a escritura de compra e venda do mesmo depois deste ter sido adquirido pela empresa Abrantáqua?

07.Açude Insuflável de Abrantes-Hoje penso que todos temos a noção que o açude insuflável de Abrantes é um infindável problema e um sorvedouro de dinheiro sem previsão para terminar.

Pergunto qual o ponto da situação em relação à comporta que está em baixo e se se pondera substituir as comportas insufláveis para assim terminar com os problemas ou até se está em “cima da mesa” outra qualquer hipótese talvez patrocinada pelos “Rios Livres”?

08.Horários dos campos de Padel

Pergunto se existe algum grupo de praticantes que conseguem reservar os campos de padel para hora de menos calor não deixando esse horário para ser usufruído por outros praticantes.

Esta pergunta vem na sequência de uma exposição efetuada por um praticante que se queixou não conseguir um horário fora da hora de mais calor pois já estava reservado por um grupo de praticantes.

 

Ordem do dia

 

SMPC no 03-rearborização com Eucalipto-Comum e com Sobreiro na propriedade Monte Velho-Concavada

O vereador do BE vai abster-se neste votação pois embora não conheça todos os dados do projeto, o facto de este incluir a substituição de eucalipto por sobreiro considera que deve ser uma prática a consagrar na Politica Florestal Municipal do ConcelhoAbrantes, 3 de Agosto de 2021

Armindo Silveira, vereador do BE na Câmara Municipal de Abrantes

 



publicado por porabrantes às 07:51 | link do post | comentar

Sábado, 07.08.21

Em declarações  reproduzidas pelo jornal digital Médio Tejo, o legatário da triste herança da cacique Antunes, refere a intenção da CMA, a instâncias do servil neo-liberal,   de pedir a '' desclassificação de troço da Estrada Nacional 2 desde Olho de Boi e Alferrarede (incluindo a Avenida António Farinha Pereira) até às Barreiras do Tejo''

Sobre isto, o Vereador Silveira, do Bloco, fez, no face, os comentários que se reproduzem e que subscrevemos, porque representam uma sensata abordagem deste temática:

  Armindo Silveira:

Mais desresponsabilização da Administração Central, mais encargos financeiros para os contribuintes do Concelho de Abrantes e mais um encargo com manutenção para o Município de Abrantes a somar há muita e diversa manutenção que já tem a seu cargo. Segundo o Sr Presidente da Câmara e o ex vereador do PSD, a desclassificação da EN 2 traria vantagens pois agilizava procedimentos e tornava mais célere as intervenções. Sim, sem dúvida..a grande questão prende-se com o "colossal pacote" de transferências da Administração Central para o Município de Abrantes quase concluído cujas transferências financeiras do Governo não acompanham esses novos encargos e somar mais esta competência terá que ser bem ponderada. Aliás, já defendo há muito tempo que os/as eleitos/as têm é que exigir que o Governo/Administração Central execute com celeridade as suas competências pois pagamos impostos que engordam o Orçamento de Estado com esse objectivo e não assumir competências centrais cuja execução irá sair do Orçamento Municipal o que na prática quer dizer que os/as cidadãos/cidadãs pagam duas vezes o mesmo serviço. Alguém ouviu dizer que o Governo irá baixar impostos porque transferiu competências para os Municípios? Não, não ouviram e até aconteceu o contrário. Esta transferência de competências tinha à "cabeça" o aumento em 4% da contribuição dos municípios para o Orçamento de Estado, ou seja, passaria salvo erro, de 15% para 19%.''
 
mn


publicado por porabrantes às 19:23 | link do post | comentar

Quinta-feira, 05.08.21
Defesa Floresta Contra Incêndios
Reflexões e contributos do BE de Abrantes
Na reunião de 13 de julho, da Câmara Municipal de Abrantes, o Vereador do BE, Armindo Silveira, interpelou o Sr Presidente da Câmara sobre a falta de feedback ao documento “ Defesa Floresta Contra Incêndios-Reflexões e contributos” que o BE tinha enviado no dia 31 de março de 2021.
A sugestão do envio dos contributos por escrito foi do Sr. Vice-Presidente na sequência da desmarcação da reunião de 25 de março, reunião que tinha como objetivo debater de forma aberta contributos e reflexões sobre o PMDFCI.
Recordam-se algumas sugestões/propostas:
-Arranque de cepos nas Faixas de Gestão de Combustível associadas à rede viária municipal em locais mais planos no sentido de simplificar e reduzir custos pois a manutenção poderá fazer-se por gradagem;
-Defender apoios compensatórios para proprietários que são privados de rendimento e têm que manter as Faixas de Gestão de Combustível englobadas na Rede Secundária;
-Defender/estudar o emprego de substâncias e formulações retardantes nos depósitos usados na primeira intervenção;
-Estudar a possibilidade de envolvimento das Associações de Caçadores nas ações de vigilância e, porventura, em situações de primeira intervenção.
Importa realçar que o Sr. Presidente da CM de Abrantes, não se cansa de repetir que o BE Abrantes não faz propostas.
O BE de Abrantes esperou mais de três meses por um feedback do executivo. Tendo entrado no período critico dos incêndios, o Vereador do BE, levou assunto a reunião de Câmara e a única resposta que obteve foi que o Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios de Abrantes já tinha sido aprovado.
Em ficheiro de imagem publica-se o documento completo.
Abrantes, 8 de Agosto de 2021
Bloco Esquerda de Abrantes
 
 
 
 
 
 
 
 
 


publicado por porabrantes às 13:55 | link do post | comentar

Domingo, 01.08.21

Santana-Maia Leonardo: 

Armindo Silveira
Se todos os autarcas da oposição desenvolvessem o seu trabalho como o mesmo empenho e dedicação com que tem desenvolvido o seu na câmara de Abrantes, Portugal seria hoje um país melhor, em todos os sentidos.
no face
assinamos por baixo
 Puede ser una imagen de 7 personas y personas de pie


publicado por porabrantes às 08:03 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Domingo, 18.07.21

Com uma destacada ênfase na recuperação do Património, abandonado pelo PS, Armindo Silveira apresenta o seu programa político.:

armindo ap.png

 

 

 

Apresentação da recandidatura 2021 à Presidência da Câmara Municipal de Abrantes

 

Mudança já!

Passaram cerca de três décadas de governação autárquica socialista e mais 4 anos se perderam consequência de uma gestão que não resolveu mas,  pelo contrário, agravou a vida de todos nós.

O concelho continua a perder população, a deficiente assistência de cuidados primários de saúde aumentou assimetrias; não há política de habitação que fixe pessoas; os apoios às empresas são ineficientes e os incêndios são apenas uma catástrofe anunciada em consequência de uma gestão deficiente do espaço rural. 

A degradação do património edificado municipal é visível tornando-se um perigo para a segurança e saúde pública e um desincentivo a quem nos visita e se quer fixar.

Exemplos não faltam: Cine-Teatro de São Pedro, o antigo Mercado Diário, a antiga Galeria Municipal, a casa onde nasceu a única primeira ministro de Portugal, Engenheira Maria de Lourdes Pintasilgo,  a Ermida de Santo Amaro...

 

O executivo PS  não tem política de reabilitação para os diversos núcleos urbanos,  nem de preservação do património arquitetónico e  identitário do centro histórico de Abrantes.

 

Contra tudo e todos, esta governação, pretende gastar milhões na reconversão do edifício do antigo Mercado Diário em pavilhão multiusos destruindo o património coletivo material e imaterial, a identidade, o esforço e memória de gerações passadas.

 

Ao nível da ocupação do solo, especialmente por espécies arbóreas, não se conhece o posicionamento do executivo PS para o nosso território numa altura crucial em que o PDM de Abrantes está na fase final de revisão.

Não é publico o Plano Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas do Concelho de Abrantes;

 

Está na hora da mudança pois esta terra que tem tudo para dar certo mas está num declínio que urge estancar.

 

Ao longo dos anos, a governação PS revelou total inabilidade para junto do poder central  evitar a saída de serviços públicos essenciais de diversas freguesias.

 

As pessoas perderam a esperança no poder local e deixam-se ficar passivamente pois já não acreditam em quem tem o dever de nos guiar.

 

Está na hora da mudança!

 

Trilhar novas soluções é urgente pois está mais que provado que esta governação é ineficaz e inoperante. Sem estratégia e visão para uma terra que tem tudo para dar certo.

 

Estamos no centro de Portugal, estamos no coração do país, temos uma autoestrada à porta, 2 ramais ferroviários, o Tejo e o Zêzere, dois dos mais importantes rios de Portugal e um território imenso que chama por nós.

 

É urgente criar razões para atrair pessoas e investidores gerando emprego e trazendo vida a uma cidade fantasma.

 

Mas para isso é preciso mudar.

 

Connosco todas as pessoas contam. Iremos trabalhar tal como fizemos ao longo destes quatro anos defendendo o desenvolvimento sustentável do nosso concelho.

 

01-Memória colectiva e o património de todos

Connosco a memória colectiva e o património de todos nós será valorizado e preservado para as gerações vindouras.

 

Este é um dos pontos da nossa estratégia de desenvolvimento pois ela irá potenciar o turismo cultural que aliado ao turismo activo e de natureza colocarão Abrantes novamente no mapa.

 

02-Importância da florestas, dos ecossistemas e da sustentabilidade da vida

 

 Ao nível da floresta reconhecemos a importância da produção lenhosa e não lenhosa.

Reconhecemos a necessidade da remuneração dos serviços de ecossistemas e a urgência da regeneração,  da protecção da natureza e da sustentabilidade da vida.

 

Queremos valorizar os espaços públicos com um programa de plantação de arvores com um duplo objetivo: a fruição dos espaços e a mitigação das alterações climáticas.

Queremos conceber um plano ambicioso de aquisição de terrenos para preservar, regenerar e florestar para potencia a biodiversidade e tornar a floresta mais resiliente.

 

Queremos ser um Concelho referência ao nível da sustentabilidade ambiental e da vida, da produção e divulgação do conhecimento que permita alcançar esse objetivo a médio prazo.

 

03-Prestação de cuidados de saúde de proximidade

 

Na Saúde tudo faremos por criar soluções de proximidade. Com uma população envelhecida e baixas reformas, poucos transportes públicos, trajetos incompatíveis os horários desfasados, afastam as pessoas do regresso às aldeias não fixando população. Terão que ser os serviços a ir ao encontro das pessoas.

 

04-Educação-Requalificação do Parque Escolar

Ao nível do parque escolar, construiremos um Centro Escolar Moderno na UF de Alvega e Concavada sendo uma das medidas para fixar alunos e jovens como forma de evitar o êxodo populacional. É uma batalha que temos que vencer!

Acompanharemos a requalificação da Escola Otávio Duarte Ferreira em Tramagal e as obras necessárias na Escola Profissional e Desenvolvimento Rural e Agricola em Mourisca;

Empenhare-mo-nos na execução das conclusões do relatório final do Projeto Educativo Municipal de Abrantes.

 

05-Reabilitação/habitação

Na habitação, avaliaremos a recente Estratégia Local de Habitação de Abrantes, criaremos as ARU´s necessárias para uma cobertura mais efetiva do território e asseguraremos que nenhum proprietário do concelho de Abrantes será excluido dos incentivos fiscais.

 

06-Economia

O retorno do mercado diário ao seu edifício de origem é uma prioridade do BE Abrantes.

O comercio tradicional terá sempre uma descriminação positiva pois reconhecemos a sua importância económica e social especialmente nas freguesias e aldeias mais afastadas do centro.

 

07-Cultura

Tendo em conta a entrada em breve de alguns equipamentos culturais juntando aos que existem e tendo como referência o Museu Ibérico de Arqueologia e Arte, a escolha de uma pessoa de reconhecido valor para chefiar o novo desafio que temos pela frente, é fundamental para afirmar Abrantes com uma referência no panorama cultural nacional e ibérico.

08.Freguesias

Daremos a voz às populações para se pronunciarem ao abrigo da nova Lei das Freguesias;

Lutaremos para que as freguesias tenham mais autonomia financeira e meneso dependencia do exectivo autárquico.

Para terminar, realço que agora entramos numa período crucial do nosso projeto autárquico e para isso contamos com todos e todas.

Obrigado

Abrantes, 16 de julho de 2021

Armindo Silveira, Candidato à Presidência da Câmara Municipal de Abrantes

 

 

 



publicado por porabrantes às 07:40 | link do post | comentar

Sábado, 17.07.21

Armindo Silveira apresentou no velho Rocio, hoje Jardim da República a alternativa do Progresso à Reacção, corporizada nos herdeiros da cacique, o conglemorado de interesses que conduz Abrantes ao declínio.

armindo ap.png

 



publicado por porabrantes às 13:05 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Um grande autarca abranti...

A reablitação da Escola O...

Despedimentos na Central ...

Como é que se atreve?

Balanço de um mandato

A ruinosa desclassificaçã...

Incêndios, comunicado do ...

Assinamos por baixo

Um programa para salvar o...

O Combate à Reacção

arquivos

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

central do pego

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

valamatos

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Outubro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

12


24
25
26
27
28
29
30

31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds