Quarta-feira, 13.10.10

Não há nada melhor que uma boa polémica, à  Camilo, à moda de José Agostinho de Macedo ou de Alfredo Pimenta, ou então mais civilizada  à moda do Visconde de Sérgio de Sousa que assinava António Sérgio e que foi Mestre duma geração (incluindo de Marcello Caetano).

 

Ou então à abrantina, à moda de Eurico Consciência que espancou o ex-VPC, agora de novo Pina da Costa em todo o seu esplendor, super-chefede 122 funcionários e Vice-Rei dos Municipalizados.

 

Escreve-nos um leitor a insultar-nos. Democraticamente publicamos os insultos que reflectem a mediocridade de quem os assina: David Ferreira

 

(IP: 83.240.159.162) disse sobre Ao ralenti na Quarta-feira, 13 de Outubro de 2010 às 11:49:Os senhores que escrevem estes post's deviam ter coragem de se assumir porque senão não passam de uns tristes e revoltados com tudo o que está à sua volta...não fazem falta a Abrantes e pelo que se sabe muita desta escumalha nem é de Abrantes...fora com estes parasitas da sociedade abrantina!!!

 

Camarada-Beato David Ferreira

 

Não o identifico com o meu amigo David Ferreira, filho do grande poeta David Mourão-Ferreira, e que repescou o nome do Avô, o historiador David Ferreira, autor duma História da 1ª República que o Senhor Martinho Gaspar devia ler ou pelo menos reler.

 

Ao David Ferreira (neto), viu-o naquela jornada gloriosa em que os bolcheviques assaltaram a República.

 

Não a Portuguesa, porque ao dr.Cunhal lhe faltaram os tomates para isso, mas mais modestamente a República de António José de Almeida, onde Raul Rego representou a honra de Portugal resistindo a fascistas e comunistas.

António José de Almeida

Eu, como outros presentes que somos uns energúmenos, gritámos ''a foice e o martelo na cabeça do Otelo'', ''Cunhal para a Sibéria'' e éramos partidários de entrar na República e tirar de lá os ocupantes a bem ou a mal.

 

Suponho que era essa a opção de Manuel Alegre. Na segurança do PS não faltavam 7,65 e outros artefactos úteis para lidar com tipógrafos insubmissos liderados por um tal Belo Marques.

 

 

 

Foi o dr. Mário Soares que é um pacifista que conteve as massas, designadamente a sua vanguarda composta por mim e outros energúmenos que gostaríamos de ter corrido a rajadas de G-3 os tipógrafos.

 

É preciso matar para defender a liberdade de imprensa? Mata-se, é esse o meu lema.

 

É preciso calar uma Rádio ocupada ilegalmente que difunde ódio à democracia????

Cala-se !!!! Põe-se uma bomba nas antenas e assunto arrumado. Assim fez Pinheiro de Azevedo e eu grato, votei nele.

 

Exige V.Exa a nossa identificação não sei com que base legal.

 

Passa V.Exa certificados de abrantino com uma ligeireza impressionante.

 

Ora, nunca vi nenhum David Ferreira na Imprensa local andar a exigir que Nelson Carvalho, Pina da Costa, o eng. Couceiro, o Cónego José da Graça, todos autoridades (ou ex-autoridades) da terra se tivessem de demitir por não terem tido a felicidade de nascer em Abrantes.

Porque me vem a mim exigir que tenha de provar que sou nascido em Abrantes????

Há gente mais importante que não é abrantino nos postos de decisão: vá o Ferreira a São Bento e exija a imediata demissão do Jorge Lacão que é alentejano.

 

Depois vá à CMA e peça ao arq. Serrano e a algum outro nabantino que se demita por não ser abrantino ''autêntico''.

 

Podia continuar mas não vale a pena......

sr.Ferreira, que não sei se é Camarada ou Beato, também já podia há muitos anos atrás ter organizado um boicote aos papo-secos da Padaria Lacão por não serem genuinamente abrantinos.

 

 

Acho que já não está a tempo......

 

Mas que tal organizar uma greve às missas dos padres que não são oriundos do Concelho???

 

Cumprimentos,

Miguel Abrantes, blogger mercenário

abrantino

 



publicado por porabrantes às 13:02 | link do post | comentar

Quarta-feira, 04.08.10

Diz assim a acta da CMA de 26-11-2001 : ''O Presidente da Câmara apresentou a informação nº 568/2001, da Divisão de Ordenamento e Projectos, elaborada na sequência do parecer do IPPAR de não aprovação do processo referente ao concurso de Ideias para Elaboração do Projecto de Execução do Centro Cultural de Abrantes, propondo a anulação do concurso e a atribuição de indemnização aos candidatos uma vez que não houve aproveitamento do investimento efectuado nos recursos necessários para apresentação de propostas.Deliberação: Por unanimidade, aprovada a proposta apresentada pela Divisão de Ordenamento e Projectos, devendo proceder-se à anulação do concurso e ao pagamento de indemnização no valor de 3.740,98€ (750.000$00) a Victor Manuel Correia Leite da Silva; 2.493,99€ (500.000$00) a Rui Miguel dos Santos Serrano e 1.246,99€ (250.000$00) a Costa Pecegueiro, Arquitectos Unipessoal, Lda., com os fundamentos das informações técnicas e jurídica constantes do processo, revogando--se a deliberação de 29 de Outubro de 2001.

À Divisão Financeira e à Divisão de Ordenamento e Projectos para procederem em conformidade.''

 

Diz assim a acta de 29-10-2001: Informação nº 512/2001 da Divisão de Ordenamento e Projectos – datada de 16 do corrente mês, na sequência do parecer do IPPAR de não aprovação do processo referente ao Concurso de Ideias para Elaboração do Projecto de Execução do Centro Cultural de Abrantes,e da anulação do mesmo, nos termos da alínea a) do nº 1 do Artigo 8º do Decreto-Lei nº197/99, de 8 de Junho, propondo a anulação do concurso e a atribuição de indemnização aos candidatos uma vez que não houve aproveitamento do investimento efectuado nos recursos necessários para apresentação de propostas .Deliberação: Por unanimidade, aprovada a proposta apresentada pela Divisão de Ordenamento e Projectos devendo proceder-se à anulação do concurso e ao pagamento de indemnizações aos primeiro, segundo e terceiro classificados no montante de 3.740,98€ (750.000$00), 2.493,99€ (500.000$00) e 1.246,99€ (250.000$00), respectivamente, com os fundamentos das informações técnicas e jurídica constantes no processo.À Divisão Financeira para proceder em conformidade.



 

Porque é que os projectos destes arquitectos  foram reprovados pelo IPPAR, depois de aparentemente premiados pela CMA?

 

De que forma ofendiam o Convento e o tecido edificado abrantino?

 

Houve algum projecto anterior para São Domingos, aprovado pela tutela, em que algum destes projectos se baseou?

 

Estando Rui Serrano com interesse directo na questão de São Domingos e tendo em conta o seu envolvimento pessoal nos órgãos da Ordem dos Arquitectos pode participar em deliberações que tenham a ver com o projecto do licenciado Graça?? ?

Rui Serranofoto cma


Tudo questões polémicas a que iremos tentar responder....

 

Marcello de Ataíde



publicado por porabrantes às 13:35 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Um verdadeiro abrantino c...

Rui Serrano fez projecto ...

arquivos

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carlos marques

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


25
26
27
28
29


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds