Domingo, 28.04.19

professora doutora

Há uns anos, a CMA deu à Associação de Agricultores o edifício da antiga escola Dr.António Silva Martins, que foi restaurada graças a um subsídio europeu e comparticipação camarária. Ao edifício foi dado o nome do grande latifundiário e excelente cidadão, Luís Bairrão.

Tudo isto com o voto da Vereadora Celeste Simão.

celeste 28-4-2019

A mesma moralista, que postou esta coisa, no face, querendo proibir a Assunção Cristas, de andar às couves, na Golegã.

Segundo a ''agronóma'' e anti-latifundiária Simão, a antiga Ministra da Agricultura, não sabe o que é o ''restolho''.

Ela sabe, porque certamente, foi ceifeira, e quem sabe até andou a fugir da GNR, como certa camponesa  de Baleizão, a Catarina.

Que balas assassinas deixaram morta.

Diz ainda, esta Pasionária do restolho, que se a Assunção ''tivesse um pingo de vergonha nem entrava na Golegã''.

Isto é por convite da autarquia, com o apoio da jornaleira do restolho Simão, trazem a centrista a Abrantes, mas à Golegã não pode ir, porque a Celeste, policial, a veta.

57439885_10157520497810992_3325496153981583360_n

Mas, a Abrantes, pode, porque a autarquia da Celeste, a convida e a cacique faz fotos profusas e oficiosas com ela e com grandes proprietários rurais e até com ovelhas.

pais de azevedo ovelhas

Infelizmente nesta festa rural, a que só faltou o saudoso eng. Sousa Veloso, autor do excelente programa da RTP, TV Rural, não expuseram oliveiras velhas, compradas por 50.000 €, para homenagear a latifundiária (no Tainho ) Lucília Moita, com o apoio da Pasionaria Celeste.

Mas, convidaram para benzer o rebanho, um cónego, acusado de burla, e falsificação de documentos, pelo Ministério Público, braço-armado da luta contra a corrupção, como outro que mandou revistar a autarquia que o Partido da Celeste, governava. A de Abrantes. Nessa época a Celeste não postou que a polícia ''não tinha um pingo de vergonha'' por entrar na Raimundo Soares, com o mesmo garbo com que os ''Intocáveis'' do FBI irrompiam na Chicago dos anos 20. 

cónego associaçao

Publica-se a foto, porque o tonsurado dos falsos drogados, dos mortos transformados em toxicómanos, dos psicólogos honrados, travestidos em consumidores compulsivos de drogas, fundou o Banco da Fome para o qual a Assunção e o Nuno Melo andavam às couves.

E a justiceira Celeste senta-se na Rede Social ao lado do CSIA -Centro Social e Interparoquial de Abrantes, -instituição também acusada pelo MP de ''burla e falsificação de documentos''.

E ainda não postou, que eles não têm um pingo de vergonha por  entrarem lá.

celeste

 

Continuando e para abreviar, quem manda na Golegã, é o dr. Veiga Maltez, também latifundiário e homem de bem, porque a generalidade dos grandes lavradores são gente honrada e não a Celeste.

E quando este autarca socialista acusou a CMA da Celeste de violar a Lei e de abandalhar monumentos, no caso o Convento de S.Domingos, com pinturas aberrantes, a Pasionaria do restolho comeu e calou.

Mas ainda está a tempo de proibir Veiga Maltez de falar de Abrantes.

Estamos à espera.

ma

 

   

 

  



publicado por porabrantes às 22:42 | link do post | comentar

Segunda-feira, 28.08.17

Assunção Cristas acusa o Costa de ser um mal-educado ou seja um carroceiro.

Diz que várias decisões tomadas no terreno tornaram pequenos fogos em incêndios de grande dimensão.

Referia-se aos fogos de Abrantes e Mação.

ma 



publicado por porabrantes às 15:03 | link do post | comentar

Domingo, 12.04.15

A Luísa Schmidt, reputada socióloga e colunista habitual do Expresso explicava há 15 dias  como o Ministério da Senhora Doutora Cristas desmantelou os serviços de controle dos cursos de água e dos recursos aquíferos em nome da ''poupança'' e da desregulação. O resultado está à vista, não há fiscalização e a Senhora Albuquerque mais a Abrantaqua podem poluir o Tejo impunemente.

E também é possível manter o mamarracho a matar peixes, a chacinar a fauna, enquanto a cacique se dedica a dançar zumba e o PS local não se pronuncia sobre o crime, porque não existe. É mero prolongamento da CMA.

A CDU também está calada? Porquê?

E o CDS?

E as Associações de Pesca?

Leiam o artigo da Luísa Schmidt

 

luisa 1.png

luisa 2.png

 mn



publicado por porabrantes às 13:49 | link do post | comentar

Quinta-feira, 19.03.15

cónego.jpg

Na inauguração do Grémio da Lavoura, perdão da sede da Associação de Agricultores, além da Lavoura e dos políticos e da tropa e dumas ovelhas estacionadas no pátio em bucólico redil (não havia um burro, com as respectivas alforjas, porque isso podia ofender a Vereação, lembrando-lhe o Jerico) não podia faltar a bênção pela autoridade eclesiástica, dado estar-se em país católico, apesar do Presidente da Junta ser de outra confissão religiosa.

Estando-se em matéria de confissão católica, é de perguntar se as regras territoriais desta religião não funcionam em Abrantes ou se o José da Graça foi nomeado pelo Senhor Bispo de Portalegre e Castelo Branco Capelão da Associação de Agricultores?

Porque se não o foi, o homem que não é Pároco do local onde se encontra, invadiu as fronteiras doutra Paróquia, e se não pediu licença ao Pároco local, violou, como vêm violando com frequência e com má-fé e aleivosia, as normas que disciplinam o funcionamento da Igreja.

Ou seja o Direito Canónico.

Nem sequer o argumento de que o fulano seria Arcipreste funciona, porque já não o é.

Devem ter pensado os que o convidaram, há Ministra, tem de haver Cónego.

Como pensa o Cónego, se há velha, haverá herança pia.

Ou noutra versão, se não há drogados, promovem-se os psicólogos a drogados.

No meio disto tudo parece que as forças vivas estão ofendidas pelo facto do dirigente distrital do CDS, dr. Vasco Matafome, aparecer em várias fotos ao lado da Ministra, porque lhes retirou protagonismo.

 

Ora não é o Vasco um grande agricultor abrantino e um dos melhores defensores da Lavoura Ribatejana ao defender a candidatura da Assunção Cristas como cabeça de lista do centro-direita por Santarém??????

É.

 

mn

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 16:08 | link do post | comentar

Segunda-feira, 16.03.15

armindo.png

PS- Primeiro censuram o nome do dr. João Augusto Silva Martins, depois censuram o Bloco, os que primam a vida pela Liberdade e pelo respeito da nossa História andam cada vez mais ausentes 

 

Escola Dr António Augusto da Silva Martins.jpg

 foto do blogue: as nossas escolas primárias

 



publicado por porabrantes às 09:22 | link do post | comentar

Segunda-feira, 24.02.14

 

 

Uma iniciativa louvável. Um bem-haja a quem organiza. E perguntamos nós, será que as terras agrícolas e as águas de Abrantes não estão poluídas por nitratos????

 

'' 

Nas Zonas Agrárias do Alto Oeste, Baixo Oeste, Grande Lisboa, Lezíria do Tejo e Núcleo de Abrantes foram recolhidas algumas amostras para abastecimento público que apresentaram níveis de nitratos superiores ao VMA (50 mg/L) para este tipo de águas (Quadro 5). Em amostras de água destinadas à rega, recolhidas em todas as Zonas Agrárias ou Núcleos em estudo, verificaram-se níveis de nitratos superiores ao VMA, que neste caso é de
30 mg/L (Quadro 6).''

 

PESTICIDAS E NITRATOS EM ÁGUAS SUBTERRÂNEASNA REGIÃO DO RIBATEJO E OESTE EM 1996, 

Sofia B.A. BATISTA , ; Maria José A.P.A. CEREJEIRA (2); Ascensão TRANCOSO (3); Maria São Luis CENTENO (4);,António Manuel S. SILVA FERNANDES (5)

 

 

Esta era a situação em 1996, progredimos algo?

 

 

Ou a situação agravou-se?

 

Em 2004 a nossa estimada Margarida Trincão  escrevia que a situação não tinha melhorado, mas que se iam tomar medidas.

 

Cinco anos depois, no boletim de propaganda ''Passos do Concelho'' o sr. Carvalho escrevia

 

 

 

 

 

 

 

 

Passos, Março-Abril, 2009

Coisa que dá para perguntar quem foi o iluminado autarca que por mor de razões mandou fazer um furo no Tainho (propriedade agrícola da família Simão) e desatou por mor de matar a sede abrantina, a regar as vísceras dos nossos conterrâneos com nitratos, provavelmente para adubar o eleitorado para que ele votasse PS. 

 

 

Em 2009 Luís Ribeiro escrevia  também:

''Os resultados indicam como áreas de alta susceptibilidade à contaminação a região da Golegã-Chamusca, Abrantes e o polígono Cartaxo-Benavente-Alverca-V. Franca de Xira correspondentes a áreas de agricultura intensiva e ainda zonas de muita alta susceptibilidade
correspondentes a a"uentes do Rio Tejo onde estão instalados extensos arrozais (Paralta et al., 2001), sendo em geral concordantes com as classes de valores de nitratos e pesticidas observados em 1996 e 1998.''

 

 

A zona da Bemposta é de cultivo de arroz, qual a quantidade de nitratos a adubar a água de Água Travessa ?

 

 

No entanto uma portaria de 2012 do Ministério da Agricultura não considerava Abrantes zona vulnerável a nitratos!!!!

 

Onde teria a cabecinha a delicada Assunção Cristas?

 

Bem no Politécnico de Castelo Branco foi feito um estudo sobre a qualidade das águas das fontes abrantinas, da autoria de Cátia Batista Francisco e os resultados são quase arrasadores:

 

 

(...) O presente trabalho teve como objectivo avaliar a qualidade da água de nove fontanários no Concelho de Abrantes. Das amostras analisadas verificou-se que as águas desta região são ácidas e de baixa mineralização, tornando-se a maioria delas impróprias para consumo humano
devido aos parâmetros microbiológicos analisados. Em suma, a água que apresentou melhores resultados foi a da fonte de São Miguel e a
fonte dos Amores. Por outro lado a fonte de pior qualidade foi a Fonte da Ónia. É de concluir que quanto mais afastadas dos centros urbanos, melhor a sua qualidade. (...))

 

 

Fica avisado o  nosso estimado amigo Arq. Doutor António Castel-Branco que não beba essa água, mas pode dá-la a beber ao licenciado careca e ao resto da seita, porque adubados pode ser que melhorem a qualidade das obras que fabricam.

 

Já estou  farto de nitratos, mas quando se faz uma pesquisa bibliográfica aparece o inesperado:

 

'' 

Em Portugal, um dos casos mais flagrantes é o das minas da Panasqueira, situadas no Cabeço do Pião e Barroca Grande, no Concelho do Fundão, que foram sujeitas aos efeitos da acumulação de mais de 400 toneladas de arseno-pirite (FeAsS), ao longo de pelo menos 30 anos.
Esta acumulação de arseno-pirite, proveniente da extracção de volfrâmio, constitui um risco elevado para a população residente naquela região, face ao perigo existente não só de contacto directo ou indirecto mas principalmente pela contaminação da água utilizada para consumo humano. De facto, o Rio Zêzere é um dos locais mais afectados pelas escombreiras das minas da Panasqueira e a sua água abastece a Albufeira de Castelo do Bode que por sua vez fornece os sistemas do Concelho de Abrantes e da Empresa Portuguesa das Águas Livres (EPAL), fornecedora de 34 Municípios da região da Grande Lisboa.''

 

in Ana Filipa Nunes Leitão Alegre, Saccharomyces cerevisiae como biossensor de arsénio na água: caso de estudo da Ribeira do Bodelhão e do Rio Zêzere, UNL, 2012

 

 

Entre os nitratos e o arsénico que devo preferir????

 

Deixo-vos com o sr dr. Pedro Marques, que trabalhou na Administração da Área de Saúde neste concelho e que também criou polémica acerca da água do Pego.

 

A propósito uma das zonas mais expostas ao arsénico é a de Bragança, com as consequências conhecidas por todos....

 

 

 

 

ma

 



publicado por porabrantes às 19:02 | link do post | comentar

Segunda-feira, 28.10.13
11919 Entrada: 
28-10-2013
Distribuição: 
28-10-2013
Autor: Greenvision Ambiente Photo-Solar S.R.L. 
Réu: Rpp Solar – Energias Solares, S.A.

1º Juízo

 

 

   
1203/13.3TBABT

Valor:
112.706,50 €

Ação de Processo Comum
Entrega Electrónica - Refª 14856044






 

 

 

O Tribunal executa, Nelson Carvalho perora ,a Isilda Jana secretaria.....

 

 

Nós pagamos os impostos......

 

 

Já que perora tanto o tipo,  diz-nos quem fez a minuta, ou não há na Assembleia Municipal deputado/a capaz de lhe perguntar????

 

 

 

Finalmente como os políticos/as não podem estar quietos.....

 

 

 

 

Vai a Ministra rural dizer-me que eu não posso ter (como tenho) um rafeiro alentejano, um pastor-alemão e um vira-lata que desembocou lá em casa?????

 

Preciso de licença da Ministra rural?????

 

 

Como precisou de licença do Nelson Carvalho o Bento Pedro para aceitar aquela minuta????????

 

 

Escreva a Ministra à ADACA e pergunte quantos cães há lá ......pagos pelos nossos impostos.....

 

Finalmente sugiro que façam uma leizinha ou uma portaria legislando quantos políticos nos podem moer o juízo por dia......

 

 

A Cristas e quem mais?????

 

 

Miguel Abrantes, ultimamente absentista 

 

 



publicado por porabrantes às 19:40 | link do post | comentar

Domingo, 03.07.11

Pouco tempo depois de ter feito uma declaração de voto favorável ao pseudocasamento entre pessoas do mesmo sexo a deputada Assunção Cristas foi convidada, pelos nossos Bispos, a dar o seu testemunho de política católica diante dos fiéis e das televisões, no terreiro do paço, em Lisboa, como preparação para a Missa celebrada por sua Santidade o Papa Bento XVI, aquando da sua última visita apostólica a Portugal.
No sítio da Inter-rede do secretariado nacional da pastoral da cultura<http://www.snpcultura.org/obs_14_ser_catolica_na_politica.html>, da responsabilidade do Bispo do Porto, Senhor D. Manuel Clemente, e do seu braço direito P. Tolentino Mendonça, deparamos, seis meses depois da visita do Papa, com um texto, no qual Assunção Cristas testemunha o que é ser “católica na política” (sic).
Hoje na revista “única” do semanário “expresso”, página 44, a agora ministra do novo governo, afirmando-se católica praticante e empenhada, que vai à Missa e Comunga, e pertencente a uma equipa de casais de Nossa Senhora, cujo assistente espiritual é o P. Tolentino Mendonça, teima obstinadamente no pseudocasamento entre pessoas do mesmo sexo, em nome de uma “felicidade”, entendida, digo eu, de forma hedonista e utilitarista, dos contraentes e da “fidelidade” à sua, dela, “consciência”, concebendo-a, interpretação minha, como uma entidade solipsista e não como um “órgão espiritual” que escuta e obedece à voz de Deus.
Que o casamento criado e instituído por Deus consista unicamente numa união exclusiva, fiel e fecunda entre um varão entre e uma mulher, até que a morte os separe é uma Verdade de Fé, Revelada por Deus e testemunhada quer na Sagrada Escritura quer na Tradição na Igreja é inegável para qualquer católico. Que a admissão do falsamente chamado casamento entre pessoas do mesmo sexo implique necessariamente a denegação daquela Verdade revelada é tão evidente que não carece de demonstração.
A Palavra de Deus testemunhada na Sagrada Escritura e na Tradição da Igreja considera os actos homossexuais como abominações aos olhos de Deus e adverte repetidamente que aqueles que os praticarem, consciente e livremente, e não se arrependerem nem se converterem “não herdarão o Reino de Deus” – que dessas práticas possa derivar alguma felicidade é um absurdo, que só pode ser afirmado por quem desconhece aquilo em que ela consiste. Uma Verdade, assim atestada e repetidamente ensinada pelo Magistério Ordinário e Universal da Igreja, não pode deixar de ser imutável, infalível e pertencente ao património da Fé. Pelo que, parece-me, podemos concluir tranquilamente que quem advoga ou promove obstinadamente o casamento entre pessoas do mesmo sexo incorre em heresia.
Grande desventura!, grande desgraça!, grande horror!, que não haja por parte dos Pastores um mínimo de caridade, de compaixão, de misericórdia para com uma ovelha transformada em loba, e em vez de a corrigirem antes lhe dão sacrilegamente a Sagrada Comunhão e a apresentam como modelo aos demais fiéis!
Oh infelizes sodomitas (é assim que a Bíblia chama a quem pratica actos sexuais com pessoas do mesmo sexo)!, que sois adulados e iludidos por quem vos devia dizer a Verdade, eminente forma de caridade, e auxiliar-vos a recuperar aquela mesma dignidade que o filho pródigo, de que nos fala o Evangelho, recuperou, depois de a ter perdido.

 

Nota: Foi-me enviado este artigo do peticionário Frei Nuno Serras Pereira, das melhores famílias do Sardoal e de Abrantes, eminente teólogo e um dos melhores canonistas lusos (o Cardeal Patriarca dixit) que publico com o máximo prazer. Recordo que durante muito tempo Frei Nuno foi assíduo colaborador da Nova Aliança, orgão oficial católico abrantino, e curiosamente deixaram de publicar artigos seus. Será que também têm a mesma opinião que a Ministra Cristas?

 

O artigo exprime a opinião do ilustre  sacerdote, e é um contributo para a discussão teológica em torno da Fé da Dona Assunção. 

 

Marcello de Noronha, católico

 

Nota: o título é responsabiidade da direcção deste blogue.



publicado por porabrantes às 09:18 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Celeste Simão e o problem...

Um carroceiro PS

Fiscalizar os rios

Cónego dedica-se à Lavour...

Censura boçal para agrada...

A questão dos nitratos

Da Rpp aos canídeos

Dia do Senhor: é católica...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds