Sexta-feira, 05.04.19
940/12.4TAABT
Juízo Central Criminal de Santarém - Juiz 3
Processo Comum (Tribunal Coletivo)
Autor Ministério Público
Assistente Filipe Manuel Marques Lopes Dias
Interveniente Principal Presidente do Projecto Homem
Arguido José da Graça
Arguido Pedro Jorge Correia dos Remédios Moreira
Arguido Centro Social Interparoquial de Abrantes
Interveniente Principal Comunidade Terapeutica João Guilherme
Interveniente Acidental João Nuno Pepino
Interveniente Acidental Agência Lusa
Julgamento ou Audiência final  

cónego ab

Continuará no Tribunal da Comarca de Santarém o julgamento do Pároco de Abrantes e do Centro Interparoquial Social desta florida cidade por falsificação de documentos e burla agravada.

Aguardamos novas poesias a publicar na Nova Aliança ou no facebook dos tóxicomanos vivos ( porque os mortos incluídos nas listas pelos delinquentes estão ocupados a tecer Hossanas ao Senhor e não podem rimar aí, nem fazer figuras destas )

55686690_1650969998380067_3229624100158701568_n

Igreja da Chainça

mn

   

 



publicado por porabrantes às 10:47 | link do post | comentar

Terça-feira, 19.02.19

graça fraude

940/12.4TAABT
Juízo Central Criminal de Santarém - Juiz 3
Processo Comum (Tribunal Coletivo)
Autor Ministério Público
Assistente Filipe Manuel Marques Lopes Dias
Interveniente Principal Presidente do Projecto Homem
Arguido José da Graça
Arguido Pedro Jorge Correia dos Remédios Moreira
Arguido Centro Social Interparoquial de Abrantes
Interveniente Principal Comunidade Terapeutica João Guilherme
Interveniente Acidental João Nuno Pepino
Interveniente Acidental Agência Lusa
Julgamento ou Audiência final  

 

A 13 de Março ....

Agora que faz lá a Agência Lusa como Interveniente acidental?

mn



publicado por porabrantes às 21:15 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26.12.18

 Filipe Manuel Marques Lopes Dias assistente neste processo demandou o Centro Interparoquial e o Projecto Homem em 2013 no Tribunal de Trabalho de Tomar.

 

O montante do dinheiro desviado chega a 200.000 ¬ diz a Rede Regional

''Segundo a Acusação do Ministério Público (MP), a que a Rede Regional teve acesso, foram colocados nas listagens pessoas que estavam presas, que abandonaram o projeto em fase precoce, que nunca chegaram a frequentar a valência, e ainda utentes com problemas de alcoolismo que eram dados como “toxicodependentes” porque a comparticipação era maior.''- Rede Regional

cónego burla 1

 

 ma

940/12.4TAABT
Juízo Central Criminal de Santarém - Juiz 3
Processo Comum (Tribunal Coletivo)
Autor Ministério Público
Assistente Filipe Manuel Marques Lopes Dias
Interveniente Principal Presidente do Projecto Homem
Arguido José da Graça
Arguido Pedro Jorge Correia dos Remédios Moreira
Arguido Centro Social Interparoquial de Abrantes
Interveniente Principal Comunidade Terapeutica João Guilherme
Interveniente Acidental João Nuno Pepino
Julgamento ou Audiência final


publicado por porabrantes às 12:08 | link do post | comentar

Quarta-feira, 14.11.18

graça benfeitor

A Veneranda Relação arrasa num acórdão, de 18-10-2018, a decisão tomada pelo Juízo de Família e Menores de Tomar, referente a um menor de 6 anos, internado compulsivamente no chamado Lar de S.Miguel, regido pelo Centro Interparoquial de Abrantes.

Em 24-5-2018, tinha sido decidido pelo tribunal de Tomar retirar o poder paternal  aos pais e entregar o menor para  adopção, ouvidos os Juízes Sociais.

Um dos juízes sociais votou vencido, referindo o óbvio, dizendo que isso não devia ser feito, porque a criança continuava a manter laços emocionais com os pais.

Transcreve-se parcialmente a brutal sentença tomarense, anulada pela Relação, :'' 1. Aplicar a favor de (…), nascido em 12-09-2012, a medida de promoção e protecção de confiança a instituição com vista a futura adopção, nomeando-lhe como curadora provisória a Directora do CAT de S. Miguel do Centro Interparoquial de Abrantes, em Alferrarede;
2. Declarar (…) e (…) inibidos do exercício das responsabilidades parentais quanto a esta criança;
3. Declarar que não há lugar a visitas por parte da família natural da criança;
4. Declarar que esta medida dura até ser decretada a adopção e não está sujeita a revisão;
5. Caso decorram 6 (seis) meses desde a presente data sem que tenha sido instaurado o processo de adopção, solicite imediatamente à Segurança Social informação sobre os procedimentos em curso com vista à adopção da criança;
6. Determinar a comunicação, após trânsito, com certidão da decisão, aos competentes serviços da Segurança Social, à instituição que acolhe actualmente a criança e à competente Conservatória do Registo Civil.''

Recorreram os pais e a Relação deu-lhes inteira razão:

Disse a Relação : '' Pois bem, os factos não são evidentes quanto a essa conclusão – quem visita o filho com a frequência com que os pais o fizeram, 17 em 21 possíveis, apesar da sua pobreza e da distância a que o filho foi colocado de casa (Golegã dista cerca de 37 kms. de Alferrarede, onde se localiza a instituição de acolhimento), cuida de telefonar-lhe todos os dias, participa nas actividades do filho (talvez de forma algo desajeitada, com alguns desentendimentos pouco graves entre o casal e não investindo na autonomização do filho no desempenho das suas tarefas), e leva um livro de pintar e uma caixa de marcadores, revela, pelo menos, algum cuidado na manutenção da relação com o filho e preocupação com o seu bem-estar.''

 

Refere a Relação que o menor tinha direito a ser ouvido e não foi e não cuidaram disso nem o Lar, nem os Juízes Sociais, nem a Segurança Social, nem o Tribunal de Tomar.

 

A não audição do menor é uma nulidade insanável.

 

Continua a Relação:

'' Havendo a notar que a medida proposta é a mais grave do rol constante do artigo 35.º da LPCJP, devendo ser adoptada após o esgotamento das demais, com o maior cuidado e após a realização de todas as diligências necessárias à verificação do requisito supra identificado, observa-se que as diferentes medidas de apoio acordadas obedeceram essencialmente a uma lógica de imposição de obrigações aos pais, com pouco ou reduzido investimento por parte das instituições públicas, que se cingiram a um papel meramente fiscalizador do comportamento dos pais.
Nada se observa acerca de medidas de educação parental, não existe ajuda económica e não se procura apoiar os pais na obtenção de um emprego estável e minimamente recompensador, ou sequer na obtenção de uma habitação mais condigna.'' (...)

 

'( ...)

''Acresce que não foi definido um plano de reestruturação familiar com vista à desinstitucionalização do (…), cuja execução melhor permitiria avaliar a verificação do supra mencionado requisito – sério comprometimento da qualidade e continuidade dos vínculos afectivos próprios da filiação.
Nem foi realizada qualquer avaliação psicológica dos pais destinada a avaliar as suas competências parentais e o vínculo afectivo que detêm em relação ao (…), diligência esta que também se afigura útil à verificação do mencionado requisito. E quanto a este, também não foi realizada qualquer avaliação psicológica da qualidade do vínculo afectivo que o une aos pais e do impacto da medida de confiança para futura adopção no desenvolvimento da sua personalidade.(....)''

 

E fulminantemente :

''Decisão.
Destarte, no provimento dos recursos interpostos pelos pais, anula-se a decisão recorrida, para produção das seguintes diligências, para além das demais que o evoluir dos autos e da situação do menor e dos pais venham a aconselhar:
a) proceder-se à audição do (…), com observância do disposto nos arts. 4.º, n.º 1, al. c) e 5.º do RGPTC;
b) estabelecer-se um plano de reestruturação familiar com vista à desinstitucionalização do (…), envolvendo, para além do mais, medidas de medidas de educação parental e a ajuda económica que vier a revelar-se necessária, após o que a EMAT produzirá relatório de acompanhamento;
c) proceder-se à avaliação psicológica dos pais – a solicitar ao INMLCF – destinada a avaliar as suas competências parentais e a qualidade do vínculo afectivo que detêm em relação ao (…);
d) proceder-se, igualmente, à avaliação psicológica do (…) – igualmente a solicitar ao INMLCF – para determinar a qualidade do vínculo afectivo que o une aos pais e o impacto da medida de confiança para futura adopção no desenvolvimento da sua personalidade.''

 

Extractos do  douto Acórdão do  Relação eborense no processo 937/15.2T8TMR.E1, com a devida vénia.

 

E o nosso comentário: com que ligeireza é que queriam retirar a criança aos seus pais??????

Finalmente  a Instituição, a directora dela, o Centro Interparoquial e os Juízes Sociais saiem deste processo com as orelhas a arder.

 

ma 

 

 

 

   



publicado por porabrantes às 17:46 | link do post | comentar

Sábado, 13.10.18

Em Março houve esta cerimónia em São Vicente

 

arautos 3

a organização integrista Arautos do Evangelho montava uma cena ''religiosa''

''A comunidade paroquial de S. Vicente, em Abrantes, na Diocese de Portalegre-Castelo Branco, congregou-se recentemente para uma Eucaristia onde se renovaram solenemente os propósitos da sua consagração a Jesus pelas mãos de Maria.

 

Presidida pelo pároco, Cón. José da Graça, e concelebrada pelo sacerdote Arauto, Pe. Jorge F. Teixeira Lopes, EP, a Eucaristia contou com uma grande afluência de fiéis, entre os quais vários membros do Apostolado do Oratório.

Ao início da cerimónia, o Diác. Licínio Felício Dinis, que coadjuvou a Eucaristia, teve a honra de coroar de a imagem peregrina do Imaculado Coração de Maria, em nome de todos os presentes.''

 

omm_4132

omm_4119

ver aqui

 

Os Arautos são uma organização católica integrista de raiz brasileira, conotada com a extrema-direita e  com problemas de heresia

É poderosa no Brasil e o seu fundador ,um sectário, Mons Clá Dias, foi obrigado pelo Papa a demitir-se.

clá dias

 A organização é um cisão da  seita fascista da TPF - Sociedade Brasileira de Defesa da Tradição Família e Propriedade, fundada e chefiada por Plinio Correia de Oliveira

Hk5WDoS7Z_720x0

As notícias diziam que a poderosa organização ia ser objecto de intervenção e investigação por parte de Roma, que praticavam ritos de exorcismo  heterodoxos, invocando  o espírito do fascista Plínio e da sua mamãe.

 

A imprensa de referência, La Stampa e argentino  Clarin, bem como a  revista Veja  noticiaram as escabrosas práticas da seita que desejava que Bergoglio morrera e que dizia que o Vaticano estava nas mãos do Diabo

 

clarin

 

Entretanto a seita abriu um colégio em  Guimarães e espalhou-se pelas dioceses do país, que à falta de clero abrem aos padres brasileiros as portas e chegaram a Abrantes

 

O Globo

 

globo

ler aqui

 

mais

 

mn



publicado por porabrantes às 20:41 | link do post | comentar

Terça-feira, 24.04.18

moreira 1.jpg

Foi arquivado um dos processos movidos pelo Cónego José da Graça contra o grande abrantino Pedro Moreira, ex-Presidente da Junta de Alferrarede, eleito pelo povo em listas socialistas.

19756787_940790876059300_3635629143904868700_n.jpg

O Pedro Moreira fez contundentes críticas ao presbítero aqui noticiadas.

O 25 de Abril trouxe a Liberdade de Expressão e a separação definitiva entre o Estado e a Igreja, que foi o baluarte do fascismo.

Também trouxe uma Justiça independente, que o diga José Sócrates.

Este arquivamento só pode ser interpretado como uma vitória do 25 de Abril.

mn

 



publicado por porabrantes às 16:51 | link do post | comentar

Sábado, 21.04.18

invesfundo.png

Em 2015 e depois tinha-se abordado aqui o Invesfundo e o amigalhaço do Graça das seringas e as negociatas na Amadora. Agora os Tribunais da República Helvética congelam as contas do Salgado, por onde passaram as gorjetas do empreiteiro da Cabeça Gorda ao banqueiro.

Ler aqui

e aqui

As perguntas que se fizeram em 2015 continuam actuais

mn

devida vénia ao ''Expresso''



publicado por porabrantes às 09:05 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.02.18

lone star

A forma como o benemérito da Cabeça Gorda sacou 200 milhões ...e como todos  pagámos o BES merece decerto que o Cónego explique a coisa numa homilia transmitida em directo pró concelho.

Entretanto o homem continua a residir perto dos muceques onde o povo morre de fome e o Manuel Vicente entre lagosta e Dom Perignon, se esconde dos aguazis lusos.

Entretanto quem é o dono do edifício das Finanças de Abrantes?

Será que a Lone Star não sabe?

mn

  



publicado por porabrantes às 15:10 | link do post | comentar

Segunda-feira, 21.08.17

II- Senhor José Guilherme
[Construtor Civil]

1- Alguma vez pagou ou doou 14 milhões de Euros ao Dr. Ricardo Salgado? Qual era a relação profissional ou comercial que mantinha com o BES e em que projetos cooperaram em Portugal e em Angola?

2- Alguma vez pagou ou doou alguma outra quantia? A que título fez esses pagamentos ou doações?

3- Qual a sua relação com o BESA? Que créditos obteve do BESA na sua atividade em Angola? Como eram decididos esses créditos, nomeadamente como era avaliado o risco de incumprimento?

 

PCP -Comissão de Inquérito



publicado por porabrantes às 14:17 | link do post | comentar

Terça-feira, 25.07.17

Graça oficial.png

 

Nesta ''entrevista'' publicada na ''Nova Aliança','  de 6-7-2017 , o Cónego José da Graça faz  acusações gravíssimas  a vários membros do clero, implicitamente à Hierarquia da Igreja, e ainda ao PCP.

graça entrevista 6-7-2017.jpg

 

Mete-se a palavra ''entrevista'' entre aspas, porque não figura quem entrevistou o padre. Segundo a ''Lei da Imprensa'', os textos não assinados, num jornal, são da responsabilidade do director do ''media'' e acontece que o director é o Graça.

Portanto para sermos correctos devia falar-se de auto-entrevista.

 

Vamos só analisar as absurdas declarações do presbítero, que devem ser interpretadas como uma campanha de pressão contra o Bispo de Portalegre e contra órgãos colegiais da Diocese, para tentar fazer reverter a acertada decisão de impedir gastar uma fortuna num edifício desnecessário e pastoralmente inadequado.

Começa por dizer que quem vive na Encosta da Barata nunca vem à cidade. Ora quantas pessoas que aí vivem são funcionários públicos e trabalham no centro de Abrantes?

Todos esses vêm todos os dias ao Centro de Abrantes, se não vão à missa ao Domingo e as Igrejas estão às moscas, a culpa é do Presbítero.

Um projecto pastoral pode ser medido pelo sucesso ou pelo falhanço. O balanço do aplicado pelo Graça nesta terra é o de um tremendo fracasso. Basta ver qual era a frequência nas Igrejas quando ele chegou......e qual é a actual.  

O Graça não conseguiu atrair novos crentes, foi incapaz de travar  a debandada dos mais novos da prática religiosa, e conseguiu afastar muita gente das Igrejas onde mete em prática a sua demagogia quotidiana.  

Muitos católicos conscientes praticam noutras Igrejas, onde o homem não está.

Ou seja ....o Graça  afasta os católicos mais preparados , como o Shelltox afasta as moscas...

Face a isto. vem agitar o espantalho do comunismo, como se estivéssemos em plena Guerra Fria, ou no PREC, e tudo porque o Vereador da CDU votou contra  a entrega de um terreno no valor de quase 1 milhão de euros, a uma Paróquia que é dona dos melhores terrenos da Cidade e que nada em dinheiro (diz o Graça, que acaba de gastar 180.000 € a comprar o Convento da Esperança sem especificar se foi às Freiras ou à CMA, assunto que estudaremos outro dia!).

 

A Comunidade Jeová construiu uma Igreja sem ajudas públicas, as confissões evangélicas e outras mantêm os seus templos, também sem dinheiro do Estado, e a autarquia teria de sustentar o delírio despesista da criatura, porque sim....

 

Acusa o Graça  ''a Igreja de apoiar o Partido Comunista''.

 

Alguém viu o Bispo de Portalegre num comício da CDU a solicitar o voto para o simpático Jerónimo de Sousa?

 

bispo.png

 

Ninguém viu, portanto o Graça manipula os factos grosseiramente.

 

Depois acusa 3 Padres sem dizer o nome deles (para que não possam exercer o direito de resposta? ) de ''ignorantes'' e de ''intensões nada sérias ''( sic). O erro ortográfico é da criatura.

 

Depois atribui aos sacerdotes em causa quererem o seu lugar ‘’. Afirma que têm a da ambição de subirem ao monte’’, (ou seja ao cabeço) por terem apenas expresso a sua opinião.

 

Ou seja tece um processo de intenções.

 

Depois diz que uma autoridade local lhe confidenciou que um sacerdote (novamente anónimo) lhe teria dito : ‘’ Tramámos o padre Zé. Queria construir uma Igreja, mas tramámo-lo’’.

 

Não identifica a autoridade local, certamente para ela não passar a vergonha de ser  acusada de andar a divulgar conversas privadas.

 

Se esta forma de actuar se inserisse na nova Pastoral do Papa Francisco, que o presbítero cita de cinco em cinco minutos, como se tivesse procuração de Roma, estaríamos todos ''tramados'', para usar o linguarejar da criatura.

 

Mas esta entrevista é  sobretudo um retrato moral dum tipo, e assim ficará na triste história da sua passagem por Abrantes.

 

ma 

 

ps-depois de atacar os seus antecessores, espalha acusações contra os padres mais jovens do Arciprestrado que são aqueles que estão mais próximos das novas gerações........a idade avançada não perdoa  

 



publicado por porabrantes às 13:33 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Em Abril.....julgamentos ...

Continua o julgamento do ...

Burla católica atinge 200...

Lar de S.Miguel e Juízes...

Os integristas brasileiro...

Vitória do 25 de Abril- A...

Suíça caça contas da Cabe...

O super-caloteiro da Cab...

PCP interroga mecenas das...

A idade avançada não perd...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10


26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds