Sexta-feira, 08.06.18
 
 
Abrantes
· 13 de julio de 2014 ·

A criminalidade em Abrantes continua a crescer...

Então foi isto que se passou ontem no Aquaclub em Abrantes...

Excelente trabalho da PSP de Abrantes, muitos parabéns!

Agradecemos à Rita Cortez pela informação.

rederegional.com
 
Seguranças ilegais armados até aos dentes
Alguns dos detidos estiveram ligados ao célebre "processo Camorra".
 
 
Me gustaMostrar más reacciones
Comentar
Compartir
Más relevantes
 
114114Rui Lopes, Nélio Soares y 112 personas más
Se ha compartido 61 veces
12 comentarios
Comentarios
 
Escribe un comentario...
 
 
 
Abrantes
 
Abrantes Dos 6 indivíduos detidos, alguns já tinham sido alvos de investigação no processo de extorsão do "caso camorra"

http://sicnoticias.sapo.pt/.../2013-12-05-conhecido-hoje...
11
Administrar
 
Me gustaMostrar más reacciones
· Responder · 3 a
Nuno Marques
 
Nuno Marques e cada dia se vai fazer notar mais , sempre existiu só que as autoridades pouco ou nada faziam , agora é bem diferente e conhecendo como conheço certas pessoas é e vai continuar a ser diferente , certa gentalha ai da cidade que ateima em ter a mania que é mitra , estão bem f.... não vaõ ter descanso nos próximos tempos .
44
Administrar
 
Me gustaMostrar más reacciones
· Responder · 3 a
Avelino Machado
 
Avelino Machado Devia ser sempre assim.. parabens para a psp..
44
Administrar
 
Me gustaMostrar más reacciones
· Responder · 3 a
SOS Animais
 
SOS Animais Caso camorra? Lembro me, vigaristas! Aquaclub não tem dinheiro para contratar seguranças certificados?? O que não falta aí são empresas de segurança!!
55
Administrar
 
Me gustaMostrar más reacciones
· Responder · 3 a
Celestino Freire
 
Celestino Freire Não é só Abrantes ! Arredores, a coberto da noite, passa-se muita merda.... A vida nocturna, é o cancro da Sociedade !!!
44
Administrar
 
Me gustaMostrar más reacciones
· Responder · 3 a
Nuno Marques
 
Nuno Marques O seu comentário e no mínimo estranho sr rui , quando tiver algum problemazito chame o homem aranho ou o batman eles vão ao seu auxílio , enfim gentalha
33
Administrar
 
Me gustaMostrar más reacciones
· Responder · 3 a
Avelino Machado
 
Avelino Machado Eu tb... mas kasos nao sao kasos, e nao vamos komparar a estrada da beira, k a beira da estrada... a policia atuou e atuou bem so se tem k lhes dar os parabens, ja se errou noutros kasos, mas k nunk errou na vida...
11
Administrar
 
Me gustaMostrar más reacciones
· Responder · 3 a
Antonio Campos
 
Antonio Campos A PSP deveria atuar mais vezes assim
Sem do nem piedade
22
Administrar
 
Me gustaMostrar más reacciones
· Responder · 3 a
 
1 respuesta
Francisco Duque
 
Francisco Duque Eu vi...................
11
Administrar
 
Me gustaMostrar más reacciones
· Responder · 3 a
Rui Monteiro
 
Rui Monteiro Parabéns à policia...porquê? O vergonhoso caso camorra, durou 12 anos. É caso para irmos todos ao cinema ver o filme " Onde pára a policia" Não é?
11
Administrar
 
Me gustaMostrar más reacciones
· Responder · 3 a
Raquel Coelho
 
Raquel Coelho Inês Diogo Carolina Maria Ferreira Rafael Coelho
 
Administrar
 
Me gustaMostrar más reacciones
· Responder · 3 a
Mlurdes Sebastiao Pedro
 
Mlurdes Sebastiao Pedro procurem que vão achando bom trabalho
11
Administrar
 
Me gustaMostrar más reacciones
· Responder · 3 a
 
reprodução do site Abrantes com a devida vénia
 
não vamos falar do Celso Gomes....já falámos....
 
mn


publicado por porabrantes às 16:18 | link do post | comentar

Quinta-feira, 08.02.18

A Camorra, veneranda instituição, que assegurava a ''protecção'' dos comerciantes abrantinos, mediante módicas ''prestações'' voluntárias, entregues em boa parte a membros de minorias étnicas, residentes no Vale das Rãs, está de regresso.

A Cidade está mais segura.

 

ma 


tags:

publicado por porabrantes às 08:28 | link do post | comentar

Segunda-feira, 14.07.14

Pouco mais de um ano depois do tribunal ter condenado a estrutura mafiosa que praticava a extorsão sobre os comerciantes locais e que ficou conhecida na ''giría'' por Camorra, a PSP voltou a detectar que estava de novo activa e que alguns dos condenados no ano anterior, aproveitavam as penas suspensas para ''trabalhar''.

Louva-se a acção da PSP, mas parece evidente que as condenações foram brandas, e que a justiça deve neste caso ser implacável.

A Justiça deve ainda fazer primar a segurança das populações sobre qualquer outra consideração e meter os arguidos em prisão preventiva e levar as investigações mais longe. Impõe-se uma rusga no Vale das Rãs e em São Macário para desarmar os gangs marginais, eventualmente identificar as construções ilegais e demoli-las, apreender os stocks de drogas, etc.

Finalmente estranha-se o silêncio da Associação Comercial e dos lesados, uma denúncia pública da situação teria certamente algum peso sobre as decisões judiciais.

Vamos ver ainda se não vai haver medidas de coacção sobre as testemunhas como sucedeu noutras ''cenas'' anteriores, situação que não permitiu fazer ''prova'' de certos delitos.

Seria ainda urgente cortar ou suspender o rendimento mínimo de inserção aos arguidos, envolvidos neste esquema.

 

 

a redacção

     



publicado por porabrantes às 09:04 | link do post | comentar

Terça-feira, 10.12.13

O Cidadão Abt publicou um post de leitura obrigatória. Leia aqui 

 

 

Parabéns amigo.

 

 

MN

 

 

a propósito restaurantes abrantinos continuam a sofrer a exigência de pagarem a taxa de ''segurança'' aos mafiosos. À atenção do comandante da PSP.



publicado por porabrantes às 09:39 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sexta-feira, 06.12.13

Já se conhece o desenlace do processo da Camorra abrantina.

 

 

Apesar de ter havido testemunhas que ''influenciadas'' pelo parâmetro normal não  foram tão firmes como seria desejável, coisa aliás sublinhada na sentença, foram aplicadas pesadas penas a uma pandilha de tipos que durante quase 10 anos extorquiram à boa forma mafiosa prestações pecuniárias e em géneros aos comerciantes desta cidade.

 

Durante muito tempo tudo ficou calado, até que na Assembleia Municipal, na hora do povo falar, Mestre Fernando Correia apelou à formação de milícias de auto-defesa.

 

Desabou o Carmo e a Trindade.

 

As autoridades policiais, comandadas por um adepto do politicamente correcto, mandaram para os medias um comunicado dizendo que era o '' parâmetro normal''.

 

Portanto viver ameaçado pelos gangs ciganos e pela extorsão, era a normalidade....

 

 

Também o devia ser para a Associação Comercial porque nunca abriram a boca para falar do assunto.

 

Depois tivemos os senhores Vereadores do PSD a denunciar a situação e a maioria a fazer como a avestruz.

 

Até que roubaram o bólide da cacique.

 

Foi substituído o Chefe da PSP e foi espancado o dr. Joaquim Ribeiro, porque resistiu à chantagem, e apresentou queixa.

 

O Advogado que sustentou com valentia e audácia a defesa dos abrantinos ameaçados pelos marginais, tem um nome e é o homem do dia:  

 

 

 

Santana-Maia Leonardo

 

 

É a ele (e ainda a Mestre Correia e ao dr. Ribeiro, etc) a quem devemos a vitória.

 

Obrigado Santana Maia!

 

a redacção

 

PS- Será ainda justo dizer a GNR teve sempre um papel activo na luta contra a delinquência, ao contrário da PSP que durante o período referido teve um comando inadequado.



publicado por porabrantes às 16:51 | link do post | comentar

Sábado, 30.11.13



Foi adiada a sentença sobre os benfeitores do Vale das Rãs. Mais pormenores no Correio da Manhã


Se o parâmetro era normal, qual a razão das prisões preventivas?


a redacção


publicado por porabrantes às 19:15 | link do post | comentar

Quinta-feira, 31.01.13

O parâmetro normal começou a ser julgado no Tribunal da Comarca.

 

 

O parâmetro normal foi o cúmulo do cinismo policial, a expressão  usada por uma direcção policial autista que negava que houvesse crime organizado e violência racista nesta cidade.

 

 

A violência racista era praticada por marginais ciganos contra cidadãos de outra etnia. Para não os roubarem ou espancarem cobravam uma módica mensalidade.

 

O parâmetro normal era a tradução abrantina daquilo que em siciliano se chamava

 

 

OMERTÁ


Os criminosos ficaram conhecidos também por outra palavra italiana, mas calabresa, o ''gang da camorra''.


Os bons costumes sicilianos voltavam a repetir-se, ao encontrarmos as autoridades municipais a negarem a realidade, a hostilizarem as vítimas, a gastarem dinheiro público para ''reintegrar'' a comunidade marginal onde reinavam os mafiosos,  em vez de apoiarem as vítimas, e de instarem a polícia a reprimir os bandidos.



Hoje vê-se quem tinha razão!


E devo lembrar a voz firme e corajosa de Mestre Fernando Correia na Assembleia Municipal protestando contra a insegurança enquanto o sucessor do bravo Euclides e a esposa do dentista faziam como as avestruzes.





Cabe aqui recordar também o papel de Santana-Maia e Belém Coelho na denúncia da situação. Podemos discordar deles por exemplo no caso do hotel, mas deve-se fazer justiça.


Fazer justiça é o que faz falta em Portugal.


Foi isso que se começou a fazer no Tribunal de Abrantes.



a redacção  



publicado por porabrantes às 10:16 | link do post | comentar

Quarta-feira, 02.01.13

Vai iniciar-se em breve o julgamento da camorra abrantina num processo movido pelo MP e por queixa do dr. Joaquim Ribeiro.

 

 

Como se recordam a ''camorra'' era uma estrutura de crime organizado que extorquia mensalidades a comerciantes abrantinos para lhes garantir que podiam comerciar sem haver ''incidentes''.

 

 

Joaquim Ribeiro recusou-se a pagar e sofreu sevícias várias.

 

As nossas autoridades garantiam que tal problema não existia neste ex-florido rincão onde como se sabe reinava por decreto municipal uma perfeita harmonia étnica.

 

 

A primeira sessão agendada do processo é no dia 15-1-2013 às 9.20.

 

 

Mais pormenores no portal Citius.

 

 

AA

 

 



publicado por porabrantes às 23:34 | link do post | comentar

Quinta-feira, 09.02.12
O hino oficial da camorra napolitana, um herói: o padrinho; um programa: a família; um sistema: la omertá; un dialecto: o napolitano; os heróis: os killers
MA

tags:

publicado por porabrantes às 20:00 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Termos mais buscados: Ca...

O regresso da Camorra

o regresso da camorra

Camorra

A derrota da Camorra

O parâmetro normal no ban...

O parâmetro normal no ban...

Camorra no banco dos réus

a nova banda sonora do Pa...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds