Sexta-feira, 06.05.16

(...)Não aceitaríamos de bom grado (julgo) que o Rei de Espanha, em visita de Estado a Portugal, fosse a Tomar, à sala onde se realizaram as cortes que aclamara Filipe II como rei de Portugal com o nome de Filipe I e ali depusesse uma coroa de flores e mandasse tocar marchas militares de homenagem. Ou aceitávamos? Também não aceitávamos que, de cada vez que um presidente francês viesse em visita de Estado a Portugal, se deslocasse a Abrantes para prestar homenagem a Junot que dali enviou a proclamação aos portugueses a avisá-los de que estavam sob a autoridade de Napoleão. Ou achámos isso normal e amigável?'' (...)

junot 7.jpg

 

Opinião do Senhor Coronel Matos Gomes,

 

 



publicado por porabrantes às 23:05 | link do post | comentar

Domingo, 10.04.16

 

A  Constituição da República e o caso do Colégio Militar
Vamos lá a ver se eu entendo o Presidente da República, o Ministro da Defesa e o Bloco de Esquerda. Devi...a ser fácil.
1 - Segundo o PR, o Ministro da Defesa e o Bloco de Esquerda, o Colégio Militar, pela voz do seu subdirector, ofende o princípio constitucional da não discriminação por raça, credo, sexo e orientação religiosa. Crime de ofensa à constituição.
2- Face ao crime de ofensa à Constituição, o Ministro dá ordem ao Chefe de Estado Maior para demitir o sub-diretor do CM – Duplo crime: a) Os Chefes de Estado Maior dos Ramos das Forças Armadas, os ministros da Defesa e os Presidentes da República têm competências constitucionais, nenhuma delas inclui o PR e o MDefesa se substituam e se antecipem aos Chefes de Estado Maior na administração da Justiça e na manutenção da Disciplina no seu ramo. A ordem do Ministro é ilegítima. Crime. B) A aceitação da demissão do CEME por parte do PR, por não aceitar uma ordem ilegítima, viola a Constituição.
2 – Nas Forças Armadas, os militares continuam a ser cidadãos, com os mesmos direitos e mais deveres. Todo o cidadão tem direito a ser ouvido em caso de falta e a um julgamento justo (Carta dos Direitos do Homem, incorporada na Constituição Portuguesa). O Chefe de Estado Maior do Exército cumpre a Constituição e recusa demitir (uma punição) o sub-diretor do CM sem ele ser ouvido e sem o competente processo de averiguações. O Ministro da Defesa entende que o cidadão que é militar e cumpre as suas funções como sub-diretor do CM deve ser corrido e depois logo se vê. Assim pensa o Presidente da República.
3 – O Chefe de Estado Maior do Exército recusa violar direitos fundamentais de um cidadão, que além do mais depende dele hierarquicamente. Demite-se. O Presidente da República e o Ministro, dois homens dependentes dos media e dos sound bites da comunicação social, violam a Constituição e mantêm-se no cargo!
4 – Políticos de micro-ondas, entendem ouvir em Comissão Parlamentar quem? Os que violaram a Constituição? Não. Vão ouvir o único alto funcionário que cumpriu a Constituição e que se demitiu em sua defesa!
5 – Só à bofetada! (o que está na moda) Ou estamos entregues a extra-terrestres!

 

Coronel Carlos Matos Gomes no facebook com a devida vénia

 

PS- O Senhor Coronel é um distinto oficial comando, natural de Vila Nova da Barquinha e um notável escritor 



publicado por porabrantes às 23:14 | link do post | comentar

Segunda-feira, 21.04.14

 

 

 

Ainda sobre o Marquês à Benfica (ou à Carnide). Como podemos exigir que os outros respeitem os nssos simbolos, se nós somos os primeiros desrespeitá-los?
público

 

 

Estamos perfeitamente de acordo com o notável escritor e bravo militar.

 

E perguntamos os que fizeram isto como se querem dar ao respeito?

 

 

 

 

e a tropa municipal que os açulou??????

 

 museu da marinha

 

Estas veneráveis barbas mereciam respeito, e são respeitadas por um boer chmado Nicolaas Vergunst que escreveu esta série de posts sobre o marinheiro luso, vale a pena ler.

 

Quem não é capaz de respeitar um monumento, é um vândalo.

 

MA



publicado por porabrantes às 19:53 | link do post | comentar

Domingo, 26.05.13

Já estamos melhor que o García Márquez, ele tinha um coronel que não tinha quem lhe escrevesse.....

 

 

 

nós temos um Coronel que escreve sobre nós

Carlos MatosGomes

 

 

O Senhor Coronel (comando) Matos Gomes publicou no facebook do Escritor Carlos Vale Ferraz

 

 

Notícia da saída de A Mulher do Legionário no blogue de cidadãos por Abrantes. A propósito do general Marques Godinho, natural daquela cidade, um dos líderes da Abrilada de 47. Encontrei esta foto dos chefes dessa tentativa de derrubar Salazar após o final da II GM. O almirante Mendes Cabeçadas, general Marques Godinho, brigadeiro Vsco Carvalho, coronel Carlos Selvagem (que seria defendido por Henrique Galvão em tribunal) e o dr João Soares (pai de Mário Soares) um dos chefes civis. 
http://porabrantes.blogs.sapo.pt/1536330.html
Notícia da saída de A Mulher do Legionário no blogue de cidadãos por Abrantes. A propósito do general Marques Godinho, natural daquela cidade, um dos líderes da Abrilada de 47. Encontrei esta foto dos chefes dessa tentativa de derrubar Salazar após o final da II GM. O almirante Mendes Cabeçadas, general Marques Godinho, brigadeiro Vsco Carvalho, coronel Carlos Selvagem (que seria defendido por Henrique Galvão em tribunal) e o dr João Soares (pai de Mário Soares) um dos chefes civis.  http://porabrantes.blogs.sapo.pt/1536330.html
Ya no me gusta ·  ·  · Hace 2 ho



Teremos de terminar, batemos pala!!!!! 

 

 

Miguel Abrantes

 

nota: Marques Godinho era natural das Galveias, tal como o seu primo o latifundiário e dirigente do PCP, Joaquim Barradas de Carvalho que foi o elo, disse Piteira Santos, entre o PCP  e os golpistas de 1947.  O correio entre os militares foi o regente agrícola Fernando Godinho, filho do General. Quando o Sr.Dr.Mário Soares homenageou nas Galveias o General e o seu velho amigo Barradas de Carvalho, perguntou a Fernando Godinho : Porque é que não pediram nada?

Retorquiu ácido, como sempre, Fernando Godinho: Não somos desses!!!!!



publicado por porabrantes às 13:31 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A homenagem a Junot

A Constituição da Repúbli...

A opinião dum Soldado

Temos um Coronel que nos ...

arquivos

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carlos marques

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Março 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9



31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds