Quinta-feira, 13.03.14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Se pedirmos a licença de obras de esta casa, recentemente e bem objecto de restauro, que constará no parecer dos serviços urbanísticos acerca dos condicionalismos referentes à sua situação de imóvel classificado?????

 

Talvez queira o Presidente da Tubucci Dr.Paulo Falcão Tavares fazer um requerimentozinho?????

 

 

MN



publicado por porabrantes às 13:11 | link do post | comentar

Domingo, 03.11.13

O primeiro estudo sério sobre um edifício abrantino foi a monografia de Vítor Pavão dos Santos e Duarte Castel-Branco sobre o Convento de São Domingos. Este estudo encomendado pela CMA no final dos anos 60 não foi publicado, encontrando-se apenas disponível em escassos exemplares policopiados.

Se repararem bem na capa notam-se as fortificações seguindo a escola do grande  engenheiro militar Vauban à volta do convento.

Quem foi o arquitecto que sustentou que elas não existiam? Seria desconhecimento épico ou vontade de as arrasar????

Sobre São Domingos aguarda publicação a tese de mestrado do Dr.Paulo Falcão Tavares.

Sobre outro marcante edifício abrantino, a Casa Almada, baptizada pelo povo Paço Real, porque aí se alojaram alguns monarcas, está disponível  agora impresso e on-line um interessantíssimo estudo, da autoria do eng.José Albuquerque Carreiras, peticionário nº1,   

 O eng. Carreiras é um dos proprietários do imóvel solarengo 

 

 

 

 

 

Pode  obter  aqui o artigo 

 

Encontra-se ainda o solar que foi da família cristã-nova Bívar, muito protegida por Sebastião José de Carvalho e Melo, também em obras de restauro.., pagas pelos seus proprietários.

 

 

Entretanto foram certificados alguns imóveis abrantinos por uma tal Herity, que recebeu copiosos honorários para tal, vindos de fundos públicos.

 

Certificaram São Domingos sem sequer conseguirem produzir qualquer texto de referência sobre o convento e sem se terem dado ao trabalho de verificarem se nos últimos 20 anos houve alguma obra de restauro num edifício com uns quinhentos anos.

 

É obra!!!!!!

 

Também podiam certificar o camartelo com que a Céu e o resto da seita queriam demolir parte do edifício.

 

Com a etiqueta: martelo rupestre.

 

Para acabar: felicita-se o sócio fundador da Tubucci pela publicação deste estudo que vem revolucionar tudo o que se sabia sobre aquela Casa, onde também funcionou episodicamente a autarquia no século XIX e que também serviu de residência a Lord Wellington, coisa que provocou alguma polémica sobre o desaparecimento da Biblioteca da família Bívar alegadamente transportada para Inglaterra em circunstâncias duvidosas.

 

MN

 

 

(créditos: reprodução de parte do estudo citado)

 



publicado por porabrantes às 22:22 | link do post | comentar

Domingo, 11.08.13

Suponho que a Casa da Dona Felismina é a mais alta, a seguir está a Igreja que não sei  se já tinha sido desalojada das bestas.

 

Tenho os papéis algures mas ainda não os li, o postal é dos anos 20 do século passado e isto é a rua principal do Rossio de Abrantes, a da Escola Primária.

 

As bestas eram os muares e outras cavalgaduras que o bom senso pedreiro-livre tinha alojado na década de dez na Igreja paroquial.

 

Reza a lenda....

 

As bestas já deviam ter saído, estamos depois de Sidónio a quem uma delegação de senhoras abrantinas apresentou cumprimentos na Estação do Rossio aí por 1918 .....dando graças pela reabertura das Igrejas ( durante muito tempo só a da Santa Casa na cidade esteve aberta)

 

 

Iria a D.Felismina com elas e já agora a D.Maria Cristina Ataíde Castel-Branco, cuja casa vemos a seguir ao longe????

 

 

 

Lá entre as árvores ao pé da ponte ferroviária, a casa dos nossos amigos arq. Duarte Castel-Branco e do  António.....

 

Quem sabe, um dia encontrarei a lista de quem foi agradecer ao Sidónio,  como encontrei este lote de postais e ainda a farmácia do Dr. Silva Tavares, 1º presidente da junta de Alferrarede que está em vias de extinção....

 

 

 

mais fotos aqui

 

O Sr. Dr.Silva Tavares é o Pai do Presidente da Tubucci, Dr. Paulo Falcão Tavares. Acho que a Senhora que a está na foto é a Mãe do nosso amigo Paulo, a saudosa Drª Salomé.

 

 

Há mais novidades, sobre casas?

 

Há.

 

Vai finalmente ser editado o estudo do peticionário nº 1, eng. José Albuquerque Carreiras sobre a Casa Almada. Já não era sem tempo.

 

 

Andamos demasiado preocupados com velharias?

 

Deixo para amanhã  a transcrição dum post noutro blogue sobre a importância do ''avental'' na indumentária das pegachas.

 

 

MN 

 

 



publicado por porabrantes às 21:08 | link do post | comentar

Terça-feira, 20.12.11

 

 

O primeiro subscritor da petição o nosso amigo eng. José Albuquerque Carreiras, docente do IPT, sócio fundador da Tubucci-Associação de Defesa do Património da Região de Abrantes, apresentou neste encontro científico de referência sobre Património uma comunicação sobre a Casa Almada, também conhecida em Abrantes por Paço Real, por nela se ter alojado no século XIX

 

 BN

 

 

e outros soberanos e membros das Casas Reais portuguesa e espanhola, como Carlos V de Borbón, Rei dos Carlistas,

bem como personalidades históricas como Junot, etc

 

 in situ

 

Este solar, hoje propriedade das famílias Albuquerque Carreiras e Burguete é sem dúvida o mais importante imóvel de arquitectura civil do centro de Abrantes e encontra-se classificado.

 

A comunicação que será publicada nas Actas deste Congresso, de cuja Comissão Científica faziam parte , o Marquês de Fronteira, Augusto Ferreira do Amaral e Bernardo Vasconcellos e Sousa e outros  importantes vultos da defesa do Património e deste ramo académico, e pelo que ouvimos no Congresso traz importantes novidades sobre a história deste Solar, provenientes dum trabalho sobre fontes inéditas e de primeira mão, pondo em causa o discurso desacreditado dos plumitivos da história municipalizada e avençada e também o interessante mas datado trabalho de um investigador respeitado, Luís Bívar Guerra, da Academia de História.

 

 

Resta dizer que o eng. Albuquerque Carreiras é descendente directo da família Castro que edificou o Paço Almada, que este solar se encontra na posse da mesma família desde o século XVIII e que o nosso amigo é hoje um dos seus proprietários.

 

Um trabalho meritório que  deve ser feito também sobre outros notáveis edifícios abrantinos.

 

Em pouco tempo os sócios da Tubucci refazem a história dos edifícios marcantes de Abrantes, Paulo Falcão Tavares estuda São Domingos, José Carreiras o Paço Almada.

 

Marcello de Noronha, da Tubucci    



publicado por porabrantes às 16:53 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Obras no Paço Real

Um estudo sobre a Casa Al...

a casa da felismina e a d...

O Solar Almada

arquivos

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carlos marques

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds