Quarta-feira, 25.08.21

Diz o Médio Tejo, que o vice-cacique, um tal Gomes, se atreveu a negar-se a informar o Vereador Silveira acerca da identificação de 3 empresas (a que homem chama ''insígnias'') que se iriam alojar  numa operação urbanística polémica e de legalidade discutível,junto ao Retail-Park,

Como é que ele se atreve a negar essa informação?

Com base em que Lei?

Na lei que vigorava na Cabeça Gorda, ou noutros sítios em que pastoreou?

Apostamos que  as ''insígnias'' (ou empresas) a que se refere o vice-cacique devem ser  : Intermarché, Roady e BricoMarché.

ma  

  



publicado por porabrantes às 22:29 | link do post | comentar

Quarta-feira, 03.02.21

A empresa Bernardino Gomes, da qual era responsável de vendas, o Vice-Presidente João Caseiro Gomes, ao mesmo tempo que pastoreava a Aldeia do Mato, era duma família originária do Pinhal.

Abrantes: Projeto “Esparteiro – Artes de entrelaçar” é um dos vencedores do  Programa Tradições | Antena Livre

imagem Antena Livre.

 

Distinguiu-se por figurar no ranking dos devedores à CGD.

Em Abril de 2020 foi vendida por 300 milhões à Palminvest.

Felicitamos a família Gomes pelo excelente negócio, tendo a certeza que assim já possuem liquidez para pagar à CGD, se for caso disso.

Felicitamos  naturalmente o Vice.

Com tanto dinheiro nas suas contas, os Gomes já podem fazer algum investimento em Abrantes.

Por exemplo comprar Cadouços por 5 milhões e mostrar que o negócio defendido pela cacique é viável.

ma 



publicado por porabrantes às 08:55 | link do post | comentar

Quinta-feira, 28.01.21

O Vereador Armindo Silveira interrogou a maioria sobre a situação das ruínas de Santo Amaro, imóvel classificado, destruídas criminosamente pelos vândalos.

A Outeiro das Mós era detentora do Alvará nº 82A, emitido pela Câmara Municipal de Abrantes, em 28-6-2017, para intervir no prédio fronteiro dessa rua (Marquês de Pombal), tendo as obras sido aprovadas por despacho de 24-11-2016.

O dr. Silveira afirmou que o espaço vandalizado, que contém pinturas murais inéditas e túmulos de abrantinos de Seiscentos, estava cheio de ervas e abandonado.

O Caseiro, aparentemente grande amigo dos promotores, afirmou que os pato-bravos tinham metido novo projecto a parecer da DGPC.

Mas calou sobre o resultado do processo de contra-ordenação que em Novembro de 2017, moveu à pataria a autarquia.

Estamos em 2021, o que aconteceu à contra-ordenação?

Levou sumiço?

Continua a andar a passo de caracol?

Como a metida contra o boticário Silva, que destruiu meia rua, ao lado dum imóvel de interesse público, a Casa da Câmara, edifício joanino do máximo interesse, apesar de ter sido abandalhada pelas obras do Bioucas?

Sobre os vândalos pende um processo-crime na comarca e a Judite, também vagarosa, investigava.

santo amaro 18-7-28.jpg

Toda esta situação, edis como o Caseiro, patos-bravos como os do Outeiro, Vereadores da Incultura como o neo-fascista Dias, serviços de urbanismo incompetentes como os da Sara Morgado, tornam a vida do património abrantino....um calvário.

Pelo menos desta vez sentaram-se disciplinados perante um magistrado.

Num processo-crime.

E outros também se sentaram no caso da Amieira.

É para aprenderem.

ma  

  

 

 

 



publicado por porabrantes às 18:09 | link do post | comentar

Segunda-feira, 27.07.20

O Caseiro Gomes, Vice da CMA e homem das obras, dá uma entrevista ao Médio Tejo, sobre S.Domingos.

Rotundo, diz, armado em estadista ''  Falamos de dinheiro público. Temos de gerir esta casa e temos salvaguardar todas as situações que têm de ser devidamente fundamentadas”.

Refere-se às reclamações justas da construtora, que pede quase mais 500 mil euros, pelas paralisações na obra por culpa exclusiva da autarquia.

Diz que foram encontrados ''alguns achados arqueológicos'' (que chatice! cacos e ossos para complicar a vida à empreiteiragem) e que por isso a empresa teve de parar.

Já sabemos o que o Caseiro acha dos achados, foram encontradas pinturas medievais ''raríssimas'' em Santo Amaro e o homem despacha, célere, uma licença de construção para o edifício ao lado, que implica que a ermida passa a ser mera passagem para uma garagem.

Não avisa os colegas, nem o público que há lá pinturas, não vá o povo alarmar-se.

Se se tivessem feito as sondagens prévias em S.Domingos, a paralisação tinha sido menor.

Se fossem eficientes a contratar antropólogos para estudar as ossadas, a paragem tinha sido menor.

Vejamos o que dizem os técnicos: 

'' Nesta altura iniciaram-se trabalhos que durarão até finais de maio de 2018, tendo-se identificado um conjunto significativo de sepulturas.
Infelizmente, os trabalhos terminaram antes do mês de junho, porque o contrato da antropóloga também terminou.
A sua segunda contratação também levaria muito tempo.
Foi entretanto feito contrato com empresa de serviços arqueológicos que contratou um desenhador e mais um antropólogo e permitirá, caso o trabalho assim obrigue, à contratação de mais arqueólogos.'' (..)(1)

Continuando, se o projecto de intervenção em S.Domingos tivesse traçado duma forma eficiente a história do monumento, isto não teria sucedido.

O ante-projecto de Duarte Castel-Branco para o ''Centro Cívico-Cultural no Convento de S.Domingos'' estudou a história do cenóbio duma forma exemplar, através da colaboração de Victor Pavão dos Santos.

O projecto do licenciado alentejano, um tal Carrilho da Graça, não fez isso, apesar de pago a peso de ouro.

Fala o Caseiro em   '' dinheiro público'', como é que justifica que num projecto de 4 milhões, quase 25% da massa tenha ido ilegalmente para o arquitecto?

Já sabemos como é que a maioria do PS defende o dinheiro público, comprando oliveiras a 2 mil euros! 

 Continuamos, diz erudita, Filomena Gaspar: '' Relembramos que apesar dos trabalhos que se haviam já desenvolvido nas áreas limítrofes correspondentes à atual Biblioteca Municipal António Botto, curiosamente, não havia notícias de ocorrência de achados antropológicos.'' . Escrevia isto em 17 de Setembro de 2019, como desculpa para a descoberta inesperada das ossadas.

Em Dezembro  de 2018, o valoroso Silva (2)  tinha publicado na ''Zahara'', a lista, escrita por um frade seiscentista, dos abrantinos que lá estavam enterrados:(...)

''Simão Dias, da Rua dos Coelheiros, e seus herdeiros

Aqui jaz o Doutor Alvaro Ruiz -1575

Sepultura de Joseph Neto e herdeiros(....)''

Segue, porque são muitos mais  

sep s. domingos.png

E a 17 de Setembro de 2019, aparentemente a sra Gaspar, ex-gerente da insolvente Ozecarus, não sabia de nada.

Qualquer pessoa que frequente arquivos sabia onde estava o manuscrito citado pelo Silva e que antes de escavar ou dar cabo do monumento era preciso lê-lo.

Mas pedir isto a esta gente, é demais.

ma 

(1)-Relatório de Acompanhamento da Escavação de S.Domingos, 2019, da ex-gerente da Ozecarus

(2)- Joaquim Candeias Silva, ''Convento de S.Domingos de Abrantes (etc)'', Zahara, Dezembro de 2018....onde o ''académico'' publica obra de frade dominicano, sem dizer onde repousa o manuscrito, para impedir a concorrência de o estudar...  



publicado por porabrantes às 07:33 | link do post | comentar

Quinta-feira, 15.11.18

Segundo o ''Médio Tejo'',  para justificar  a venda, sem hasta pública, do infame barracão que a autarquia tinha ao abandono a par de S.João, a '' um espanhol'', a criatura que marca a sua actuação  pelo mais infame caciquismo, dizia que havia um parecer da DGPC, que proibia a demolição das ruínas, porque isso iria fragilizar a estrutura do templo.

42756314984_59b1e4ca4c

 

Como isso foi posto em questão, por Armindo Silveira, o Vice Caseiro Gomes acrescentou '' a autarquia tem um “parecer da DGPC a aconselhar a manutenção daquele espaço devidamente classificado”. (Médio Tejo)

Berrou depois a Maria do Céu que o ''parecer era vinculativo''.

cacique

 

Agora provamos que o parecer não existia:

parecer

Ou seja Caseiro Gomes e a cacique deram uma informação falsa aos Vereadores, para justificar um negócio com um privado.

As coisas são assim e esta gente é assim.

ma

 

extracto da acta da cma de 18-8-2018

 



publicado por porabrantes às 14:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29.08.18

 

santo amaro acta

Só hoje ficou disponível a acta de 24 de Julho, referente ao caso de Santo Amaro.

Nela, preto no branco, o Vice-Presidente diz que ''não há qualquer ilegalidade''.

Se não há,  porque foi movido o processo de contra-ordenação, que só pode ter como motivo o sancionamento duma ilegalidade, como reconhece a autarquia nos documentos a que tivemos acesso????

Porque escondeu isso o Vice-Presidente?

Quem protege?

santo amaro 5

 mn

 



publicado por porabrantes às 10:56 | link do post | comentar

Terça-feira, 28.08.18

Em 27-7-2018, a Antena Livre divulgou estas declarações do Vice Caseiro Gomes, na sequência duma intervenção de Armindo Silveira, começou por dizer que o processo de Santo Amaro, foi desde o início de Abrantes, acompanhado pela CMA.

Como é que se atreveu a dizer isso?????

 

Vamos ver o  tipo de acompanhamento da CMA

em 6 de

Esta comunicação data de 6-11-2017 e foi feita pelo então Director da Divisão de Ordenamento e Urbanismo ao Vereador Caseiro Gomes.

Ora a CMA tinha uma queixa formal da Tubucci, a prestigiada Associação de Património, datada de 10-9-2017.

Ou seja, verifica-se que durante quase dois meses a CMA não fez nada, os fiscais não levantaram nenhum auto sobre o ilícito praticado.

Prova-se que , ao contrário do afirmado pelo Vice-Presidente, o assunto não foi acompanhado pela CMA desde o início.

Isto é os  prevaricadores tiveram dois meses para continuar  a demolir, como selvagens e vândalos.

santo amaro 9

 

Em 15-11-2017 foi notificada a Outeiro das Mós, LDA para se abster de continuar a façanha. Mas o envio da notificação quase não produziu efeitos, porque a empresa só a recebeu à segunda tentativa em   17 de Janeiro de 2018.

E tinha tal notificação, segundo os serviços, ''carácter de urgência''.

Que se passaria se não fosse urgente?

Ou seja tiveram mais 2 meses para continuar a demolir.

Porque não mandaram um fiscal ou  a polícia à obra, notificar os tipos, explica o eng. Caseiro Gomes???

Continua nestas declarações o Caseiro Gomes, a dizer que não há ilegalidade neste assunto, disse preto no branco '' que não foi cometida qualquer crime ou ''qualquer tipo de negligência  ''.....

Como é que o Vice pode dizer isso se foi aberto um processo de contra-ordenação contra a Outeiro das Demolições, pela própria autarquia?

dec

 O Caseiro Gomes vem culpar os blogues e armado em professor de ciências autárquicas mandou o Armindo consultar o processo.

Ele é que devia consultá-lo para saber que a promotora foi brandamente sancionada.

Porque apesar de ser responsável pelo pelouro de urbanismo e pelos assuntos jurídicos, parecia desconhecer o processo contra a Outeiro das Demolições Ilegais....

Tratada com luvas de seda e elogiada pela autarquia!

A autarquia optou por uma contra-ordenação e ao que sabemos não comunicou ao MP o caso, que  poderia preencher o tipo penal de crime de dano qualificado

 Artigo 213.ºDano qualificado

1 - Quem destruir, no todo ou em parte, danificar, desfigurar ou tornar não utilizável:
a) Coisa ou animal alheios de valor elevado;
b) Monumento público;
c) Coisa ou animal destinados ao uso e utilidade públicos ou a organismos ou serviços públicos;
d) Coisa pertencente ao património cultural e legalmente classificada ou em vias de classificação; ou
e) Coisa ou animal alheios afetos ao culto religioso ou à veneração da memória dos mortos e que se encontre em lugar destinado ao culto ou em cemitério;
é punido com pena de prisão até cinco anos ou com pena de multa até 600 dias.
2 - Quem destruir, no todo ou em parte, danificar, desfigurar ou tornar não utilizável coisa ou animal alheios:
a) De valor consideravelmente elevado;
b) Natural ou produzida pelo homem, oficialmente arrolada ou posta sob protecção oficial pela lei;
c) Que possua importante valor científico, artístico ou histórico e se encontre em colecção ou exposição públicas ou acessíveis ao público; ou
d) Que possua significado importante para o desenvolvimento tecnológico ou económico;
é punido com pena de prisão de dois a oito anos.
3 - É correspondentemente aplicável o disposto nos n.os 3 e 4 do artigo 204.º e 2 e 3 do artigo 206.º e na alínea a) do n.º 1 do artigo 207.º
4 - O n.º 1 do artigo 206.º aplica-se nos casos da alínea a) do n.º 1 e da alínea a) do n.º 2.

 

 E ao não fazê-lo, além de abrir a possibilidade de outros vândalos destruírem monumentos nesta terra, dá clara amostra que não tem consciência cultural acerca do valor do património edificado desta terra.

Podemos admitir que um Vereador seja inculto, mas caberia ao Luís Dias que é o Vereador da Cultura, esclarecê-lo sobre o valor dos monumentos.

Curiosamente está o dr. Dias muito caladinho neste processo....

Os elementos a que tivemos acesso permitem muito mais considerações sobre este assunto.

E iremos fazê-las.

Porque Santo Amaro é um caso exemplar da destruição do nosso património, e dele devemos retirar as consequências ajustadas a Direito.

ma

 



publicado por porabrantes às 18:00 | link do post | comentar

santo amaro grua

CMA abriu um processo de contra-ordenação à promotora Outeiro das Mós pela demolição ilegal da Ermida de Santo-Amaro em 2017.

Porque é que o Caseiro Gomes não informou disto o Vereador Armindo Silveira quando este levantou a questão????

Porque é que o Caseiro Gomes defendeu entusiasticamente os promotores????

Porque é que não embargaram obra?????

Porque é que o Vice ou a cacique não divulgaram isto e o não levaram à sessão????

dec

 mn

extracto de carta da autarquia à Tubucci

 

nota: assunto a tratar

  



publicado por porabrantes às 13:55 | link do post | comentar

Segunda-feira, 27.08.18

rijo

 Esperamos que o Vice Caseiro Gomes tenha sabido disto pelos fiscais e não em conversas de café com empreiteiros....

 

Foto publicada no face pelo grande abrantino Sr.João Rijo.

 

mn



publicado por porabrantes às 09:04 | link do post | comentar

Sexta-feira, 27.07.18

ouvir o Vice Gomes mete os pés pelas mãos

 

parece que o Vice está chateado com os blogues

 

O blogue do dr.Álvaro Batista, o arqueólogo municipal, volta a criticar o Caseiro Gomes 

 

E nós também voltaremos ao assunto.....

 

Agradece-se ao Álvaro e ao Armindo Silveira a militância cívica

santo amaro 8

 

 

Entretanto parece que há outro empreiteiro que quer demolir isto

 

No fim de contas é uma ''capela''' como há muitas....

 

mn

 



publicado por porabrantes às 19:19 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Como é que se atreve?

Família Gomes encaixa 300...

Santo Amaro d' Abrantes, ...

S.Domingos e o famoso din...

A cacique apresenta pare...

Porque se ocultou o proce...

A inércia camarária e o ...

Patos-Bravos das demoliçõ...

Onde andam os fiscais do ...

Blogue volta a criticar C...

arquivos

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

valamatos

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17
18

19
20
24
25

26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds