Domingo, 18.04.10

Já que começámos a analisar a brilhante carreira do maior político do Souto, o ex-Vereador  CDS de Abrantes e empreiteiro José Rodrigues Branco, aqui deixamos mais alguns dados:

 

Aúrea Sampaio in Independente 30 Junho 2000 com o magnífico título: ISALTINO DIZ QUE HELENA LOPES DA COSTA DÁ MÁ IMAGEM AO PSD''

 

''Acusações, cartas, denúncias, tudo tem acontecido à volta da conturbada eleição para a secção de Algés (Lisboa). O clima foi tal que a questão acabou por subir até ao próprio Durão Barroso. A coisa não era para menos, dado que o processo envolvia dois membros da Comissão Política Nacional, Isaltino de Morais e Helena Lopes da Costa. É o PSD no seu melhor.

Os traços essênciais da eleição contam-se em poucas linhas. Concorreram duas listas, uma apoiada por Isaltino e outra por Helena, esta aliás impossibilitada de voltar a recandidatar-se à liderança da secção da secçãop por ter atingido o número máximo de mandatos permitido pelos estatutos. E foi esta lista que venceu por 37 votos de diferença num escrutínio muito concorrido. Tão concorrido que, segundo os derrotados, até houve "brigadas móveis" de votantes, organizadas para apoiar a lista de Helena. Tanto josé Eduardo Costa, o candidato que perdeu, como Isaltino de Morais são unânimes no relato. A "ajuda" à lista vitoriosa foi dada pela inscrição de cinquenta e tal novos militantes trazidos por José Rodrigues Branco, um empreiteiro que foi vereador do PSD na Amadora até 1997, e que saiu do partido por não ter sido incluído na lista para as autárquicas desse ano.

Mas não faz mal, entrou então para a lista do PP e apresentou-se às urnas. Azar dos azares, não foi eleito. Segundo Isaltino, "apareceu depois em Algés, dando como residência a casa do presidente do Núcleo de Queijas. Acresce que estes cinquenta e tal novos inscritos "entraram todos na mesma data por conivência com a então presidente da secção (Helena Lopes da Costa)", afiança Eduardo Costa. Mais: Costa assevera que, no dia das eleições, "um grupo de pessoas foi levada em carrinhas por Rodriguea Branco até ao local de voto". Garante que algumas destas pessoas "eram empregadas dele", africanos que tinham o bilhete de identidade da Amadora e que interrogados sobre as respectivas moradas não sabiam responder.

As peripécias são mais que muitas, incluindo ainda a existência de vários inscritos na mesma morada. "Ganharam as eleições, mas com fraude eleitoral", diz Eduardo Costa, que escreveu uma carta aos militantes a denunciar tudo isto antes das eleições.

Helena lopes da Costa, a principal visada diz que "isso é tudo mentira" e que a situação foi em devido tempo esclarecida "antes do acto eleitoral, pela distrital e pela direcção nacional através do secretário geral". Quanto à readmissão de Rodrigues Branco, afirma que tal foi feito dentro dos trâmites, ou seja, através de uma carta prévia à direcção do PSD "numa altura em que o partido apoiava a estratégia da AD". Com esta afirmação, Lopes da Costa quer desvalorizar o facto de aquele militante ter concorrido nas últimas autárquicas numa lista do PP.

O certo é que o assunto mereceu uma carta dura de Isaltino a Durão Barroso. "Isto são questões de natureza política e não jurídica", diz o autarca a O Independente, criticando, ainda a limpeza dos ficheiros do PSD, feita no tempo de Rui Rio, cujo efeito refere como "pior a emenda que o soneto". E como que a provar que a guerra entre os dois membros da CPN está para durar, Isaltino acusa Helena Lopes da Costa de "dar cobertura a atitudes negativas para a imagem do PSD". Quem também sai beliscada é Manuela Ferreira Leite, que foi, "informada de tudo". Mas quanto a este aspecto, Eduardo Costa é lacónico: "Sobre a conversa com a Dr.ª Manuela não faço comentários.''

in  Luz de Queijas, o blogue

que conta a história,em 12 de Outubro de 2009 anota:

Comentário: Tudo o que está escrito e muito mais, é a pura realidade. Tudo passou por Queijas (dezenas de militantes inscritos de forma fraudulenta). A executora, como sempre foi Josefina Cigarra. Os militantes falsos, ainda hoje constam dos cadernos de militantes de Queijas. Numa assembleia eleitoral feita no núcleo de Queijas, lá estava ao fundo da sala o Rodrigues da Junta( Secretário da JFQ e seu membro desde que ela foi fundada) em grande amizade com o empreiteiro que andou a trocrar o PSD e o PP, como quem muda de camisa! Perguntei-lhe se o conhecia ao que me disse, tinham andado os dois na tropa! Coincidências!

 

Para HLC, isto não são ilegalidades, não, não são. São aldrabices em acto contínuo, até destruirem o PSD! Hoje Isaltino, HLC e Josefina Cigarra são como irmãos. Porque será?''


Nota do Por Abrantes:

Começamos por saudar João Pico por não ter trazido o Rodrigues Branco outra vez para a política abrantina. Trouxe outro Branco, mas este só apanhou 50 votos no Souto.

Anotamos que a trajectória do Rodrigues Branco é semelhante à do Pico. Aparece no CDS, é eleito Vereador em Abrantes, mais tarde faz declarações a um jornal local onde faz auto-crítica por a AD chefiada pelo mourisquense eng. Herlânder Leitão ter criticado o eng.Bioucas, desanda de Abrantes e passa ao PSD na Amadora, onde é vereador, depois mete-se numas trapalhadas que a Imprensa noticiou, é corrido da listas laranjas, candidata-se pelo CDS-PP e não é eleito. Depois volta ao PSD. Voltará também o Pico?

 

O mais divertido é a campanha anti-corrupção ou seja anti-Isaltino do Branco. Alegadamente carrega um montão de pretos em carrinhas e leva os trolhas a votar nas listas do PSD opostas às do Isaltino.


estes pedreiros não precisaram do Rodrigues Branco, são duma loja para pretos apoiante do Obama e como são maçons devem ser amigos do Isaltino.......

 

 

O Por Abrantes propõe a da Medalha de Mérito Laranja e Municipal ao Anti-Racismo e à Anti-Corrupção ao Rodrigues Branco pelo seu trabalho benemérito em tentar afastar o Isaltino da política e na integração do trolha made in África Lusófona nos meandros da partidocracia laranja e lusitana.

Falta referir mas já toda a gente sabe que o Isaltino foi condenado, apesar do ''povo'' gostar muito dele (excepto os pretos amigos do Rodrigues Branco) e a D.Helena Lopes da Costa (excelente apelido) ainda há pouco andava metida em complicações com o MP devido a umas trapalhadas na Câmara de Lisboa.

 

Bibliografia: Além da Cronologia do Eduardo Campos, podem ver-se as ligações entre Pico e Rodrigues Branco contadas aqui pelo próprio Pico.

 

Marcello de Ataíde com o correspondente no Souto e o Departamento de Estudos Históricos.



publicado por porabrantes às 12:04 | link do post | comentar

Sexta-feira, 05.03.10

 

o chefe da seita carrilhista em Abrantes terá entrado em transe?

 

retirado do blogue defensor da aliança Jota Pimenta/Pide publicámos isto:

''ARQUITECTOS METIDOS NA ORDEM

Arquitectos metidos na Ordem 

 

Mas há para aí uns "macacos" que andam à rasca, de irem parar atrás das grades da jaula...

 

( ver mais aqui) ''

 

Ou seja denunciámos um violentíssimo ataque à Instituição que tutela os arquitectos no nosso país, da autoria dum tal João Pico, que parece assumir-se como o defensor full-time dos interesses do atelier de Carrilho da Graça.

 

A causa desses interesses tenham de ser defendidos com recurso ao insulto reles e à mentira, tudo por causa do vil metal, reside em vários motivos.

 

O primeiro é que a evidente falta de talento de Baptista Pereira para discutir os méritos e a legalidade do projecto forçaram Alves Jana a censurar António Castel-Branco.

 

Baptista Pereira estava aparentemente em pânico e as respostas que podia fornecer seriam motivo de risota geral em toda a Abrantes e em toda a Comunidade Académica.

 

Estamos a imaginar o Doutor Brigola convocar os seus estudantes de Museologia, mostrar-lhes os escritos de Baptista Pereira e uma gargalhada monumental, capaz de ecoar por toda a Évora, sair da boca dos alunos.

 

O Doutor Brigola contendo o riso pergunta: Já leram o blogue da D. Ana?

Nisto, toca a campainha e termina a aula.

 

O segundo foi a descoberta das ligações evidentes do Oosterbeck à extrema-direita através de Pacheco do Amorim e naturalmente a outra gargalhada geral que inundou o IPT  quando Ooesterbeck denunciou a campanha fascista contra o MIIA.

 

Será liderada pelo velho Pacheco? terá perguntado um contínuo.

 

O resultado foi delegar essas funções no tipo que chama macacos a todos os arquitectos e à Ordem dos mesmos!

 

A coisa também já deu de si. O líder do trolhismo fez tanta asneira que já retiram um mega-projecto ao Carrilho e a mesma coisa ameaça  dar-se no caso do MIIA.

 

E o gajo em vez de conter-se: começa a insultar a Presidente da Câmara, depois de ter feito já a asneira de divulgar no seu blogue o cartãozinho de felicitações do Sr. Cónego e Administrador da Fundação à D.Maria do Céu.

 

O Sr. Cónego ficou fulo e a sua santa ira ameaçou cair sobre o Carrilho e sobre os restantes militantes do casamento gay.

 

Agora  o líder do trolhismo continua a insultar a Presidente, insinuando coisas que deviam levá-lo a um tribunal se não forem certas .

 

Achamos que a Presidente tem o dever de processar criminalmente  Pico ou de esclarecer o imbróglio.

 

Como a achamos que a Ordem dos Arquitectos deve actuar do mesmo modo.

 

E já agora a Junta de Alferrarede e de São Vicente porque o Pico acaba de chamar macacos  aos habitantes da terra :''

MACACOS VÃO TER ZONA VERDE EM TELHEIROS?

Macacos vão ter Zona Verde em Telheiros? 
Quem será o arquitecto convidado? Ou será por Concurso?''

 

 

in Pico do Zêzere

  

Para terminar o folhetim, rogamos ao lobby pró-MIIA que escolha outra porta-voz !!!

 

POR ABRANTES

 

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 15:36 | link do post | comentar

Sábado, 27.02.10

 

Jota Pico esqueceu-se de vez de tomar Xanax.

 

Agora insinua que Luisa Mesquita pode ser o Zé da Cachoeira!!!!

 

 

Leiam e delirem também : 

 

''NOTA: Suspeita-se que o Cachoeira possa ser outro dos anónimos peticionários. O estilo deles é muito idêntico!'' (ler mais aqui) 
 
Tinha sustentado isto:  ''Quer dizer, uma não era bem anónima até hoje, depois da denúncia neste blog. A deputada anónima, era do PCP. Mas não é por isso que perdia legitimidade para o fazer. A sua ilicitude é usar o anonimato. Uma deputada da Assembleia da República, não deve nem pode, usar o anonimato em petições públicas.
Aliás, como é que só hoje é que foi desvendado este misterioso anonimato?! Os outros colegas de Petição teriam objecções em assinarem se soubessem que era a deputada Mesquita, a deputada anónima?''
 
E depois com o mesmo raciocínio pidesco que os tipos que montaram o processo estalinista contra Zita Seabra, vem a acusaçãozinha sobre a origem de classe, típica dos burocratas estalinistas e dos tipos da laia de Rosa Casaco:
 
''Mas este folhetim põe a nu toda a cáfila, dita de abrantinos ( com anónimos do "jet-set" comunista, pois a dita ex-deputada é de origens burguesas conhecidas, muito eletista, não entra em qualquer restaurante ou café, muito menos numa tasquinha, como referia um amigo meu deputado), que têm minado Abrantes e enchido de votos, as urnas dos socialistas.''
 
Ou seja Pico estudou todos os discursos da deputada, todos os textos que a Senhora inseriu no Avante e no Militante, todos os requerimentos que fez enquanto Vereadora da Câmara de Santarém, para poder alicerçar que Zé da Cachoeira, poderia ser  Luísa Mesquita.
 
Ou melhor para lançar a suspeita de que Luísa Mesquita ou 31 outras pessoas ''anónimas'' possuíam um estilo semelhante ao do difamador do Pinhal Cachoeira.
 
Ora bolas, se os 32 candidatos a serem Cachoeira, um gajo reles e seboso, eram anónimos portanto desconhecidos, como é que o genial caudilho do Pinhal sabe qual é o estilo deles?
 
Terá tido o capelão do Pinhal uma visão divina?
 
 
 
POR ABRANTES 
 

 



publicado por porabrantes às 13:03 | link do post | comentar

Domingo, 31.01.10

 

 

Replica-nos João Pico em tom grosseiro (para variar)  aos posts em que o vamos culturalizando para que melhore a sua cultura rural e se urbanize, porque a urbanidade é essencial à política.

A sua falta de maneiras fez com que a população do Souto, gente muito bem educada, graças à D.Alice de Brito  e à religiosidade do seu povo , trabalhadora e ordeira,  se fartasse das suas  maneiras rupestres (à moda do Saldanha) e o expulsasse da vida política local.

 

Pico não vale nada politicamente no Souto e a prova é que se valesse tinha conseguido mobilizar o povo, levá-lo até aos Paços do Concelho e organizar uma manifestação contra aquela barbaridade que se passou no cemitério do Souto.

 

Também pode acontecer que a barbaridade seja inventada ou exagerada, como a participação heróica de D.Lopo em Aljubarrota degolando castelhanos a espadeirada limpa.

 

É ainda presumível que o Pico lhe falte o que tem o  dono do Jerico, ou seja coragem para protestar na Praça Pública, com valentia, sentido de humor e inteligência mediática.

 

 

Imaginemos que o Pico cruzava esta esquina, montado no Jerico ou noutro asno, como este:.

 

Atrás deles 500

 

habitantes

 

do Pinhal gritando:

 

PICO SÓ  HÁ UM!!!

                      O DO SOUTO

 

E MAIS NENHUM!!!

 A seguir numa limusina o maior investidor vivo de Portugal e colónias,

 

                                

o Patriarca da Empreitada,                            

                                                    O HOMEM DO POIS, POIS,

 

e 2000 habitantes

agradecidos da Reboleira

                      

empunhando cartazes destes

 

 

 

E MILAGRE, ATRÁS OS DOIS HISTORIADORES DO SOUTO E UMA POETISA RURAL......

 

E DEPOIS, O CAUDILHO PICO LANÇAVA UM DISCURSO À MODA DESTE, NATURALMENTE ADAPTADO ÀS CIRCUNSTÂNCIAS DO ALEGADO ESCÂNDALO DO CEMITÉRIO DO SOUTO.

 

 

“Vejam este pobre homem, vetusto cidadão desta cidade. Morreu com quase cem anos. Aqui viveu, aqui nasceu, aqui teve filho, aqui constituiu família. Nunca saiu daqui. Mas agora depois de morto ele é obrigado a emigrar. Botam o corpo dele dentro de uma rede e lá vai ele balançando sua difuntice, através de três léguas para ser enterrado em terra estrangeira, em meio a estranha gente. Pode este homem dormir sossegado, em sonho eterno? Pode sua pobre alma ter paz?”

 

 

 

   com as amplas massas na rua,

        a Drª Maria do Céu e a vereação tremiam......

 

   relançava-se  o piquismo e o cds              

E entrava-se num novo

 

ciclo político......

 

mas o problema é que o Pico, nosso estimado leitor, foi varrido da política do Souto ( e já agora da Carreira do Mato e da Aldeia do Mato) por líderes carismáticos como o nosso apoiante Dr.Valentim......

 

E isto já não se pode fazer...........

 

A não ser que o Sr.Pico pare um bocadinho a pensar nos erros cometidos, peça à D.Matilde, Senhora muito bem-educada, umas lições de civilidade e volte à política com melhor feitio e menos insultos.... 

Então o milagre do Pico

 

conquistar a C.M.A 

poderá dar-se.....

 

Para mal dos nossos pecados, naturalmente e da nossa estimada

 

 

e pobre Cidade que teria a Rua Álvaro Cunhal baptizada logo como Avenida Silva Pais ......

 

 

 

POR ABRANTES



publicado por porabrantes às 11:35 | link do post | comentar

Quinta-feira, 28.01.10

 

 O que góstavamos era de pôr aqui isto

 

E não falar no tipo.....

 

Mas, vamos corrigi-lo paternalmente antes que ele escreva para a Nova Aliança mais dislates e afixe isto no seu blogue

 

Sendo o primeiro populista do País a militar na cruzada pelo casamento entre pessoas do mesmo sexo para modernizar Portugal, com o mesmo  afã que a  Jota Pimenta para vender andares publicitava no órgão da Pide.

 

a) João Pimenta não é (nem nunca foi) ''  maior investidor e industrial abrantino ainda vivo '', felizmente para Abrantes é-o o Senhor Conde de Alferrarede.

 

Prova que um aristocrata pode ser um às nos negócios, não é preciso ter sido servente e nascer no Souto para ganhar muito dinheiro.

 

Basta ter muito talento e classe como Miguel Pais do Amaral.

 

b) Duarte Ataíde Castel-Branco não foi medalhado pelo ''arguido''.  Foi medalhado por decisão unânime da C.M.A. com o voto dum dos padrinhos da traição de Pico ao CDS-PP, Pedro Marques.

 

O Pico fê-lo dizendo assim '' ser Vereador estival e moço de recados do Sr.Dr.Pedro Marques'' vale bem uma traição ao partido do Dr.Portas......  

 

Agora diz que quer uma medalha, desde já sugerimos ao Dr.Valentim que lhe atribua o ''Prémio Pimenta à construção mais feia do Souto'' -aquele horrível depósito de água carrilhista e socrático.

 

c) Como responsável político dum partido com representação na Assembleia Municipal o Pico em vez de se dedicar à aleivosia via blogues, tinha obrigação de mandar a D.Matilde perguntar no lugar adequado o que se passou com a busca da polícia Judiciária à CMA.

 

Se não o faz é porque tem medo ou é não quer fiscalizar o Executivo......

 

Também é certo que estar a dizer-lhe isto, é demasiada areia para a sua camioneta.....

 

 

PS- Não havendo foto da camionete, temos de nos contentar com uma carroça.

 

POR ABRANTES 

 

   



publicado por porabrantes às 12:03 | link do post | comentar

Quarta-feira, 27.01.10

 

 

 

 

 

João Pimenta concedeu no ano 2006 uma entrevista ao Mirante  que vale a pena reler para saber o que é a tão celebrada

 

'' EXPERIÊNCIA DE VIDA'',

 

ou seja a maturidade acumulada por um Senhor, que tinha uma bonita idade  quando a concedeu, um longo passado empresarial e como dirigente futebolistico.

 

 

Tal percurso tinha ensinado ao senhor uma verdade elementar :Uma pessoa não se deve meter em política porque isso só traz chatices......

 

O jornalista pergunta a João Pimenta, natural do Souto e célebre construtor civil : 

''É uma pessoa alérgica à política?

 

Sim, sem dúvida.'' -responde o empresário, com aquela sabedoria salazarista que dizia ''a minha política é o trabalho''.

 

 

 

Mas como na vida há que abrir excepções,

   

                          POIS, POIS .... 

                                                 como diria o Alexandre O'Neill

   

 

 

 

 

 foto citi

 

 

 

 

E o prudente Pimenta, abriu-a

 

 

 

 

Continua o jornalista:

 

''

Nunca deu a cara por nenhuma campanha eleitoral?

Não. Porque é que hei-de fazer isso? Há muita gente que faz isso, que hoje dá o rosto por um, amanhã dá por outro. Eu não me meto nisso. Apoiei apenas nesta última campanha em Abrantes o João Pico (candidato do CDS à câmara como independente). Foi o apoio a um amigo, mais nada...''

 

 

Pobre João Pimenta tanta experiência acumulada e consegue logo ir apoiar 

o candidato menos votado na orbe abrantina nas últimas décadas.....

 

 

 

 

A experiência do Pimenta não serviu para nada, até a D.Matilde ganhou ao Mestre-de Obras

 

 

D.Matilde Lino Netto que venceu o Pico nas primárias do CDS-PP

 

De forma que o Sr.Pimenta teve ter dito outra vez, POIS, POIS  e jurado que não se metia noutra.....

 

POIS, POIS.....

 

POR ABRANTES



publicado por porabrantes às 22:21 | link do post | comentar

Terça-feira, 26.01.10
 

Esta manhã o Pico contou esta história:

João Pico que defendeu a Liberdade e só por isso aderiu ao 25 de Abril, pese toda a desilusão do PREC, que foi o primeiro a combater e a fazer levar ao Souto um pelotão do RI 2 de Abrantes para "protegerem dos reaccionários"(diziam esses tropas) a assembleia de voto toda pintada com letras garrafais de mais de 1 metro de altura de " CDS" e de "PPD"nas eleições de Abril de 1975, não será agora que iria desistir.
Verifico até que Abrantes está cada vez mais cercada de incompetentes. O que me obriga a permanecer na luta.''
 

A meio da manhã a versão  heróica das aventuras do Pico no Prec, que ele decerto escrevera para salientar o seu papel determinante na luta anti-fascista e anti-gonçalvista,

desapareceu do blogue Pico do Zêzere.

 

 

Certamente azares da Informática.......

 

 

 
 
 
 
 
 
 
Entretanto deve-se ter reunido a Comissão Política Concelhia do CDS-PP para analisar a situação e a campanha comunista anti-Pico e simultaneamente realçar o seu apoio inquebrantável ao Carrilho da Graça, ao Baptista Pereira e e ao divulgador de pinturas do Reich
               
 

 

A conclusão resumida parece ser esta,  

 

                ''a torre do carrilho é 

melhor que a casa milho''

 e vá de emitir nova versão do

heroísmo do líder... 

 

(...)

(....)

Mas o CDS/PP já havia feito história em 1975, quando um seu militante, João Pico, pintou com alguém militante do PPD, as letras garrafais nas paredes da Sociedade Recreativa, com as siglas " CDS" e "PPD".
Esse facto motivou que a Câmara e a Comissão Eleitoral local denunciasse o facto ao núcleo do MFA. No dia das eleições à Constituinte (25 de Abril de 1975), a assembleia de voto, nessa mesma sede da Sociedade Recreativa viu-se cercada por um pelotão enviado pelo RI 2 de Abrantes, comandado por um furriel de Lamego, que dizia estar ali a montar segurança, pois temiam a chegada dos "reaccionários".
Ironia do destino: um desses soldados de vigia nesse pelotão é hoje militante do CDS/PP em Abrantes e confirmou a história.
 

 

 

A Comissão também apurou que as siglas nesta obra-prima significam CDS:

 

Para conhecer toda esta confusão leia aqui 

 

E peçam ao Exmo. Líder Carismático do CDS-PP que reponha o post desaparecido misteriosamente.....

 

 

POR ABRANTES



publicado por porabrantes às 19:02 | link do post | comentar

Quarta-feira, 20.01.10



publicado por porabrantes às 15:17 | link do post | comentar

Terça-feira, 19.01.10

Responder a João Pico é pura perda de tempo.

 

Aliás já teve a resposta merecida ( e resta saber se terá mais) dos eleitores que reduziram o CDS-PP à ínfima expressão.

 

Se houvesse sensatez na direcção local e distrital do CDS-PP João Pico já devia estar no olho da rua, desde o momento em que traiu o partido para se fazer eleger com o apoio confesso do descendente do BUIÇA ( de quem era íntimo e conhecia a história completa) nas hostes laranjas.

                    

 

O CARRO LARANJA COM QUE PICO QUERIA CONQUISTAR O PINHAL......

 

 

Culpa, João Pico o Dr.Falcão Tavares porque o Convento ameaçaria ruína.

 

De quem é o Convento?

 

Da C.M.A.

Pode-nos citar uma diligência feita enquanto Vereador de Verão ( eram as suas funções no PSD fazer de moço de fretes do Dr.Perdro Marques substituindo-o, quando chegavam as férias.....) para impedir a alegada ruína do Convento.?

 

Mas uma diligência com papéis oficiais na mão, transcrevendo a a acta da CMA e dando o seu número e data.

 

Como não a cite, citaremos nós outras, quando nos der na gana.

 

Quanto à direcção local do CDS que diga se o Pico fala em nome próprio ou do Partido, porque também sofrerá as consequências se for solidária com as alarvices do boss.

 

Se João Pico não for capaz de citar uma acta que seja, a interpretação é obvia, é ele um dos cúmplices do alegado estado de ruína do imóvel.

 

Portanto só lhe resta devolver os 600 euros de senhas de presença que o povo de Abrantes lhe terá pago para ajudar a restaurar o convento e emigrar para a Reboleira, o paraíso ecológico que ele gostaria que fosse Abrantes.  

 

   

 

 

 

      

 

E PODER-SE-Á DEDICAR A CONSOLAR ESTE SENHOR DA DERROTA QUE LHE PROPICIOU O NOSSO APOIANTE SR. DR.VALENTIM....

 

POR ABRANTES



publicado por porabrantes às 18:27 | link do post | comentar

Sexta-feira, 08.01.10

''Educar bem, é transformar o mundo''

Paola Fransinetti

 

 

O ensino privado em Portugal foi durante muito tempo o único recurso para que as pessoas do Interior pudessem ter acesso  à cultura e  à formação profissional.

 

E os colégios da Igreja Católica tiveram nesta tarefa um papel notabilíssimo sendo de destacar no caso abrantino o Colégio La Salle e o Colégio de Fátima.

 

Temos políticos locais brilhantes que estudaram no primeiro como é o caso do Dr. Santana-Maia Leonardo, apoiante da petição.

 

Que continua fiel à doutrina da Igreja escrevendo crónicas no quinzenário católico Nova Aliança.

 

O Dr. Santana-Maia Leonardo levou a sua devoção lassalista, coisa que só o honra, a destacar essa formação no seu CV eleitoral e a inserir a sua fotografia junto com o seu antigo Mestre, o Reverendo Irmão João, na página do Amar-Abrantes.

 

 

 

 

 

O Dr. Santana-Maia Leonardo também escreveu um notável artigo sobre a formação lassalista que pode ler aqui .

 

Da mesma forma fulminou os discípulos do Zé da Cachoeira noutra prosa que publicou no quinzenário dirigido pela sua colega Drª Ana Soares Mendes.

 

Estamos solidários  com ele e gratos com o seu apoio à petição, mas noutro post faremos algumas anotações críticas a posições recentes do PSD local sobre o Património.

 

 

O Colégio de Fátima, das Irmãs Doroteias, ordem religiosa fundada por Paola Fransinetti,

teve o mesmo papel na educação feminina e continua felizmente activo na formação religiosa das crianças abrantinas.

 

Pena é que as Irmãs Doroteias não respondam ao desafio de abrir o Colégio ao ensino secundário como espera a população abrantina ansiosamente.

 

 

Já sabemos que alguns sectores conservadores do nosso clero acham que a Missão da Igreja se resume a abrir asilos e centros de toxicodependência, esquecendo a Pastoral da Juventude.

Foto da nossa querida Diocese

 

Por isso estamos certos que o nosso Venerando Prelado, D.Antonino Dias abrirará de novo ao ensino católico o Colégio de Santo António em Portalegre, corrigindo paternalmente a orientação errada do seu antecessor, D.José Sanches Alves.

 

Um exemplo da excelência da educação católica e em particular da  das Doroteias é nos dada pela jornalista drª Manuela Moura Guedes, antiga aluna desta Ordem, que acaba de se se constituir como Assistente no processo das escutas conhecido como ''Face Oculta''.

 

Foto D.N.

 

Já que os políticos não querem apurar a verdade, restam-nos os jornalistas católicos para o fazerem.....

 

O exemplo da Manuela será decerto seguido por outra ex-aluna das Doroteias, a actual Vice-Presidente Nacional das Antigas Alunas, a deputada municipal Lino Netto.....

 

A quem sugerimos que se constitua como assistente em nome próprio ou do PP no processo resultante da busca da benemérita Polícia Judiciária à C.M.A.

 

Os abrantinos têm o direito de saber a Verdade!

 

Doa a quem doer!

 

Um jornalista do Sol seguiu o valoroso exemplo da Dr.Manuela e também já é assistente no processo Face Oculta.

 

Talvez a Comissão Política Concelhia do PSD queira seguir-lhe o exemplo e fazer o que sugerimos à ilustre deputada Lino Netto.

 

Finalmente deixamos uma sugestão bibliográfica a quem queira conhecer a carreira lassalista do Dr. Santana-Maia Leonardo..

 

Comprem o livro: 

 

do nosso colaborador e amigo Dr. Paulo Falcão Tavares. Está lá tudo.

 

E para que o Paulo não se zangue lembramos que S.A.R. a Duquesa de Bragança também é antiga aluna das Doroteias.

Foto da Casa Real

 


POR ABRANTES



publicado por porabrantes às 13:00 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Isaltino, empreiteiros e ...

LOBBY PRÓ-CARRILHISTA PER...

O Delírio

As amplas massas

O Dever

'' EXPERIÊNCIA DE VIDA'',...

Abrantes Popular desmente...

Antologia 15 A ROMARIA A ...

PERDA DE TEMPO

ELOGIO DAS DOROTEIAS

arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds