Segunda-feira, 15.07.19

67152958_2393634427573163_6511365854632869888_n

 

66579680_2393634540906485_2300091038687035392_n

66463387_2393634817573124_3805643050651222016_n

O Sr. Tiago Silvestre publicou estas fotos do cemitério de Alvega, ao abandono e disse:

 

(..)

1 - A freguesia não tem uma responsabilidade de manter este lugar de respeito limpo e arrumado?

2 - Se é um problema financeiro no orçamento que o municipio disponibiliza não existe uma verba para o pagamento de um "cantoneiro"?

3 - Já há muitos anos que se perdeu o respeito pelos vivos a prova disso é o estado em que se encontra aquela que era há não muitos anos (até porque eu não tenho muitos e ainda o vi) uma das mais belas freguesias de Abrantes, agora perdeu-se o respeito pelos mortos? (...)

 

E tem toda a razão do mundo.

 

O eng Luís Lourenço, da CDU, esclareceu, no face, isto:Luís Lourenço Em Fevereiro de 2017 a CDU apresentou uma moção para que a Câmara assumisse os investimentos em todos os cemitérios do concelho uma vez que todos somos abrantinos e todos pagamos os nossos impostos. A Moção foi rejeitada pela maioria PS onde se inclui o actual presidente da Junta da União de Freguesias de Alvega e Concavada. 
"MOÇÃO
Os cemitérios, como todos sabemos, destinam-se à inumação de cadáveres de indivíduos falecidos e são por isso locais considerados sagrados para as populações que têm ali sepultados os seus entes queridos.
Estes locais, devem estar arranjados de forma a dar dignidade ao espaço e a ter um ambiente capaz de atenuar a dor dos que ali se tem que deslocar para a acompanhar um funeral ou visitar a campa de algum familiar ou amigo.
Como é sabido, os cemitérios têm espaço devidamente limitado e por vezes é necessário proceder ao seu alargamento. Este procedimento tem por vezes custos consideráveis, com a aquisição do terreno, analise das terras e a sua eventual substituição, construção de muros e todas as infraestruturas necessárias.
Em Abrantes, existem quatro cemitérios denominados municipais, onde toda a manutenção e obras estão a cargo do município. Contudo há inúmeros cemitérios denominados paroquiais cuja gestão se encontra a cargo das juntas de freguesia, para as quais os custos de investimento são incomportáveis face aos seus magros orçamentos.
Temos consciência de que o município comparticipa com algumas verbas para fazer face a essas despesas, mas que nem sempre é o suficiente. Todos os munícipes pagam os seus impostos para poderem ter um cemitério digno e não é aceitável que haja uma discriminação dos munícipes consoante morem nesta ou naquela freguesia.
Assim, face ao exposto, a Assembleia Municipal de Abrantes, delibera que todos os cemitérios do concelho tenham um tratamento igual em termos de investimento, independentemente da sua gestão, ficando o mesmo a cargo da Câmara Municipal. 
Abrantes, 24 de Fevereiro de 2017"

 

mn

 



publicado por porabrantes às 09:37 | link do post | comentar

Quinta-feira, 04.10.18

 

1235528_567111796687068_1660016351_n

 

644065_567111283353786_507870906_n

Foto de 2011

 Hoje faria 88 anos o nosso amigo e grande abrantino Artur Lalanda, que caracterizou a sua vida por uma formidável intervenção cívica. A melhor forma de o homenagear é dar-lhe a palavra.

17540363_bdQeW

 

Eis como mostrava o Cemitério dos Cabacinhos, destratado pelo caciquismo. 

 

ma



publicado por porabrantes às 08:23 | link do post | comentar

Sábado, 25.08.18

Com tantas mortes neste Agosto, apetece fazer alguma  crónica tétrica.

 

Em 1894 os herdeiros da família Themudo enfrentaram-se para disputar a posse do jazigo familiar no cemitério abrantino.

 

tuma themudos

A Relação de Lisboa foi forçada a decidir  se o jazigo podia ser avaliado como outro bem a dividir entre os herdeiros e disse que não....

 

jazigo themudo

 

Parece que há abrantinos que têm problemas em legalizar jazigos nos Cabacinhos, a família Themudo não terá porque há uma sentença que diz que o jazigo é deles, queiram os caciques ou não.....

 

mn

 



publicado por porabrantes às 16:55 | link do post | comentar

Terça-feira, 15.08.17

cemitério arreciadas.png

O amigo Armindo Silveira publicou isto, era 12 de Agosto:

 

''Perigo no Cemitério de Arreciadas. Diversos pinheiros estão a colocar em perigo quem tem que ir visitar os entes queridos pois os pinheiros estão inclinados para dentro deste cemitério. Segundo alguns populares, o Presidente da U. F. de S. Miguel do Rio Torto e Rossio ao Sul do Tejo, tem conhecimento da situação já há tempo suficiente para tomar as respectivas diligências para resolver o assunto. Mais informaram que um grupo de senhoras deu-lhe conhecimento no local. Esperamos que esta situação seja urgentemente resolvida pois, se a tragédia acontecer, temo que a "culpa morra solteira". Aguardamos os desenvolvimentos.''

 

Hoje uma árvore de grande porte provocou uma tragédia no Funchal, depois de avisos vários à autarquia local

 

Diz o Armindo que o cemitério é da União de Freguesias ou da CMA.Não sei.

 

Dava isto para uma cáustica crónica sobre aquilo que os burocratas chamam actividade cemiterial

 

Segundo a CMA os cemitérios rurais não estão sob a sua alçada, e há juntas bem como a cacique, bem como o Bruno Tomás que dizem que ''são do povo''.

 

E em Casais de Revelhos os coveiros trabalham à gorjeta.

 

Tudo isto serve para dizer que em caso de acidente que destrua campas ou mate alguém vai ser o bom  e o bonito, com gente a escapulir-se à responsabilidade.

 

barquinha.png

Parece que tiveram o morto numa arrecadação e trataram a família abaixo de cão.

ma 

 



publicado por porabrantes às 16:38 | link do post | comentar

Quarta-feira, 09.08.17

enterros em agosto.png

Por descargo de consciência fui ver se  na acta seguinte pediram desculpa à família do falecido

Não pediram

Mas a cacique meteu os pés pelas mãos porque havia uma bronca no cemitério do Souto

povo 2.png

acta referida

Ora se Santa Catarina não era gerida pela CMA, porque é que a família teve de lá ir levantar a guia?

 

Portanto o nosso conselho, caro leitor, não morra em Agosto, para evitar cenas destas.

ma

 



publicado por porabrantes às 08:30 | link do post | comentar

Sábado, 01.04.17

 

Imaginam que a Junta do Bruno tem o mau gosto assombroso de se vangloriar que consegue enterrar dois mortos ao mesmo tempo e divulga pelo facebook as covas abertas sem o mínimo respeito pela dor das famílias e pelo que é um momento íntimo, reservado à dor familiar e  para o qual devia haver recato?

Para ganhar eleições tudo é permitido?

campas ab.jpg

Só por isto merecem ser escorraçados pelo voto popular!

E já que se gabam de bom trabalho cemiterial , os que humilharam os abrantinos com as múmias de Santa Catarina, vai uma foto tirada fora do recinto dum cemitério de Abrantes

abrantes insólito.jpg

as lápides ao deus-dará fora do recinto (devida vénia a Abrantes Insólito)

mn      



publicado por porabrantes às 18:23 | link do post | comentar

Quarta-feira, 22.02.17

perceber.png

Com a devida vénia publicamos as declarações do líder da Oposiçao (AGIMOS) nas Mouriscas.

Ou seja há obras no Cemitério, que é da CMA, sem projecto.

Saberia a cacique ou estaria ocupada a beijar reverencialmente a mão a Sua Majestade Católica, Felipe de Borbón, em Málaga, de quem gabou ontem o ''charme'', esquecendo-se de referir que trapinhos levava a ''neta do taxista''?

Só faltou levar a ''Hola'' para a sessão da autarquia.

Pronto20121126649_grande.jpg

mn 



publicado por porabrantes às 08:17 | link do post | comentar

Segunda-feira, 22.02.16

elizete jardim.jpg

Mirante

 

Escaparam-nos estas declarações da drª Elizete Jardim ao Mirante. Mas não nos escaparão as declarações do Anacleto Batista, numas jornadas diocesanas.  O Anacleto não fez declarações sobre a situação de vendedora imobiliária da sua superiora hierárquica na Nova Aliança, drª Ana Cabral Soares Mendes na Remax. Ainda.

jardim nelson.png

Para ler isto  melhor selecciona-se do Mirante, o mais interessante da entrevista da drª Elizete.

(...)

Antiga chefe de gabinete de Nelson Carvalho não concordou com algumas obras em Abrantes

Foi chefe de gabinete do ex-presidente da Câmara de Abrantes, Nelson Carvalho, entre 2000 e 2005. Como vê algumas obras faraónicas feitas no concelho? Há medidas que Nelson Carvalho tomou com as quais eu não concordava. O cemitério à americana se tivesse um crematório não tinha os problemas que tem hoje. E eu que tanto insisti com ele para fazer o crematório. Não me resigno de não o ter convencido a não mandar abaixo um edifício no Tecnopólo. Era um edifício em tijolo burro e era uma marca naquele local.

Foi por isso que se de afastou Abrantes? Como chefe de gabinete e pela maneira de ser tinha poderes. Há um militante do PS, arquitecto, que estava em Lisboa, que fazia projectos para a câmara, e que de repente resolveu regressar a Abrantes para integrar a lista à câmara em segundo lugar. A ideia era ele subir a presidente com a ida de Nelson Carvalho para um cargo no Governo. Ele não gostava de mim porque tinha havido alguns desentendimentos relativos a projectos dele e dizia que a primeira pessoa que afastava da câmara era eu. Antes que o fizesse eu regressei ao Ministério da Agricultura.

E nunca mais quis cargos autárquicos… Esse vereador ao fim de um ano foi afastado de tudo. Nessa altura choveram telefonemas a pedir-me para voltar à câmara mas não fui. Já tinha a minha vida a andar na direcção regional. Mas não sou de ter mágoa, sou uma pessoa de bem com a vida.

Há mais projectos que não goste na cidade? Não gosto da requalificação do mercado. E já no tempo do Nelson Carvalho falava-lhe para fazer o que hoje os mercados estão a fazer, que é transformá-los em espaços de multiactividades, como a restauração.

Foram feitas muitas obras desnecessárias? Não defendo a construção de infra-estruturas porque há financiamento comunitário que vai pagar o projecto. Uma obra exige outros investimentos e despesas de manutenção que não são pensadas na altura em que se faz a obra. A construção de um equipamento tem de ser pensado com uma capacidade de dinamização que o sustente. Que é o que não acredito que vá acontecer na Escola Prática de Cavalaria em Santarém, por exemplo. (..)

 (entrevista de António Palmeiro)

Ficamos a saber que o chefe do CRIA queria ser Ministro ou subsecretário e terminou chefe do CRIA. Chegou lá e começou a fazer o que o Albano Santos alegadamente queria fazer à drª Elizete, cortar cabeças humbertistas.

albano.jpg

 Ficamos a saber que o PS seleccionou para delfim do Sr.Carvalho um prestador de serviços à CMA (por ajuste directo às vezes) que queria alegadamente sanear a Elizete, porque tinha havido ''problemas'' nos projectos que enviava para a CMA.

Recordo que o ex-promissor Albano fez um projecto dum quartel de bombeiros que nunca saiu do papel.

E já sabemos que a CMA tinha o mau costume de contratar como prestadores de serviços  ex-Vereadores PS, porque o Albano foi Vereador PS no mandato Lopes, quando o Zé Bioucas e o Alves Jana desertam.

A drª Elizete arrarsa o bunker da Céu

bunker inauguração.jpg

Arrasa a política de construir coisas só porque há fundos comunitários e insinua coisas divertidas sobre a saída do Albano.

Recorde-se que o Albano saiu da CMA prometendo revelar o motivo da saída, depois do Nelson o ter despromovido de VP para alcandorar o ''pensador'' PC a VPC.

Pina da Costa.jpg

O Albano ficou calado e a Isilda, chefe do PS e outras coisas (por exemplo Vereadora) saiu-sec om uma metáfora pegacha para explicar a crise ''a roupa suja lava-se em casa''.

Finalmente a drª Elizete faz umas críticas sobre o cemitério asqueroso de Santa Catarina, mas não consegue explicar porque é que aquilo é um campo de múmias.   

mn  

 



publicado por porabrantes às 10:38 | link do post | comentar

Domingo, 01.11.15

AF JPGS ABRANTES-01.jpg

No Tramagal,  o Largo de entrada do cemitério está assim

 

cemitério.jpg

Foto do Sr.Luís Pombinho no facebook com a devida vénia

 

Fez o Sr.Pombinho um justo protesto,moderado e racional. Entre outras coisas disseram-lhe que talvez fosse melhor pedir audiência ao Sr.Presidente da Vila.

 

Pois bem dizemos nós:

 

o ajardinamento do largo do Cemitério do Tramagal é uma vergonha, digna destes tipos que nos governam.

 

vão mexer no Largo do Bunker em Abrantes que não precisa de obra nenhuma (a não ser implodir o Bunker) e arranjam desculpas esfarrapadas para manter o Largo do Cemitério duma Vila assim.

Passem bem.

a redacção    



publicado por porabrantes às 12:33 | link do post | comentar

Quarta-feira, 11.02.15

Um documento exemplar. O ex-Presidente das Mouriscas sr. Manuel Grilo traça com palavras amargas, duras e sensatas, a forma como uma das grandes freguesias do Concelho é deixada ao abandono apenas porque vota CDU.

grilo.png

 

Espantosa a situação do cemitério, da barragem e ainda a série mesquinha de ameaças referidas pelo sr.Grilo.

 

mouriscas 1.jpg

 

mouriscas 2.jpg

mouriscas 3.jpg

 

 



publicado por porabrantes às 15:12 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O Cemitério de Alvega

O cemitério em 2011 (repo...

De quem é o jazigo????

As árvores do cemitério d...

Não morra em Agosto, sff

Um tenebroso mau gosto

Obras no Cemitério sem pr...

Quando Albano Santos quer...

Aqui, só com audiência do...

Mouriscas ao abandono

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds