Segunda-feira, 09.11.20

Temos o prazer de notificar o Sr. Carvalho da RPP, perdão CRIA, que no Tribunal de Tomar, o sr. João Tiago Silvestre Moura Josefa demanda a agremiação na bonita soma de  8 100,00 €

mp mirante.png

 

Não nos diga que vai pedir mais um subsídio aos caciques........

243572 Entrada:
09/11/2020
Distribuição:
09/11/2020
Autor: Joao Tiago Silvestre Moura Josefa
Réu: Cria Centro de Recueperaçao e Integraçao de Abrantes
Juízo do Trabalho de Tomar - Juiz 2 1478/20.1T8TMR

Valor:
8 100,00 €
Ação de Processo Comum
Entrega Electrónica - Refª 37069654

tags:

publicado por porabrantes às 23:41 | link do post | comentar

Segunda-feira, 02.11.20

Sobre o famoso chinês do CRIA

Reproduz-se com  a devida vénia este artigo da Lusa de 2014:  

 

Ativista de Macau acusa autoridades anti-corrupção de estarem de olhos fechados

12 de Junho de 2014, 23:35

Macau, China, 12 jun (Lusa) - O ativista Jason Chao acusou hoje o Comissariado Contra a Corrupção e o Ministério Público de fecharem os olhos ou evitarem uma investigação ao chefe do Executivo por alegadas ligações a um empresário de construção civil.

A revista Next, de Hong Kong, traz na sua última edição um artigo onde salienta que o primeiro chefe do Executivo de Macau, Edmund Ho, está sob investigação do Comité de Disciplina do Partido Comunista Chinês, a expressão oficial normalmente utilizada para indicar que um determinado elemento da hierarquia chinesa está sob investigação por casos de corrupção.

Apesar de não existir, oficialmente, qualquer confirmação desta investigação a Edmund Ho, vice-presidente da Comissão Política Consultiva do Povo Chinês -, alegadamente reaberta depois de uma primeira análise ter terminado sem qualquer acusação -, a Next faz a ligação entre Edmund Ho, primeiro chefe do Governo de Macau após a transição de poderes em 1999, e Chui Sai On, atual chefe do Executivo, com o caso Ao Man Long, o secretário dos Transportes e Obras Públicas, detido em dezembro de 2006 e já julgado e condenado a cerca de 30 anos de cadeia.

É que, segundo a Next, quer o nome de Chui Sai On, quer o nome de um empresário da construção civil - Ho Weng Pio - surgem nos blocos de notas onde Ao Man Long apontava os seus negócios, tudo quando o atual chefe do Governo era apenas um elemento da equipa de Edmund Ho e com a mesma categoria do secretário que acabou preso e condenado.

Para Jason Chao, esta referência a Chui Sai On deve ser esclarecida pelo próprio à população, caso contrário coloca em causa a sua recandidatura ao posto de chefe do Governo.

Chui Sai On termina em dezembro o seu primeiro mandato como chefe do Governo e anunciou já ser candidato a candidato a segundo mandato.

A vontade de ser candidato a candidato prende-se com um elemento essencial do processo: o chefe do Governo de Macau é eleito por um comité de seleção que terá, parcialmente de aprovar a candidatura, ou seja, um interessado ao cargo não consegue chegar ao dia da votação se não reunir, pelo menos, 50 assinaturas dos elementos do comité que depois irá escolher quem chefia o Governo.

JCS // PJA

Lusa/fim


tags: ,

publicado por porabrantes às 10:58 | link do post | comentar

Segunda-feira, 28.09.20

 

O CRIA, curiosa instituição, presidida por um seminarista, que dizia que teria dado um bom padre, divulgou isto: 

'' 

(..) Investidores de Macau apoiam o CRIA
Investidores de Macau concederam recentemente, através da Prosper Harbour, Ldª, um donativo para custear o pagamento integral de um elevador de transferências, equipamento que permitirá melhorar aqualidade dos cuidados dispensados a alguns dos nossos utentes e facilitar os nossos cuidadores no desempenho de tarefas que requeremenorme esforço físico.
No mesmo dia 3 de Setembro a Prosper Harbour, Ldª doou também um conjunto de bens para equipar 12 das camas instituição (12 edredões, 12 capas de edredão, 12 lençóis, 12 colchas, 24 almofadas, 48 fronhas, 24 toalhões de banho, 24 toalhas de rosto e 24 saídas de banho).
Os investidores, Srs. Ho Weng Pio e Ho Weng Cheong, são proprietários da empresa Ho ChunKei de Macau, com intensa atividade nos ramos imobiliário e da restauração. (...) ''
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Por pura curiosidade fomos ver quem é o chinês ......Ho Weng Pio
Este relatório das autoridades macaenses responsabiliza o benemérito  
Só para abreviar, o magnate chinês do CRIA, com muitas ligações ao poder local é descrito por um blogue macaista assim .....ler mais 
Entretanto outro benemérito de amplos cabedais, o Zé Guilherme via que o poder recusava a transformação da sua herdade alentejana (onde o cónego enchia a pança, mais o Dias  Loureiro,depois das caçadas às perdizes) em parque eólico.
Espero que seja o próximo a dar um generoso presente de 12 lençóis chineses ao CRIA.
mn 
há mais? há!!!!! 
 
 
 
 
 


publicado por porabrantes às 15:36 | link do post | comentar

Quinta-feira, 03.09.20

29543062_1691713930917411_2285320077927373534_n.jp

Presidente do CRIA numa das actividades da agremiação 

Sobre este assunto faremos  a necessária abordagem, por agora a posição da Oposição sobre o estranho e pouco transparente Protocolo CRIA/CMA no valor de 60.000 €   

 

Declaração de voto-Abstenção

DF Nº2-Autorizar a despesa de 60.000 € para celebração de Protocolo de coloboração com o Centro de Recuperação e Integração de Abrantes (CRIA)

 

Como não conseguimos encontrar os fundamentos para autorizar a despesa de 60.000€  no âmbito da celebração do Protocolo com o CRIA, solicito um esclarecimento detalhado onde vai ser aplicada a verba.

 

Declaração de voto-Abstenção

 

Não ignoramos a importância do CRIA no apoio e reabilitação dos cidadãos com deficiência no Concelho de Abrantes e limitrofes;

Não ignoramos que esta formação tem como objetivo proporcionar formação em contexto de trabalho;

O CRIA assume as responsabilidades financeiras como entidade acreditada para dar a formação;

O Municipio de Abrantes disponibiliza espaços verdes e apoio tecnico na medida do possível colaborando desta forma com o CRIA;

Quanto ao apoio de 60000€ não está justificado no protocolo a sua necessidade e aplicação e ainda que estivesse o seu enquadramento deveria ser no âmbito do Finabrantes;

Não havendo enquadramento no Finabrantes então só com a criação de um novo instrumento normativo que reúna num único corpo regulamentar os termos e condições que as instituições devem observar para se candidatarem aos apoios como forma de haver rigor, equidade, controlo dos apoios que são disponibilizados de acordo com o principio da transparência e imparcialidade concretizado através de regras claras na relação entre Municipio e instituições.

Por isso, se o executivo tenciona atribuir subsidios de valor tão elevados só com a criação de um Regulamento Municipal de Apoio às Instituições Sociais poderemos garantir regras claras para todos.

O BE não pode votar favoravelmente esta proposta de autorização de despesa pois não fui justificado pelo executivo onde vai ser aplicada a referida verba. Face ao exposto, abstemo-nos.

 

Armindo Silveira, Vereador do BE na Câmara Municipal de Abrantes


tags: ,

publicado por porabrantes às 16:01 | link do post | comentar

Quarta-feira, 19.08.20

No tribunal de Tomar o MP acusa o CRIA, dia 4 de Setembro, apresentamos os nossos cumprimentos ao Sr.Carvalho  

984/20.2T8TMR
Juízo do Trabalho de Tomar - Juiz 1
Ação Reconhecimento Existência de Contrato de Trabalho

Autor Ministério Público
Réu Cria - Centro de e Integração da Abrantes

Julgamento ou Audiência final

04/09/2020 14:00

 
         

985/20.0T8TMR
Juízo do Trabalho de Tomar - Juiz 2
Ação Reconhecimento Existência de Contrato de Trabalho

Autor Ministério Público
Réu Cria - Centro de Recuperação e Integração da Abrantes

Julgamento ou Audiência final

04/09/2020 14:30

 

986/20.9T8TMR
Juízo do Trabalho de Tomar - Juiz 1
Ação Reconhecimento Existência de Contrato de Trabalho

Autor Ministério Público
Réu Cria - Centro de Recuperação e Integração da Abrantes

Julgamento ou Audiência final

04/09/2020 15:00

 

 

Detalhes da Publicação - CRIA faz Concurso de Admissão para ...

 

 


tags: ,

publicado por porabrantes às 12:18 | link do post | comentar

Terça-feira, 04.08.20

O Venerando Ministério Público processa o CRIA, logo 3 processos.

Damos os nossos parabéns às forças vivas e ao Ministério Público, bastião da legalidade democrática, que aqui vem defender os interesses dos trabalhadores.

Quanto à imprensa veneradora pode desenvolver o tema, estragando as férias ao representante legal do CRIA

6990650 Entrada:
22/07/2020
Distribuição:
22/07/2020
Autor: Ministério Público
Réu: Cria - Centro de Recuperação e Integração da Abrantes
Juízo do Trabalho de Tomar - Juiz 1 984/20.2T8TMR Ação Reconhecimento Existência de Contrato de Trabalho
6990676 Entrada:
22/07/2020
Distribuição:
22/07/2020
Autor: Ministério Público
Réu: Cria - Centro de Recuperação e Integração da Abrantes
Juízo do Trabalho de Tomar - Juiz 2 985/20.0T8TMR Ação Reconhecimento Existência de Contrato de Trabalho
6990701 Entrada:
22/07/2020
Distribuição:
22/07/2020
Autor: Ministério Público
Réu: Cria - Centro de Recuperação e Integração da Abrantes
Juízo do Trabalho de Tomar - Juiz 1 986/20.9T8TMR Ação Reconhecimento Existência de Contrato de Trabalho

abrantesnelsoncarvalho


tags: ,

publicado por porabrantes às 16:30 | link do post | comentar

Quinta-feira, 02.07.20

Reuniu-se a AG do CRIA

Entre outras coisas aprovou isto

Aprovação do CLDS 4G, Desafiar, Colaborar, Empreender e Inovar. 568 668.25 euros montante aprovado para projecto de 3 eixos de intervenção na comunidade.

Uma IPSS que aprova projectos de mais de 600.000 € e tem de recorrer a subsidios extraordinários da CMA de uns 3.000  euros

É Portugal no seu melhor....

ma


tags:

publicado por porabrantes às 10:54 | link do post | comentar

Segunda-feira, 08.06.20

Depois de ter tentado extorquir  dinheiro às famílias por serviços que não prestava, o CRIA, face à resistência das famílias foi pedir  esse dinheiro à CMA, que lho deu, sem que o Presidente tivesse poderes para isso.

De forma, que dia 9, irá o Valamatos tentar legalizar a esmola de 3.101,60 que deu à associação do Nelson Carvalho.

Como se sabe, foi o Nelson Carvalho que levou o Valamatos para a autarquia.

As esmolas devem ser contextualizadas.

Se todas as associações procedessem assim, onde chegávamos?

ma



publicado por porabrantes às 12:52 | link do post | comentar

Quinta-feira, 28.05.20

cria.png

 

(acta de 15/4)

Ou seja o CRIA deixa de administrar dinheiro da CMA

Ou seja a assistência aos desfavorecidos estava privatizada a favor duma instituição privada

Enquanto isto quem administrava a ma$$a da conta era a Administração do CRIA onde esteve, por exemplo, a Piedade Pinto e (como suplente o Bruno Tomás). 

E depois na Assembleia Municipal tinham de fiscalizar a CMA e as suas relações com o CRIA.

Ou seja a Piedade Pinto se não estava em conflito de interesses, para lá caminhava.

Antigamente defendia-se a autogestão, a coisa concretizou-se na autofiscalização.

ma

 


tags:

publicado por porabrantes às 08:26 | link do post | comentar

Segunda-feira, 18.05.20

O CRIA, aquele sítio onde a mulher do Bruno Tomás arranjou trabalho, tem o soberano descaramento de tentar cobrar aos pais por serviços não prestados. O Mirante analisa o caso. Os argumentos do ex-empregado da RPP Solar são do baril, o CRIA precisa de viver ( e de arranjar empregos para familiares da nomenclatura). É como um restaurante que estivesse fechado, tentasse cobrar refeições aos clientes que não serviu 

 

 

Pais de utentes contestam mas o presidente dessa instituição de Abrantes diz que tem despesas fixas que têm de ser pagas.
COVID-19 | 17-05-2020


publicado por porabrantes às 09:53 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Notificamos o CRIA

Assuntos chineses

O chinês do CRIA

BE não aprova os 60.000€ ...

Dia 4 de Setembro, MP acu...

Ministério Público acusa ...

Portugal no seu melhor...

Saia uma esmola para a as...

Terminou a privatização d...

O descaramento do CRIA

arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Novembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds