Sábado, 17.08.19

A, condenado (entre outras condenações)  a 22 anos de cadeia, por sentença de 2006, pelo Tribunal de Lisboa, por cúmulo jurídico de várias penas (entre elas alguma do tribunal abrantino, onde era cliente habitual), comprou  alegadamente por 500 € a uns argelinos, em França, para onde se evadira, documentos falsos, um BI e uma carta de condução.

Condenado em 1 ª instância por ''falsificação de documentos'',  apanhou 3 anos e 3 meses.

Veio pedir à Relação de Évora, entre outras coisas, que como a falsificação era muçulmana e ''grosseira'', não devia ser condenado como falsificador,

Também pedia '' suspensão de pena'' para se integrar melhor na sociedade.

Quanto a isto disseram-lhe que onde tinha de se integrar era na penitenciária, donde fugira para não cumprir as 2 décadas atrás das grades.

Quanto ao primeiro argumento, houve pouca sorte.

De maneira que voltará à cadeia, onde terá de pagar um homicídio e os furtos e passar mais três anos.

mn        



publicado por porabrantes às 13:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 11.07.19

infanticídio

infanticídio 2

Diário Popular 15-12-1950



publicado por porabrantes às 23:08 | link do post | comentar

Quarta-feira, 03.07.19

Neste tese, o Doutor Nuno José Mendes Lopes analisa o controle da Magistratura pelo Poder, entre a República e Estado Novo. É uma tese muito importante para saber como funcionava  a independência do poder judicial, no país, nesta época. 

E transcreve um relatório dum inspector judicial  sobre a comarca abrantina, datado de 1928.

O Inspector Luís Maria Horta e Costa, , não se resume a apreciar a actividade dos magistrados, mas analisa o meio social e a criminalidade por localidades. 

As freguesias mais pacíficas eram S.João e S.Facundo onde não havia  casos crime. O Inspector sublinha o carácter pacífico dos habitantes de S.Facundo. E as freguesias  com mais incidentes eram o Pego e o Souto.

O magistrado acrescenta que o grande problema da cidade era a habitação e que faltavam casas de renda social (como hoje).

E queixa-se dos hotéis, que só havia 2, e que eram dos piores em alimentação, asseio e higiene que tinha encontrado. (p.433)

A tese de doutoramento intitula-se: ''Disciplina e Controle da  Magistratura entre a República e o Estado Novo (1933-1945)'', e foi  defendida na Universidade do Minho.

ma     

  



publicado por porabrantes às 09:56 | link do post | comentar

Quinta-feira, 09.05.19

Um dos mais hediondos crimes vistos nesta terra

hediondo

É a segunda abrantina envolvida em assassinato do marido num espaço de um ano. A outra foi a drª Telma na Suíça, que  tentou matar  a meias com o namorado, o marido, um médico marroquino.

Ler na rede regional

A premeditação, a crueldade, o sangue-frio da suspeita a provarem-se pedem uma duríssima e implacável sanção.

Que tal 25 anos?

ma

 



publicado por porabrantes às 08:11 | link do post | comentar

Quarta-feira, 08.05.19

A Celeste dirige um serviço de apoio a vítimas femininas. Já tem aqui uma vítima feminina para apoiar.

Mas acontece que quem proferiu ameaças de morte.......foi outra mulher.

Passou-se no Tramagal.

Ler aqui

mn



publicado por porabrantes às 20:30 | link do post | comentar

Quarta-feira, 06.02.19

mw-900 2

Comunicado do MP

 

Crime de homicídio qualificado. Acusação. MP. DIAP de Santarém

6 fev 2019

''No dia de ontem foi encerrado inquérito em curso na 1.ª secção do DIAP de Santarém relativo a crime de homicídio qualificado, tendo sido deduzida acusação quanto à arguida, presentemente em prisão preventiva.

No termo da investigação, dirigida pelo Ministério Público em colaboração com a Polícia Judiciária, indicia-se que a arguida, professora do ensino básico com cerca de 43 anos, matou o respetivo marido, também professor, na residência de ambos, em Abrantes, no passado dia 16 de agosto.

A acusação deixa nota da atuação violenta, consumada por recurso a agressão com um martelo e uma faca, cuja intensidade provocou o falecimento da vítima no local.

Irá iniciar-se o prazo para eventual abertura de instrução que, a não ser requerida, determinará a remessa do processo para julgamento com tribunal coletivo, em Santarém.

O Ministério Público acompanha, igualmente, as providências judiciárias, em curso no Juízo de Família e Menores de Abrantes, relativamente aos dois filhos menores do casal.''

MP

 

Como é sabido o nome da arguida é Margarida Rolo. Aguarda-se que a Celeste Simão explique se matar alegadamente um marido é violência doméstica....

mn



publicado por porabrantes às 14:40 | link do post | comentar

Segunda-feira, 29.10.18

 

carlos andré freire noticias bahia

 

devida vénia notícias da Bahia

 



publicado por porabrantes às 08:24 | link do post | comentar

Terça-feira, 23.10.18

Agostinho Neto Agente da PIDE preso em 25 Abril 1974 (foto atribuida a Eduardo Gageiro)

 Segundo o Venerando Chefe de Estado é inaceitável publicar fotos destas quando de trate de patifes de delito comum, quando se trate dos pides já se pode.

Agente da PIDE a ser preso na madrugada do dia 25 de Abril de 1974 (foto atribuida a Eduardo Gageiro)_

 

 Alegado Pide caçado a 25 de Abril de 1974.

Fotos atribuídas a Eduardo Gageiro.

mn 


tags:

publicado por porabrantes às 11:22 | link do post | comentar

Sábado, 18.08.18

jn

 ler na edição papel do JN

 

depois não digam que é quando se abre o Correio da Manhã, que escorre sangue, as capas do Afonso Camões também estão salpicadas pelo mesmo produto....

 

mn 



publicado por porabrantes às 08:37 | link do post | comentar

Sexta-feira, 17.08.18

Em 31 de Março de 2002, a mulher dum funcionário do Tribunal,  excelente rapaz,mais o amante, assassinam-no em Montalvo e incendiam o carro da vítima, onde se encontrava o corpo.

Disse o STJ:

No conceito de meio insidioso cabem todos aqueles que possam rotular-se de traiçoeiros, desleais ou perigosos. A traição constitui um meio insidioso e pode ser definida como um ataque súbito e sorrateiro, atingindo a vítima descuidada ou confiante, antes de perceber o gesto criminoso.
2 - A traição e a deslealdade estão presentes no homicídio em causa, pois a vítima não sabia nem podia adivinhar que o encontro que a sua mulher lhe pediu para ter consigo naquele local, sob pretexto desconhecido - e convém lembrar que ela, combinada com o arguido, tinha-se reconciliado com o seu marido só para mais facilmente o poderem matar - lhe ia ser fatal, pois aí, a coberto da vegetação e da negritude nocturna, estava não só ela como o arguido, preparados para o atacarem e lhe tirarem a vida.
3 - Tendo havido uma fortíssima reflexão sobre os meios empregues, uma execução ponderada, calculada e mantida por muito tempo, tendo sido o acto perpetrado "a sangue frio", pois não houve qualquer discussão ou emoção mais forte que o desencadeasse, para além de que a morte resultou de dez golpes desferidos na cabeça da vítima por instrumento contundente, estamos perante uma "frieza de ânimo", já que esta indica firmeza, tenacidade e irrevocabilidade da resolução criminosa.
Decisão Texto Integral: Acordam no Supremo Tribunal de Justiça:

 


tags: ,

publicado por porabrantes às 17:40 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O Bilhete de Identidade d...

Onda de assaltos em 1950

A criminalidade em 1928 v...

Violência doméstica à abr...

As vítimas femininas

Um crime brutal

O protocolo do IPT com o ...

Criminosos em cuecas

O assassinato da Chainça

Há mulheres que matam (vi...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds