Quinta-feira, 04.06.20

O Tribunal resolveu oferecer uma pulseira a um alegado gatuno de 16 anos.

Não sabemos se a Celeste vai protestar ou se o menor irá de pulseira.....às aulas do 12 ano que vão reabrir

Notícia do Cidade de Tomar

 


tags:

publicado por porabrantes às 19:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30.01.20

blogue s

A burla da família Catamba estende-se a Abrantes. Esperamos que não recebam RSI.

 

devida vénia ''O Minho''

 


tags:

publicado por porabrantes às 14:16 | link do post | comentar

Sexta-feira, 24.01.20

DFS, cigano, foi preso em Alvega por assalto a uma carrinha de tabacos.

Foi acusado de roubo, sequestro, falsificação de documentos.

Apanhou 5 anos e meio e  perda do veículo, usado para o assalto, a favor do Estado. 

Foi absolvido do crime de sequestro.

DFS era jardineiro, e recebia o RSI por isso.

Durante o assalto: ''

(...) ''Quando PACS saiu para o exterior, deparou-se com um indivíduo junto à carrinha de tabaco, com a cara tapada e com um pé de cabra na mão. Receando de imediato pela sua integridade física, PACS tentou fugir do local, o que não conseguiu, pois caiu, deixando cair as chaves da viatura de transporte de tabaco e um saco contendo dinheiro. Ato contínuo, foi agarrado e levantado pelo dito indivíduo, que o empurrou para o interior daquele veículo, contra a sua vontade, aí tendo permanecido enquanto o dito indivíduo decidia, com os demais indivíduos, sobre o seu destino. Decidido entre todos que PACS ficaria no local, foi este puxado para o exterior da viatura, o que permitiu a sua fuga imediata.
O arguido e restantes indivíduos lograram então apoderar-se da viatura Nissan Transporter em consequência do medo que conseguiram incutir sobre PACS e da violência física sobre ele exercida, traduzida no ato de ser agarrado e empurrado para o interior daquela, de onde não conseguiu sair determinado pela sua própria vontade. '' (...)

 

O cigano fazia parte duma quadrilha de 4 elementos, os outros 3 não foram presos e ele não os delatou. Ou seja não colaborou com a Justiça.

Veio recorrer, pedir pena mais baixa e a devolução do carro usado no assalto.

Também disse o Advogado dele que o cigano tinha uma conduta irrepreensível antes do assalto.

Ora a preparação dele levou tempo, requereu organização (vieram da zona de Lisboa, assaltar perto do Gavião) e seguimento dos movimentos dos carros de distribuição de tabaco.

E requereu uma associação de marginais, ou seja um gang, ou seja uma associação de malfeitores.

Por isto não foi pronunciado.

O Tribunal Superior confirmou a pena e mandou devolver-lhe o carro usado no assalto.

A pena é branda demais e a generosidade da Relação tocante. 

mn

acordão da Relação de Évora de 2015

   


tags: ,

publicado por porabrantes às 07:38 | link do post | comentar

Sábado, 11.01.20

morte dl

Por lhe terem cortado uma orelha, matou as vítimas.

Já houve os delinquentes Orelhas, mas antes houve o assassino sem orelha.

Diário de Lisboa, de tempos idos

Quando houver pachorra, polícia apreende armas proibidas em casa do dr. Manuel Fernandes

 

mn


tags:

publicado por porabrantes às 22:17 | link do post | comentar

Terça-feira, 07.01.20

F foi condenada por roubo, sequestro e coacção.

Entre outras coisas que fez meteu piri-piri na vagina da rival.

Em Almoster.....

''4)- Quando SG abriu as pernas PP colocou uma grande quantidade de piripiri na vagina da mesma, o que lhe provocou fortes dores.

15)- Então, SG conseguiu desferir um pontapé em PP, a fim de tentar com que a mesma parasse o que estava a fazer, contudo, nessa altura SS imobilizou-a, colocando um pé sobre o seu pescoço.

16)- De seguida, deixaram SG sentar-se e sob a ameaça de uma pedra de grandes dimensões que SS mantinha suspensa sobre a sua cabeça, obrigaram-na a telefonar para o seu patrão e a dizer que não voltaria mais ao trabalho, pelo que deveria entregar o seu salário a PP.

17)- Após o telefonema, PP e SS agrediram SG com uma toalha molhada nas zonas lombar, abdominal e na cabeça.

18)- Ao mesmo tempo SS disse “vou-te pendurar num pinheiro pelo pescoço”, ao que SG suplicou dizendo “oh PP tu tens dois filhos eu também tenho duas filhas, pensa nas minhas filhas, eu faço o que vocês quiserem mas não me matem”.' (...)

Recorreu e apanhou sopa

Venham-nos explicar que as mulheres são uns seres pacíficos e os homens uns depradadores do piorio  

ma

Acordão da Relação de Évora


tags:

publicado por porabrantes às 18:24 | link do post | comentar

Segunda-feira, 30.12.19

Por lapso e pelas malditas pressas trocou-se a foto da Senhora D.Umbelina Inácio por a de outra senhora idosa, assasinada no Tapadão, D.Eugénia Rosa.

O DN, em artigo de Paula Freitas Ferreira, diz que o assassino era um vizinho, que depois fugiu para França e que agora a PJ engavetou.

Faz-nos uma amável referência

umbelina inácio dn 30-12-19

Em 2013, houve uma onda de assaltos a idosos, que se abordou aqui e onde desancámos a cacique, como é habitual.

As melhores notícias de 2019 são a captura deste alegado patife e a condenação e afastamento do burlão das seringas. 

mn

 



publicado por porabrantes às 17:33 | link do post | comentar

Sábado, 17.08.19

A, condenado (entre outras condenações)  a 22 anos de cadeia, por sentença de 2006, pelo Tribunal de Lisboa, por cúmulo jurídico de várias penas (entre elas alguma do tribunal abrantino, onde era cliente habitual), comprou  alegadamente por 500 € a uns argelinos, em França, para onde se evadira, documentos falsos, um BI e uma carta de condução.

Condenado em 1 ª instância por ''falsificação de documentos'',  apanhou 3 anos e 3 meses.

Veio pedir à Relação de Évora, entre outras coisas, que como a falsificação era muçulmana e ''grosseira'', não devia ser condenado como falsificador,

Também pedia '' suspensão de pena'' para se integrar melhor na sociedade.

Quanto a isto disseram-lhe que onde tinha de se integrar era na penitenciária, donde fugira para não cumprir as 2 décadas atrás das grades.

Quanto ao primeiro argumento, houve pouca sorte.

De maneira que voltará à cadeia, onde terá de pagar um homicídio e os furtos e passar mais três anos.

mn        



publicado por porabrantes às 13:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 11.07.19

infanticídio

infanticídio 2

Diário Popular 15-12-1950



publicado por porabrantes às 23:08 | link do post | comentar

Quarta-feira, 03.07.19

Neste tese, o Doutor Nuno José Mendes Lopes analisa o controle da Magistratura pelo Poder, entre a República e Estado Novo. É uma tese muito importante para saber como funcionava  a independência do poder judicial, no país, nesta época. 

E transcreve um relatório dum inspector judicial  sobre a comarca abrantina, datado de 1928.

O Inspector Luís Maria Horta e Costa, , não se resume a apreciar a actividade dos magistrados, mas analisa o meio social e a criminalidade por localidades. 

As freguesias mais pacíficas eram S.João e S.Facundo onde não havia  casos crime. O Inspector sublinha o carácter pacífico dos habitantes de S.Facundo. E as freguesias  com mais incidentes eram o Pego e o Souto.

O magistrado acrescenta que o grande problema da cidade era a habitação e que faltavam casas de renda social (como hoje).

E queixa-se dos hotéis, que só havia 2, e que eram dos piores em alimentação, asseio e higiene que tinha encontrado. (p.433)

A tese de doutoramento intitula-se: ''Disciplina e Controle da  Magistratura entre a República e o Estado Novo (1933-1945)'', e foi  defendida na Universidade do Minho.

ma     

  



publicado por porabrantes às 09:56 | link do post | comentar

Quinta-feira, 09.05.19

Um dos mais hediondos crimes vistos nesta terra

hediondo

É a segunda abrantina envolvida em assassinato do marido num espaço de um ano. A outra foi a drª Telma na Suíça, que  tentou matar  a meias com o namorado, o marido, um médico marroquino.

Ler na rede regional

A premeditação, a crueldade, o sangue-frio da suspeita a provarem-se pedem uma duríssima e implacável sanção.

Que tal 25 anos?

ma

 



publicado por porabrantes às 08:11 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Tribunal oferece pulseira...

Burlões Catamba atacam em...

O cigano do RSI de condut...

O caso do assassino sem o...

O Crime essencialmente fe...

O assassino de D.Umbelina...

O Bilhete de Identidade d...

Onda de assaltos em 1950

A criminalidade em 1928 v...

Violência doméstica à abr...

arquivos

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds