Domingo, 06.12.20

cunha 1.png

cunha 2.png

 

cunha 3.png

cunha 4.png

Quem é que podia resistir à mais demolidora dupla de geniais fabricantes de tiradas sarcásticas?

Quem podia resistir a Eça de Queirós e a Ramalho, nas ''Farpas''?

O deputado abrantino Cunha Belém ficou de rastos....

Uma sonora gargalhada percorreu o país...

No Grande Oriente, onde o Belém era Venerável, nas Cortes onde fazia de Acácio, nos Quartéis onde era figura de relevo, nas   boticas abrantinas onde se fazia a política, todos concordaram que era uma falta de respeito infame, que a prosa do Bacharel Queirós e da ramalhal figura ofendesse, venenosa, um Pai da Pátria.

Dr._Cunha_Belém_-_O_Occidente_(30Set1904).png

As reproduções são da 1 edição do mefistofélico

230px-AsFarpas_cover.png

 

 

folheto da mais talentosa dupla do jornalismo lusitano.

 

  

farpas 1.png

 



publicado por porabrantes às 16:48 | link do post | comentar

Diz o Médio Tejo, que sobe a 11, o número de mortos no Lar do Pego. A tétrica lista só nos faz alimentar  pensamentos lúgubres (por enquanto) , e para traduzir isso, o melhor é dar voz ao poeta (1) ultra-romântico  António Cunha Belém que escrevia, em 1877, no Almanaque das Lembranças, uma curta nota que saíu com o tétrico título ''Voz da Caveira''

cunha belém almanaque das lembranças 1877.png

Dr._Cunha_Belém_-_O_Occidente_(30Set1904).png

(1) Foi militar como se nota, além de literato e deputado pela terra, até ser vencido por D.Miguel Pereira Coutinho, que era o candidato da esquerda liberal e grande proprietário em Alvega ......e na Bord'Água, Sintra etc  

imagem da wiki ( do ''Occidente'')



publicado por porabrantes às 09:45 | link do post | comentar

Quarta-feira, 15.08.18

d.miguel pereira coutinho

Miguel Pereira Coutinho bateu Cunha Belém nas eleições de 1874 e foi eleito Deputado por Abrantes

 

A nobre candidatura de 1874

 

O adversário de D.Miguel Pereira Coutinho

 

O amigo de D.Miguel Pereira Coutinho

 

O antecessor de D.Miguel em São Bento, um grande Deputado abrantino: Santos Silva

 

O funeral do deputado Santos Silva

 

miguel pereira coutinho 1

 

miguel pc 2

Começou no Partido Histórico do Duque de Loulé e terminou no Regenerador-Liberal de João Franco.

 

Estava vinculado a uma importante família de Alvega.

 

ma 

 

gravura e biografia: Revista Occidente 1906



publicado por porabrantes às 12:27 | link do post | comentar

Quinta-feira, 18.01.18

Foi Cunha Belém que cheio de ódio anti-jesuítico, ideário típico do liberalismo do XIX, que propôs ''canonizar'' Sebastião José

cunha belém.png

São dele estas imortais palavras, ditas em nome da soberania nacional:

 

cunha.png

 

Isto é um excerto do artigo de Romeiras, Francisco & Leitão, Henrique. (2012). Jesuítas e Ciência em Portugal. V - Os Colégios de Campolide e de São Fiel e a implantação da República. Brotéria. 174. 425-440.

 

O Cunha Belém foi escorraçado do lugar de deputado abrantino por um fidalgo de Alvega, D.Miguel de Azevedo Coutinho.

 

mn



publicado por porabrantes às 17:22 | link do post | comentar

Terça-feira, 22.11.16

francisco rodrigues de abreu 2.png

francisco de abreu.png

Quem eram os dois caciques ''progressistas'' (1)? O Abreu era o pai do Dr.Eduardo Solano de Abreu e de Tiago Solano de Abreu, um dos homens mais ricos da terra, graças à herança de Brás Consolado, o sogro. O outro era o ex-miguelista Raymundo Soares, este

 

raimundo soares mendes.png

Entre os protagonistas há vários antepassados de  muitos abrantinos actuais, uns pintados como ''bons'' (os amigos dos regeneradores) e outros como péssimos, os que sustentavam a candidatura de D.Miguel Pereira Coutinho.

Quando houver pachorra talvez se traçe a biografia de cada um. O José Sebastião de Almeida Beja nasceu em 1793 e casou-se com uma pessoa da família dos antepassados de D.António Castel-Branco, a D.Jacinta de Castro Ataíde. Era um liberal vintista e teve problemas com os absolutistas.....caso do Raimundo Soares.

Naturalmente deve ter-se em conta que isto é um artigo eleiçoeiro, que provém dos amigos do candidato Cunha Belém. A versão dos ''históricos'' deve estar no ''Diário Popular''.

Só uma achega mais, o Visconde da Abrançalha tinha sido convidado para candidato progressista e recusou. Como se sabe mais tarde seria um fiel partidário dos regeneradores.  

Quando houver mais tempo tentar-se-á estudar este assunto com mais pormenores.

   

mn

Fonte: Diário Ilustrado-1874

 

(1) Partido Histórico Progressista, chefiado pelo Duque de Loulé. A cooperação política e militar entre a esquerda liberal e o miguelismo tinha marcado parte da política da época, veja-se a Maria da Fonte

       



publicado por porabrantes às 22:05 | link do post | comentar

Terça-feira, 08.11.16

ab fogo.png

ab fogo 2.png

ab fogo 3.png

ab fogo 5.png

ab 7.png

A perfeita bandalheira política, o correspondente do jornal regenerador aproveita um fatal incêndio em que morre um miúdo para insultar D.Miguel Pereira Coutinho, o candidato histórico (progressista). Mas há na notícia matéria para todos os gostos, o combate aos  fogos funcionava mal, a Mesa da Misericórdia fora saneada e o vigário de São Vicente não apresentava contas, coisa que nos lembra uma situação  parecida.

Teremos de identificar algumas das personagens, porque à primeira vista só reconheço o padre Sá Pereira, que seria um protegido de Avellar Machado.

O Largo do Encontro é o actual Largo Ramiro Guedes, onde está a Ondalux.

Consultadas as Cronologias do E.Campos e do Candeias não falam nisto, mas o Eduardo diz que no final deste ano a Câmara deliberou comprar nova bomba de apagar fogos e deu a velha aos rossienses, certamente um reflexo do flop no combate ao fogo fatal no Largo do Encontro.

mn

 PS- Era Presidente da Câmara o capitão Joaquim Ferreira, que me parece que era um avoengo do caríssimo Manuel Bougard

fonte: Diário Ilustrado, 1874

.

 



publicado por porabrantes às 21:40 | link do post | comentar

Domingo, 23.10.16

manifesto.png

manifesto regenerador.png

manifesto 3.png

manif 4.png

A propaganda regeneradora alcançou em 1874 o delírio. Chegou a acusar o Coutinho de ser apoiado por miguelistas e republicanos, numa união sagrada. Ora ia o Coutinho pelo P.Histórico, cujo fundador era o Duque de Loulé, casado (embora vivesse separado) com a Infanta D.Ana Maria de Jesus, irmã do fundador do regime, el-Rei. D.Pedro IV. Era um liberal de esquerdas, Nuno Rolim de Moura Barreto, mas não era um republicano.

d loulé.jpg

O Cunha Belém, alto-dirigente da maçonaria, era um reaccionário e terminou expulso do Parlamento por um desfalque. Mas na propaganda apresentada aos abrantinos, descreve paternalmente D.Miguel Coutinho como um inútil embora ''bom rapaz''.

E apresenta-se a si próprio como um homem de estudos ''científicos'' (o Coutinho estudara Filosofia e Matemática em Coimbra, mas não acabara o curso) e colaborador de todas as gazetas de Lisboa.

Estivera alguns anos em Abrantes, como militar, só faltou acusar D.Miguel de não ter feito a tropa.

Ou seja para o Cunha Belém e para o estado-maior regenerador abrantino, o aristocrata era um inútil, um parasita, um candidato pára-quedista  a deputado (tinha mais raízes familiares no concelho que o outro)  mas não lhe chamaram ladrão.

Quem se viu acusado de ''ladrão'' (1), foi o Belém quando o expulsaram do Parlamento, enquanto D.Miguel assistia à cena deliciado.

ma 

(1) O Belém foi mais tarde ''reabilitado'' . 



publicado por porabrantes às 19:41 | link do post | comentar

Sábado, 22.10.16

cunha belém.png

O adversário abrantino de D.Miguel Pereira Coutinho, Cunha Belém candidato a deputado pelos regeneradores em 1874, divulgou um dos manifestos mais apocalípticos que este concelho viu.

 

Vamos publicá-lo.

 

ma



publicado por porabrantes às 18:20 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Eça & Ramalho arrasam Dep...

Voz da Caveira por Cunha ...

Deputados abrantinos: D.M...

O deputado abrantino e a...

Empreiteiros de eleições ...

Aproveitar um incêndio fa...

Manifesto Eleitoral Regen...

O adversário de D.Miguel ...

arquivos

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


23
24
25
26

27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds