Quarta-feira, 23.11.16

 

Paulo Pires, deixou um comentário ao post Festas de Casais de Revelhos às 22:31, 2016-11-21.

''Comentário:
é com imensa tristeza que vejo um comentário como este a denegrir a Cultura Tradicional da Aldeia de Casais de Revelhos... Ainda se intitula cidadãos por Abrantes? è vergonhoso e não dignifica a Cidade nem quem trabalha pelo património Material e Imaterial da nossa Cultura... Se pretendem atacar o Município ou se eventualmente querem ocupar lugares de tacho como chamam pelo menos sejam inteligentes e respeitem os outros... Os Cobardes é que se escondem e não fazem oposição como deveriam... Cumprimentos, Paulo Pires (Presidente do Rancho Folclórico e Etnográfico de Casais de Revelhos - Abrantes -Grupo Filiado na Federação do Folclore Português e tido como um dos mais representativos da região e até a nível nacional)''

 Caro Senhor Paulo Pires.

Leu V.Exa mal. Se ler com atenção verá que no post em causa não há nada  a denegrir ninguém, excepto o fascista Alberto João Jardim.

Já agora deixe-me exprimir a minha admiração por Casais de Revelhos, o que não obsta a condenar o caciquismo bastardo e reaccionário que desgraça Abrantes. .

Tem de ser este Concelho desgraçado por uma catequista de Casais de Revelhos,

que não sabe duma minuta que fez perder ao Concelho um milhão de euros e que

enriqueceu  um tal Alexandre Alves e uma impoluta Senhora que responde pelo

nome de D.Irene de Brito?

A cobardia reside no caciquismo em não realizar um inquérito que permita apurar em quem permitiu fazer uma escritura em que um conhecido ''empresário de confiança'' ( do caciquismo de Casais de Revelhos e do PS de Abrantes)   compra uma herdade por cem mil euros,  que a edilidade comprou por um milhão de euros à nobre família Burguete.

A cacique, intimada pela Oposição, que teve em Santana-Maia Leonardo e em Belém Coelho, nomes que ficarão com letras de ouro, na história da dignidade abrantina, não ousou responder, nem mandou fazer o inquérito, e a cobardia é nossa?

Compre V.Exa. uns óculos!

Os nomes honrados dos colaboradores deste blogue, em que quero destacar, porque Justiça deve ser feita, o falecido resistente anti-fascista Mário Semedo....

mário semedo.jpg

respondem por si.

Onde é que estava Maria do Céu Albuquerque ou o Lacão, enquanto o Mário divulgava aqui o súbito enriquecimento do Vereador socialista Júlio Bento, ou enquanto o Mário organizava, com o Pai dele e com Orlando Pereira as actividades da CDE em 73?

Estavam a ensaiar viras folclóricos?   

Onde é que estava a sociedade civil enquanto o Mário escrevia isto e a PJ o ia incomodar num domingo às 8.30 da manhã?

Debaixo da cama?

Onde é que estava a sociedade civil, enquanto D.António Castel-Branco

acb mandatário.jpg

era processado infundadamente por um tal Carrilho da Graça?''

Estavam a ensaiar o vira????

Como é que se qualifica um tipo que apresenta uma queixa infundada????

Não há pachorra para aturar a base social de apoio do caciquismo.

É capaz o Carrilho da Graça e o rancho folclórico que lhe bate palmas, de justificar um ajuste directo injustificável???

Que processe outra vez o Mário e o António!!!!

Quer a sociedade civil discutir seriamente??? 

Que nos digam quem fez a minuta do Casal Curtido!!!!

Que nos digam quem plagiou Eduardo Campos!!!!!

Que nos digam como se justifica isto?

bento.jpg

 

bento 1.jpg

Escreve o Procurador Orlando Machado, sobre um processo movido a um ex-Vereador abrantino, estas palavras acusadoras e que ficaram sem réplica, e sem um inquérito...

E temos de aturar acusações, enquanto uma cacique assobiava pró lado!!!!

Francamente, não há pachorra!!!

Se tenho de me ocupar de uma natural de Casais de Revelhos, deixem-me falar da cozinheira da Senhora Marquesa do Faial!!!

apolinária dos santos.jpg

 

É a terceira à direita!

Também foi cozinheira do dr. José Guedes de Campos (querido amigo, já falecido) e de António Farinha Pereira. A cozinhar defendeu como ninguém a cultura material e imaterial dos Casais! A sua vida foi um percurso de honradez e de classe que honra os Casais!

Mas nunca dançou o vira ao sabor de qualquer cacique!

A Dona Apolinária era muita senhora do seu nariz, como ficou a saber a Marquesa e o Farinha Pereira e o sobrinho !

Vai longa a resposta, mas valia a pena lembrar quem nos defendeu, como o Mário, como o Santana-Maia Leonardo.

E resta-me lembrar o Pedro Moreira, acossado pela reacção clerical, quem como Presidente de Alferrarede, deu o melhor de si.

O bairrismo dos Casais não tem uma palavra para quem o acossa???'

Cumprimentos

ma

imagem da Senhora Dona Apolinária dos Santos, que em Paz descanse, felizmente num cemitério sem múmias, como o de Santa Catarina, retirada da Zahara, nº 27, numa entrevista onde a sua sobrinha, Senhora Dona Teresa Pombo, diz o seguinte, sobre o Cónego Graça '' Não quero nada com o Padre Graça''   

  

 

     

..

 



publicado por porabrantes às 15:58 | link do post | comentar

Quarta-feira, 16.11.16

totgema.png

Numa entrevista ontem dada  à Rádio, a drª Margarida Totgema fez uma frontal acusação aos dirigentes laranjas que montaram uma colossal confusão na Direita neo-liberal abrantina, arrastando D.António Castel-Branco (Abrançalha) para o pântano.

Além dos referidos a entrevistada reduziu a pó o alter ego da prestigiada Edite, salientando as ameaças realizadas por este ao nosso amigo Dr.Santana Maia Leonardo em 2009.

O visado que tinha obrigação de esclarecer o assunto, optou hoje por ficar calado.

Já é hábito.

Uma precisão: A Drª Margarida disse que tinha sido um idoso a anunciar em primeira mão a candidatura do arq. Castel-Branco Filho. Houve um lapso, quem a anunciou em primeira-mão foi a Tubucci, com o post que se transcreve, era 30 de Maio....

candidatura acb.png

 Aguardamos a Ressurreição da Edite para esclarecer as coisas ou será o António Esteves????

carta da edite.jpg

 mn

foto PSD do lançamento da candidatura laranja de Elza Vitório em 2013,toscamente atacada então pelo idoso



publicado por porabrantes às 18:45 | link do post | comentar

Segunda-feira, 03.10.16

O nosso querido amigo D.António de  Castel-Branco não lê obras de genealogia e heráldica e essa era a tradicional ocupação dum nobre, para saber quem são os primos e por onde andam os títulos...

Assim, essa falta de leituras heráldicas, nota-se na sua tese de doutoramento ''revolucionária'',onde dispara

dispara 2.png

pagina 45  

pensei que fosse um lapso isolado, mas li mais para a frente...

dispara.png

página 100,

 

acontece que, como devia saber D.António, que Francisco de Almeida não foi Conde de coisa nenhuma, apesar de ter sido 1º Vice-Rei da Índia....

 

quanto às terras se eram da família ou não a coisa fia mais fino, já temos no século XVI tombos de propriedades bastante exactos......e é uma generalização dizer que todo o Norte do Concelho era dos Almeidas, por exemplo a Quinta da Abrançalha, pertencia  ao Coutinhos, antes que houvesse Almeidas nesta terra, embora já cá existissem almeidas, porque sempre fomos uma terra limpinha..e asseada...

 

Portanto vimos pedir a D.António que corrija o erro, antes que isto seja publicado e talvez seja melhor assessorar-se com um historiador, para outras afirmações ousadas que faz......nesta obra académica....

 

Somos amigos de D.António, mas somos mais amigos da Verdade.

Se censurámos um ligeiro erro da Drª Paredes Cardoso, mal ficaria mal não chamar a atenção ao nosso catedrático amigo, não vá ele ser eleito Presidente e enganar-se em matéria de Almeidas.

mn

 

 



publicado por porabrantes às 15:30 | link do post | comentar

Quinta-feira, 29.09.16

No seu blogue a Drª Ana Paredes Cardoso fuzila a política de património desta autarquia e manda-nos uma bicada, a que respondemos com o melhor gosto.

Transcrevo o que é uma opinião justa:

 

(..) '' concelho a concelho.  
O Centro Histórico de Abrantes tem vindo a descaracterizar-se. Segundo o último cômputo foram desclassificados 26 imóveis, todos com o valor de Imóvel de Interesse Municipal (IIM). Ou seja, da responsabilidade direta da autarquia(...)

 

(...) Transcorridos pouco mais de 40 anos o estado da arte é bem diferente. 

Porque razão não se consegue salvaguardar um centro histórico de tão pequenas dimensões ? O que é que falha sistematicamente? 


Bem sei que a salvaguarda da aquitetura civil é uma missão complexa e exigente. Trabalhei na Divisão de Salvaguarda do extinto IPPAR - Instituto Português do Património Arquitetónico. 
Ainda assim, lamento. Lamento, que o esforço e a energia tenham ficado nas redes sociais, nas associações de defesa do património e tantas outras ações humanas inócuas. 

(...)''

 

Faz uma crítica a algumas bocas que lhe lançámos aqui, mas não faz auto-crítica a erros garrafais cometidos no seu livro. (....) ''O livro Centro Histórico de Abrantes, património edificado, publicado pelo município em 2009, é um livro-conceito, - um ensaio às formas, urbana e arquitetónicas - da minha responsabilidade, mas que resultou do empenho de uma excelente equipa de trabalho. (...)''

 

Dizia a Senhora Doutora que a Biblioteca António Botto era obra de António Castel-Branco. Acontece que era de Duarte Castel-Branco. Nem ela, nem a equipa de trabalho deram por isso. Mas a culpa era certamente nossa.

 

Sobre o assunto

Drª Ana Paredes Cardoso diz que Raul Lino construiu Assembleia Municipal

Sacristão do Graça tratou mal Dr.ª Ana Paredes Cardoso

Quem fez a Biblioteca António Botto?

Quem fez a Biblioteca António Botto (2)

Dia do Senhor: Santa Águeda, a siciliana

 

Não vou falar do contrato da Drª Paredes Cardoso, como fala em nobres mãos, aqui vai um nobre candidato

brasão.jpg

mn

créditos: facebook do candidato laranja



publicado por porabrantes às 09:49 | link do post | comentar

Sábado, 17.09.16

praxe.png

Jornal de Notícias

Recordemos que quem manda no Banco é o Cónego das Seringas e que estava a dever umas massas ao arquitecto D.António Castel-Branco.

Por isso era melhor fazerem uma quete para recolher euros para pagarem a dívida ao aristocrático candidato laranja, professor na dita Faculdade.

Se o Banco não é controlado pelo Cónego, porque tem instalações na Casa Paroquial?

mn 



publicado por porabrantes às 09:51 | link do post | comentar

Domingo, 11.09.16

mirable dictu.jpg

Mirabile Dictu, obra do escultor abrantino Pedro Campos Rosado, no Museu de Serralves, com a devida vénia

 

 

''Col. Secretaria de Estado da Cultura, em depósito na Fundação de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto. Depósito em 1990'' (F:Serralves)

 

 onde também está obra do irmão António Campos Rosado 

 

Que tal ir dormir a sesta para um sofá?

sofá.png

aqui com a devida vénia

 

Finalmente como este blogue se preocupou muito com o cubo, a Fundação PMLJ, ligada ao  escritório de Advogados do Dr.José Miguel Júdice, cunhado de D.António Castel-Branco tem na sua colecção este cubo do Pedro.

 

Por curiosidade fui ver a lista de artistas lá representados e está lá a Ana Esquível, que é a  viúva do Sr.Dr. Carrilho Ribeiro, médico abrantino, a que muitos de nós devemos um montão de atenções e favores. A Ana diz aqui (era 2009) que tem saudades do marido e é uma das melhores fotógrafas portuguesas 

2009-04-29-ana-esquivel-fala-sobre-as-saudades-que

 

foto Caras

 Alguém se lembra da última vez que a Ana Esquível, o Pedro Campos Rosado, ou o António foram convidados para uma exposição em Abrantes? 

 

 

 A Fundação PMLJ não tem nenhuma obra da D.Lucília Moita. O comissário que escolhe os autores lá representados lá terá as suas razões. Está lá a caríssima Catarina Castel-Branco.

 

Agora é hora de ir dormir a sesta num sofá, que não seja em chapa de aço como o do Pedro.

ma  



publicado por porabrantes às 17:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 12.07.16

 

 

photo.jpg

 

Era 28 de Janeiro de 2005 e o dr. Pedro Marques, ao tempo dirigente laranja abrantino, escrevia assim:

populista.png

Ficamos a saber que Armando Fernandes era um grande mestre (aposto que D.António Castel Branco anda pelas esquinas a repetir isto em ucraniano, ou num português repleto de ''slang'' gringo.)

 

E fico a saber que o Barroso tinha problemas dialécticos-éticos com o populismo.

E também sérios problemas éticos com os conflitos de interesse, acrescento eu.

liberation.png

O Liberation, o jornal que foi de Sartre, e é hoje dum Rothschild arruma o Barroso como um homem ''sem fé, nem lei''.  

O Senhor Dr. Pedro Marques, mais D.António Castel-Branco, trouxeran para a política abrantina tipos da craveira do Senhor Dr.João Pico, pouco populistas...

populismo 2.png

Escrevia o que foi Vereador laranja pela mão do Marques e do Fernandes e que quase chegou a nº 2 do CDS pela nobre mão de D.António Abrançalha.

Pico acrescenta que a decoração do Hotel Equador foi feita pela Senhora sua esposa....

populismo 3.png

Depois dum post arrasador destes, 500 contos a mais ou a menos, podem fazer-se odes ao populismo.

Vi o Barroso fazer muitas odes, todas a canalhadas várias.

Estou como o Liberation; era um tipo sem fé, nem lei.

Quanto a quem foi ao Hotel Equador, é digno de andar aos abraços (como andou) a João Pico.

ma

já agora foi a esposa do dr.Marques, ao jantar dos trolhas no Hotel Equador? Fico a aguardar os comentários da arquitecta Sara Morgado   

     



publicado por porabrantes às 11:59 | link do post | comentar

Domingo, 26.06.16

O miserável cubo, à Carrilho da Graça,

carrilho-da-graca-150x150.jpg

que prostituía a Alcáçova de Badajoz começou a ser demolido por ordem do Tribunal

 

badajoz.jpg

Foto e notícia Hoy com a devida vénia

 

badajoz 2.jpg

 O candidato laranja D.António Castel-Branco está a consultar o cunhado, Dr.Júdice, para saber se o licenciado violou os direitos de autor do Senhor Seu Pai

museu sem torre.jpg

 ma



publicado por porabrantes às 20:32 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A Senhora Dona Apolinária...

Aguarda-se esclarecimento...

Um nobre lapso

Ana Paredes Cardoso fuzil...

A praxe mais estúpida de ...

uma sesta artística

Sem fé, nem Lei

Demolido o cubo ilegal de...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds