Quinta-feira, 06.11.14

Foi um êxito a visita de D.Duarte à Igreja de S.João de Abrantes, que a sua antepassada Isabel de Aragão, mulher de D.Dinis de Portugal, o rei que trovou rimas e bastardos, plantou pinhais e fez a guerra, mandou ampliar e tomou sob sua protecção.

Tinha a Rainha Isabel o direito de padroado sob a Igreja ou seja indicar o Prior que presidia a 6 curas, porque a Igreja era Colegiada.

Em 1288, por graça da Rainha, era Prior João Eanes que não sabemos se tinha barregã ou seja amásia.

Pode ter tido, há uma escritura medieval onde outorgam os Priores de S.João e São Vicente para delimitarem as fronteiras das Paróquias, onde as barregãs respectivas são testemunhas.

Sabemos o nome delas.

Agora o Prior de S.João para outorgar escrituras sobre S.João leva outro tipo de testemunhas e declara não saber que a Rainha, que o Vaticano elevou aos altares, tornou S.João de humilde capela em grande Igreja.

Certamente que o Prior João Eanes, mesmo que tivesse barregã, não declaria isso a um tabelião de 1288, porque lhe custaria o cargo.

Isabel de Aragão podia ser Santa, mas não era tonta e exerceria justiça como Senhora da Vila. Não poderia no entanto mandar pendurar o Prior João Eanes numa corda à porta da Igreja ou castrá-lo, como fez o seu neto Pedro, o Cru, a certo escudeiro que na Vila de Abrantes abusara de uma mulher.

O Senhorio de Isabel tinha limitações, a pena de morte só podia ser ditada pelo Rei.

Ontem o Prior que ousou omitir o nome da Rainha Santa duma escritura prestou vassalagem a Duarte de Bragança e fez uma intervenção caracterizada pela falta de educação, incultura e ousadia.

Incultura, porque disse que Nuno, Conde de Ourém, antes de entrar em religião se despojara dos seus bens e os dera à Igreja.

É mentira.

Nuno sabia que não podia fazer isso. Nuno tinha uma filha, herdeira legítima, que não podia ser deserdada. Nuno entregou os seus bens à filha e entre esses bens estava o Castelo de Ourém, ainda hoje propriedade da Fundação da Casa de Bragança.

Nuno entregou à filha metade do Reino. E casou-a com Afonso, bastardo de

D.João I, que depois foi Duque de Bragança.

Nuno fez liberalidades com os seus bens, mas não os deu à Igreja.

Deu-os aos seus homens de armas que de Abrantes, abandonado um rei cobarde, marcharam com ele para a Jornada de Aljubarrota.

À Igreja que estava vendida a Castela, tratou-a Nuno como se deve tratar.

Do alto da Sé de Lisboa o povo e os homens de Nuno atiraram um Bispo vendido a Castela.

E como um rafeiro morreu o tipo e o povo de Lisboa ultrajou o seu corpo, como ultrajaria a Miguel de Vasconcelos, enquanto gritava : Viva o Mestre!

Foi ainda deselegante o Pároco com D.Duarte de Bragança. .

Que se esperava do homem que insultou, ingrato, Santa Isabel de Portugal?

Disse ainda o Prior, que não é infelizmente gago,  ''que não se deve dizer mal das pessoas''.

Já terá feito penitência pela longa lista de insultos que dirigiu ao Sr Dr.Jorge Moura Neves Fernandes, nas páginas do Jornal de Abrantes, onde levou o correctivo merecido?

s.joão.png

 

Em  1292 era Prior de S.João um gago..

Pena que o actual não seja também gago, poupava-nos a ouvir sandices.

mn   

bibliografia Hermínia Vilar, Abrantes Medieval,

citação: o Arqueólogo Portugu[es XVI-XVIII    



publicado por porabrantes às 13:56 | link do post | comentar

Sábado, 30.04.11

D. Dinis não  tinha Chefa......

 

 

Como era Rei de Portugal era o seu próprio Chefe. Era um gajo em auto-gestão......

selo de el-Rei D.Dinis, o Auto-Gestionário

 

Geria as amantes, os bastardos, coisas caras, era  um homem do Pinhal como o Sr. Pico, e como tinha muitas despesas cortava nos devaneios da Santa.

 

Para que é havia a Santa de andar a distribuir maravedis de ouro, se o Auto-Gestionário precisava deles para pagar aos jornaleiros que semeavam o pinhal e comprar colares de pérolas para as amantes mais caras, que não se contentavam só com cantigas de amigo, tipo

 

 

 

Um dia el-Rei encontrou a sua Santa....

 

 Santa Isabel in wikipedia

 

Que levas aí no teu real regaço, ò Senhora Minha?

 

Ò meu real esposo, levo coaching para dar aos pobres !!!! Com a crise que vai estão muito necessitados.....

 

Lá por eu te chamar, Senhora Minha, não significa que sejas minha Chefa!!!! Aqui mando eu!!!! Não serão maravedis de ouro do meu real tesouro para pagar a publicidade das freirinhas tuas amigas ?- disse o primeiro fabricante de bastardos de Portugal.  

 

A Santa abriu o regaço. Nesse dia, o Padre Eterno estava a dormir a sesta e não houve milagre.

 

Do real regaço caíram

 

 casa da moeda

 

e o orçamento para a publicidade.....

 



Data de publicação:
14-10-2010



N.º Procedimento:



Listagem de entidades adjudicantes
NIFNome entidade adjudicante
502661038 Município de Abrantes



Listagem de entidades adjudicatárias
NIFNome entidade adjudicatária
505500094 Media On - Comunicação Social, Lda

 

 

Furioso, el-Rei pôs a Santa a pão e água e foi fabricar mais um bastardo.

 

Suzy de Noronha


 



publicado por porabrantes às 20:09 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O Prior de S.João de Abra...

Não é coaching, é publici...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds