Terça-feira, 30.07.19

Sua Excelência Reverendíssima, D.Antonino,  Bispo de Portalegre e Castelo-Branco, demite das suas funções o Cónego José da Graça, que foi condenado por burla e falsificação de documentos, a 5 anos de cadeia (pena suspensa) e que deixou um tristíssimo rasto de malfeitorias na destruída Igreja abrantina. Tudo começou quando o  tipo conseguiu que D.Augusto César, interditasse a Paróquia de S.Facundo.....

nomeações-915x364

'' — Cónego José da Graça, dispensado de Pároco das paróquias de S. Vicente e São João de Abrantes, de Capelão da Unidade Hospitalar de Abrantes do Centro Hospitalar do Médio Tejo e de Capelão da Cooperação dos Bombeiros Municipais de Abrantes;''

arautos

O novo pároco das paróquias abrantinas é o Rev. Padre António Martins Castanheira, que vinha paroquiando Alcains e algumas freguesias próximas. Era além disso Director do Seminário de Alcains e Ecónomo Diocesano (responsável das Finanças da diocese). Tem 56 anos e foi ordenado em 1989.

padre castanheira

A missão do novo padre é hercúlea. Erguer uma Igreja deixada de rastros pela gestão do Graça e dos seus apaniguados.  A primeira coisa a fazer seria uma profunda auditoria às Finanças das Paróquias e obras pias, designadamente o CSIA e afastar a tropa que foi conivente com o Graça das burlas.

Entretanto, quando já se sabia que o Sr.Bispo preparava o terreno para demitir o Graça e que este se recusava a sair, foram os caciques atribuir 26.000 euros de subsídio para um lar empresarial na Chainça, sem consultar Portalegre.

Na Cúria dizia-se uma Paróquia não é um empresa, a não ser para o Graça. E dizemos nós para o Valamatos, Celeste e tropa do género.

ma 



publicado por porabrantes às 10:07 | link do post | comentar

Sexta-feira, 23.04.10

A nossa Diocese esteve órfã durante longos meses em 2008. A orfandade da Diocese, a angústia dum rebanho sem Pastor deu  lugar a múltiplas especulações,entre elas a da sua supressão ou pelos a sua Divisão com a criação de 2 novas (Portalegre e Castelo Branco). Durante muito tempo os católicos abrantinos especularam sobre os motivos da sua orfandade e oraram pela vinda de um Pastor.

 

Desataram-se também especulações sobre se o Cónego Graça estava na rampa de lançamento para conseguir o seu grande sonho: conquistar um báculo....

 

Também se falou no Padre Emanuel, da nossa zona, destacado em Coimbra onde desempenha funções docentes no seminário local.

 

O período de orfandade decorreu entre 8 de Janeiro de 2008 quando D.José Sanches Alves, então Bispo, foi promovido por serviços distintos a Arcebispo de Évora e 8 de Setembro de 2008 quando foi nomeado D.Antonino pelo Papa.

 

Tentámos investigar as causas deste doloroso período em que o rebanho ficou sem Pastor e descobrimos no jornal da Diocese A Reconquista que se publica em Castelo Branco (e é um excelente periódico) as causas deste longo hiato temporal.

 

As férias dos Cardeais. Suas Eminências tinham ido a banhos......

 

O então Núncio Apostólico numa entrevista aclara o problema:

 

 

 

''A.E. - Qual a importância da “gestão” dos processos de nomeação de bispos no trabalho de um Núncio?

A.R. - A nomeação de um bispo é uma coisa delicada. Não é um concurso público!

Para nomear um bispo apresenta-se uma documentação ao papa, que a Nunciatura é responsável por elaborar. Para isso, são consultados bispos, padres, religiosos e religiosas, leigos e leigas. Isto não se diz, porque não se pode dizer publicamente. Mas eu posso assegurar que os fiéis, através, dos leigos e leigas, têm o seu parecer manifestado. E tenho de dizer que eles dão testemunho com muita seriedade e com precisão que me edificam muito.

Quero assegurar à opinião pública que o estudo para se chegar à nomeação de um bispo é conduzido com seriedade, com muita reflexão, para que o santo Padre possa tomar a sua decisão, com o conhecimento da realidade da diocese que o novo bispo tem de exercer.

A.E. - Mas há casos em que dioceses estão muito tempo sem bispo. Isso não é negativo?

A.R. - Às vezes acontece, porque é necessário tempo para preparar os processos.

A.E – Foi o que aconteceu com a Diocese de Portalegre-Castelo Branco, por exemplo?

A.R. – Para a Diocese de Portalegre-Castelo Branco, o dossier foi apresentado em Roma entre Abril e Maio, quando a Congregação para os Bispos tinha outros em análise. Entraram as férias do verão e tudo parou! Foi por isso o atraso, não houve outra coisa, em absoluto! E tempo de considerar também estas coisas…

A.E. – Quanto tempo é necessário para concluir um processo de nomeação de um bispo?

A.R. – Geralmente, para prover uma diocese, são necessários entre 5/6 meses e um ano. Isto em toda a parte do mundo!

A.E. – Também por isso, pelo tempo que o processo exige, será legítimo pensar em alterá-lo, fazendo-o depender mais da comunidade a que o bispo se destina?

A.R. – A nomeação não pode ser pública, porque é delicado! Posso assegurar que estamos muito atentos em escutar o ambiente da diocese, porque é importante escolher uma pessoa que possa responder às exigências da diocese. Por isso, escutar primeiramente os bispos, porque conhecem a realidade, depois os padres que trabalham e estão em contacto directo, e o povo que vive lá concretamente. Estas pessoas são consultadas.

Naturalmente que tudo isto faz-se com reserva, em segredo pontifício.

Outro aspecto: ao Papa são apresentados três candidatos. O Papa vai escolher um. Se eu faço saber que há nomes escolhidos, geram-se uma série de perguntas…

Além disso, o escolhido tem toda a liberdade de aceitar ou não. Quando o Papa designa um bispo, a primeira coisa que eu faço é falar com ele. Ele pode dizer-me: Não aceito! E isso aconteceu, várias vezes…

A.E. - … no tempo que esteve em Portugal?

A.R. – Bem, deste tempo não quero falar, mas noutros lugares aconteceu!

Ainda mais: é o Papa que nomeia, que faz as escolhas, independente de todas as considerações. A nomeação de um bispo exige muita seriedade, muita discrição e sempre foi o que mais senti com sentido de responsabilidade, que chegou mesmo a não me permitir dormir…

Porque é muito sério! É a coisa que mais responsabilidade tem um Núncio, onde a colaboração dos bispos é muito importante.''

 


 

O nosso Venerando Pastor (excepto dos peticionários ateus, jeovás e doutras religiões) esteve em Rio de Moinhos em Visita Pastoral.

 

Terão Armando Fernandes e a sua santa ido beijar o anel do Prelado,  segundo ordena a boa educação?

 

Esperamos que o blogue do Rui André nos explique.

 

Sobre a entrevista do Núncio anotamos sabemos a identificação do trio indicado ao Papa e não estava o lá o Senhor Cónego, coisa que devia levar as as forças vivas, a autarquia e os católicos a escreverem uma carta de protesto ao Papa.

 

Ou então uma manifestação de protesto em Fátima, aquando da visita papal, com cartazes dizendo:

 

Cónego Graça, Bispo Súbito!

 

 

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 08:18 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Bispo demite Cónego Graça...

As férias dos Cardeais

arquivos

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

jornal de abrantes

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
19

20

28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds