Quarta-feira, 14.08.19

O Bispo demitiu José da Graça de Capelão do Hospital. Os apaniguados do cónego querem que  continue lá.  

Ora neste confuso imbróglio tanto o Sr. Bispo (ou melhor a Cúria) e a associação de fans do reverendo esquecem que '' segundo o Diário da República de 8-5-2013 o Reverendo Cónego José da Graça acaba de meter reforma dum dos inúmeros lugares que ocupava, Capelão do Hospital de Abrantes. A reforma iniciar-se á a partir de 1 de Junho e o Cónego vai auferir 536,37 euros ''

ver aqui também

O homem recebia o ordenado e adjudicava o trabalho a ministras da comunhão e outros(as)  voluntários(as)   que não recebiam nada e pouco lá ia.

Acontece ainda que segundo o portal dos Contratos públicos há um contrato de ajuste directo entre a Diocese e o Hospital para o desempenho dos serviços de capelania.

Supomos que a Diocese paga depois a quem faz esse trabalho.

Dizem ainda as notícias que o Graça é Capelão dos Bombeiros Municipais. Em 2014 entrou em vigor uma Lei que proibia os reformados da função pública (como ele, reformado do Hospital) de acumularem a pensão com qualquer função na administração pública.

Sob pena de perderem a pensão.

Por isso o General Bernardes afastou-se do cargo de Provedor do Munícipe.

Por isso o Graça não podia ser capelão dos Bombeiros.....mantendo a pensão.

cónego bombeiros

 

mn

 



publicado por porabrantes às 08:49 | link do post | comentar

Segunda-feira, 12.08.19

Nos termos do cânone 538 parágrafo 3 do CDC, o presbítero Graça tinha de ter apresentado a  renúncia do cargo ao Bispo, em 2017, quando fez 75 anos e competia ao Ordinário Diocesano mantê-lo no posto ou afastá-lo.

75 anos

Pela entrevista dada ao Médio Tejo a 8-7-2017 não contemplava a hipótese de renunciar, a que a Lei canónica o obrigava ''por estar são como um pero''

Mas também tinha um processo penal às costas e alguém tinha de pagar as contas dum Advogado caro.

Não nos digam que foi o CSIA....

Porque se foi, o dinheiro que devia ter ido para os pobres, foi gasto o tentar ilibá-lo dos crimes que cometeu.

No caso de ter apresentado a renúncia ao Bispo, agradecemos envio da cópia dela e já agora dos recibos do Advogado.

ma 

CDC Código de Direito Canónico

 



publicado por porabrantes às 11:22 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.08.19

em nome de Deus

Aplicando o Direito da Igreja, o Senhor Bispo de Portalegre e Castelo Branco faz Justiça!

1900

ver aqui

A decisão do Ordinário Diocesano só peca por tardia.

E é tomada por decreto, por o Graça se opor a sair de Abrantes.

O decreto tem a forma duma notificação oficial.

graça benfeitor

Isto devia ter mais desenvolvimento, por exemplo o Graça das seringas era obrigado a colocar o cargo à disposição do Bispo ao cumprir 75 anos e ao que sabemos não o fez.

Mais, quando falsificou as contas do CSIA mandou-as (falsificadas) para serem assinadas pelo Bispo.

Porque as contas das instituições sociais das Paróquias, precisam de ser aprovadas pela Diocese.

Ou seja o homem teve o descaramento de tentar implicar o Ordinário Diocesano numa abjecta burla.

Só isto mostra a gravidade das suas actuações.

E quando solicitado discretamente para dar o fora, resolveu implementar um movimento de desobediência ao Bispo.

Está a arranjar lenha para mais sanções canónicas.

mn 



publicado por porabrantes às 18:46 | link do post | comentar

Quinta-feira, 01.08.19

calem o bico

Um grupo de pessoas tem estado a difundir mensagens como esta, contestando a decisão sábia (mas tardia) de afastar o presbítero das paróquias abrantinas tomada pela Sé portalegrense.

O estilo das mensagens dum alegado MOSAR-C.JC.- Movimento Social de Apoio e Reconhecimento ao Cónego José da Graça, com apoio dalgum Vereador da maioria e de caciques intermédios (que pelos vistos estão reconhecidos a um burlão) fala por si.

Também é reflexo da irritação do PS com a mensagem difundida por D.Antonino Dias criticando António Costa, acerca da Barragem do Pisão.

O PS está danado com o Bispo.

Mas quando as mensagens dos populistas amigos do burlão, dizem preto no branco, ''quem não estiver interessado mantenha a sua opinião no bolso',' reflectem o que foi a vida católica abrantina, enquanto o Graça a apascentou.

Toda a participação na vida paroquial foi abafada, os órgãos colegiais desapareceram ou foram amordaçados, as contas da paróquia e do CSIA foram escondidas (devem obrigatoriamente ser exibidas na net),  o jornal ''Nova Aliança'' passado da titularidade paroquial para nome duma associação que o burlão controla, e mil coisas mais.

E naturalmente quando alguém exprimia a sua opinião, o burlão e a sua corte diziam: ''mantenha a sua opinião no bolso''.

Podem os anacléticos protestarem, mas ao homem resta-lhe ir para uma casa no Arneiro em Nisa, e fazer penitência.

A não ser que queira criar um cisma, barricado na Chainça, reeditando um palerma perjuro que criou o cisma das Mouriscas.

mouriscas 7

A coisa até meteu uma filarmónica, a SIMR que foi excomungada.

Um cisma sem banda de música não tem piada. E sem foguetes também não.

Qual será a banda contratada para tocar na Chainça?

13492_67360523_2470012289744887_4815362060617515008_n_5d4181cab9987 (1)

Finalmente há mais motivos para iniciar um processo canónico contra o ''benemérito''. Deu autorização para usar um equipamento paroquial para desobedecer ao Bispo e em proveito próprio.

Para manter o tacho.

mn  

  



publicado por porabrantes às 11:32 | link do post | comentar

Quarta-feira, 12.06.19

 

arautos

O burlão José da Graça apanhou 5 anos de cadeia com pena suspensa

O criminoso é ainda condenado como falsificador de documentos, e como autor de burla qualificada e burla tributária.

O colectivo de juízes considerou provadas as acusações traçadas pelo grande abrantino Pedro Moreira contra o burlão, que 3 Bispos de Portalegre ousaram manter nesta terra honesta para cobrir os católicos abrantinos de vergonha e infâmia e contruir uma rede criminosa.

O mínimo que podemos exigir é o seu afastamento imediato e a retirada de todas as medalhas que políticos ignaros e inconscientes lhe deram.

A pena é suspensa e devia ser efectiva.

Também foi condenado o Pedro a 2 anos e essa instituição desprezível o CSIA a pagar uma verba avultada por ter roubado os contribuintes.

Deus pode dormir a sesta como D.Antonino .

Mas a Justiça de Portugal fez parte do que devia.

ma  



publicado por porabrantes às 11:09 | link do post | comentar

Quinta-feira, 23.05.19

Informam-nos que a Tertúlia do Fojo se encontra sem capelão.

 

Roga-se ao Senhor Bispo de Portalegre, que Sua Excelência Reverendíssima proceda à nomeação canónica de um novo, para dar assistência religiosa a esta prestigiada associação.

 

Laos Deo

ma



publicado por porabrantes às 10:02 | link do post | comentar

Quarta-feira, 22.05.19

pj ponte

Além do MP pedir com graça feminina a condenação do cónego, irrompe a PJ e engaveta um ex-dirigente da Santa Casa alentejana.

Bispo Portalegre

 

As duas instituições são canónicas, cujas contas são validadas pela Cúria de Portalegre, onde o Bispo tinha de dar o seu aval às contas delas e vigiar os alegados beneméritos.

Não vigia ou vigia mal e portanto a responsabilidade também é dele, e de quem o assessora.

Os escândalos sucessivos que abalaram as paróquias abrantinas face à inação de D.Antonino , a mania apostólica que o próprio Bergoglio cultiva com sagazes manhas peronistas  de proteger os seus, são parte duma cultura católica romana, que causa sérios problemas à Igreja.

E leva muitas vezes a pagarem justos por pecadores.

Havia mais a dizer?

rede reg cura

O sr. dr. António Velez disse-o nas alegações. Ler aqui

E da leitura da Rede Regional resulta que o MP pede prisão efectiva para o tonsurado.

ma

foto do Bispo: Arronches em Notícia

   



publicado por porabrantes às 20:37 | link do post | comentar

Domingo, 24.03.19

diario padres

publicado por Nancy G. Bermeo, The Revolution Within the Revolution: Workers' Control in Rural Portugal- um grande livro 

 

Foi exactamente nas regiões onde o racio padres/habitante era maior que a radicalização política no PREC foi mais longe. Com excepção do Algarve que foi um baluarte da sensatez (um feudo do PS) e não descambou no aventureirismo.

A ver se alguém aplica esta ideia (com estatísticas) à história social abrantina. 

Mas também diz a Professora Bermeo que foi uma radicalização, protegida pelo guarda-chuva do MFA. Sem ele, metade dos revolucionários tinham ficado em casa. 

mn

 



publicado por porabrantes às 21:17 | link do post | comentar

Sexta-feira, 15.02.19

O Observador está a fazer o mesmo que o El País e outros órgãos internacionais de imprensa.

A inquirir os casos de abusos sexuais eclesiásticos.

O El País começou tarde, mas já está a  por em polvorosa a Igreja espanhola e não só.

Começam a aparecer dezenas de casos de abusos sexuais a menores, incluindo de celerados muito respeitáveis.

A Igreja lusa minimiza o assunto e quase começam a sugerir uma ''excepcionalidade lusa''.

Nesta terra não haveria abusos, quando eles foram sistémicos e incentivados por uma covarde política de silenciamento, posta em prática por indicação de Roma.

O ''Observador'' inquiriu as dioceses sobre assunto. A Diocese de Portalegre não respondeu.

O costume.

Também não responderam à queixa do Pedro Moreira sobre a burla no CSIA.

Esta inadmissível política de ''omertá'', retira-lhes a credibilidade e a autoridade.

E sugere que escondem algo.

Esta diocese e  outras (várias) que fizeram o mesmo.

bispo

 

E o ''Observador'' é um jornal excelente, onde escrevem autores relacionados com a Igreja e até com a 'Obra'', caso do Padre Gonçalo  Portocarrero.

ma 

ps- houve um caso de denúncia contra um cónego abrantino  e outros sacerdotes que foi investigado pelo MP de Coimbra e arquivado.

cam - copia

 

O assunto foi largamente badalado na Imprensa.  

 



publicado por porabrantes às 09:56 | link do post | comentar

Quinta-feira, 23.08.18

Diz o Público, que o Episcopado afirma que não tem ''em cima da mesa'' casos de abusos sexuais de menores.

Em 2016, foi arquivado em Coimbra um caso onde era referido um importante sacerdote abrantino.

Em 2013, o mesmo jornal publicou esta ''peça''.

Em 7 de Março de 2018, o ''Correio'' publicou a condenação a prisão (6 anos), num caso do Porto,  e o matutino sublinha que o abafaram durante um ano. E que a congregação não o denunciou.

A mesma saga atacou alguma Igreja protestante.

A condenação mais recente na região foi a do padre da Golegã por abusar dumas escuteiras.

padre golegã

Padre António Santos (TVI)

 

O presbítero não foi suspenso a divinis e o Tribunal não o proibiu de contactar com crianças.

Na Diocese de Portalegre houve casos denunciados pelo ''Sol''.

As denúncias feitas pela ex-responsável da Casa Pia, Catalina Pestana, referentes também a esta diocese foram arquivadas.

Em 19-6-2018 reunido o Conselho Presbiterial da diocese  ' 'Foi ainda dado conhecimento das diretrizes referentes ao tratamento dos casos de abuso sexual de menores e dos procedimentos a adotar em caso de conhecimento de situações que indiciem ou evidenciem situações de tal natureza. Os destinatários imediatos destas diretrizes são todos os que trabalham, de alguma forma, na atividade da Igreja, em particular os que exercem funções de direção, chefia, gestão ou coordenação na atividade própria de cada pessoa jurídica canónica, como as IPSS e outras. Tais orientações, como, aliás, também se diz no texto em questão, não dispensam não dispensam, em caso algum, a observância das demais normas internas da Igreja, nem o escrupuloso cumprimento das normas legais do direito interno português.''(in página da diocese.)

A mudança de atitude na Igreja vai-se notando pouco a pouco. Mas a resposta às queixas de pessoas indignadas sobre o comportamento de certos clérigos, continua muitas vezes a caracterizar-se pela opacidade e pelo silêncio.

Assim não se conhece o andamento dado às queixas feitas pelo ex-Presidente da Freguesia de Alferrarrede, Pedro Moreira, contra o Cónego Graça, referentes a um caso amplamente noticiado pela Imprensa, de alegada burla à Segurança Social.

Assim não se conhecem os contornos da venda da casa da ''Sãozinha'', no Gavião, pelo famoso presbítero do ''Porche'', padre Arsénio Isidoro.

Finalmente anota-se que a Diocese não tomou qualquer decisão pública sobre o idoso padre Milheiro que se celebrizou por ser acusado de chicotear noviças em Famalicão.

 

 

mn

  



publicado por porabrantes às 09:08 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O caso do capelão inexist...

Cónego Graça tinha de ter...

Está a arranjar lenha par...

O cisma da Chainça ou man...

Burlão José da Graça apan...

Precisa-se Capelão

Mais problemas para o Bis...

Dia do Senhor: Os padres ...

Diocese de Portalegre não...

Diocese de Portalegre tom...

arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13

22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds