Sexta-feira, 05.03.10

O delírio não é só monopólio do Jota Pico & Seita associada.

 

O Camarada Abrantes, Domingos de nome próprio, lançou para o povo um discurso para desmascarar a República ''burguesa'' de 1910 tão confrangedor que seria digno de entrar no ranking dos historiadores do Souto, depois de Martinho Gaspar.

  Domingos Abrantes ou Domingos Souto? (foto pcp)

Abrantes é um topónimo suficientemente honesto para rogarmos ao Camarada Abrantes que vá ao registo civil ( uma das benéficas criações do dr.Afonso Costa) e mude de apelido.

 

Que tal Domingos Souto?

 

Transcrevemos algumas passagens do delírio do caudilho estalinista.

 

A qualidade da interpretação dialéctica da história, bebida do mais reles e grosseiro catecismo do Soviete Digest's, deixaria o Sr.Dr. Álvaro Cunhal branco de raiva.

 

Francisco Martins Rodrigues empalideceria face ao mecanicismo troglodita do teórico Domingues Souto.

 

Suspeitamos que Martinho Gaspar aplaudiria deslumbrado pelo génio do tipo que expulsou Zita Seabra.

 

O Prof. Doutor Catroga, nº 2 do ranking, de especialistas de História da República (o nº1 é Vasco Pulido Valente) se ouvisse isto num exame diria : Estás chumbado.

 

Raul Rego, Grão Mestre da Maçonaria e paladino inquebrantável dos Valores Republicanos, saltaria à arena e tentaria sovar o burocrata.

 

Transcrevemos algumas das pérolas: '' Segundo este dirigente do Partido, a revolução republicana de 1910 «limpou espaço para que a burguesia e as massas populares, com o operariado na vanguarda, se confrontassem num frente a frente directo – a luta de classes – que cedo levou a morte aos trabalhadores»

 

Meu Deus, o dr. Afonso Costa  transformado numa espécie de Almeida que de vassoura em punho limpa o espaço da história  ( estaria suja?) para que burgueses e proletários se rachassem a pinha num duelo de morte.

 

''O 5 de Outubro, prosseguiu Domingos Abrantes, inscreveu-se, contudo, no sentido progressista da história, liquidando a monarquia e derrotando a fracção burguesa ideologicamente identificada com a mesma, conforme escreveram Bento Gonçalves e Álvaro Cunhal. E por isso, na luta antifascista, nunca deixou de ser comemorado, sempre com particular intervenção do PCP, partido que, sob a influência da Revolução de Outubro de 1917, na Rússia, emergiu daquele período como o instrumento que faltava à classe operária em expansão. 
«Não se trata, pois, de voltar aos “ideais liberais” de 1910, antes de afirmar que os valores essenciais que então moveram as classes mais desfavorecidas foram os que conduziram os portugueses ao 25 de Abril»''. 

 

E de repente ( como estava previsto no plano divino, ou seja no materialismo histórico) emergiu o PCP!!!!

 

Não havia luta de classes antes, porque não havia instrumento!!!!

 

A CGT anarquista nunca existiu!

 

O Camarada Bento Gonçalves nunca foi anarco-sindicalista!

 

( noutra página o Avante evoca o Camarada João de Freitas Branco como um bolchevista da velha guarda, censurando a militância do músico na extrema-direita nacional-sindicalista).

 

Lenine que desancou Plekhanov por ser um mecanicista diria ao Domingos Souto:'' O Camarada dedique-se a outra coisa, que a teoria não é para operários. É para intelectuais, como eu, filhos da burguesia, que somos capazes de interpretar um texto filosófico !!!''

 

Mas o mais grave é isto : ''Não se trata, pois, de voltar aos “ideais liberais” de 1910''.

 

Ou seja Domingos Souto recusa a democracia política que foi um dos Valores essenciais do liberalismo português. E cuja história não começou em 1910, mas em 1820.

 

É um nostálgico estalinista, adepto duma ditadura repugnante, tal como os camaradas do PNR, essa corja de racistas, caçadores de pretos.

 

Resta-nos pois pedir ao Domingos que vá ao Registo Civil e mude o nome para Domingos Souto.

 

Para não desonrar o nome de Abrantes, terra que se orgulha não do seu passado republicano, mas da sua herança liberal, património comum a todos os portugueses (monárquicos e republicanos) que apreciam a Liberdade!!!

 

POR ABRANTES 

 



publicado por porabrantes às 10:05 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Domingos Abrantes ou Domi...

arquivos

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds