Sexta-feira, 23.10.15

Calhou falarmos da EICA. Pois um portal imobiliário anuncia a venda da Casa  que foi residência do histórico Director da EICA, Sr. Dr.Américo Santo.

É por trás da CMA, no coração da velha Abrantes e a casa tem as qualidades e defeitos das residências burguesas do século XIX da nossa terra.

O portal diz isto:

 

''Área Terreno: 170m² Ano de Construção: 2014 A 'Casa do Professor' datada de fins do século XIX, mantendo ainda alguns elementos da anterior edificação que remonta ao século VIII, com estilo senhorial tem uma área total de 960 m2, compreendendo em cada piso 230 m2 e quintal com uma área descoberta de 170 m2, fica localizada no centro histórico da cidade de Abrantes (Ribatejo) é constituída por casa com três pisos e sótão. O r/c compreende: um verdadeiro espaço e polivalente amplo adequado para garrafeira, salão de jogos, atelier, arrumos com 205 m2 com teto em vigas antiquíssimas de madeira, biblioteca com escritório com 25 m2 e pequeno hall de entrada guarnecido a azulejos da época e garagem com capacidade para três viaturas. O acesso ao primeiro andar faz-se por escada em madeira, sendo o mesmo constituído por 5 salas, 1 casa de banho, 1 cozinha, 1 despensa, 1 quarto e acesso direto ao quintal com um grande terraço, árvores de fruto, espaços ajardinados, cisterna e anexos para arrumos. No segundo piso: 7 quartos, 1 casa de banho e cozinha. #ref:1846''

casa zúniga.png

Só um pormenor duma das velhas cisternas, impecavelmente conservada, típica dos quintais duma vila escassa em água.

casa zúniga 13.png

A forma como os proprietários conservaram a casa é uma prova de amor à cidade, que dá lições ao poder público e ao cónego das seringas.

 

A casa andou ainda associada à família do militar Abel Malhou Zúniga, que acho que estava ligada à do director da EICA.

 

Preço 300.000 euros, um bocadinho caro.

 

mn. 

 

fotos dum portal imobiliário



publicado por porabrantes às 22:33 | link do post | comentar

Terça-feira, 24.05.11

Foi a EICA um viveiro de poetas?

 

Foi Lacão, o melhor poeta da EICA, como sugeriu a poética e doce Maria do Céu, certamente embevecida pelas estrofes nacionais-militaristas, em que o precoce vate fulminava os turras e cantava em versos de pé quebrado a gesta colonialista?

 

http://mundophonographo.blogspot.com/2008/05/guerra-descolonizao-e-

 

tentativa-de.html

 

(ler sobre a repressão colonial um artigo interessante aí. E recordar que a UPA/FNLA, UNITA e MPLA têm as mãos tão sujas de sangue como as Forças Armadas de Portugal. Tempo de guerra é tempo de crimes, coisa que não significa que a maior parte dos soldados de Portugal não sejam Homens de Honra e que se tenham batido com bravura, sem participarem em atrocidades.)

 

A resposta ao entusiasmo poético da carrilhista Céu Albuquerque pode ser esta, quem é capaz de destruir o tecido urbano com isto:

 

também é capaz de gostar de mau versos, que neste caso não passam de propaganda fascista.

 

E ao dizer o que disse, mostra desconhecer a história da cidade e em particular a da EICA.

 

  

 

Em 1 de Maio de 1959, os alunos finalistas do primeiro curso da EICA publicavam esta interessante revista ''visada'' pelo Director da Escola, o saudoso Dr.Américo Santo.

 

Na revista há imensos dados sobre o corpo docente e discente da EICA, artigos dos alunos sobre uma grande variedade de assuntos, publicidade comercial, colaboração literária e naturalmente fotos dos finalistas, onde encontramos nomes conhecidos da cidade e não só, tal  como vimos os nomes de alguns professores ainda felizmente entre nós, como é o caso do eng.Bioucas e da Pintora Maria Margarida Castel-Branco, mãe do nosso amigo António Castel-Branco.

 

Esta revista é um testemunho imprescindível para a história da EICA que devia ser encomendada (aqui admitimos um ajuste directo) ao antigo aluno e peticionário Doutor Jorge Pessoa Santos Carvalho.

 

 

 Na colaboração literária há muita poesia do finalista Luís Pereira Eduardo, melhor que a do Lacão e sem histerismos fascizantes.

 

 Quem é o Luís Pereira Eduardo?

 

 Confesso que não sei, mas tenho aqui a sua garbosa fotografia ao terminar o curso.

 

 

Ao lado de abrantinos muito conhecidos, entres eles o peticionário Doutor Jorge Pessoa Santos Carvalho, de que não farei o elogio para ele não se zangar, mas que era a pessoa indicada para fazer a história da Eica ou pelo menos dos seus Poetas.

 

Miguel Abrantes

 

(1) Peço desculpa de não reproduzir todas as fotos disponíveis. Questão de espaço...



publicado por porabrantes às 22:24 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Vende-se casa do director...

os poetas da Eica (1)

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds