Sábado, 15.11.14

O Ribatejo faz 29 anos.

Como é o Ribatejo?

rib 1.png

 

rib 2.png

 

rib 3.png

 considerações acertadas na tese de Mestrado sobre o ''Ribatejo'' da Joana Margarida Carvalho, que se citam com a devida vénia.

Também é acertado o elogio das indispensáveis crónicas do Dr.Eurico Consciência.

São estes os pontes fortes da tese.

Pontes fracos são:  o estudo da evolução dos accionistas do Ribatejo, da sua estrutura do capital, da sua evidente ligação política inicial ao projecto bonapartista eanista,  e do sonoro fracasso da sua tentativa de implantação cá no concelho.

A Joana em vez de se basear só nas informações do Duarte, devia ter ido à Conservatória de Registo Comercial scalabitana ver in loco, como foi a história empresarial da gazeta.

 

Porque a Jortejo, dona do Ribatejo, esteve durante um tempo dominada pelo Grupo Lena e foi veículo para a compra do ''Jornal de Abrantes'' por 1 euro.

''A propriedade é da Jortejo, uma empresa do Grupo Lena, já detentora no distrito de Santarém do jornal 'O Ribatejo' e do mensário 'Negócios & Notícias', onde será feita a paginação do jornal, e também "alguns acertos que enquadrem a produção do mensário no conjunto dos títulos aí produzidos". Segundo disse Alves Jana, "este não será um jornal de actualidade fina, para isso existem os semanários e também a rádio (Antena Livre, também pertença do grupo), e nesta primeira edição não teremos ainda um número de arromba, mas uma edição que pretendemos normal, trazendo, no entanto, um trabalho mais desenvolvido dedicado às festas de Constância". "Os assinantes também vêm os seus interesses salvaguardados e até reforçados pois a partir de hoje passam a receber dois jornais. O renovado Jornal de Abrantes, agora em edição mensal, e o semanário O Ribatejo, jornal de âmbito distrital, com o mesmo preço de assinatura e com o compromisso deste último reforçar a sua informação semanal sobre a zona servida pelo Jornal de Abrantes", afirmou o responsável. Joaquim Duarte, director-geral da Jortejo disse hoje à Lusa que este é um projecto que "assenta essencialmente na publicidade, com uma tiragem mensal e gratuita de 15 mil exemplares distribuídos por Abrantes, pelos concelhos limítrofes e pelas superfícies comerciais, chegando assim a muito mais pessoas e localidades".

notícia da Lusa de 9-4-2009

 

E disse o Duarte mais, embora o tenha omitido à Joana, :

. "A Jortejo, a rádio Antena Livre, o Ribatejo ou o Jornal de Abrantes são todos filhos do mesmo dono - a Lena Comunicação"

duarte 2.png

 Aliás há outro estudo universitário de referência que analisa este negócios e esta peculiar forma de praticar a arte jornalística (1-Bastos, Zamith, Reis, Jerónimo, estudo citado no final):

rib 4.png

 

 

 Nessa época era boss do grupo o sr. Rebelo Santos, que chegou a gerente da Jortejo.

E depois, segundo o Mirante, a 14-3-2013, o grupo Lena bazava do capital do Ribatejo: ''O semanário O Ribatejo, também editado em Santarém, mudou igualmente de estrutura accionista nos últimos tempos. A Lena Comunicação, uma empresa do Grupo Lena, alienou os 83 por cento de acções que detinha na Jortejo. Como accionistas principais estão agora o advogado e fundador do título, Albertino Antunes, e o director do jornal, Joaquim Duarte, que são também os gerentes. Essa foi também a solução de recurso para evitar que o jornal acabasse, após a mudança de estratégia do Grupo Lena que decidiu abandonar a aposta na área da comunicação social.''

Na lista de cronistas do Ribatejo faltam as senhoras ou seja a Edite, autora desta tirada antológica sobre o seu colega na Assembleia Municipal, Manuel Dias,

mamuel dias edie.png

 Os nossos parabéns à Joana pela brilhante tese, embora se tenha esquecido da Senhora Dona Edite.

MA

créditos: foto do J.Duarte- O Ribatejo

               foto da crónica da Edite, publicada a 19-5-94, cá do blogue

              (1)  citação de:

media.png

 



publicado por porabrantes às 13:48 | link do post | comentar

Segunda-feira, 25.07.11
O Cidadão abt disse sobre O homem mais bonito de Lagarelhos no Sábado, 23 de Julho de 2011 às 20:31:

     

Ainda não cara amiga Suzy! Ainda não!

O bicho é esquivo e o norte do concelho é muito vasto em reentrâncias de água da albufeira. 
É necessário bater as aldeias uma a uma e questionar as pessoas mais sábias do pinhal. 
Tá difícil, ou foi tudo de férias! 

Já agora... essa imagem acima inserida é a de uma caixa de pensos higiénicos?

As técnicas que o marketing utiliza para impingir um produto a determinado leque de potenciais clientes. 
visual deve ser apelativo às meninas com mais de sessenta anos, as tais que curtem as canções cujas letras se inserem no tema do ló-ló-ló-lo!

Pelo que se depreende, a Edite com o avançar da idade revela-se bastante mais irreverente! 
Decerto estará a atravessar o culminar de uma menopausa bastante complicada!

 

 

Caro Cidadão,

 

Quero dar-te os parabéns pela caça & pesca ao crocodilo do Zêzere.

 

É uma tarefa de defesa dos nossos banhistas tentar devolver o bicho ao Zoo.

 

Peço-te que não te enganes e não mandes para o Zoo nenhum ex-vereador.

 

Um  ex-vereador pode ser um bicho, mas é um bicho humano e portanto não deve ser encerrado numa jaula.

Nem sequer numa caixa destas.....

 

Perguntas tu, se isto, que é igual à caixa que a velha gaiteira Edite levava na carteira, é uma caixa de preservativos.

Não é, porque a Edite é católica tradicionalista e segue à letra os preceitos sobre fornicação dum tio-avô de Vinhais, perito em missas e sacar esmolas às beatas.

A mim parece-me que é um amuleto que as vellhas alaranjadas com mais de 60 anos trazem na carteira para afastar o mau-olhado.

 

A Edite além de gaiteira e galega  é alaranjada!!!!!

 

E presume ser a maior intelectual de Lagarelhos!!!!

 

Diz que vai ser a primeira galega, a conseguir a imortalidade, depois da couve-galega!!!!

 

 

 

 

Perguntei-lhe como pensava chegar à imortalidade!!!!!

 

Disse que estava a escrever um tratado de cozinha onde provaria que o caldo-verde era galego e não português.

 

 

Naturalmente acusei-a de traição à Pátria e nunca mais falarei com ela!!!! 

 

Saí do bar de travestis a cantar o hino nacional. Posso ser judia, mas sou uma portuguesa boa.

 

 



publicado por porabrantes às 18:49 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sábado, 23.07.11

Encontrei num bar de travestis a Edite vestida à moda do rancho folclórico de Lagarelhos....

 

Começou-me a falar de homens bonitos. Fiquei radiante até há pouco, ela só gostava de gajos a cheirar a estrume porcino.

 

Perguntei-lhe: qual é o teu tipo de homem?

 

Abriu a carteira e entre os pensos higiénicos (a gaja apesar de estar na menopausa há 30 anos gosta de armar) do Guia de Vinhos e Petiscos de Lagarelhos & Cinfães de que diz que é autora, duma foto autografada do Zé Eduardo, o preto, dum pente especial para pentear não macacos mas o capachinho,  e de mais mil coisas que o virago acha que a tornam mais autenticamente feminina, tirou isto:

 

 

 

Fiquei banzada!!!!! ´

 

Quem me manda a mim dar-me com rurais....

 

Suzy de Noronha, socialite

 

Espero que o Cidadão já tenha pescado o lagarto



publicado por porabrantes às 18:19 | link do post | comentar

Sábado, 09.07.11

Segundo conseguimos apurar a menina Edite queria regressar às colunas dum falido semanário ribatejano para voltar a insultar toda a gente.

 

 

A Edite comentou com um superior: O insulto é a melhor e a mais rápida plataforma de lançamento para uma transmontana a chegar a Ministra!!!!

 

 

Já viram, houve um tipo que chamou ''alforreca'' ao Passos Coelho e foi promovido a Ministro!!!!!1

 

 

Se eu regressasse ao insulto ainda poderia chegar a Ministra da Condição Feminina......

 

 

De forma que a direcção oficialista tomou as medidas que se  ilustram a seguir:

 

 

 

(postal disponibilizado pela Edite Fernandes, jovem natural de Vinhais, mas não de Lagarelhos, como ela faz questão de assinalar. Maior coleccionadora de postais da Lusitânia)

 

 

A prendada Edite Fernandes encontra-se neste momento em Vinhais a fazer uma reportagem sobre o Largo do Buiça.

 

 

Suzy de Noronha



publicado por porabrantes às 13:46 | link do post | comentar

Segunda-feira, 20.06.11

 

 

 

 Aguardamos com interesse  a lista dos componentes dos novos quadros governamentais,designadamente os intermédios e achamos que a petição  deve estar representada nos órgãos de decisão.

 

Na tertúlia PSD do bar Alcaide, com excelente vista para Alferrarede, sugeriu-se que o Sr. Eng. Silva, peticionário, que se distinguiu assinando um manifesto contra o casamento gay seja nomeado por Passos Coelho, Director-Geral de alguma coisa destinada a revogar a dita disposição, que é manifestamente inconstitucional.

 

Ou a preparar um referendo para que o povo se possa pronunciar sobre este assunto. Além do seu vasto CV, o dito e único militante social-democrata de base que nos últimos quinze anos nunca fez política poderá alegar que reside num concelho em que ainda há vergonha, dado que não nos consta que  tenha havido nenhum ''casamento'' desse tipo.

 

Aliás, o único homossexual natural de Abrantes, o sr. António Botto, distinto poeta, deu um exemplo cívico de apego ao bons costumes, casando com uma senhora. 

 

Este argumento também é apoiado por um ex-candidato laranja à CMA (não se trata de Santana-Maia, porque a dita tertúlia é feudo dos anti-santanistas) com horror a gays.

 

 Bar O Alcaide em Abrantes

 

O Bar Alcaide, junto ao Castelo, com excelente serviço devia de ser pintado de cor-de laranja dada a ideologia dos seus frequentadores.

 

Fala-se ainda na possibilidade de que o importante cargo de chefe de gabinete da nova Direcção-Geral seja desempenhado pela Srª Dª Edite, natural de Lagarelhos, coisa que o Primeiro-Ministro vê com horror por ser a terra natal de Armando Vara. No caso da D.Edite não ser contratada, pensa-se que a Conferência Episcopal poderá indicar a D. Ana Soares Mendes (Graciosa).

 

Marcello de Noronha, informação obtida na Obra e não nas obras



publicado por porabrantes às 20:24 | link do post | comentar

Terça-feira, 24.05.11

A implantação do nosso blogue anti-carrilhista primário 

 

               

 

 

e defensor do património de Abrantes

 

 

adversário implacável da destruição vandálica de São Domingos  e da violação da paisagem abrantina pelo bunker estalinista do licenciado alentejano

 

 

motivou a vinda à cidade do primo do Dr. Noronha para saber quem era o Sr.Dr.Abrantes

 

Mas temos de concluir que os investigadores que se recusaram a ir até à Amoreira, entrevistar o povo para saber quem era a Edite (por não mediática e pertencer à 3º idade ou seja aos velhos), deviam ter ido até ao coração da cidade para entrevistar o Dr.Miguel Abrantes.
Nem sequer passarem pelo Pelicano para ver se o eng.Marçal estava lá a tomar a bica com o peticionário Sr.Passos e não ouvir o eng.Marçal é um crime!!!!
Nem sequer foram à redacção da Nova Aliança, ouvir o Cónego, que pelos vistos é o capelão do ICA, entre outras interessantes actividades pias.
Pecado Mortal!!!!
Nem sequer foram à CMA, ouvir a Chefa-Vereadora para lhes dizer que dava licença à Srª Albuquerque de lhes recitar um poema do Lacão sobre a Mocidade Portuguesa.
Assim, não vão a lado nenhum....

Tenho de confessar (à blogosfera e não ao Prelado Graça) que o primo do Dr.Noronha, o Miguelito devia vir fazer estágio para a nossa redacção.

Adérito Abrantes

 

porque é que não perguntaram por mim? Incapazes!!!


 

 

 

 



publicado por porabrantes às 08:28 | link do post | comentar

Terça-feira, 26.04.11

Com a devida vénia reproduzimos do reexistir por abrantes este post do peticionário e nosso amigo

Dr.Santana-Maia Leonardo

 

 

''26 de Abril de 2011

Santana-Maia Leonardo

 

O meu querido amigo Belém Coelho chamou-me ontem a atenção para uma notícia inserta no site da Antena Livre que dizia o seguinte: «os militantes do PSD de Abrantes, reunidos no sábado, dia 16 de Abril, aprovaram uma moção em que é retirada a confiança politica ao seu vereador Santana-Maia Leonardo.»

 

Ao princípio, pensei tratar-se de uma brincadeira da rádio.

 

De facto, não dei notícia que tivesse sido convocada qualquer reunião da comissão política ou qualquer plenário do PSD de Abrantes de onde constasse um ponto da ordem de trabalhos com essa gravidade: retirada da confiança política a um vereador.

 

E apesar de os actuais dirigentes concelhios (sobretudo, os três dirigentes de facto), não pugnarem nada pela lisura dos procedimentos, não me parecia possível que fossem capazes de aprovar às escondidas uma moção deste tipo.

 

Todos sabemos que o ódio cega e que Armando Fernandes, José Marçal e Pedro Marques não perdoam eu ter a ousadia de lhes ter dito na cara o que toda a gente diz em surdina, inclusive a actual presidente da concelhia (pelo menos, até há três meses, quando era desconsiderada e humilhada publicamente pelo Dr. Armando Fernandes em qualquer sítio que este a encontrasse).

 

No entanto, ninguém esperava que tivessem a ousadia de utilizar o nome do partido e três ou quatro militantes sempre dispostos a empunhar a bandeira do lado que sopra o vento para uma vingança tão mesquinha que, a ser verdade, só servia para confirmar o mau carácter dos vingadores.

 

Até porque ainda muito recentemente a própria presidente da concelhia deu público testemunho, no Mirante de 7 de Abril, da confiança política nos vereadores e no seu valoroso: «Os vereadores têm desempenhado um trabalho com o qual nos temos solidarizado. São pessoas voluntariosas, que se dedicam à causa pública e ao partido». 

 

Ora, era preciso muita hipocrisia para tamanha cambalhota.

 

A não ser que os dirigentes concelhios do PSD já fossem mais socráticos do que o próprio José Sócrates.

 

No entanto, tendo sobretudo em conta os acontecimentos recentes, que em nada abonam sobre a verticalidade dos actuais dirigentes concelhios (os dirigentes de facto), procurei informar-me se a notícia tinha algum fundamento.

 

Em boa verdade, foi difícil a confirmação porque nem mesmo os mais assíduos aos plenários tinham ido àquele.

 

Mas, por incrível que pareça, é mesmo verdade.

 

Ou seja, «uma larga maioria» da meia-dúzia de militantes que compareceu ao plenário convocado para analisar a situação política apresentou e votou uma moção para me retirar a confiança política.

 

Por este andar, qualquer dia convoca-se um plenário para analisar as pedras da calçada e acaba-se a aprovar uma moção para retirar a confiança política a Cavaco Silva,  Barack Obama e sabe-se lá a mais quem, apresentada e aprovada, por unanimidade, pelo único militante que correspondeu a tão entusiasmante convocatória.

 

Se o ridículo matasse, a larga maioria da meia-dúzia de militantes que se auto-intitula PSD de Abrantes teria morrido naquele instante.

Todos nós já tínhamos ouvido histórias de pessoas internadas em hospícios que se intitulavam "Napoleão", agora, haver meia-dúzia de militantes que se auto-intitulavam PSD de Abrantes é caso único e digno de registo e de galhofa...

 

Que a comissão política concelhia (órgão executivo) retirasse a confiança política aos vereadores ainda se poderia admitir em tese, desde que fundamentasse, obviamente, com a nossa actividade enquanto vereadores (porque é apenas isso que está em causa) e em reunião convocada expressamente com esse ponto na ordem de trabalhos.

 

Agora, meia-dúzia de militantes retirarem a confiança política a um vereador???!!! E para mais quando todos as intervenções apresentadas na Câmara até foram sempre subscritas pelos dois vereadores do PSD????!!!!.... É só mesmo para rir!!!...

 

Francamente, não é que me incomode não merecer a confiança política de pessoas que não são sequer dignas de confiança.

 

Mas, sendo militante do PSD, custa-me ver o nome do partido ser usado e posto a ridículo por pessoas a quem o cheiro do poder está, manifestamente, a toldar o juízo...''


 

 

 

 

A ilustração é da responsabilidade da petição

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 20:41 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

29 velas no Ribatejo

Edite e a traição à pátri...

O homem mais bonito de La...

laranjas oficialistas con...

A tertúlia laranja no Bar...

Miguel Abrantes ganha fam...

a troika dos tótós

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds