Terça-feira, 25.10.16

alvega pereira coutino.png

alvega pereira c 2.png

Alvega 10 de Junho de 1874

coutinho a.png

coutinho b.png

 

Em 10 de Junho de 1874, o jornal regenerador procurava desmentir as notícias veiculadas pela Oposição e pela Imprensa da capital acerca dos tumultos de Alvega, organizados pelos partidários de D.Miguel Pereira Coutinho em resposta à pressão feita pelo Administrador do Concelho e outros vultos, que tentavam pressionar a população a votar em Cunha Belém.

Foi inútil a pressão, como já se disse D.Miguel Pereira Coutinho venceu a eleição.

alvega 1915 joao alves martins.jpg

 Eleito Deputado a 14 de Julho de 1874, a 15...... D.Miguel Coutinho estava nas cerimónias fúnebres do falecido deputado abrantino Santos e Silva, seu colega do Partido Progressista Histórico, cujo assento parlamentar era agora seu. 

santos 2.png

santos 3.png

santos 4.png

Santos e Silva morria pobre, organizava-se um peditório para a família e filhos

peditório.png

 O Cunha Belém não é mencionado entre os que estavam no funeral de

santos silva gravura.png

 estaria em casa a carpir as mágoas.

Em contrapartida alguns dos mais importantes políticos da época como Fontes Pereira de Melo (então presidente do conselho), Ávila e Bolama, o Duque de Loulé (líder do seu partido) e alguns dos vultos mais importantes da imprensa e da cultura da época como Pinheiro Chagas, Mendes Leal.....acorriam a homenagear o falecido. 

 ma

 

fontes: Diário Ilustrado

A História Cronológica do Concelho de Abrantes, de Candeias Silva, é omissa em relação às eleições legislativas de 1874



publicado por porabrantes às 19:27 | link do post | comentar

Terça-feira, 11.10.16

d.gina.jpg

concerto tia gina 30-0-1891.png

D.Ilustrado 30-9-1891

 

Acho que é o Rev. Sá Pereira, aliás o futuro Monsenhor Sá Pereira, natural da terra. Começou a carreira eclesiástica como Capelão da Casa Anadia em  Alferrarede e quase chegou a Bispo. Em 31 de Março de 1891 tomou posse dessa Igreja. Era um homem com ligações políticas ao P.Regenerador, por isso Avellar Machado o foi visitar.

p. sá pereira.tif

 A foto é da Revista de Abrantes. O padre, antes de partir para altos voos, paroquiou S.João e foi Capelão da Santa Casa. Foi Comendador  da Ordem de Isabel, a Católica ,e el-Rei D.Carlos fê-lo Comendador de N.Senhora da Conceição de Vila Viçosa. Teve importantes  cargos na magistratura canónica e o Papa Leão XIII (que ele conheceu) fê-lo Monsenhor. Tudo o que se refere à carreira do Sá Pereira deve-se a Emídio Salgueiro, na publicação citada.

Já agora, o doente é o conselheiro Lopo Vaz (de Sampaio e Melo),  que na época  era Ministro de várias pastas e o homem-forte do P.Regenerador, após a morte de Fontes. Fazia bem o deputado de Abrantes em ir à missa....para conservar assento em São Bento.....

Porém as missas de pouco serviram, Lopo  Vaz morreria em breve.

Lopo_Vaz_de_Sampaio_e_Melo.jpg

wikipedia

 

mn

Foto da D.Gina -Abrantes cidade florida

 

Nota: Carta de Pároco da Igreja de Nª Srª da Anunciada da cidade de Setúbal. 1891. Registo de Mercês de D.Luís I

 

 



publicado por porabrantes às 23:38 | link do post | comentar

Domingo, 12.04.15

lamparina.png

Diário Ilustrado, 24 de Fevereiro de 1866, exactamente no mesmo momento em que José  Luciano de Castro assumia o governo, que era do PP-Partido Progressista e se despedia Fontes Pereira de Melo.

 

Quase de certeza o editor da'' Lamparina'' que se exibia  para festejar o triunfo do Zé Luciano era o dr. Francisco Eduardo Solano de Abreu, então com 27 anos, e que era o editor do Correio de Abrantes, a que os regeneradores chamavam depreciativamente a ''Lamparina''-

 

Quem é que pagara as 6 libras?

 

Certamente o influente do PP ou amigos destes que se tinham cotizado. Também podiam ter saído da farta bolsa do seu Pai, o médico Francisco Rodrigues de Abreu a quem o casamento dera grande fortuna. E Rodrigues de Abreu era o líder nominal do PP abrantino.

 

 

Em  1 de Abril  o Dr.Solano de Abreu era nomeado Administrador do Concelho, cargo que consistia em ser delegado do governo para manter a ordem pública e vigiar a edilidade que estava nas mãos da oposição regeneradora.

 

Não vou ver se nesse dia contratou a banda e comprou uns foguetes para festejar o evento, mandando-os atirar em frente da casa das Zitas, mansão do Visconde da Abrançalha, presidente da CMA, a quem chamava caridosamente ''analfabeto''.

 

Começa aqui a sua carreira política oficial que terminará em 5 de Outubro de 1910, quando os republicanos o saneiam da Presidência da Câmara, para que tinha sido eleito em eleições livres.

 

Eleições mais livres que as que elegeram Solano só se viriam a dar em 25 de Abril de 1975.

 

Talvez o dr. Rui André desencante no arquivo da Filarmónica o recibo das 6 libras.

 

Ou pode ser que a Filarmónica fosse do partido progressista, no Sardoal havia uma banda regeneradora e outra progressista.

 

mn

sobre Solano: Eduardo Campos, Solano de Abreu, vida e obra; Diogo Oleiro-notícia necrológica publicada  no Jornal de Abrantes e que foi aqui transcrita, etc   

 

 

 

   

 

 



publicado por porabrantes às 17:59 | link do post | comentar

Quinta-feira, 11.12.14

Fontes Pereira de Melo, que foi o mais importante político liberal da Monarquia, antes de aplicar o fontismo à construção de vias férreas e estradas, aplicou o fontismo poético a engatar gajas cá em Abrantes, usando a farda e a pena....

fontes.png

 no entanto quando o homem chega a capitão, uma garota, quem sabe de Ipanema, faz o homem versajar, ardoroso, pela musa tropical,

fontes 3.png

 coisa que lhe dura até à velhice, e que permaneceu enquanto despachava no Paço ou nas Cortes, continuando a fazer versos à dama brasuca.

Quem o conta é Alberto Pimentel, no livro, citado admitindo que o Fontes chegou a pensar concretizar coisa séria com alguma abrantina de posses.

Dado que o homem começou cedo a rimar às abrantinas, é justo representá-lo enquanto jovem D.Juan e não como pai da pátria já no outono do seu fulgor lírico.

 

fontes 4.jpg

 

Alberto Pimentel, Notas sobre o Amor de Perdição, 1905

 

Para saberem mais coisas dele espreitem aqui, donde se retirou a romântica gravura do dandy

E se nalgum arquivo particular abrantino estão os versos do Fontes a uma trisavó dum leitor?

 

Finalmente o  Fontes enviuvou cedo, mas era um viúvo alegre, apesar dos correligionários o quererem casar à força com a política

viuvo.png

Livro de oiro  

 

Viúvo já agora duma senhora cabo-verdiana, que conhecera enquanto desempenhara funções político-militares naquela colónia... 

Esta caricatura evoca dalgum modo o galo Fontes

fontes e as damas.png

 Quererem que o viúvo Fontes só estivesse casado com a política regeneradora era demasiado......um estadista não é de ferro....

 

MN

 

 

  



publicado por porabrantes às 19:08 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O funeral do deputado San...

Menina Gina Avellar toca ...

Solano chefia banda de Ri...

2 º tenente Fontes trai a...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds