Sábado, 19.12.20

A segunda versão de Mário Soares sobre  a morte do General Godinho, na 1ªedição lusa do ''Portugal Amordaçado'', Arcádia, Lisboa, 1974.

Na edição francesa, ''Portugal Bailloné'', Calman-Levy, Paris, 1972, há pormenores diferentes

soares -godinho 2.png

soares -godinho.png

Soares tem um lapso, Godinho morreu no Hospital da Estrela

Na ed francesa anota:

''Conheci Moreira na cadeia onde eu próprio estava encarcerado. Segundo ele, Santos Costa tinha-se desembaraçado do General para recuperar as cartas que provavam a germanofilia do seu governo. Moreira viveu durante alguns dias a tortura dos ''curros''. O processo contra  Santos Costa não teve seguimento. Moreira, a viúva e o filho do General  foram libertados quando a PIDE encontrou as cartas em questão. É difícil dizer quem indicou a sua localização embora o filho do General tenha acusado Adriano Moreira. O facto é que as opiniões políticas deste último mudaram totalmente. Alguns anos mais tarde, Salazar nomeava-o Ministro do Ultramar.

(1)-  Adriano Moreira teve uma carreira política sinuosa. Considerado como progressista quando era estudante, aproximou-se da Oposição Democrática depois da Guerra. Mais tarde, ocupou o posto de Subsecretário do Ultramar. Em 1961, Salazar nomeou-o Ministro do Ultramar. Candidato à sucessão do velho ditador, passa hoje por um dos chefes de fila dos ultras''  (...) ''

Nas suas memórias, Moreira desmentiu que a Pide o torturasse. Em entrevistas posteriores, Soares relatou como, no Aljube, Alfredo Godinho tentou um desforço físico do Moreira, acusando-o de traição. 

Num livro de entrevistas, com Maria João  Avillez, disse que Moreira tinha algumas coisas por explicar.

Finalmente Mário Soares presidiu à homenagem ao General Godinho e ao seu sobrinho Joaquim Barradas de Carvalho, nas Galveias.

ma 

 

 



publicado por porabrantes às 22:57 | link do post | comentar

Quinta-feira, 17.12.20

general godinho justo baluarte.png

Os versos do Sadi-Azor, sairam em 12-6-1927, já em pleno fascismo, no jornal republicano cá da terra, ''Baluarte''.

O Sadi-Azor era Justo da Paixão, comerciante e proprietário rural no Rossio, político local, republicano histórico, então militante do Partido Democrático (PRP) e director da folha, claramente enfrentada à Ditadura Militar e que terminaria  proibida.

Ou seja considerava Marques Godinho como um homem afecto ao Partido do Afonso Costa, apesar de ser um militar no activo. Como toda a gente sabia na cidade e nos meios militares e como está publicado em livros da época.

Quando Santos Costa o convidou para Governador Militar dos Açores, o brigadeiro Godinho estranhou, porque era público que era desafecto ao regime. E o tenente-coronel S.Costa, Subsecretário da Guerra (o Ministro era Salazar) apelou ao seu patriotismo, em tempo de Guerra Mundial, para desempenhar uma missão de ''interesse nacional.''

ma     



publicado por porabrantes às 15:44 | link do post | comentar

Domingo, 06.12.20

fernando da fonseca.jpg

O Prof Fernando da Fonseca era o médico do general Godinho que se opôs à transferência deste para o Forte da Trafaria, que se viria a revelar fatal para a vida do General.

Um dos melhores médicos portugueses (consultar aqui a biografia ),  tinha sido demitido da função pública em 1947, por ligações ao MUD, pelo mesmo decreto que enviara o General para a reserva.   

As circunstâncias da morte são contadas pelo Coronel Fernando Queiroga, no Portugal Oprimido.

morte godinho 1.png

morte godinho 2.png

Propositadamente não li a literatura hagiográfica que pretende absolver o homem que mandou prender quem apresentou queixa-crime de homicídio contra ele, Santos Costa.

A ordem de prisão contra D.Palmira Godinho é uma implícita confissão de culpabilidade.

mn  



publicado por porabrantes às 19:15 | link do post | comentar

Sábado, 05.12.20

amanhã 



publicado por porabrantes às 22:11 | link do post | comentar

Quinta-feira, 03.12.20

santos costa antes da pide.png

O tenente-coronel Santos Costa, chefe dos germanófilos e homem com excelentes relações com a Abwehr , Ministro da Guerra, manda fazer uma investigação reservada ao General Carlos Ramires, que fora um polémico comandante-geral da GNR (1) (nomeado por Botelho Moniz, inimigo do beirão) e estava implicado no Golpe de 10 de Abril de 1947, comandado pelo General Godinho.

carlos ramires.png

Ramires acabou passado à reserva.

O que pretende Costa é averiguar se o Major Pessoa da Costa tem ''correspondência particular'', provavelmente cartas entre S.Costa e Ramires, durante o seu governo militar açoriano, que possam implicar o matador do General Godinho, em acções pró Eixo e anti-americanas. 

São conhecidas as ligações deste oficial-general ao Tramagal e ao hipismo, onde foi figura destacada.

ma

(1) assunto a comentar outro dia 

PS-por lapso trocou-se há pouco o nome de Carlos Ramires pelo seu familiar Vasco R. Sorry

 



publicado por porabrantes às 19:38 | link do post | comentar

Quinta-feira, 19.11.20

godinho.jpg

Ficamos a saber que o General Godinho era ''avô da D.Joana Godinho Soares Mendes'', através deste douto artigo, já referido

avo da d.joana.png

Aparentemente a fonte é o pároco do Rossio, que certamente, cheio de boas intenções, se enganou e não foi consultar os arquivos da instituição de que é Presidente nato.

A D.Joana casou em 1914 com João José Soares Mendes. Por esses anos, o seu primo José Garcia Marques Godinho era capitão de Infantaria 22 (em S.Domingos)  e um exaltado republicano, que vimos nos dias seguintes ao 5 de Outubro, exaltar o fim dos Braganças, sendo ainda tenente. 

Era filho de Joaquina Victória Marques Godinho e de José Garcia Godinho e tinha nascido nas Galveias.

Francamente não tenho pachorra, por agora, para ir ver quem era o avô da D.Joana, embora já tenha consultado o atestado do padre do Rossio, datado ainda do tempo da Monarquia, onde o sacerdote atesta que a menina rossiense Palmira Pimenta de Almeida Beja, era de boa família e de bons costumes. O  oficial Godinho juntou-o ao requerimento que enviou a El-Rei e ao Ministério, pedindo licença para se casar. Era o procedimento habitual para o casamento dos oficiais do Exército. 

Quanto à D.Joana ser herdeira da actualmente falida fundição, já se desmentiu o infúndio. 

Quanto a ela ter deixado muito dinheiro, o artigo fala em 4 mil contos, o Comendador José Viegas e a mulher D. Leonor Paller de Viegas, um industrial algarvio, que teve uma fábrica de cortiça no Rossio, deixou pela mesma época bens avaliados em mais de 300 mil contos à Santa Casa de Abrantes, fora o que dera à da sua terra, São Brás de Alportel

Inauguracao Hospital de São Brás.jpg

O Almirante na inauguração do Hospital de São Brás, onde andam com azar, já morreram 6 idosos na Santa Casa local.

ma



publicado por porabrantes às 09:11 | link do post | comentar

Sábado, 24.10.20

Neste artigo, Fernando Queiroga (1), militar envolvido no Golpe da Mealhada e depois na Abrilada de 1947, exige justiça contra Santos Costa pelo homicídio contra o General Godinho, e publica a queixa-crime de D.Palmira Godinho contra quem acusava de matar o seu marido.

Outro nome da região é nomeado, o General Carlos Ramires.

Queiroga estava exilado no Brasil, onde nunca parou de fustigar a Ditadura e de exigir Justiça.

Quem redigiu a queixa foi Adriano Moreira, mas por medo recusou assiná-la.

 

 

queiroga godinho 1.png

fernando cerqueira general gidinho 2.png

ma

sobre o Coronel Queiroga, a sua vida de nacional-sindicalista a negociador do apoio da Cuba de Fidel a uma revolução em Portugal

ver (online) Luís Farinha, ''Fernando Queiroga, um revolucionário no exílio, ''- Num dos golpes dos anos 30 estão os nacionais-sindicalistas de Rolão Preto, os monárquicos de Paiva Couceiro e o Reviralho. Entre os conspiradores militares, o tenente João Lopes Romãozinho que acaba expulso do Exército.

Um boa descrição do fracasso da Mealhada, onde outro dos participantes foi Fernando Pacheco do Amorim é dada nas memórias do General Carlos Galvão de Melo, que aliás são divertidas.  

Queiroga  apanhou 3 anos de cadeia por participar, com o General Godinho na Abrilada de 1947. O Advogado de defesa foi o seu amigo, Arlindo Vicente



publicado por porabrantes às 10:39 | link do post | comentar

Segunda-feira, 05.10.20

tenente godinho.png

Palavras do General José Garcia Marques Godinho, nas festas de proclamação do 5 de Outubro de 1910, em Abrantes.

 generalgodinho 47.jpg

Marques Godinho foi coerente com o que disse em Outubro de 1910, em Abrantes, como a ''escumalha'' ou a ''ralé'' que se batera na Rotunda, como afirma o oficial de S.Domingos, jogou a vida pela sua ideia de República.

Que não era a dos fascistas.

Foi o único dos republicanos abrantinos que deu a vida pela Liberdade.

Recorte do ''Abrantes'', Outubro de 1910.

ma  



publicado por porabrantes às 10:01 | link do post | comentar

Segunda-feira, 24.08.20

Segundo o Prof. Adelino Maltez, o General de aviário Santos Costa teria tentado trair Salazar, a quem tudo devia, organizando um golpe certamente ultra com a cumplicidade de Adriano Moreira. (depois de 1961)

Só faltava que à conspiração também tivesse andado associado Francisco Costa Gomes, que estava em todas e foi o protector de Santos Costa, depois do 25 de Abril...

santos in Photographic Images | eBay

 

Salazar com o major Santos Costa (1941)

mn



publicado por porabrantes às 10:24 | link do post | comentar

Domingo, 23.08.20

''Fernando Santos Costa chegará a coronel, sem um dia de quartel'', atribuído ao General Marques Godinho

generalgodinho 47.jpg

Para chegar a oficial-general  tinha o negociante de Alcachafe de fazer estudos de estado-maior e o homem era adverso aos livros e batalhas, de forma que D.Manuel Trindade Salgueiro, Arcebispo de Évora,

 

OS DISCURSOS QUE REGISTEI - 1 - A bem da Nação

resolveu escrever uma carta de recomendação ao General Araújo, Director do Instituto de Altos Estudos Militares metendo uma cunha a favor do Fernando Santos Costa, o nº 2 de Salazar, típico exemplo do burocrata militar que tinha azia às batalhas e aos livros.Fernando dos Santos Costa – Wikipédia, a enciclopédia livre

 

Se não perceberam, é um panfleto da colecção do jurista, Dr. Anacleto, o avô do Francisco Louçã, o reviralhista Neves Anacleto, depois saudosista do Império Africano. (gamado ao Ephemera)...

   



publicado por porabrantes às 12:34 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Mário Soares descreve a m...

Perfil do General Godinho...

O médico do General Godin...

Fascistas demitem médico ...

Santos Costa manda invest...

A nova neta do General Go...

A morte do General Godinh...

Discurso do General Marqu...

Santos Costa tenta trair ...

Cunha do Arcebispo para ...

arquivos

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Abril 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


23
24

25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds