Segunda-feira, 25.06.12

 

O Sr. Moleirinho começa a parecer um insensato.

 

Que tem o Presidente do Sardoal de se meter a apoiar e fomentar a megalomania perigosa do Graça????

 

 

 

''A autarquia sardoalense, através do seu gabinete técnico, apoia a nível administrativo a construção do Lar de Idosos “Domus Pacis”, propriedade do Centro Social Interparoquial de Abrantes, que será construído na Encosta da Barata, em Abrantes''  

 

 

 

 

 

 

 

Já agora quais foram as alterações ao PUA, pela porta da sacristia,  que viabilizaram esta coisa????

 

 

Qual foi o arquitecto que trabalhou lá antes????

 

 

Estão as contas do Centro Interparoquial de Paris, convenientemente auditadas incluindo as aventuras aparentemente especulativas como as do Lemons Broters ?????

 

 

Podemos ver e pode mostrar o Graça as facturas do anterior arquitecto?????

 

 

Pode saber-se quem era????

 

 

cm sardoal

 

 

Que competências tem o município do Sardoal  para actuar em território abrantino?


 

O projecto como vê na foto é do atelier de João Atanázio Rei.  

 

 

Até que ponto a  Domus Anacletus é um ataque directo à viabilidade do Lar Paller de Viegas, porque competem no mesmo segmento de mercado,

apontando o Graça o alvo para as classes A e B, donde saiem as mensalidades e suas derivações perigosas, vide Amélia Baeta, para caçar velhos ricos e piedosas damas deixando à Santa Casa os pobres.

 

 

Acho que estas e outras perguntas devem ser respondidas.

 

 

A não ser que continuemos com uma Igreja com finanças opacas, que financiamos com impostos que deviam ir para coisas úteis, e que vão para financiar negócios que deviam ser serviço público e desempenhados por instituições públicas e continuemos a financiar megalómanos com cabeção.

 

 

Haverá mais, mas por enquanto chega....  

 

 

Miguel Abrantes

 

agradeço ao antónio castel-branco o apoio dado



publicado por porabrantes às 23:00 | link do post | comentar

Terça-feira, 15.05.12

O Diário de Notícias irrompe esta manhã com uma notícia maravilhosa. 

 

     

 

A história é maravilhosa, para se safar do cavaquista BPN o Governo PS contactou o homem da Bragaparques, grande amigo do impoluto Presidente PS de Bracara Augusta, que como é uma cidade romana tem cloacas em vez de esgotos, para o ''negócio''.

 

Um ''suspeito de corrupção'' era um parceiro ideal para um negócio público e  para  o PS de Vara.

 

Vamos ver agora como é que cá na terra se fizeram coisas parecidas.

 

 

Vejam esta notícia do Correio da Manhã

 

 

 

 

 

Constância: Os três arguidos vão ser julgados em Outubro

Receberam subsídio sem fazer a obra

Dois antigos responsáveis da Santa Casa da Misericórdia de Constância e um arquitecto estão acusados de fraude na obtenção de um subsídio para a construção de um lar de idosos. João Carlos Pereira, ex-provedor, Joaquim Jesus, ex-tesoureiro, e Abílio Junqueira, arquitecto, vão ser julgados no Tribunal de Abrantes por alegadamente terem falsificado um auto de medição, dando por concluída uma obra ainda por iniciar, o que valeu à Misericórdia um subsídio de 62 500 euros.

Por:João Nuno Pepino

 

 

 

O caso remonta a 1999, quando a Santa Casa avançou com um projecto para ampliar e remodelar o piso zero das instalações para construir um lar de idosos. Este processo só deu entrada na câmara a 12 de Outubro e sem projectos de especialidade, mas os responsáveis da instituição quiseram mesmo assim candidatá-lo ao Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC) desse ano.

Segundo a acusação do Ministério Público, a que o CM teve acesso, os três arguidos elaboraram e assinaram o auto de medição de conclusão da obra, inscrevendo nele trabalhos não realizados e equipamentos no valor de 125 mil euros. Metade dessa verba – 62 500 euros – foi entregue à instituição. O dinheiro foi investido na construção do lar de idosos, mas as obras só se iniciaram em 2002, já com uma nova direcção, eleita para a Santa Casa da Misericórdia de Constância.

Os arguidos não fizeram qualquer uso pessoal do dinheiro, que ficou sempre depositado na conta da Misericórdia.

Contactado pelo CM, o ex-provedor da Santa Casa diz estar de "consciência tranquila". "Todo o processo foi sempre acompanhado por vários técnicos e responsáveis da Segurança Social de Santarém, que até nos instruíram como proceder", afirma João Carlos Pereira, para quem, "se tivesse sido cometido alguma ilegalidade, tinham exigido o dinheiro de volta, o que nunca aconteceu".


 

 

Várias notas:

 

Houve um caso semelhante na Santa Casa de Santarém que continua nos tribunais. Entre os arguidos José Brilhante, ex- Director da Segurança Social de Santarém. A Relação mandou repetir o julgamento da 1ª instância onde o Brilhante tinha sido absolvido.

 

 rede regional

 

 

 

Volto ao Arq. Junqueira não sei como terminou o caso onde era acusado, com culpa formada, em Abrantes.

 

Mas não vi o Núcleo de Arquitectos do Médio Tejo ou a Ordem dos Arquitectos através dos seus órgãos disciplinares pronunciarem-se sobre as actividades que o MP considerava criminosas do Junqueira.

 

   Rádio Hertz

 

 

E a direcção dos ditos era esta:

 

Rui Serrano (presidente), Pedro Costa, Ricardo Cabrita, Ana Barral e Telma Silva e suplentes José Tavares e Carlos Duque, tendo à data da notícia o Rui Serrano  abandonado a Presidência para tomar posse como Vice-Presidente da CMA. (rádio Hertz http://www.radiohertz.pt/?pagina=noticias&id=243). Rui Serrano deixou a Presidência quando assumiu o Cargo de V.Presidente, se bem me lembro. Portanto suponho que teria de ser o seu substituto legal a tomar providências.

 

 

Continuo, a Santa Casa de Constância, está dependente do Bispo de Portalegre e Castelo Branco, que era à data

 

 Diocese  P.C.Branco

 

D.Antonino. As contas e os corpos gerentes das Misericórdias têm de ser aprovadas pelo Ordinário Diocesano. Esta trapalhada tinha a ver com as contas e os corpos gerentes. Que fez o Bispo?

 

Suspendeu os corpos gerentes, acusados de crime, ou manteve-os no poder?

 

Agiu como Pilatos ou como um Pastor?

 

Para ser justo o D.Antonino só chegara há um ano a Portalegre e a Santa Casa de Constância tem dado tantas guerras intestinas (que andaram pelos tribunais) que posso dar o benefício da dúvida ao Prelado.

 

Mas Constância faz parte do Arciprestrado de Abrantes e o Arcipreste é o Graça há muito tempo. Conhecia a situação. Que fez o Graça???

 

 

 

O Graça conhecia bem o ainda arguido José Brilhante, por causa daquelas ''coisinhas'' da Segurança Social.

 

fotoo Mirante

 

José Brilhante

 

 

 

Finalmente, para abreviar, apesar de toda esta trapalhada o Arq. Junqueira conseguiu da Parque Escolar  o contrato da Solano de Abreu.

 

Bonito Contrato! Só?????

 

Em 2011, quando já era notória a todos os observadores a evolução da sua empresa, lá aterrou um ajuste directo:

 

Ajuste Directo

NIF

Nome entidade adjudicante

508069645

Parque Escolar, E.P.E.

Listagem de entidades adjudicantes

NIF

Nome entidade adjudicatária

País

504784226

Abílio Junqueira - Arquitectura Sociedade Unipessoal, Lda.

Portugal

Listagem de entidades adjudicatárias

Objecto do contrato:

PE_11136_ADP - Elaboração dos Projectos de Arquitectura e Especialidades e Coordenação Geral de Projecto para o Pavilhão Desportivo a integrar no Projecto de Modernização da Escola Secundária de Dr. Solano de Abreu, em Abrantes

Data da celebração de contrato:

13-07-2011

Preço contratual:

€ 31.996,00

Prazo de execução:

60 dias (1 mês e 29 dias)

 

 

Volto à Ordem dos Arquitectos, ao Graça, ao Brilhante, ao Parque Escolar, ao Senhor Bispo e pergunto-lhes não acham que como diria o Sérgio Godinho que

 

 

 ''isto anda tudo ligado''????

 

 

 

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 11:37 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A Domus Anacletus

isto anda tudo ligado

arquivos

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carlos marques

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Abril 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds