Quarta-feira, 21.04.21

A Visão retrata o primeiro desertor, Dr.Mário Moutinho de Pádua, médico militar. Antes de embarcar para Angola passou pelo RI2.. Nesta entrevista ao Museu do Aljube, conta a sua vida, retrata a violência assassina da UPA e como inicialmente os soldados das campanhas coloniais foram incentivados a fazerem barbaridades.

ma  



publicado por porabrantes às 14:07 | link do post | comentar

Segunda-feira, 19.04.21

Um antigo combatente, revela que no batalhão 317, que saiu do RI2, em 1961, para o Quitexe, havia ordem para decapitar os insurrectos abatidos. Afirma ainda que vários militares lusos foram comidos pelos terroristas canibais.

O artigo saiu no Portuguese Times, publicação norte-americana de Fall River, em 1 de Junho de 2016, inserida no Memorial Day, quando se celebra a memória dos veteranos das campanhas militares.

O autor é o jornalista Eurico Mendes

decapita.png

O batalhão 317, saiu no Vera Cruz em 21 de Outubro de 1961 e tinha sido mobilizado pelo RI2.

O artigo está on-line.

O jornalista Eurico Mendes depois de ter participado na campanha angolana, fixou-se nessa colónia e foi responsável pelo Rádio Clube de Úíge, diz o colega Luís Graça e Camaradas da Guiné.

ma

 



publicado por porabrantes às 18:35 | link do post | comentar

Quarta-feira, 17.02.21

O que falta fazer aos soldados africanos de Portugal....

Aprendam com a França 

 



publicado por porabrantes às 10:03 | link do post | comentar

Terça-feira, 08.12.20

kaulza.jpg

Pierra Clostermann foi um ás da aviação francesa na luta contra os nazis.

Neste livro de memórias relata por um lado a colaboração dos serviços franceses e da aviação gaulesa na guerra colonial, onde, em Angola, pilotos e aeronaves de Paris, com distintivos da FAP, colaboram em 1961, na repressão aos movimentos nacionalistas (UPA/FNLA), com a benção de De Gaulle, depois de um pedido de Salazar, porque Portugal não dispunha de meios aéreos suficientes em Angola.

Clostermann avisara os altos comandos lusos, numa conferência em Lisboa, que se preparava uma insurreição e mandaram-no passear. Salazar, no entanto, recebeu-o e foi mais atento que a alta oficialidade.

Clostermann teceu especiais relações com o responsável da aviação, Kaúlza e foi intermediário de varias operações secretas luso-francesas, com De Gaulle a apoiar a guerra colonial.

E por outro, como em 1975, quando Kaúlza estava preso pelo MFA, o aviador francês conseguiu o apoio de Giscard para levar para França, os filhos do General detido.

cost.png

 

 

 

mn

    



publicado por porabrantes às 19:41 | link do post | comentar

Segunda-feira, 15.07.19

''Foi o momento mais difícil para mim.E o outro foi quando me mandaram a mim e aos meus soldados matar um indígena. Eu disse que em legítima defesa matava até um irmão meu, mas que a frio não matava nenhum homem, nem eu nem ninguém que estivesse debaixo do meu comando. 

No dia seguinte, o indígena apareceu degolado, nunca esqueci.'' (...)

 

as memórias dum soldado que saiu de Abrantes no  pelotão de morteiros 933, em 1964 para defender Portugal em Angola.

mn



publicado por porabrantes às 11:58 | link do post | comentar

Domingo, 08.04.18

João Pedro

 

Baptista Carrilho

 

Medalha de Prata de Valor Militar,

 

com palma

 

 

 

Rui Joel Vilhena

 

de Mascarenhas

 

 

Caído em Angola -1968

 

 

Medalha de Prata de Valor Militar,

 

com palma

(Título póstumo)

 

 

ver no Ultramar Terra Web donde se retiraram os nomes

 

mn

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 16:25 | link do post | comentar

Sábado, 25.11.17

Leio a cronologia oficial que o Gaspar & Isilda pariram e parece que nunca aconteceu nada em Abrantes.

Em 1967, José Rosa deserta do Regimento de Infantaria para fugir à guerra, juntamente com o aspirante miliciano Carlos Pinto dos Santos,apropria-se de algumas armas e dá o salto para a estranja.(1)

No exílio colabora com acções armadas da LUAR  e regressado a Portugal desempenha o bonito ofício de guarda-costas de Vasco Gonçalves.

Deve dizer-se que a ala golpista da LUAR (do Mortágua) colaborava com o gonçalvismo, enquanto a ala democrática comandada pelo heróico Hermínio Palma Inácio, apoiava Mário Soares na luta contra a muralha de aço.

(1) Daniel Melo, in

Circulação, apropriação e actualidade das ideias contra a Guerra Colonial

Notas críticas de problematização
Daniel Melo
in Cultura, Revista de História e Teoria das Ideias, nº 34,2015
 
PS-No texto fala-se ainda de outro exilado em Bruxelas, como o José Rosa, o jornalista António Melo, que foi cunhado do falecido Mario Semedo   

  



publicado por porabrantes às 12:09 | link do post | comentar

Terça-feira, 27.09.16

censura abrantes.png

Esta e outras notícias do ''Século'', escritas pelo correspondente abrantino, foram estupidamente censuradas pela Velha Senhora. Ler mais aqui

 

Extracto dos anexos da tese de mestrado na UNL em Jornalismo  Guerra Colonial: Que Jornalismo? Como o jornal O Século abordou o início do conflito ultramarino português  da autoria de Sofia da Palma Rodrigues. (Outubro de 2011)

 

Outro dia li a lista dos censores e encontrei um bravo capitão abrantino da GNR que censurou um artigo porque terminava em reticências e estas eram o pior...podiam induzir coisas terríveis.

 

Dá-se o conselho de lerem a tese da Drª Sofia, que é muito boa, para descobrirem a estupidez da censura fascista. Reatada pela estupidez da censura gonçalvista e renovada pela censura caciquista.   

ma



publicado por porabrantes às 23:18 | link do post | comentar

Sábado, 09.07.16

tese sobre os Pára-quedistas, com declarações de Norberto Bernardes e a  acção deste corpo na repressão colonialista

 

mn 



publicado por porabrantes às 16:34 | link do post | comentar

Domingo, 08.05.16

os últimos soldados do império.jpg

 

Nota Prévia.

7

Alçada, José Luís Moraes

9

Almendra, Heitor Hamilton de

27

Arriaga, Kaúlza de

43

Brito, Alberto Rebordão de

69

Bruno, João de Almeida

77

Calvão, Guilherme Almor de Alpoim

91

Cardoso, Jaime Rodolfo de Abreu

99

Dias, José Pedro Simões Caçorino.

113

Felgas, Hélio Augusto Esteves

129

Fonseca, António Joaquim Alves Ribeiro da

145

Lousada, José Manuel Garcia Ramos

163

Mane, João Seco Mamadu

183

Mata, Marcelino da

195

Pamplona, Duarte Manuel de Amarante Rocha

215

Ribeiro, José Augusto Nogueira

225

Saraiva, Maurício Leonel de Sousa

243

Teixeira. Manuel Martins

251

Van Uden, D. Francisco Xavier Damiano de Bragança

259

Ficha da Fundação Mário Soares

RODRIGUES, Rui (coord.); SOARES, Francisco Ribeiro, GODINHO, António M. (colab.)

 

guerreiro pegacho.png

O depoimento do Marcelino da Mata está on-line, tanto a sua guerra, como o seu serviço em Angola como instrutor das tropas do MPLA, como a sua prisão em 1975 pela escumalha.

 

O livro encontra-se com relativa facilidade na Internet. E claro, numa biblioteca.

 

ma

 



publicado por porabrantes às 18:28 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O primeiro desertor que p...

Batalhão abrantino com or...

A homenagem aos soldados ...

Giscard evacua os filhos ...

Preto prá degola

Soldados de Infantaria de...

Deserções anti-coloniais ...

A Dona Censura

Os Páras

Os últimos guerreiros do ...

arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds