Segunda-feira, 13.08.18

Recebemos do Sr.Dr.Álvaro Batista, arqueólogo da CMA, este comentário :

 

Comentário no post Caseiro Gomes e a demolição ilegal dum imóvel classificado

Boa tarde:

 

Acho bem que ponham a claro o que se disse nessa reunião camarária, pelo simples facto das coisas ficarem transparentes.

A afirmação do Caseiro Gomes ao vereador A. Silveira é grave e transcrevemos:«...é de espantar a acusação feita contra o Vereador A. Silveira de ele andar a denunciar situações ,seguindo blogues...». Certamente esse senhor também se estava a referir ao meu blogue.

Pois bem quem é que se pode envergonhar do meu blogue? Dissemos algo que não fosse verdade? Pois bem que a CMA diga o nome de quem disse que apenas o cunhal estava classificado, pois não é o constante na Lei. O que isto demonstra que quem o disse é irresponsável, ignorante e sabe-se lá o quê mais, porque se não fosse isso o empreiteiro demolido a parede que até tinha pinturas e mosaicos segundo a DGPC.teria ?O que é que isto parece, digam?

Não me venham cá com balelas do meu blogue, não sejam hipócritas e cínicos pois no meu blogue não tratei mal ninguém, pelo contrário. Defendi a CMA e o PS pela falta do empreiteiro, vi a legislação e tirei conclusões. Não era o que os serviços da Câmara deveriam ter feito? Como é possível que apenas citassem o cunhal e não o edifício?

Então somos agora maus porque divulgamos o que está errado segundo a Lei? Será que não existirá aí a mão de uma incompetente que vos disse que só o cunhal era classificado?

 

Parece-me que sim. Então porque não dizeis o seu nome, salvaguardando a vossa integridade e boa fé? Será que muitos devem pagar pela incompetência de um só?

Não faleis no meu blogue, mas antes olhai para o interior dos serviços de arqueologia da CMA desde pelo menos 1997 até ao presente, que muito tendes o dever de rectificar e fazer justiça onde ela deve ser feita. Não me amolem a minha dignidade e respeito por todas as criaturas, mas querer fazer querer aos outros que o meu blogue não é digno de ser lido por um vereador da oposição ou por quem quer que seja é demonstrar falta de ética e de respeito pelo seu conteúdo e pelo chamar a atenção seja para o que for, direito que tenho como cidadão em me expressar e de achar bem ou mal o que seja o que for que seja feito.

Ou por ventura o PS se julga algum padre em questões morais?

Quem me lembre nunca fui a um confessionário em que vós estivessem do lado de lá a ouvir!

Fiquei furibundo com a questão do A. Silveira de andar a denunciar situações ,seguindo blogues. Fiquei.

O que se pode concluir, queria o PS esconder o que se passou? Deve-o fazer? Meus senhores também eu estou inscrito no PS. Pago cotas para uns quantos andarem a dizer ou a insinuar seja o que for?

Como sócio do PS, se os senhores que se dizem do PS não gostarem que se amolem, agora faltarem ao respeito a quem não vos faltou ao respeito não é digno de um socialista, e muito menos querer tornar indigno quem o é em prol de erros que não são vossos mas de alguém incompetente dentro da Câmara.

 

Até parece que tendes o dever de proteger os serviços da Câmara?

Não vos devíeis afastar dessa responsabilidade quando o erro não foi do PS? Porquê então querer assumir culpas por um erro que não foi do PS?

Sejamos claros a mim puseram-me um processo disciplinar porque falei em porcaria acerca de um catálogo do MIAA, porque daí transpuseram que eu estava a insultar o Sr Vereador e a Srª Presidente, quando me referia unicamente ao catálogo como porcaria.

E agora meus senhores será que vão abrir um processo disciplinar a quem referiu única e exclusivamente o cunhal como classificado?

Qual o vosso dever então se vos achais assim tão pragmáticos? Não é isto muito grave? Não é de uma irresponsabilidade extrema? Não é isto que vós sendo do PS (Acho eu) como eu, que devereis não permitir que ocorresse na CMA, pois é do PS que irão falar e não de quem foi irresponsável?

Então salvaguardamos o Partido Socialista ou o quê?Não me continueis a tratar mal como o tendes feito até ao momento deixando que a incompetência e a irresponsabilidade continue "governando" a seu belo prazer, sem medo e sem vergonha.

Porque me apontais? Será que vós sois isentos de erros e de análise, sejais puros ou a também tendes a pretenção de ter infalibilidade papal?Não me tratem mal ou ponham em causa a dignidade do meu blogue e o respeitoso é o mesmo que por vós tenho. Ficamos por aqui.

E depois diz que sabe que querem construir umas garagens ''por conversa''. A administração pública rege-se por documentos escritos e não por conversas. Se calha ...

  • Álvaro Batista

santo amaro 8

 Responderemos ao Dr.Álvavo Batista, provavelmente amanhã e desde já solidarizamo-nos com ele, vítima duma miserável perseguição política encenada para proteger um incompetente italiano e mais outra da mesma laia.

 

Ma

 

Sublinhados e disposição gráfica nossa  



publicado por porabrantes às 21:25 | link do post | comentar

Ficámos de comentar as atabalhoadas respostas do Vice, em representação da maioria, dadas as constantes faltas da cacique, sobre Santo Amaro.

santo amaro 8

 

Trabalhando sobre as suas declarações, em sessão camarária, é de espantar a acusação feita contra o Vereador A. Silveira de ele andar a denunciar situações ,seguindo blogues.

Não que os blogues, este e o do dr. Álvaro Baptista, não tenham denunciado a situação, e no nosso caso reafirmamos todas as acusações e opiniões expressas.

E se não fossem os blogues, metade da história não se sabia.

Porque temos uma imprensa demasiado serviçal e demasiado habituada a receber subsídios e contratos de publicidade.

Quem denunciou a situação à cacique e ao Caseiro, foi a Tubucci-Associação para a Defesa do Património da Região de Abrantes, em 12 de Setembro de 2017.

O Armindo referiu que foi a 19 desse mês que foi a denúncia da Tubucci, foi antes . Foi antes, foi a 12.

A 19-09-2017 foi a Câmara a responder à Tubucci.

Diz o Caseiro, patético,‘’ nós desde o início acompanhámos o processo’’

Ora em 19-9-2017 a situação era esta:

Tinha sido passado um Alvará à Outeiro das Mós, Lda. com o nº 35672/PUB, que não abarcava o espaço do imóvel classificado e estando este espaço como classificado, na ‘’Planta de Implantação do Projecto de Arquitectura’’ como ‘’Zona sem intervenção’’ (carta da CMA `Tubucci, de 19-9-2017).

amaro caseiro

 

A CMA dizia ainda, no mesmo documento, assinado pela técnica Patrícia Domingos Amaral, que o alvará não titulava nenhuma intervenção nessa área.

Isto era a 19 de Setembro, quando já estava demolida a Ermida, como é vem agora o Caseiro Gomes, dizer que desde o início a autarquia mais a CMA acompanhou a especulativa intervenção dos empreiteiros?

Como ousa defender prevericadores?

Se eles estavam acompanhados pela autarquia e pela DGPC, porque não informou a autarquia logo a Tubucci, em 19-09-2017 ?

Qual é a data do parecer que a Ediestreito tem e que a autarquia não tinha?

É posterior à demolição ou anterior?

E mesmo que tivesse o parecer, não tinha alvará a 19-9-2017, segundo confessava a técnica Patricia Domingos Amaral?

Como é que pôde demolir?

Como é que se pode demolir, sem licença da autarquia?

Metido em todas estas contradições, resolveu atirar a culpa para os blogues.

Porque não referiu a Tubucci ao Armindo Silveira, o Vice-Presidente?

Que queria esconder????

Isto dava pano para mangas e não vamos  gastar aqui os cartuchos todos.

O Caseiro nem sequer foi capaz de identificar correctamente o edifício classificado, referiu que este se estendia até aqui......

envolvente santo amaro

Estes edifícios não estão classificados

 

E depois diz que sabe que querem construir umas garagens ''por conversa''. A administração pública rege-se por documentos escritos e não por conversas.

Se calhar de café.

Finalmente recebeu ele este documento e ainda não foi capaz de responder.

E já passou o prazo.

Parece-nos que ele está tão seguro do que diz, como a cacique quando arrendou imóvel alheio .... até 2025.

O Teatro de S.Pedro....

Ou vai o Sr.Vice-Presidente sustentar que foi um blogue que assinou o contrato com a MEO?

Ficamos a aguardar a próxima intervenção do Vereador Armindo Silveira.

 

mn

 

 

 



publicado por porabrantes às 13:57 | link do post | comentar

Sexta-feira, 13.09.13

 

 

O sr. Oliveira Vieira  do Coisas de Abrantes e do Jornal de Alferrarede, é um homem muito elogiado pelo Doutor Candeias Silva, figura como se sabe politicamente ligada ao PS de Abrantes, partido pelo qual chegou a ser candidato a algum cargo.

 

Jornal de Alferrarede

 

Aqui o vemos no lançamento da Carta Arqueológica de Abrantes junto aos seus colegas Álvaro Baptista (pai da Carta), Filomena Gaspar,  de que foi co-autor (1), numa foto naturalmente divulgada pelo PS de Abrantes

  

A oradora é a chefa.

 

Candeias Silva foi candidato PS a Vereador em 2005.E como colega nas listas teve

 

 

 

que era candidato também suplente à Assembleia Municipal. O Bento aparece designado nas listas como Engenheiro, deve ser o síndroma Sócrates, porque ele só era engenheiro técnico como o  da Covilhã. Acho que o Doutor Candeias conhecido pelo seu rigor histórico devia ter corrigido esta publicação, mas esqueceu-se.

 

Porém voltando ao que tratamos os elogios ao Sr.Oliveira Vieira são merecidos, como vamos ver.

 

Em 2008 o sr.Oliveira Vieira publicou este post, donde retiramos as fotos com a devida vénia, alertando que o dr.Francisco Lopes, à época responsável do Arquivo Eduardo Campos e da Biblioteca o tinha avisado para a importância patrimonial deste relógio de sol sito na  fatídica Rua D.Miguel de Almeida

 

 

Coisas de Abrantes

 

 

 

O relógio estava no imóvel da antiga Pensão Santos

 

Coisas de Abrantes

 

 Se o Dr.Francisco Lopes alertou o Sr.Oliveira Vieira  terá também alertado os serviços urbanísticos e culturais da CMA, porque é funcionário da dita com importantes responsabilidades na época no campo cultural.

 

Além do mais a CMA teria de saber que estava lá o relógio, porque o edifício ainda está na área de protecção ao imóvel dos velhos Paços do Concelho, na Raimundo Soares, classificado como Imóvel de Interesse Público.  

 

Que fez a CMA para proteger o relógio????

 

Foto Armindo Silveira

 

Isto é a cratera que substitui o edifício da Pensão Santos. Antes da derrocada do edifício que dizem pertencer a um notabilíssimo boticário abrantino e da aparente demolição  forçada de quase todo este quarteirão houve a preocupação de salvar o relógio?????

 

Onde é que ele está  ????

 

Em mãos privadas, num armazém da CMA ou foi pró lixo?????

 

A negligência camarária não tem perdão.

 

Sabiam que havia lá um relógio de sol quase único na cidade (há outro não vou dizer onde, por causa das moscas)  desde 2008, as fachadas do século XVIII e XIX eram importantes e estavam em zona protegida, estavam avisados pela Imprensa (A Barca), por uma Associação de Defesa do Património, por particulares, designadamente através da queixa PG 16069/2012:90724 do Sr. César Tiago Estevão Fidalgo e deixaram produzir-se isto

 

Podia-se ter salvo a fachada do edifício ????? 

 

Claro que sim.

 

Fica isto por aqui????

 

Claro que não.

 

A propósito quem é o dono do nº 42 da R.D.Miguel de Almeida?

 

O dono é o PCP e o edifício tem o nº de matriz 42 704 701, da freguesia de São Vicente.

 

Sendo a sede dum partido de Oposição tão perto da cratera e das obras ilegais, não deu por nada o deputado municipal do PCP?????

 

O barulho das obras não perturbaria a leitura do Avante ou a escuta da cassete do Cunhal....decerto...

 

a redacção

 

(1) Sobre a carta arqueológica publicaremos uma coisa divertida um dia destes, com dedicatória ao Álvaro Baptista que ainda não era licenciado à data do documento que nos chegou às mãos. 



publicado por porabrantes às 10:27 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Caseiro Gomes e a demoliç...

Caseiro Gomes e a demoliç...

o relógio de sol e a fami...

arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds