Sexta-feira, 17.08.18

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Por problemas técnicos do Sapo blogues, saiu truncado o comentário do Dr.Álvaro Batista, distinto arquéologo municipal, vítima da sanha ignara da perseguição política.

Apresentamos as nossas desculpas ao dr.Álvaro e publicamos a parte que só hoje nos chegou:  

'' «...E depois diz que sabe que querem construir umas garagens ''por conversa''. A administração pública rege-se por documentos escritos e não por conversas. Se calhar de café...». Em relação a isto não direi se quer as minhas fontes que não foram de café, mas de dentro da própria Câmara e os dois intervenientes que falaram em garagens, sabem bem que quando falei em garagens não foi por acaso. Meus senhores, eu não falo por falar.

Se quem me informou foi mal ou bem eles é que têm o dever de repor a verdade. Para que não andeis aí a lançar areia para os olhos dos outros e ainda insinuar que o meu blogue será talvez porco ou sequer de credibilidade duvidosa, na vossa opinião, que não o é, e eu respeito o outro como ser que tem direito à sua opinião e direito de viver, falar, dizer de sua justiça, o que acontecerá se ali forem construídas garagens? Lembrem-se daquilo que escrevi: não disse que porque não agora depois do mal feito porque senão construírem garagens porque até era uma mais valia?

Disse ou não disse? Por acaso disse, mas ainda não tinha lido o Portal do Arqueólogo respeitante à ermida.

Diga o PS o que disser, o facto é que a ermida não deveria ter sido destruída, ponto. Mas, também quem se importa de uma ermida rasca, cheia de ervas, com mau aspecto?

 

santo amaro 1

 

 

 

Certamente que não é o PS abrantino, pelos vistos, porque esse senhor empreiteiro até vai arranjar mais uma casitas, não é?

Abomino gente hipócrita e muito menos quando pretendem fazer dos outros aquilo que eles realmente não são.

 

Quando me quiserdes falar positivamente sobre o que deve ser feito pela arqueologia do concelho, estarei plenamente disposto a que falemos pois é urgente que se delineie estratégias de acção para os tempos futuros pois é uma vergonha o que aqui se tem passado desde 1977 e muito mau para o futuro arqueológico e mesmo museológico.

Aí estarei ao vosso dispor como único detentor de habilitações de arqueólogo nessa câmara, e mestre como sabeis, quer queirais quer não. Isso ninguém mo pode tirar, nem mesmo a inutilidade.

Aí estarei ao vosso dispor como único detentor de habilitações de arqueólogo nessa câmara, e mestre como sabeis, quer queirais quer não. Isso ninguém mo pode tirar, nem mesmo a inutilidade....

 

 

Estou faltando com o dever de ética a alguém e a mim, será que me não tendes talvez faltado ao respeito e à ética?

Não tenho espólio arqueológico para doar ao Museu?

Não iniciei eu a Carta arqueológica do Concelho de borla?

Dizei-me se não fosse a minha actividade neste concelho como no de Constância que saberíeis da arqueologia concelhia? Nada.

Isto denota quanto foi e é benéfico o arqueólogo amador no campo quando as edilidades se preocupam com outras coisas, que não a arqueologia. E ao demais não andamos aí com detectores de metais a esburacar tudo quanto é sítio arqueológico. Recolhemos, salvaguardamos, contactamos o IPPC quando necessário, fizemos o dever de arqueólogo, trabalhamos e não andamos por aí a abanar o rabo feitos de suma importância.

 

Fizemos aquilo que gostávamos e fizemos bem e faríamos de novo. Por ventura não sabeis que antes de para aqui vir morar em 1980 para o concelho que estive em Castelo Branco e foi aí que no centro de Juventude tivemos iniciação à arqueologia com o Dr Francisco José Ribeiro Henriques?

Como podíeis saber? Sabeis que foi graça à nossa actividade como João Caninas, Francisco Henriques arqueólogos amadores então que muit0 fizeram pela Carta arqueológica de Vila Velha de Rodão?

 

E o que dizer do Dr Chambino do Rosmaninhal (C. Branco) a sua actividade de defesa e inventariação de arqueossítios na área? Isso para além de recolha de espólio de extrema importância? Também não podíeis saber que achei e doei ao Museu de Castelo Branco Francisco >Tavares Proença Júnior a Ara a Juno, outra a Lointi, Vorti aecio e bem mais materiais que íamos recolhendo e levamos para o Museu onde sempre fomos bem tratados pelo então director do Museu o Dr. Salvado, pai do nosso colega Salvado do Fundão? Não podíeis saber isso e muito mais. Ali trataram-me bem nunca tive razão de queixa e aqui é isto?

Talvez no meio disto tudo tenha que repensar sobre onde deverei doar o meu espólio, se não ao Museu Nacional ou informar aDGPC, sabe-se lá.

Estou ainda furibundo devido ao vosso tratamento como cidadão, mas como sócio do PS, não é assim que se trata alguém do partido. Ou isso é corrente no Partido abrantino?

 

  Agora sim finalizo

 

Álvaro Batista

 

 

 

Nota da redacção:-Disposiçao gráfica nossa.. A devido tempo responderemos ao Álvaro

 

 



publicado por porabrantes às 16:30 | link do post | comentar

Segunda-feira, 13.08.18

Recebemos do Sr.Dr.Álvaro Batista, arqueólogo da CMA, este comentário :

 

Comentário no post Caseiro Gomes e a demolição ilegal dum imóvel classificado

Boa tarde:

 

Acho bem que ponham a claro o que se disse nessa reunião camarária, pelo simples facto das coisas ficarem transparentes.

A afirmação do Caseiro Gomes ao vereador A. Silveira é grave e transcrevemos:«...é de espantar a acusação feita contra o Vereador A. Silveira de ele andar a denunciar situações ,seguindo blogues...». Certamente esse senhor também se estava a referir ao meu blogue.

Pois bem quem é que se pode envergonhar do meu blogue? Dissemos algo que não fosse verdade? Pois bem que a CMA diga o nome de quem disse que apenas o cunhal estava classificado, pois não é o constante na Lei. O que isto demonstra que quem o disse é irresponsável, ignorante e sabe-se lá o quê mais, porque se não fosse isso o empreiteiro demolido a parede que até tinha pinturas e mosaicos segundo a DGPC.teria ?O que é que isto parece, digam?

Não me venham cá com balelas do meu blogue, não sejam hipócritas e cínicos pois no meu blogue não tratei mal ninguém, pelo contrário. Defendi a CMA e o PS pela falta do empreiteiro, vi a legislação e tirei conclusões. Não era o que os serviços da Câmara deveriam ter feito? Como é possível que apenas citassem o cunhal e não o edifício?

Então somos agora maus porque divulgamos o que está errado segundo a Lei? Será que não existirá aí a mão de uma incompetente que vos disse que só o cunhal era classificado?

 

Parece-me que sim. Então porque não dizeis o seu nome, salvaguardando a vossa integridade e boa fé? Será que muitos devem pagar pela incompetência de um só?

Não faleis no meu blogue, mas antes olhai para o interior dos serviços de arqueologia da CMA desde pelo menos 1997 até ao presente, que muito tendes o dever de rectificar e fazer justiça onde ela deve ser feita. Não me amolem a minha dignidade e respeito por todas as criaturas, mas querer fazer querer aos outros que o meu blogue não é digno de ser lido por um vereador da oposição ou por quem quer que seja é demonstrar falta de ética e de respeito pelo seu conteúdo e pelo chamar a atenção seja para o que for, direito que tenho como cidadão em me expressar e de achar bem ou mal o que seja o que for que seja feito.

Ou por ventura o PS se julga algum padre em questões morais?

Quem me lembre nunca fui a um confessionário em que vós estivessem do lado de lá a ouvir!

Fiquei furibundo com a questão do A. Silveira de andar a denunciar situações ,seguindo blogues. Fiquei.

O que se pode concluir, queria o PS esconder o que se passou? Deve-o fazer? Meus senhores também eu estou inscrito no PS. Pago cotas para uns quantos andarem a dizer ou a insinuar seja o que for?

Como sócio do PS, se os senhores que se dizem do PS não gostarem que se amolem, agora faltarem ao respeito a quem não vos faltou ao respeito não é digno de um socialista, e muito menos querer tornar indigno quem o é em prol de erros que não são vossos mas de alguém incompetente dentro da Câmara.

 

Até parece que tendes o dever de proteger os serviços da Câmara?

Não vos devíeis afastar dessa responsabilidade quando o erro não foi do PS? Porquê então querer assumir culpas por um erro que não foi do PS?

Sejamos claros a mim puseram-me um processo disciplinar porque falei em porcaria acerca de um catálogo do MIAA, porque daí transpuseram que eu estava a insultar o Sr Vereador e a Srª Presidente, quando me referia unicamente ao catálogo como porcaria.

E agora meus senhores será que vão abrir um processo disciplinar a quem referiu única e exclusivamente o cunhal como classificado?

Qual o vosso dever então se vos achais assim tão pragmáticos? Não é isto muito grave? Não é de uma irresponsabilidade extrema? Não é isto que vós sendo do PS (Acho eu) como eu, que devereis não permitir que ocorresse na CMA, pois é do PS que irão falar e não de quem foi irresponsável?

Então salvaguardamos o Partido Socialista ou o quê?Não me continueis a tratar mal como o tendes feito até ao momento deixando que a incompetência e a irresponsabilidade continue "governando" a seu belo prazer, sem medo e sem vergonha.

Porque me apontais? Será que vós sois isentos de erros e de análise, sejais puros ou a também tendes a pretenção de ter infalibilidade papal?Não me tratem mal ou ponham em causa a dignidade do meu blogue e o respeitoso é o mesmo que por vós tenho. Ficamos por aqui.

E depois diz que sabe que querem construir umas garagens ''por conversa''. A administração pública rege-se por documentos escritos e não por conversas. Se calha ...

  • Álvaro Batista

santo amaro 8

 Responderemos ao Dr.Álvavo Batista, provavelmente amanhã e desde já solidarizamo-nos com ele, vítima duma miserável perseguição política encenada para proteger um incompetente italiano e mais outra da mesma laia.

 

Ma

 

Sublinhados e disposição gráfica nossa  



publicado por porabrantes às 21:25 | link do post | comentar

Ficámos de comentar as atabalhoadas respostas do Vice, em representação da maioria, dadas as constantes faltas da cacique, sobre Santo Amaro.

santo amaro 8

 

Trabalhando sobre as suas declarações, em sessão camarária, é de espantar a acusação feita contra o Vereador A. Silveira de ele andar a denunciar situações ,seguindo blogues.

Não que os blogues, este e o do dr. Álvaro Baptista, não tenham denunciado a situação, e no nosso caso reafirmamos todas as acusações e opiniões expressas.

E se não fossem os blogues, metade da história não se sabia.

Porque temos uma imprensa demasiado serviçal e demasiado habituada a receber subsídios e contratos de publicidade.

Quem denunciou a situação à cacique e ao Caseiro, foi a Tubucci-Associação para a Defesa do Património da Região de Abrantes, em 12 de Setembro de 2017.

O Armindo referiu que foi a 19 desse mês que foi a denúncia da Tubucci, foi antes . Foi antes, foi a 12.

A 19-09-2017 foi a Câmara a responder à Tubucci.

Diz o Caseiro, patético,‘’ nós desde o início acompanhámos o processo’’

Ora em 19-9-2017 a situação era esta:

Tinha sido passado um Alvará à Outeiro das Mós, Lda. com o nº 35672/PUB, que não abarcava o espaço do imóvel classificado e estando este espaço como classificado, na ‘’Planta de Implantação do Projecto de Arquitectura’’ como ‘’Zona sem intervenção’’ (carta da CMA `Tubucci, de 19-9-2017).

amaro caseiro

 

A CMA dizia ainda, no mesmo documento, assinado pela técnica Patrícia Domingos Amaral, que o alvará não titulava nenhuma intervenção nessa área.

Isto era a 19 de Setembro, quando já estava demolida a Ermida, como é vem agora o Caseiro Gomes, dizer que desde o início a autarquia mais a CMA acompanhou a especulativa intervenção dos empreiteiros?

Como ousa defender prevericadores?

Se eles estavam acompanhados pela autarquia e pela DGPC, porque não informou a autarquia logo a Tubucci, em 19-09-2017 ?

Qual é a data do parecer que a Ediestreito tem e que a autarquia não tinha?

É posterior à demolição ou anterior?

E mesmo que tivesse o parecer, não tinha alvará a 19-9-2017, segundo confessava a técnica Patricia Domingos Amaral?

Como é que pôde demolir?

Como é que se pode demolir, sem licença da autarquia?

Metido em todas estas contradições, resolveu atirar a culpa para os blogues.

Porque não referiu a Tubucci ao Armindo Silveira, o Vice-Presidente?

Que queria esconder????

Isto dava pano para mangas e não vamos  gastar aqui os cartuchos todos.

O Caseiro nem sequer foi capaz de identificar correctamente o edifício classificado, referiu que este se estendia até aqui......

envolvente santo amaro

Estes edifícios não estão classificados

 

E depois diz que sabe que querem construir umas garagens ''por conversa''. A administração pública rege-se por documentos escritos e não por conversas.

Se calhar de café.

Finalmente recebeu ele este documento e ainda não foi capaz de responder.

E já passou o prazo.

Parece-nos que ele está tão seguro do que diz, como a cacique quando arrendou imóvel alheio .... até 2025.

O Teatro de S.Pedro....

Ou vai o Sr.Vice-Presidente sustentar que foi um blogue que assinou o contrato com a MEO?

Ficamos a aguardar a próxima intervenção do Vereador Armindo Silveira.

 

mn

 

 

 



publicado por porabrantes às 13:57 | link do post | comentar

Quinta-feira, 02.08.18

O dr.Álvaro Batista responde ao Caseiro Gomes e mete-o encostado à parede.

 

A ele e à maioria.

santo amaro 9

 

Face às contradições do Gomes, a cacique devia retirar-lhe o pelouro do urbanismo.

 

Devia aprender com a Catarina Martins, que terminou por forçar a demissão do Robles

 

Transcrevo parcialmente o que diz o arquéologo, encostando o Gomes  a uma parede municipal, :

 

(...)

 

Aqui importa afirmar que não temos nada de conhecer os processos perante as alíneas 5 e 6 do esclarecimento dado à Tubucci. Ou disseram uma coisa ao proprietário e outra à Tubucci? Ou os processos têm coisa diversa do esclarecimento dado à Tubucci? A alínea 4 também é clara pois não houve qualquer licenciamento para a área referência da pela Tubucci. Para bem da edilidade (e aqui é os serviços que licenciaram a obra e fizeram o parecer sobre o lado da ermida)  é precisamente ela que tem o dever de FAZER O DEVIDO ESCLARECIMENTO E PUBLICAR OS PROCESSOS, clareando a questão, elucidando assim o eleitorado, pelo dever de transparência e reposição da verdade. O facto é que é claro que jamais os serviços camarários deveriam ter apenas indicado o cunhal como elemento classificado, mas sim todo o edifício, conforme está na Lei, ponto. A existir erro foi da Câmara (serviços) simplesmente. Agora afirmar que nós pretendemos insinuar que a Câmara esteve com facilitismos não é verdade e se estiveram o problema não é nosso. Nós como cidadãos com direito à cultura e sua fruição achamos que temos o direito e o dever de nos manifestar quando está em causa o Património Cultural'' (...)

 

Ler o post arrasador do nosso colega. 

 

mn



publicado por porabrantes às 09:19 | link do post | comentar

Sexta-feira, 27.07.18

A sociedade João Bernardino Gomes SA, foi fundada por um empreiteiro abrantino João Gomes . O homem era um carpinteiro que partiu para Lisboa e fez fortuna. O João Bernardino Gomes morreu em 2006, num desastre de automóvel.  À sua morte era um dos abrantinos mais ricos, certamente só batido pelo Conde de Alferrarede. Ao pé dele, o Catroga era pobrezinho. Segundo a página da empresa os investimentos são geridos agora pela viúva.

Em 2015 a empresa depois dum longo litígio conseguiu sacar 46 milhões de euros à CML, onde mandava o António Costa.

António_Costa_12_ª_Cimeira_Brasil-Portugal_2016-11-01

 De TVNBR - "Brasil e Portugal firmam parceria nas áreas de educação, ciência e tecnologia" (11m 49s), via Youtube, CC BY 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=55095837

bernardino 2

ver aqui

E ainda aqui

Devo agradecer ao João Pico, que nos contou a história. Que descanse em paz.

Já agora se os jornalistas quiserem saber mais pormenores, podem contacar o eng Caseiro Gomes, Vice-Presidente da CMA, que trabalhou para o grupo do falecido milionário empreiteiro,até 2013. E conseguiu conciliar o cargo de Presidente da Aldeia do Mato com ''Responsável de pós-venda da Bernardino Gomes''. Era o que se chama um Presidente de Junta que aparentemente geria a partir de Lisboa.

Finalmente o João B Gomes comprou à família real italiana, a Villa , em Cascais, onde viveu o Rei Humberto.  

mn

Responsável de Pós-Venda no Grupo Bernardino Gomes
Responsável de Pós-Venda no Grupo Bernardino Gomes

 

 



publicado por porabrantes às 18:37 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O dr. Álvaro Batista resp...

Caseiro Gomes e a demoliç...

Caseiro Gomes e a demoliç...

Cacique devia retirar pel...

Sociedade do abrantino Go...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds