Quarta-feira, 16.01.19

 

 
Retour au fascicule

Le cryptoportique d'Aeminium (Portugal)

[article]

 
 
 
 
Retour au fascicule

La première campagne de fouilles franco-portugaises à Conimbriga (Portugal)

[article]

 
 
Os artigos do Prof. Bairrão Oleiro, nome fundamental da arqueologia portuguesa, estão disponíveis on-line graças ao Governo Francês.
O nossso obrigado
mn


publicado por porabrantes às 18:08 | link do post | comentar

Quinta-feira, 05.01.17

mr 1.jpg

mr 2.jpg

Livro de Quartanistas de Letras- 1945- Coimbra

 

A nossa homenagem ao maior arqueólogo de Abrantes e ao homem que mais sabia em Portugal da Antiguidade Clássica, José Augusto França dixit.

 

ma



publicado por porabrantes às 22:41 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 25.03.16

Comentário no post João Manuel Bairrão Oleiro em São Domingos

Obrigada pela lembrança.

Margarida Oleiro a 24 de Março 2016, 19:17

 

A honra e o dever é nosso. Já agora

B Oleiro.jpg

 

tirado daqui

 

santos costa 2.png

 

9549428_aYPUj.jpg

Der Terrorist

 

Ou seja quando o maçon adormecido e intímo de Oliveira Salazar, Dr.Bissaia Barreto quer dar cabo das ruínas......Bairrão Oleiro chama a

gnr.png

bairrao oleiro 5.png

 o notório herói Kaulza de Arriaga acaba a escrever um ofício a pedir perdão.

foto_karriaga.jpg

 

O património defende-se assim.

 

Aprendem os senhores edis de Abrantes?

 

ma

 

 



publicado por porabrantes às 19:36 | link do post | comentar

Segunda-feira, 21.03.16

joao manuel bairrao oleiro s.domingos.jpg

 Entre os defensores de S.Domingos, entre os homens que se movimentaram para o defender, faltava-nos aqui publicar a foto do mais sábio arqueólogo abrantino, o pai de Conímbriga, como lhe chamou um homem que fazia anos no mesmo dia dele, o dr. João Nuno Serras Pereira.

Pois aqui fica para os anais da Cidade, a conferência feita em Abrantes, em Julho de 1971 perante Américo Tomás, Veiga Simão e Azeredo Perdigão.

foto Correio de Abrantes

ma 

 



publicado por porabrantes às 20:26 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 01.02.16

garcia.png

Homenagem ao Mestre com quem estagiou em múltiplas escavações o Prof. Bairrão Oleiro, ''o homem que mais sabia em Portugal de Antiguidade Clássica'', José Augusto França dixit.

No programa não consta nenhum palerma abrantino a explicar que Tubucci era a capital de Tartessos.

Estaremos lá?

Quem sabe?

ma



publicado por porabrantes às 16:29 | link do post | comentar

Segunda-feira, 10.11.14

Bairrão Oleiro.png

 um artigo importante e já antigo de Jorge de Alarcão no Arqueólogo Português

os tipos do MIAA não foram capazes de evocar nos profusos catálogos que editam esta figura ''tutelar'' (Alarcão dixit) da arqueologia portuguesa. É obra! Somos uma cidade grata!

foto retirada da publicação indicada.

mn



publicado por porabrantes às 00:24 | link do post | comentar

Sábado, 10.05.14

 

 

 

Margarida    disse sobre Arqueólogos da CMA/IPT descobrem que os romanos faziam estátuas templárias  na Quinta-feira, 8 de Maio de 2014 às 13:42:

 

     

Concordo com praticamente tudo aquilo que foi escrito no texto acima, há exepção de uma pequena coisa. Segundo aquilo que ouvi, o Dr. Álvaro Baptista não foi excluído de nada, pelo contrário ele auto-excluiu-se, visto que há vários anos que nenhum trabalho faz para câmara de Abrantes. Sim ele é excelente na área, e provavelmente o melhor, mas não foi citado nesse trabalho, porque não participou nele. De resto concordo. A escavação em torno do castelo foi vergonhosa e o IGESPAR, deveria ter interferido.

 

 

Cara Margarida:

 

Desculpe o atraso em responder-lhe. Estamos de acordo em quase tudo e suponho que depois dalgumas novidades que espero  tenhamos tempo para publicar aqui, que continuemos de acordo.

Publicarei na segunda-feira um texto do Álvaro Batista, que espero que faça alguma luz sobre o afastamento deste distinto arqueólogo desses cursos  onde se confunde o  cu com as calças (desculpe a expressão) ou seja Decio Junius Brutus com Gualdim Pais.

Mas acho que não é o Álvaro que se afastou,  acho que afastaram o Álvaro.A quem faz confusões que dariam um chumbo liminar na quarte-classe, era melhor mandá-los ler os clássicos, começando pelo Plínio, mas vou-me contentar com o prestigiado discípulo de João Manuel Bairrão Oleiro, o  Prof. Alarcão, da Universidade de Coimbra, que apesar de desconhecer alguns pormenores dos meandros da arqueologia  local   diz acertadamente o seguinte (...)''  A estátua (Souza, 1990, p. 53, n.º 147), feminina e acéfala, foi achada nos inícios do século XX no interior da igreja de Santa Maria do Castelo, a um metro de profundidade, numas escavações que então se fizeram (...)'' e remete como fonte para este autor: '

SOUZA, V. (1990) -Corpus Signorum Imperii Romani, Portugal. Coimbra: Instituto de Arqueologia da Faculdade de Letras

 

 

 

Como é o que V.Souza escrevendo em 1990 sabia isso ? Incluindo a  profundidade a que estava a estátua? 

 

 

Passo a citar directamente Diogo Oleiro no ''Abrantes Cidade Florida'', página 9: '' No interior da Igreja de Santa Maria do Castelo, à profundidade  de cerca de um metro, apareceu uma estátua romana descabeçada, que se encontrava em posição horizontal e actualmente está exposta no Museu, como uma das suas mais valiosas peças'' (....)

 

Isto é o V.Souza repete apenas o que disse Diogo Oleiro.  Na página 63 acrescenta Oleiro ''  estátua romana descabeçada, de mármore lindamente drapejada, um dos raros exemplares daquela época entre nós'' (...).

 

O Prof. Bairrão Oleiro descreveu longamente a estátua em artigo já aqui publicado onde inclusive diz a data em que se achou a estátua : 24 de Outubro de 1911.

 

 

 

 

 

 Como é que o Prof. B.Oleiro sabia isso?  Em 1911 não tinha nascido.Naturalmente porque o pai dele, Mestre Diogo Oleiro o tinha apontado, e as inúmeras fichas e apontamentos que fez sobre arqueologia abrantina estão como já disse aqui, num sítio que eu sei e também o sabem  alguns dos curiosos que escrevem no Jornal de Alferrarede sobre arqueologia local.

 

De maneira que o Professor Alarcão devia ter citado o que foi seu Professor e antecessor na direcção da estação de Conímbriga, e certamente não o fez apenas por não ter à mão o recorte  aqui publicado.

 

Publica-se de seguida uma grande foto duma estátua romana de Santa Maria do Castelo da autoria do nosso amigo Cidadão Abt.

 

   

 

 Cara Margarida, desculpe ter sido tão prolixo a responder-lhe, mas de facto há coisas lamentáveis: o blogue (interessante) do Sr.Oliveira Viana diz isto:

 

 

O que está a vermelho é igual a

 

 e é da autoria do Professor Alarcão, o Sr.Oliveira Viana esqueceu-se de lá meter umas aspas e de citar o autor da frase,  que por certo foi professor na EICA abrantina nos seus inícios.

 

 

Bom Sábado

 

MN

 

PS- A foto da estátua encontrada no Castelo é do Senhor Camilo, que além de distinto sportinguista, montou uma barbearia toda verde, onde eu fui cliente e educado nos verdadeiros valores desportivos ou seja na crença inabalável que o SCP é o melhor...    



publicado por porabrantes às 16:13 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 07.05.14

A falta de educação tida por certos membros da sociedade civil organizada para com a família de Diogo Oleiro, teve para a Cidade consequências catastróficas

 

 

Vejam este exemplar único em Portugal, que está onde deve estar, ou seja na Biblioteca Nacional

 

 

 

TABOADA CURIOSA, NOVAMENTE REFORMADA, E AUGMENTADA, EM QUE SE TRATA DE TODAS AS REGRAS GERAES, E ESPECIES DE CONTAS QUE DEVE SABER HUM BOM CONTADOR PARA O TRATO, E COMMERCIO DESTE REYNO; E DE TODO O MUNDO, COM OUTRAS CURIOSAS, E UTILISSIMAS NOTICIAS, QUE VAÕ NO FIM, FUNDADAS SOBRE OS NUMEROS DA CONTA / COMPOSTA POR JOAM ANTONIO GARRIDO, MESTRE DE ARISMETICA
 
AUTOR(ES): 
Garrido, João António, 17 ; Xisto, Inácio Nogueira, fl. 1759-1774, impr.
ANT.POSSUIDOR(ES): 
Fernandes, Eduardo Lopes, ant. possuidor; Oleiro, J. M. Bairrão, 1923-2000, ant. possuidor
EDIÇÃO: 
Sexta impressam, accrescentada com a Regra de escrever certo, e outras contas novas
PUBLICAÇÃO: 
Lisboa : na Officina de Ignacio Nogueira Xisto : vende-se na mesma Officina, no principio da Rua dos Cavalleiros, 1759
DESCR. FÍSICA: 
[12], 188 p. ; 4o (20 cm)
REF.EXT.: 
Inocêncio 3, 290 e 10, 155 não refere esta edição
NOTAS: 
No pé de imprensa: "Com todas as licenças necessarias"
Assin.: *//4, A-Z//4, Aa//4

 

 

Para inocentes, Inocêncio foi o senhor que escreveu o mais importante dicionário bibliográfico luso.

 

Agradece-se à sociedade civil a falta de educação, assim o  livro está onde devia estar, na B.N.

 

MA



publicado por porabrantes às 21:32 | link do post | comentar

Domingo, 02.02.14

O nosso amigo Dr.Rui Lopes

 

 

 

vai estar amanhã no:

 

 

''SIM OU NÃO ÀS PRAXES?

Programa de dia 3 de fevereiro 2014.
Em direto do Teatro Gil Vicente em Coimbra.

SIM OU NÃO ÀS PRAXES?

São rituais violentos ou antes símbolos de integração social?

De onde vêm e para que servem?

Estudantes e professores, todos juntos, no maior debate da televisão portuguesa.

A favor ou contra as praxes, em direto do Teatro Gil Vicente em Coimbra.

Prós e Contras, 2ª feira à noite na RTP1.''

por: Equipa Prós e Contras ''

 

Se há alguém que sabe da velha e boa praxe de Coimbra é o Rui, programa a não perder!

 

E entretanto num post que iremos publicar o nosso amigo Vortex deu-nos uma lista de antigos alunos do velho colégio da Raimundo Soares, entre eles

 

 

(U.Coimbra)

 

O Prof. João Manuel Bairrão Oleiro que foi obrigado numa aula da U.Coimbra pelos alunos, no uso das suas faculdades praxísticas, a dissertar sobre

 

''O Valor ecológico do penico''. (obrigado Vortex!!!!)

 

A praxe de Coimbra é uma velha tradição e deve continuar, nada tem a ver com coisas semi-selvagens naturalmente próprias do IPT ou da Lusófana.

 

A propósito que tal praxar o Oeesterbeck????

 

MN

 

haverá que recomendar ler a entrevista do Prof.José Augusto França ao ''Expresso'' e ainda celebrar a homenagem ao mestre da crítica gastronómica de Portugal, o Zé Quitério, as duas personalidades nossas vizinhas de Tomar



publicado por porabrantes às 22:03 | link do post | comentar

Sábado, 09.11.13

O abrantino Prof. João Manuel Bairrão Oleiro além de um dos maiores vultos da arqueologia romana em Portugal, foi um dos homens-bons que ajudaram a evitar a demolição do Convento de São Domingos em meados da década de 60 do século XX. O post na sequência de outros é naturalmente uma evocação desta figura marcante da Cultura portuguesa.

 

 

 

 

 

 

mn



publicado por porabrantes às 17:07 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Bibliografia abrantina : ...

João Manuel Bairrão Oleir...

Bairrão Oleiro chama a GN...

João Manuel Bairrão Oleir...

Garcia y Bellido, mestre ...

João Manuel Bairrão Oleir...

O escabroso da estátua te...

TABOADA CURIOSA COMPOSTA ...

Praxe

João Manuel Bairrão Oleir...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds