Sexta-feira, 03.08.18

Sabemos muito pouco sobre a história da Oposição à ditadura em Abrantes. Boa parte do que se foi publicando, saiu neste blogue. Mesmo o que a Zahara publicou sobre o General Marques Godinho, foi em parte daqui retirado.

Aquilo que se publicou no blogue refere-se sobretudo à história da Oposição da campanha do General Delgado para cá (1958) e anda associado a nomes como o dr. Vergílio Godinho, dr.Orlando Pereira, dr.Correia Semedo, dr.José Vasco,

arq. Duarte Castel-Branco, drª Maria Fernanda Corte Real e Silva (que provavelmente teve mais importância entre 1960-1974 que muitos dos citados) e que com o marido passara já pelos cárceres da ditadura,  e que com Mário Soares e Salgado Zenha estivera na direcção nacional do MUD Juvenil.

Além disso fora clandestina nas redes do PCP.

Estas ligações propiciaram a que Salgado Zenha convidara o dr. Orlando Pereira para fundar o PS de Abrantes, em 1974, que ele recusou, por manter uma ligação ao PCP.

A história da Oposição nos anos 30 e 40 estava (e está por fazer) embora aqui se tenham evocado alguns nomes, como Fernando Farinha Pereira.

Saiu agora, da autoria da Drª Manuela Poitout, ''Raul Wheelhouse, médico, oposicionista e maçom - reviralho e maçonaria no Alto Ribatejo, ''publicado na revista Nova Augusta, nº29, que é um contributo muito importante para o estudo do ''reviralho'' na nossa zona e não só.

A autora, de créditos firmados na investigação regional, estuda o papel do prestigiado médico da Santa Casa sardoalense, na montagem (ou relançamento porque a informação que temos é que já havia outras redes maçónicas em Abrantes, a que esteve ligado por exemplo Diogo Oleiro) do Grande Oriente na região.

E o nome ao lado do médico que surge é o de Fernando Farinha Pereira

fernando farinha

A partir do triângulo 331 do Entroncamento, Farinha Pereira vai ficar responsável por montar a maçonaria em Abrantes.

No triângulo do Entroncamento vai filiar-se também o Alferes Lobato Falcão, já aqui referido.

As actividades maçónicas são em parte a cobertura para se montar uma rede conspirativa, dirigida  entre outros pelo dr.João Soares e por militares. Pretendia-se criar um levantamento militar nacional contra a Ditadura. 

Cria-se uma rede civil, particularmente activa no Rossio ao Sul do Tejo, inclusive com reuniões no Tramagal, em casa do médico da MDF, Correia da Fonseca, e ainda na do ex-deputado democrático dr. João Damas (Poitou,45)

Que no entanto na época estava já ligado ao grupo estado-novista do dr.Manuel Fernandes e em ampla discórdia com o cacique Henrique Augusto da Silva Martins.

Segundo a autora citada, o homem fundamental na conspiração na zona foi o guarda-livros da Casa Serrano, Manuel Jacinto, natural da Chamusca...., residente na Rua Avellar Machado, no Rossio....,

manuel jacinto

 que terminaria deportado para os Açores (como o médico) e e só foi libertado em 1939.

Sete anos de presídio em Angra do Heroísmo.

Na conspiração estava previsto que o major José Garcia Marques Godinho liderasse o golpe em Infantaria, aboletada em São Domingos. (Poitout,47)

Boa parte das actividades do Jacinto, passaram-se no Rossio . E aí é  ainda apontado o nome do dirigente comunista Manuel Alpedrinha, um dos poucos comunistas com filiação maçónica, na mesma loja lisboeta, a Rebeldia que Wheelhouse.

A autora refere ainda a posterior carreira do médico na tentativa de refundação do socialismo português.

Um dos primeiros autores a referenciá-lo foi o Doutor Jorge Santos Carvalho, in

''As Relações Jugoslavo-portuguesas (1941-1974)''. , Coimbra, 2012.

Só por curiosidade uma carta de António Sérgio em polémica com Wheelhouse

sérgio

sobre a refundação do socialismo democrático português (1)

 Portanto um estudo pioneiro e fundamental, o da drª Manuela Poitout para a História da Resistência ao fascismo na região.

A ler sem falta.

Aqui só se respigou o referente a Abrantes e muito resumidamente.

mn

(1) Arquivo António Sérgio

Foto do anti-fascista Manuel Jacinto, Torre do Tombo

 

 

 

         



publicado por porabrantes às 18:21 | link do post | comentar

Sábado, 17.06.17

Transcrevemos parcialmente as dessassombradas declarações do dr.João Soares, sobre este caso, no facebook

 

''Há limites claro, Ana Benavente, amiga, mas insultos, ou purgas, não é a cultura do PS. E tu sabes muito bem que o Manuel dos Santos não é racista. Era o que mais faltava, era que agora, num contexto favorável, com um Governo nosso a governar bem, o PS entrasse num processo de purga interna. Há limites para o absurdo, e para a cultura de intolerância. O PS não é o Hamas (esta é só para ti, Ana, não resisti)"
Também ainda no mural do Antonio Dias, respondendo a Joana Lopes, que cita jornais onde se diz que Costa poderia defender expulsão :
"Joana Lopes Não acredito que Costa defenda expulsão de Manuel dos Santos. Mas, mesmo que defendesse, eu não concordaria. Essa não é a cultura, e a tradição do PS. Seria um erro grave. Que me lembre só foram expulsos, em "purga" interna organizada pelo Antonio Reis, os trotskistas infiltrados, Aires Rodrigues e Carmelinda Pereira. Eu, não fui ouvido, mas já nessa altura não estive de acordo. E, sobretudo, o Manuel dos Santos, não é racista. Ninguem que o conheça pode ter duvidas sobre isso. A começar, penso, pela propria Luisa Salgueiro. Estranho é que tantos veteranos do PS Porto, companheiros de Manuel dos Santos, não sejam capazes de escrever o que acabei de escrever. O Manuel dos Santos, pode ter sido infeliz e mesmo incorrecto, no que escreveu, mas não é racista. Ponto. E digo, o Manuel dos Santos não é racista, com a mesma convicção com que lhe disse a si Joana, que o Rui Perdigão tinha dirigido um dos carros da fuga de Peniche. Você desmentiu-me. Depois reconheceu que sim. Todos, nos enganamos e cometemos erros. Um partido não se torna mais forte quando "expurga" quem não está de acordo, ou comete um erro (...)



publicado por porabrantes às 15:03 | link do post | comentar

Sexta-feira, 14.10.16

Colaço.png

O ex-ministro da Cultura e resistente anti-fascista destaca o artista plástico e blogguer abrantino António Colaço, que se lança numa nova perfomance artística, como revela o Diário de Notícias.

Resolvemos nós destacar um velho e sempre actual texto do António....sobre Luiz Oeesterbeck, o Nobel do Piaui.

colaço lurian.png

Entretanto....o Nobel ......deve ter aproveitado a estadia para se encontrar com a Lurian, que coitadinha se encontra na fossa, porque o Papá foi acusado de novo crime...

globo lula.png

 Por seu turno, o mimoso poeta Luis de Castro Mendes, que antes do 25-A. animava os CBS- Comités de Base Socialistas, ainda não arranjou tempo para responder ao Deputado António Filipe acerca da bandalheira que a delicada Maria do Céu Antunes, nora do dr.Amândio de Albuquerque, grande benemérito da Bairrada e ex-delegado do MFA nas primeiras eleições livres em Aveiro, autorizou no Real Convento de S.Domingos (designação proposta pelo Candeias Silva na Cronologia centenária).

 

O poeta Mendes se calhar está a cozinhar um soneto, para responder em verso ao requerimento do  deputado comunista....

 

Resta ler o excelente artigo no DN, do qual se selecciona a frase de Jaime Gama para definir o Colaço : '' místico desterrado em ambiente político trepidante''.

 

mn

 

créditos: ânimo, o Globo



publicado por porabrantes às 09:42 | link do post | comentar

Sábado, 28.05.16

chapada.png

O dr.Soares desta vez para dar um par de chapadas, calçou as luvas brancas. Para atingir a negra face do pior capitalismo africano.

Bem dadas.

ma



publicado por porabrantes às 11:52 | link do post | comentar

Sexta-feira, 08.04.16

 

 

Como o dr. João Soares muito bem sabe, não tenho por ele qualquer respeito nem como homem, nem como político. Houve pessoas – Teresa Gouveia e José Manuel Fernandes – que, a propósito do “caso Lamas”, descobriram agora a insignificância e a grosseria dessa lamentável personagem. Chegam tarde. Claro que o ministro podia ter chamado discretamente o director do CCB para o demitir, alegando, como está no seu direito, falta de confiança política ou pessoal. Mas João Soares preferiu fazer do incidente um espectáculo público. Ameaçou o dr. Lamas, exibiu os seus poderes (que lhe vêm exclusivamente do cargo) e no fim ainda se foi gabar para a televisão. Não se percebe o motivo de toda esta palhaçada, excepto se pensarmos que ele é no Governo um verbo de encher e que o PS o atura por simples caridade.

Infelizmente, no meio desta cena de mau gosto, não se ficou a saber ao certo o que na essência separava o dr. Lamas do ministro. O dr. Lamas fizera uma obra extraordinária em Sintra, restaurando monumentos, do palácio da Pena ao chalet da condessa de Edla, reabilitando jardins, acabando com os crónicos prejuízos da parte cultural da vila. Mas, transferido para o CCB em 2014, resolveu repetir a receita e transformar a zona entre a Ajuda e Belém no seu segundo parque turístico. Embora publicado na Internet, nem a televisão, nem os jornais, que discutem as mais sufocantes banalidades, discutiram o plano do dr. Lamas. Mesmo o Ministério da Cultura e a CML não se manifestaram. E, quando o sr. Soares desembarcou no Governo, decidiu liquidar a coisa sem uma palavra de explicação.

Isto de mandar no povinho sem sequer o informar não é bonito. Sendo lisboeta, não me apetece muito que entre a Ajuda e Belém apareçam durante o ano inteiro milhares e milhares de turistas, tapando a vista e atravancando as ruas. Mas gostaria de saber o que o dr. Lamas pensa sobre o assunto e já agora o que pensa, se pensa alguma coisa, o sr. Soares. De resto, a mais preliminar consideração pelas pessoas exige que os moradores do sítio sejam previamente consultados. Reconheço que a vontade do país não é a grande preocupação do dr. Costa, mas não custava muito ouvir as pessoas que, em última análise vão, ou não vão, ser vítimas da fantasia urbanística do Ministério da Cultura ou da CML. Dissertações sobre a falta de maneiras do dr. João Soares não nos levam longe.''

 

devida vénia ao Público

 

A pena do VPV é arrasadora, esperemos que embirre com outro e dê cabo dele.

 

a redacção



publicado por porabrantes às 21:57 | link do post | comentar

Em defesa de João Soares

 

Estou alucinado com a indignação provocada pelas recentes declarações de João Soares, bem reveladora da perda do sentido da honra e de referências culturais e de identidade nacional de muitos portugueses.

Se Vasco Pulido Valente e Augusto M. Seabra resolvem recuperar a tradição caceteira do publicismo novecentista, recorrendo ao insulto pessoal para regozijo dos leitores, têm que aceitar com naturalidade que aqueles que sovam se defendam com recurso às mesmas tradições. É claro que seria muito mais elegante se João Soares tivesse ameaçado com umas bengaladas, mas a troca destas por umas bofetadas é perfeitamente aceitável, atendendo a que as bengalas caíram há muito em desuso.

Por outro lado, João Soares presta neste caso uma homenagem aos costumes fadistas e marialvas tão enraizados na Cultura portuguesa e que tiveram e têm cultores de todas as tendências e áreas políticas, tais como os grandes intelectuais Nuno Salvação Barreto, José Carlos Ary dos Santos e Manuel Alegre.

Vamos lá indignar-nos com aquilo que merece a pena e deixemos João Soares resolver os assuntos de honra à antiga portuguesa!

 

Engº João Silva

 

NR-Há mais grandes intelectuais, conheci  um que  fardado partiu a cara ao Henrique Augusto Silva Martins, que era Presidente da CMA. A questão é distribuir paulada efectiva e não ficar pelas ameaças. O João Soares se não passa à acção, fica ao nível do Ramalho Eanes e do Miguel Sousa Tavares, que prometeram partir a cara ao Augusto Cid (o indígena de Alcains) e ao VPV

  



publicado por porabrantes às 13:57 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta-feira, 07.04.16

grande timoneiro.jpg

Vimos requerer ao Sr.Ministro da Cultura que quando passe por um arquitecto que queira construir uma torre de 40 metros de altura no Convento de S.Domingos, que aproveite a maré e lhe dê uns pares de bofetadas. E a um Presidente da Câmara que defenda isso, um pontapé no traseiro!

Ousar Lutar, Ousar Defender o Património!

fashion.jpg

 

ma

 

foto da cma



publicado por porabrantes às 22:09 | link do post | comentar

Quinta-feira, 06.11.14

 

Apostamos que não conseguimos uma foto destas da cacique com a legenda

 

COLÉGIO DE FÁTIMA

Extinção NÃO!

A Redacção

foto: dr. João Soares, deputado da República

  



publicado por porabrantes às 12:34 | link do post | comentar

Quinta-feira, 25.09.14

É a opinião do Sr.Dr.João Soares sobre o que diz o Costa, candidato do regime (incluindo do Ricardo Salgado) a D.Sebastião.

 

 

 

 

''Calúnia miserável. Falso. Indecente. É, infelizmente, o que posso dizer do ataque de António Costa a António José Seguro, no Correio da Manhã. Ainda por cima redonda e rigorosamente falso. António José Seguro nunca partilhou, nem partilha, consultores com Luís Filipe Menezes. Isto, vindo de quem acusa o adversário de fazer ataques pessoais. Do Correio da Manhã online, agora:
"António Costa, candidato às primárias do PS, acusou este sábado à noite o seu adversário eleitoral, António José Seguro, de partilhar os consultores de Luís Filipe Menezes, o ex-autarca de Vila Nova de Gaia que está agora a ser investigado pela Polícia Judiciária do Porto por suspeitas de corrupção.
As acusações ao atual secretário-geral do PS surgem no seguimento das declarações de Seguro, esta sexta-feira à noite em entrevista à CMTV, em que este disse que "há um partido invisível, que tem o verdadeiro poder".
Também na entrevista à CMTV, António Costa voltou a dizer que Seguro fez a sua campanha com base em ataques pessoais: "Acho que faz mal, mas foi o estilo que escolheu."''

 

João Soares

 

 

foto distribuída pelo dr. João Soares que não tem papas na língua, nem deixou meter água em Lisboa

 

A melhor foto de alagamento, no caso duplo, em Lisboa hoje...

o dr. Soares acusou o Costa de não dar a cara em Lisboa

 

o Costa disse que a culpa era do boletim meteorológico

 

 

Comprovados os documentos ficou-se a saber que o Costa além de mentiroso, é que era cliente do Sr.João Tocha e que ademais ainda não lhe pagou...

 

a redacção

 

a foto com o A.Colaço, foi  enviada por ele a JS

 



publicado por porabrantes às 15:41 | link do post | comentar

Sexta-feira, 12.09.14

 

As declarações de João Soares sobre Almeida Santos como o símbolo do ''centrão de negócios'' geraram enorme polémica. O filho de Mário Soares volta à carga:

 

 

A tropa fandanga que Soares denuncia em Abrantes chama-se ''sociedade civil''.

 

Recordarei que para ''alegrar'' as comemorações solenes dum  seu aniversário, o PS de Abrantes escolheu nada mais, nada menos para presidir às festas Almeida Santos, o gajo que levou o partido ao pior resultado da sua história .

 

MA

Como é que se chamava o socialista da sociedade civil que foi pedir aos donos do São Pedro para alugar aquilo ao

 

 

& Santos ?????

 

 



publicado por porabrantes às 12:44 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Um estudo fundamental sob...

O caso da cigana

Ex-Ministro da Cultura de...

Uma chapada com luva bran...

A pena que derruba minist...

Em defesa de João Soares

Requerimento ao Senhor Mi...

Não à extinção do Institu...

Uma miserável calúnia

Tropa Fandanga=Sociedade ...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10


26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds