Segunda-feira, 09.12.19

Na guerra do Jorge Dias, a disputa entre 2 caciques socialistas atingiu foros de queixa-crime e de acusações de suborno a funcionários da CMA

Em 10-9-09 o Carvalho apresentou queixa à PGR onde entre outras lindezas se dizia

carvalho versus santos

Extracto do documento nº 16 do dossier da CMA sobre Jorge Dias

nelson albano 2005

Cada vez mais como se disse isto parece uma guerra entre caciques, com o Dias apanhado no meio.

A reunião entre o Carvalho e os tipos da empresa inexistente não é referida neste cronograma

cronograma

(doc nº 1 do  dossier da CMA sobre Jorge Dias)

Porquê?

E ainda porque é o Carvalho face a uma denúncia de corrupção na CMA, não mandou fazer um inquérito interno?

Certamente pelas mesmas razões que não o fizeram quando o MP apurou que o Vereador Júlio Bento tinha enriquecido ilicitamente durante o seu mandato. 

O Albano foi eleito Vereador pelo ICA e podia ter contribuido para politicamente desfazer parte deste imbróglio.

E não tomou posse.

Isto é do melhor

ma

 



publicado por porabrantes às 19:16 | link do post | comentar

Vi uma plêiade de comentadores opinar sobre o caso Jorge Dias, ao mesmo tempo que diziam que não tinham lido a última sentença.

Mas opinavam.

Um aproveitou para dizer que o Jorge Dias tinha ameaçado de morte o cacique.

Se assim é, espero que haja a devida queixa à PSP.

Mas lendo a sentença, aquilo que parece deduzir-se é que o caso Jorge Dias, é em grande parte resultado da guerra dentro do PS, entre o Carvalho e o Albano Santos, que depois de sair da autarquia (Novembro de 2006) onde pastoreava o Urbanismo, aparece a seguir, envolvido na venda de terrenos.

albano santos terr

 

E na sentença há factos, dados como provados, surpreendentes.

exietence

Portanto, Nelson Carvalho (que era, de acordo com a Lei, o representante legal da autarquia) ter-se-á reunido, segundo a sentença, na câmara (entidade demandada), em finais de 2006, com gente da Reimax (1) e do Dias para decidir um investimento de 60 milhões de euros, a ser promovido pela ''Existence SGPS,SA.  ''

nelson albano 2005

Faz-se uma reunião para discutir 60 milhões de euros e não se sabe qual foi a data concreta, nem os intervenientes concretos.

Ter-se-á lavrado acta disto?

Acontece que a Existence, SGPS não existia em 2006.

 

Só foi constituída em 30-10-2007

Como é que uma sociedade que não existia podia fazer um investimento de 60 milhões de euros?

Quem foram os tipos que estiveram na reunião?

O Tribunal não apura?

Como é que uma autarquia pode andar a fazer reuniões para fazer negócios com uma sociedade que não existe?

ofélia 12

 

Como é que a assembleia municipal autorizou isto?

Como é que o Carvalho participou nesta miserável negociata?

O Presidente da Existence, quando se constituiu em 2007,  era o ''eng'' António Guilherme dos Reis, que era procurado em 2006 pela polícia.

existence reis

(1) Reimax deve ser Remax, há mais gralhas na douta sentença, por exemplo Costa da Pina por ''Pina da Costa''.

  Segue o documento da CRC de Lisboa de constituição da Existence

Publica-se que em relação à entidade:
Nº de Matrícula/NIPC: 508284554
Firma: EXISTENCE, S.G.P.S., S.A.
Natureza Jurídica: SOCIEDADE ANóNIMA
Sede: Avenida dos Estados Unidos da América, nº 104, 1º esqº
Distrito: Lisboa Concelho: Lisboa Freguesia: Campo Grande
1000 LISBOA

Matriculada na: Conservatória do Registo Comercial de Lisboa

pela Apresentação AP. 17/20071018, referente à inscrição 1,
foi efectuado o seguinte acto de registo:


Insc. 1 - AP. 17/20071018 10:12:20 UTC - CONSTITUIÇÃO DE SOCIEDADE E DESIGNAÇÃO DE MEMBRO(S) DE ORGÃO(S) SOCIAL(AIS)


FIRMA: EXISTENCE, S.G.P.S., S.A.
NIPC: 508284554
NATUREZA JURÍDICA: SOCIEDADE ANóNIMA
SEDE: Avenida dos Estados Unidos da América, nº 104, 1º esqº
Distrito: Lisboa Concelho: Lisboa Freguesia: Campo Grande
LISBOA
OBJECTO: Gestão de participações sociais noutras sociedades, como forma indirecta de exercício de actividades económicas.
CAPITAL : 480.000,00 Euros
Data de encerramento das contas do exercício: 31 de Dezembro.

ACÇÕES:

Número de acções: 48000
Valor nominal : 10.00 Euros
Natureza: Portador.

FORMA DE OBRIGAR/ÓRGÃOS SOCIAIS:

Forma de obrigar: Pela assinatura do Presidente do Conselho de Administração
Estrutura da administração: Conselho de Administração composto por 1 presidente e 2 vogais.
Estrutura da fiscalização: Fiscal Único e Suplente.
Duração dos mandatos: 3 anos.

CONSERVATÓRIA DA SEDE:

Distrito: Lisboa
Concelho: Lisboa
Conservatoria: CRComercial Lisboa

DESIGNADO(S):

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO:

ANTÓNIO GUILHERMINO BALTAZAR DOS REIS
NIF/NIPC: 192883445
Cargo: Presidente
Residência/Sede: Rua João da Silva, nº 4, 18º B
Lisboa

CARLOS ALBERTO DO ROSÁRIO GOMES
NIF/NIPC: 129597775
Cargo: Vogal
Residência/Sede: Avª Elias Garcia, nº 76, 7º C
Lisboa

HAMDI BEN MED TAHEUR BENCHAABANE
NIF/NIPC: 246877189
Cargo: Vogal
Residência/Sede: Avª dos Estados Unidos da América, nº 104, 1º esqº
Lisboa

FISCAL ÚNICO:

MANUEL L. BRITO & ASSOCIADOS, SROC, S.A.
NIF/NIPC: 504012681
Residência/Sede: Rua Anchieta, nº 5, 3º
Lisboa

SUPLENTE(S) DO FISCAL ÚNICO:

JOSÉ MANUEL MARTINS GONÇALVES ROBERTO
NIF/NIPC: 188174176
Residência/Sede: Rua Anchieta, nº 5, 3º andar
Lisboa

Prazo de duração do(s) mandato(s): Triénio 2007/2009.
Data da deliberação: 2007-09-18.


        



publicado por porabrantes às 16:15 | link do post | comentar

Quarta-feira, 27.11.19

Isto  é uma câmara lenta, dizia Eurico Consciência, depois de estar à espera dum pedido de informação que levou 900 dias a despachar....

càmara lenta

O Tribunal de Leiria levou 10 anos a decidir em primeira instância, no processo do Dias, hoje encabeçado pela massa falida do contrutor...

Se os recursos marcharem ao mesmo ritmo, dentro de 40 anos haverá sentença....

Com tribunais destes, as garantias dos particulares contra a administração são mera ficção retórica.....

Não se percebe porque é que os jornais perguntam ao Dias se recorre, não é ele, é a massa falida....

Finalmente os situacionistas atiram foguetes e recusam-se a assumir as responsabilidades de quem  moveu um processo contra o Dias, para se apoderarem dum terreno que não era deles, como disse o Tribunal de Santarém.....

Onde uma cacique mentiu, relapsa e contumaz na mentira.

mn

 



publicado por porabrantes às 11:12 | link do post | comentar

Sábado, 23.11.19

chega

O Pacheco Pereira explica hoje no ''Público'' como a ''traição'' dos sociais -democratas e socialistas europeus às classes populares, em troca da sua identificação com causas ''fracturantes'' das minorias ditas perseguidas, sejam étnicas ou sexuais, entregou o campo popular à direita dura.

Que o diga Marine, que o diga Vox, que o diga a AFD alemã, que o diga Salvini, que somam votos vindos do povo e das classes trabalhadoras.

A incapacidade das forças locais em deslindar quem roubou Jorge Dias, leva-o aos braços do Chega!

Os edis locais reunem-se em comissões em que não há actas publicadas, violando todas as leis, e em secretismo para deslindar o caso.

Os representantes do sistema batem nas costas do Valamatos, escandalizados com o desaforo dum programa de investigação televisivo, que denunciou o latrocínio.

E o Jorge Dias faz-se fotografar com um homem da Direita pura, que não tem medo, nem papas na língua.

E os votos do Chega subirão, vindos do povo, como profetiza o Pacheco.

Não há mais nada a dizer.

ma

foto do sr.Jorge Dias     



publicado por porabrantes às 21:57 | link do post | comentar

Sexta-feira, 08.11.19

bento

Fala Armindo Silveira, interpelando o homem que entrou na política, substituindo o afamado Júlio Bento:

abrantaqua 1

 

 

abrantaqua 2

 

 

 

Entretanto o sucessor disse ao Armindo, para colocar as  questões por escrito à Abrantaqua....

E sofismou que a CMA deixou à empresa do Bento, construir uma Etar num terreno alheio, que a cacique inaugurou mais o Fernandes do Ambiente, enquanto a PSP impedia o proprietário de entrar no que era seu....

E voltou a sofismar que a Abrantaqua, a benta empresa que até 2014 enchia o Tejo de dejectos, tem, nos Carochos, uma instalação privada em solo municipal, sem pagar um cêntimo...

Já sabemos que esta autarquia gosta muito do Júlio Bento.... 

ma 

 

 

 

       



publicado por porabrantes às 08:11 | link do post | comentar

Quarta-feira, 02.10.19

javardice 2

acta nº 14/2019

O nível de linguagem autárquica está cada vez mais elaborado. Um empresário diz que um autarca classificou um programa de TV como ''javardice''.

E que ''javardice'' foi o que lhe fizeram a ele.

Entretanto os javardos passeiam-se na cerca da Escola Manuel Fernandes e certos moradores dedicam-se a alimentar os leitões.

Não há pachorra para o palavreado cinegético.

mn



publicado por porabrantes às 09:42 | link do post | comentar

Quinta-feira, 19.09.19

A 20 de Agosto o neo-liberal pediu isto:

petoçao

O Valamatos não lhe respondeu sobre os documentos pedidos

A petição inicial está on-line desde Junho

pet 2

É o anexo nº 40 dos docs divulgados pelos caciques

Ou seja o homem nem sequer os foi ler

Agora já pode ,são mais 101 páginas arrasando a CMA, da autoria da Drª Alexandra Sapateiro.

Quem é que pede documentos desnecessários, somos nós ou o neo-liberal?

ma



publicado por porabrantes às 16:12 | link do post | comentar

Terça-feira, 13.08.19

armindo pol

declaração política na acta de 25-6, só há pouco disponibilizada

A politica é a arte do debate, quem quer despolitizar foge ao debate

Haveria pouco mais a dizer, para além de afirmar que o Vereador do Bloco tem razão

teatro s.pedro

mn

 



publicado por porabrantes às 16:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 12.08.19

A CMA como se encontra muito ocupada a apoiar o cónego-burlão

c. graça sardoal 2012

ainda não teve tempo para processar a Mercar, como foi decidido pela Assembleia Municipal, com o voto do PS (proposta BE).

mn



publicado por porabrantes às 11:14 | link do post | comentar

Segunda-feira, 22.07.19

na Terça-feira, 9 de Novembro de 2010 às 13:07:Estão todos de consciência tranquila, até ao dia em que são apanhados na curva e enquanto se mantiver o "castigo "de lhes atribuir a "responsabilidade política" por troca
com decisões que não constituem erro (humano), mas intenções deliberadas de atingir fins obscuros, que são coisas diferentes !
Ainda não entendi, por exemplo, para que serviu a procuração que o Sr. Jorge Dias (o do gerico) passou à Câmara, no caso do "Ofélia Club". Ele era o dono do terreno e a Câmara é
que conduzia o negócio. Com que interesse ?
Porque razão afirmava o representante da
Remax que aquele assunto "mexia" com o presidente da Câmara ?
O Sr. Jorge Dias deve ter muita coisa que ainda não esclareceu, ou eu me engano muito...

Artur Lalanda

Novembro de 2010, neste blogue

 

 



publicado por porabrantes às 18:04 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Nelson Carvalho & Albano ...

Nelson Carvalho e o inves...

Da Câmara lenta a um trib...

A direita do povo

Interpelando o sucessor d...

Não há pachorra para o pa...

Um neo-liberal às aranhas...

Do caso Jorge Dias ao Tea...

CMA desobedece à Assemble...

A procuração da Ofélia

arquivos

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Janeiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9



26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds