Terça-feira, 13.08.19

armindo pol

declaração política na acta de 25-6, só há pouco disponibilizada

A politica é a arte do debate, quem quer despolitizar foge ao debate

Haveria pouco mais a dizer, para além de afirmar que o Vereador do Bloco tem razão

teatro s.pedro

mn

 



publicado por porabrantes às 16:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 12.08.19

A CMA como se encontra muito ocupada a apoiar o cónego-burlão

c. graça sardoal 2012

ainda não teve tempo para processar a Mercar, como foi decidido pela Assembleia Municipal, com o voto do PS (proposta BE).

mn



publicado por porabrantes às 11:14 | link do post | comentar

Segunda-feira, 22.07.19

na Terça-feira, 9 de Novembro de 2010 às 13:07:Estão todos de consciência tranquila, até ao dia em que são apanhados na curva e enquanto se mantiver o "castigo "de lhes atribuir a "responsabilidade política" por troca
com decisões que não constituem erro (humano), mas intenções deliberadas de atingir fins obscuros, que são coisas diferentes !
Ainda não entendi, por exemplo, para que serviu a procuração que o Sr. Jorge Dias (o do gerico) passou à Câmara, no caso do "Ofélia Club". Ele era o dono do terreno e a Câmara é
que conduzia o negócio. Com que interesse ?
Porque razão afirmava o representante da
Remax que aquele assunto "mexia" com o presidente da Câmara ?
O Sr. Jorge Dias deve ter muita coisa que ainda não esclareceu, ou eu me engano muito...

Artur Lalanda

Novembro de 2010, neste blogue

 

 



publicado por porabrantes às 18:04 | link do post | comentar

Domingo, 14.07.19

 

Edição de 27-08-2009

O Mirante dos Leitores

Empresário leva burro para porta da câmara de Abrantes

foto

Esta história do “Ofélia Club” continua envolta num grande mistério. O homem forte do empreendimento consta ter sido preso em França; o Sr. Jorge Dias, que já é conhecido pelo “Taliban de Abrantes” ainda não viu o dinheiro do terreno e, coisa esquisita, continua a reclamar junto da Câmara. Se o que ele pretende é receber o dinheiro do terreno, porque reclama junto da Câmara? Será que alguém da Câmara tem responsabilidades pela concretização do negócio?

Artur Lalanda



publicado por porabrantes às 16:24 | link do post | comentar

Quinta-feira, 11.07.19

barbas jorge dias

'' Aquilo que me fizeram a mim é uma javardice''''

''isto não é uma Câmara” 

 

Jorge Dias na Antena Livre

mn

 



publicado por porabrantes às 10:19 | link do post | comentar

Sexta-feira, 28.06.19

albano santos desengravatado

Antes de a CMA fazer a escritura com a Mercar sobre o famoso terreno de Jorge Dias, foi avisada pelo Vereador Albano Santos que o terreno podia ser doutro.

O Arq. Albano Santos conhecia o terreno in loco e fizera um projecto para lá.

alb 2

Apesar de avisados persistiram em avançar e mais tarde o testemunho do Albano Santos foi essencial para serem esmagados nos Tribunais.

Como é que esta gente foi capaz de ignorar o aviso dum Vereador do seu próprio partido e avançar para uma coisa destas?

Alguém pode explicar?

 

Há mais coisas técnicas jurídicas graves, que não anotamos por agora.

ma  



publicado por porabrantes às 18:19 | link do post | comentar

Através dum documento, datado de 30 de Janeiro de 2003, Bento Pedro, responsável pelo Notariado camarário, e pelos serviços jurídicos, confessa que cometeu um erro crasso numa escritura que deu origem a grande parte do imbróglio Jorge Dias

mac 1

Diz e muito bem, Bento Pedro, que estava pronto a ressarcir as despesas judiciais  que o imbróglio  produziu.

Foram 4 acções judiciais perdidas, com custas judiciais e honorários de Advogados.

Agora que o Valamatos ou a Oposição que exijam que  sr. dr Bento Pedro pague a conta calada. 

Já chega de sermos nós a pagar a conta de erros de funcionários.

ma 

 

 

  



publicado por porabrantes às 12:07 | link do post | comentar

Sexta-feira, 21.06.19

Regularização da Permuta, Parcela MERCAR - CMA - Assembleia Municipal de Abrantes

BLOCO ESQUERDA ABRANTES·JUEVES, 20 DE JUNIO DE 2019

Assembleia Municipal

19de Junho de 2019

ORDEM DO DIA

PONTO 14 - RECOMENDAÇÃO

REGULARIZAÇÃO DA PERMUTA PARCELA MERCAR -CMA

FUNDAMENTAÇÃO

  1. É publico que a CMA não viu satisfeitas judicialmente as suas pretensões de posse sobre uma parcela, alvo de permuta com a Mercar, perdendo o processo inicial (1148/09.1 TBABT) em Abrantes e em Évora. Posteriormente o Supremo Tribunal de Justiça não admitiu a sua revisão.
  2. Constava do referido processo, na alinea 7) da MATÉRIA PROVADA, que a Mercar, no caso de que terceiro viesse a provar judicialmente que a propriedade da parcela em causa fosse sua, os pressupostos da permuta oportunamente negociada obrigariam a Mercar a entregar ao Município o valor da permuta ou parcela equivalente.
  3. a) A sentença do processo confirma que a parcela em causa está registada a favor da Construções Jorge Ferreira & Dias desde 17 de Janeiro de 2000, o que por sua vez obriga a CMA a agir judicialmente contra a MERCAR, exigindo a restituição da parcela, área equivalente ou o valor estipulado.
  4. De facto, a CMA processou a MERCAR (processo 818/13.4TBABT), acção que correu no Tribunal de Santarém, mas, sem que se saiba porquê, chega a um acordo que não garantiu a restituição.

É evidente que a MERCAR continua em incumprimento.

Face ao exposto, a recomendação do BE vai no sentido de que a CMA mova as diligências necessárias para regularizar a situação, salvaguardando assim o interesse municipal.

RECOMENDAÇÃO

- Considerando que uma das cláusulas do processo que envolve a disputa de uma parcela de terreno entre a Câmara Municipal de Abrantes, a Mercar e a agora Massa Insolvente da Construções Jorge Ferreira Dias, estipula que se a Câmara Municipal de Abrantes não for atendida nas suas pretensões de ver reconhecido pelos tribunais que é dona legitima da parcela em questão, a empresa Mercar terá que assumir as consequências desse não reconhecimento. Assim:

  1. a) a Mercar terá que ser condenada a reconhecer os efeitos e consequências da sentença transitada em julgado referente ao processo 1148/09.1 “ TBABT do 3º Juizo do Tribunal Judicial de Abrantes, processo no qual o Município de Abrantes perdeu a acção que moveu contra o Sr. Jorge Ferreira Dias;
  2. b) Entregar ao Município de Abrantes a parcela com a área de 1627m2 referida na acção (processo no 818/13.4TBABT);
  3. c) Em alternativa, se não entregar a referida parcela, seja condenada a pagar a quantia de cerca de sessenta mil euros;

- Face ao exposto, a Assembleia Municipal de Abrantes reunida em sessão ordinária, recomenda que a Câmara Municipal, em defesa do interesse público que diz ter sempre norteado as suas acções neste processo, encete então os necessários esforços para que a empresa MERCAR regularize a sua falta, entregando a parcela em causa ou outra de área idêntica ou o valor de avaliação da mesma.

Abrantes, 19 de Junho de 2019
Bloco de Esquerda de Abrantes,

Pedro Grave Joana Pascoal

 


tags: ,

publicado por porabrantes às 21:53 | link do post | comentar

grupo jorge dias

Neste momento 905 abrantinos solidarizam-se com  Jorge Dias vítima duma perseguição caciquista

piedade pinto

E a Piedade Pinto choraminga pelas Assembleias:

''Não ponham o povo contra nós!!!!'

Ah não, menina?

 

ma

 

 



publicado por porabrantes às 15:42 | link do post | comentar

O PS de Abrantes deu a maior cambalhota da história jurídica-política deste Município!

cambalhota

 

Em 28-10-2015 a CMA acordou com a Mercar pôr fim a um litígio.......por transacção livremente aceite por ambas partes.

 

Proc.Nº 818/13.4TBABT

O acordo produz efeitos jurídicos só para essas partes.

Foi Advogada da CMA, a avençada Paula Milho, que também é da Comissão Política ou lá o que isso seja da seita caciquista abrantina.

O BE acha que este acordo e a saga judicial associada (que é uma perseguição judicial a Jorge Dias) é prejudicial aos interesses camarários e que haveria de revertê-lo.

No essencial, é este o cerne da sua moção.

E portanto a moção condenava a política persecutória da autarquia contra Jorge Dias e acusava a CMA de favorecer a MERCAR.

O PS votou a favor.

Ao votar:

Deu uma cambalhota histórica!

A cambalhota foi acompanhada por uma sessão histérica de insultos a uma jornalista, por parte de Piedade Pinto!

 

A cambalhota significou que agora condena o que a autarquia do Carvalho e da cacique andaram a fazer....

Reconheceu que a CMA implicitamente  andou a perseguir Jorge Dias, porque lhe meteu 4 processos indevidos.

Reconheceu que a CMA andou a favorecer os interesses da Mercar.

Mas esqueceu-se que está a CMA atada ao acordo de 28-10-2015  e que não tem margem para processar de novo a Mercar.

Portanto a CMA ficará a ver navios dum terreno de

2.040,00m2 para sempre!!!!

Já é habitual!!!

Também ficará a ver navios do Casal Curtido! 

A jogada do BE foi boa para meter os caciques em ridículo, a Piedade Pinto histérica e o Beirão à beira da explosão.

Mas foi pouco radical, haveria que ter denunciado mais duramente  a perseguição judicial a Jorge Dias e uns serviços jurídicos camarários medíocres.

Esperamos que o amigo Armindo não se ofenda....

ma 

    

 



publicado por porabrantes às 15:33 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Do caso Jorge Dias ao Tea...

CMA desobedece à Assemble...

A procuração da Ofélia

Ofélia Club

Aquilo que me fizeram a m...

A CMA estava avisada que ...

Que pague a conta

Moção do Bloco

Ah não, menina?

A cambalhota

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds