Domingo, 26.03.17

sampaio vpv.png

Vasco Pulido Valente, no Observador, com a devida vénia

 

Lamentamos que o Pingo-Doce, o Casino Estoril, a Igreja dos Santos dos Últimos Dias, a Cofina, a Casa do Povo de Cebolais de Baixo, as cotadas lusas com sede em Amsterdão e a Mercearia Dias & Lampreia não se tenham associado ao patrocínio. E  a EDP do Catroga???

 

ma    



publicado por porabrantes às 10:06 | link do post | comentar

Domingo, 22.11.15

diálogo de civ.jpg

 dedicado a Jorge Sampaio que foi Alto-Comisssário da ONU para dialogar com esta marrã e os seus leitões

alliance-forum-istanbul-213x300.jpg

sn

 



publicado por porabrantes às 15:40 | link do post | comentar

Terça-feira, 10.11.15

sampaio martins.png

O eng. António Martins é longamente referido nas memórias de Sampaio. É filho do Henrique Augusto da Silva Martins, Presidente da CMA  até 1945-1946 e industrial de moagens.Provavelmente foi o gestor público abrantino mais influente de todos.

ma



publicado por porabrantes às 01:26 | link do post | comentar

Terça-feira, 26.05.15

Em 15-10-1957 o  António Maria Paulouro, vice-presidente da CM do Fundão, informava a PIDE que D.Fernando de Almeida ''

paulouro.png

Quem o diz é Joaquim Candeias Silva, que para variar faz a apologia dos Almeidas neste artigo, e de D.Francisco (apologia merecida), mas que se recusa a fazer a necessária condenação moral e cívica dum colaborador da temível polícia política nazi-fascista.

Estranhou-se depois o Candeias que o Jornal do Fundão não dê informações sobre as suas actividades no âmbito do Museu do Fundão.

Ora não sabe o Candeias que o Paulouro foi depois Director do Jornal do Fundão e se distanciou um bocadinho do regime?

Mas dar, seja em que circunstâncias for, informações à canalha do Barbieri é repugnante e para mim o Paulouro está definido.

Certamente que Delgado e Henrique Galvão fizeram o mesmo, mas redimiram-se de armas na mão, como cabe a heróis da lusitana gesta.

D.Fernando de Almeida foi o homem que primeiro se mexeu para salvar São Domingos de ser profanado por um barracão, o Palácio da Justiça. E para isso convenceu Antunes Varela, catedrático de Coimbra e Ministro da Justiça a salvar S.Domingos a meias com Duarte Castel-Branco e outros.

Por isso cabe aqui esta menção.

Mas a verdade deve ser dita toda, e não a meias, e o Candeias cita como bibliografia neste trabalho, este livro ou opúsculo:

farinha dos santos.png

Como se sabe o Candeias é Académico de História, e o Farinha dos Santos também o foi ou é.

Para começar a citação bibliográfica é incorrecta, porque a correcta é esta:

farinha dos santos 2.png

O Farinha dos Santos que em 1985 (!) elogia D.Fernando de Almeida e que escreveu algum manual de Arqueologia, foi de profissão subinspector da PIDE-DGS,

pide.gif

Desenho de Dias Coelho, amigo e colega de Duarte Castel-Branco, assassinado pela PIDE

 

e confirmou o uso da tortura sobre os presos políticos ( entre os quais esteve Duarte Castel-Branco).

 

Passo a citar Irene Flunser Pereira: '' o ex-sub-inspector Farinha dos Santos confirmou terem sido «usados interrogatórios prolongados para obrigar os detidos a confessar as suas actividades», «segundo questionários elaborados» por diversos investigadores, entre os quais Rosa Casaco.''

farinha dos santos.jpg

Foto retirada de Estudos Arqueológicos de Oeiras, artigo de João Cardoso, sobre o pide-arqueólogo.

Há mais para contar sobre o competente pide-arqueólogo?

''Referindo-se em Um Político Assume-se (Círculo de Leitores/Temas e Debates, 2011) a um período de prisão sofrido em 1949, Mário Soares

marocas 2014.jpg

http://pt.electionsmeter.com/sondagens/mario-soares

escreve: “Numa fria madrugada fui interrogado na sede da PIDE por um tal Farinha Santos, meu antigo colega na Faculdade de Letras, que era então agente qualificado da polícia política. Brincando com uma pistola enquanto me interrogava, disse-me: “Se disparar e o matar, nada me acontecerá. Todos dirão que disparei em legítima defesa.” (…)” (p. 54). O “pide” a que Soares se refere era Manuel Luís de Macedo Farinha dos Santos (1923-2001), inscrito em 1942 na licenciatura de Ciências Histórico-Filosóficas da FLUL, que deixaria incompleta para só a terminar em 1958. A carreira de Farinha dos Santos na PIDE, onde atingiu a categoria de subinspector, terá terminado por volta de 1954, quando partiu para a Ásia ao serviço do Ministério do Ultramar. Depois de voltar à vida académica, dedicou-se à arqueologia e iniciou um percurso que o tornou um dos principais nomes da Pré-História portuguesa. Este artigo de João Luís Cardoso em O Arqueólogo Português resume a vida de Farinha dos Santos, professor, autor de Pré-História de Portugal (Verbo, 1972) e responsável pela descoberta e estudo da arte paleolítica da gruta do Escoural. ''

 

Escreveu Pedro Serra no blogue Tralha Útil

 

 

Resta acrescentar quem o convidou para reger as cadeiras de História na Universidade Livre, foi o Prof. Veríssimo Serrão, tinha de ser.

 

MA

agradecimentos a um ex-funcionário das Finanças de Alter do Chão, que depois (por mérito próprio) chegou a meritíssimo Juiz de Direito, o Dr. Abrantes que me esclareceu sobre o Farinha dos Santos e ainda a um prestigiado octogenário abrantino, muito elogiado por Jorge Sampaio  nas suas memórias 



publicado por porabrantes às 15:11 | link do post | comentar

Quarta-feira, 04.03.15

rio de moinhos.png

 

Alegramo-nos porque a Marina Santiago vai ganhar aquilo a que tem direito. É filha da Dona Olinda de Rio de Moinhos e lá porque o bi-Comendador Pinho Teixeira teve o descaramento de não reconhecer a filha, não a pode deserdar, porque em Portugal ainda há tribunais, apesar de haver Presidentes como Sampaio e o Soares que fazem Comendadores a qualquer milionário da treta.

a redacção

 

foto Correio da Manhã   

 



publicado por porabrantes às 16:54 | link do post | comentar

Sexta-feira, 24.05.13

 

Cavaco Silva - de camisa branca, à esquerda na foto - entre os amigos, numa praia algarviadiário de notícias

 

 

 

 

O Sr.Teodoro Gonçalves  Silva, dono duma horta em Boliqueime (já fora dono duma bomba de gasosa e duma fabriqueta) , chamou ao Sr. Dr . Jorge Sampaio  ''caramelo'' quando o Advogado lisboeta bateu nas urnas o veraneante que acima figura.

 

Cometeu Teodoro Silva o crime de injúria agravada e ofensas à honra do Presidente?

 

A segunda hipótese é negativa porque o Dr. Sampaio era só Presidente eleito, não tomara posse.

 

E a primeira?

 

Sampaio já renunciara a Presidente da CM de Lisboa por isso não estava revestido de nenhuma autoridade pública.

 

Cometeu injúria contra o Advogado Sampaio?

 

Injúria punida com mais dureza porque expressa através da comunicação social, porque o disse ao Diário de Notícias?

 

Não cometeu, porque a injúria é um crime particular, depende de queixa do ofendido e Sampaio não apresentou queixa por algum motivo.

 

Qual?

 

Só ofende quem pode, e a uma pessoa de alta classe social como o Sr.Dr.Sampaio, não ofende uma expressão mal educada dum dono duma horta situada no Barrocal.

 

Ou ainda....

 

Tendo em conta a longa experiência forense do Sr.Dr.Sampaio decerto sabia que a avançada idade de certas criaturas pode torná-las inimputáveis como os menores, os tontos e outras variedades.

 

É outra hipótese.

 

Neste caso não haveria responsabilidade penal do hortelão do Barrocal mas haveria responsabilidade cível que teria de ser assumida por quem tomava conta dele ou seja os herdeiros entre os quais se encontrava o Sr.Aníbal.

 

Podia o Dr.Sampaio ter demandado o Aníbal?????

 

Podia.

 

Podia Ganhar?????

 

Que significa caramelo?????

 

 


caramelo |é| 

s. m.
1. Calda de açúcar queimado.
2. Rebuçado feito a partir dessa calda.
3. Água gelada. = GELO
4. [Botânica]  Planta cucurbitácea.
5. [Regionalismo]  Trabalhador rural que ia do distrito de Coimbra trabalhar para o Alentejo.
6. [Informal]  Qualquer indivíduo a que se faz referência mas cujo nome se omite ou se desconhece.GAJO, TIPO

 

ww.priberam.pt/dlpo/default.aspx?pal=caramelo

 

 

Bem, a defesa do Aníbal podia arguir que o Teodoro devido à sua avançada idade confundira o Dr.Sampaio com o eminente jurista Dr.Caramelo Sampaio.

 

E ainda podia acontecer que o Procurador ou o Juiz se chamasse Caramelo, como há algum.

 

No final de contas tudo se resumiria a saber um hortelão do Barrocal pode chamar impunemente chamar ''gajo'' ao cidadão escolhido pelos Portugueses para Chefe de Estado.

 

 

Gajo é ofensivo? Há uma acórdão da Relação do Porto que diz que é equivalente a fdp, mas que não é ofensivo porque fdp é uma forma de tratamento quase carinhoso nas margens do Douro.

 

O STJ pronunciou-e sobre o magno assunto: pois que a expressão "filho da puta", dita em público e em situação de litígio carecida da presença preventiva da força pública não pode ter o sentido de "gajo", "fulano" ou "tipo"



Chegado a este ponto eu diria que se o Dr.Juiz fosse totó era possível condenar os herdeiros do Teodoro (entre eles o Aníbal) arguindo que ele estava a chamar fdp ao Dr.Sampaio (acordão da Relação do Porto a contrario sensu).


Mas a sentença seria certamente revista na Relação, se ponderasse o bom senso.....


Mas há vezes em que o bom senso anda ausente dos tribunais como no estranho caso do  Carlos Queiroz.  

 

Em resumo, o Dr. Sampaio deve ter pensado, para que me vou chatear por causa dum hortelão chamado Silva?

 

MN



publicado por porabrantes às 15:57 | link do post | comentar

Sábado, 12.01.13
Rui Lopes  disse sobre O ''zulu'' Mateus quer regenerar-nosna Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2013 às 17:43:

 

     

Deixem-me chamar a atenção para a Biografia do Dr. Jorge Sampaio. Acho que está um bom trabalho, na minha área, notei-lhe uma calinada forte ou quem fez o livro não fez bem a investigação. Referem que o Dr. Carlos Candal ganhou as eleições ao Dr. Cardoso da Costa para a Associação Académica de Coimbra (AAC). Esta informação está totalmente errada. O Dr. Cardoso da Costa foi Presidente da AAC no ano lectivo de 1959/1960 (foi antecedido pelo Doutor Manuel Henrique Mesquita - que virá a ser professor de Direito Civil na UC - no ano lectivo anterior), mas não se recandidata como afirma categoricamente e erradamente o livro. O Dr. Carlos Candal ganhou mesmo em 1960/61, mas o vencido não foi o Dr. Cardoso da Costa, talvez quem escreve esses livros fosse melhor investigar nas fontes correctas (por exemplo a então revista estudantil "Via Latina" tem isso tudo). E depois de consultadas as fontes passavam então à escrita. Mas enfim.

 

 

Caro Rui,

 

A biografia do Dr.Sampaio do Zé Pedro Castanheira é de facto um bom trabalho, da autoria dum jornalista que já dera provas tanto no ''Expresso'', como em livros publicados de ser um Autor que devemos respeitar

 

Naturalmente a obra só poderá ser totalmente analisada quando estiver terminada, porque este é o primeiro volume ( um ''tijolo'' com 1059! páginas) e o Autor promete a saída do segundo a breve prazo.

 

A 1ª parte levou 5 anos a construir, de forma que o ''a breve prazo'' para a segunda parte poderá ser lá para 2016...

 

Li o post que comentas e devo dizer que o meu amigo Miguel Abrantes também se enganou. Aparecem no texto outros abrantinos não só o Mário Semedo.

 

A Engª Pintasilgo por exemplo convidando em nome de Marcello Caetano, o ditador, João Cravinho para ajudar a política colonial da Ditadura, convite recusado por Cravinho. E a recusar filiar-se no PS quando Sampaio a convida para ingressar, aquando da entrada dos ex-MES no partido.

 

E aparece um senhor da tua terra, o eng. António da Silva Martins (em Abrantes, um dos donos da Moagem e do Correio de Abrantes), o homem que arranjou o primeiro emprego ao António Guterres, no Gabinete da Área de Sines de que era Director, no tempo do Marcello Caetano.

 

Uma personalidade com uma evidente influência política importante em Abrantes (via Jornal e A.R.A.) de 1969 ao 25 de Abril.....

 

Um tecnocrata que foi suficiente hábil para navegar em todos os regimes, sendo intocável.

 

Está em Moçambique uma missão comandada pelo Jorge Sampaio, enviado por Eanes e pelo governo da altura, para resolver a questão de Cabora-Bassa com o Machel, aquela criatura que nos alegrou a juventude com as suas anedotas.

Vão negociar com um enviado sul-africano, mesmo no sertão, lá para Tete, perto da barragem. O boer chega cheio de medo, desce do avião e António Martins diz pró Sampaio,  estavam à beira da pista, acolhendo o visitante; vamos embora depressa que esses tipos da FRELIMO têm ''o gatilho fácil''.

 

O eng. Martins acho que era Presidente da Hidroeléctrica de Cabora-Bassa e viria ainda a desempenhar um importante cargo público no governo Guterres.

 

Quando o Alves Jana começou a escrever no Correio de Abrantes houve um curioso incidente com o eng.Martins. Foi então o que o Jana descobriu o que era a censura, coisa que lhe fez muito proveito embora ainda não tenha descoberto que deveria censurar os artigos ''históricos'' da Teresa Aparício na folha que era à borla.

 

 

Felizmente, assim a malta pode divertir-se....

 

 

Agora querem que os desgraçados paguem 10€ para receber aquilo.

 

Haverá masoquistas?

 

Finalmente aparece pelo menos outro abrantino no livro, o dr. Henrique Martins de Carvalho que foi Ministro de Salazar.

 

Disse ainda ao Miguel Abrantes: não viste que aparece lá também muitas vezes o Lacão?

 

Disse o Miguel: esse fica para depois, mas não é abrantino, é alentejano duma terriola chamada Alagoa (Distrito de Portalegre)

 

Sim chefe!!!!! O Lacão fica cá para o blogue com passaporte alentejano.

 

Não havendo mais a tratar , abraço

 

Marcello de Noronha

 



publicado por porabrantes às 17:59 | link do post | comentar

Sexta-feira, 11.01.13

 rede redional

 

O Sr. Augusto Mateus veio falar sobre regeneração do Centro Histórico, estando lá também o licenciado alentejano do projecto ilegal

 

 

antena livre

 

A Presidenta diz que não há dinheiro, por isso vai comprar totens (sic). Mas houve dinheiro para o Carrilho da Graça, muito, algum à margem de resoluções camarárias cuja legalização só foi possível porque a Tubucci alertou quem de direito,  mas esses peanuts não são nada comparáveis com o quase 1 milhão de euros doutro contrato ilegal onde andou a benta mão do Bento Pedro e dalguma arquitecta.....

 

 

provedor justiça MIAAA 2012.jpeg

 

mas vou deixar o António Castel-Branco tratar da nulidade deste contrato, quem sabe chamando o Guilherme Oliveira Martins como testemunha...

 

 

O aristocrata tem prioridade para o ajuste de contas com o alentejano que fez queixa dele à Ordem dos Arquitectos e eu assumo que ajudei o António a fazer ver a careca do alentejano, coisa aliás fácil como se nota....

 

 

 

Volto ao totem da Presidenta, cujo estado regeneratório é como o destas velhas

 

A mulher queria comprar uma torre e resta-lhe comprar uns totens  e outra quinquilharia para salvar o centro da cidade que a política dos seus camaradas assassinou devido ao extremo grau de incultura do isildismo.

 

 

Regresso ao camarada Mateus do tempo em que era controleiro-chefe do MES, transformou aquilo numa seita marxista-leninista de que se afastou a gente sensata como o Mário Semedo e o Jorge Sampaio que conta do Mateus as coisas mais cómicas nas declarações inseridas na sua biografia publicada pelo José Pedro Castanheira.

 

Mas o melhor é a descrição dos orgasmos marxistas-leninistas do soviete do Mateus feitas pela D.Maria José Ritta, mulher do ex-Presidente da  República, que diz que os ''zulus'' se excitavam tanto que ficavam (como é boazinha sugere o calor como motivo) em camisola interior com alças para discutir melhor..... (p. 477)

 

 

 

A pobre senhora ainda está alucinada 40 anos depois!

 

Foi o Nuno Bredorode, homem de pena sarcástica, que acaba de regressar às lides dos jornais ( bem-vindo seja!!!!!) que crismou o Mateus mais cinco proletas como a ''Zululândia''.

 

 

Em 21 de Dezembro de 1975, o Mateus, chefe dos zulus, ganha o I Congresso do Mes, enfrenta-se a Sampaio e a seita proclama como objectivo principal impedir a realização das eleições para a Assembleia Constituinte por essa coisas do povo escolher livremente os seus representantes ser um costume ''burguês''.  

 

 

Da comissão política do MES eleita nesse dia constavam 3 anónimos cujo nome não foi divulgado por se encontrarem a cumprir serviço militar. Um deles o Ferro Rodrigues animaria o golpe de estado comunista do 25 de Novembro num regimento de Abrantes. 

 

Volto ao ''zulu'', agora especializado em assessoria e na apresentação de planos milagrosos para salvar cidades moribundas.

 

Diz o ''zulu'' Mateus :  ''A estratégia tem de servir as pessoas e os territórios ou então não vale nada” sublinhou o consultor, acrescentando que “não posso vender uns sapatos 43 a quem calça o 37, por mais bonitos que sejam”.' (Rede Regional)


O Mateus antes de salvar cidades, queria salvar pátrias. E apresentou como plano para salvar Portugal a ditadura do proletariado (certamente com todo o povo envergando camisolas interiores  de alças para dar um ar de filme do neo-realismo italiano, à Rosselini)    

  

 

Portanto, temos o direito de desconfiar das soluções do Mateus. A nossa cidade é na Europa e não na Zululândia. O Mateus não sabia em 1975 que Portugal estava na Europa Ocidental. Saberá agora que Abrantes é uma cidade civilizada e não se melhora só com modificação de mobiliário urbano? Regressando ao paleio sobre sapatos do Mateus, que me parece conversa de vendedor de sandálias da saudosa Sapataria Janeiro....  

Que tal o Senhor Professor Doutor Mateus começar a fazer comparações destas?

 

Foto: O meu desejo para 2013 é poder comprar um Chinel preto, daqueles que ficam bem com tudo… CEPÖVOA

 

 

Só para terminar o único abrantino referido na biografia do Sampaio é o nosso amigo Mário Semedo....

 

Que nunca se sentaria ao lado do Carrilho da Graça, como o Mateus, por velhos motivos e por ser signatário da petição  da defesa desta Cidade  conta o cubo alentejano.

 

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 16:57 | link do post | comentar

Quinta-feira, 04.08.11

O nosso amigo Cidadão Abt  diz:

     

Meus amigos Por Abrantes. 

Segundo consta, na prática aquilo não passa de uma bagunçada, um poço de brigas e conflitos quando há eleições, ganhando invariavelmente a mesma lista! 
Segundo informações fidedignas, numa certa ocasião concorreu a lista dos filhos que foi escorraçada pela lista dos papás!

Uma comédia em três actos! 
Um verdadeiro parricídio!

Ferrões e outros capitães satélite, mais não servem do que para se autopromoverem e serem usados no exercício de influências, junto de organismos comerciais, mas quem actualmente corta e risca é o casal de “afilhados” do presidente da Junta de Freguesia de São Vicente... e a administradora vitalícia.

Note-se que devido aos protestos dos moradores, nos últimos dois anos não houve forróbódo em Vale de Rãs.

Qual fónix, desculpem... fénix renascido das cinzas, foi graças aos tais "afilhados" fazerem parte da direcção que aquilo ganhou novo fôlego, precisamente porque para o presidente da Junta e para a presidente da câmara de Abrantes, valem mais dois "afilhados" do que os direitos elementares da população residente nas imediações do pseudo-recinto das festas! A coisa encaixa na perfeição, funcionando uma troca de favores entre arruadas e arraiais.
Ora bem:
A Junta é presidida há 17 anos por Aníbal Melo do PS com 39,85% - 2.065 votos . 
Segue-se o PSD com 25,16% - 1304 votos e os Indies com 17,25% - 894 votos!    

 

 

Olá Cidadão, obrigado pelas dicas!!!!!

 

O infalível Aníbal devia aprender com o seu homónimo do Vale da Coelha!!!!!

 

O caciquismo e a arrogância do poder pagam-se  em votos.....

 

Por isso Jorge Sampaio afastou Cavaco dos centros de decisão durante .....

 

uma década!!!!!

 

este Aníbal está a merecer.....

 

pelo menos o 

 

 

mesmo !!!!!!

 

edite fernandes 



publicado por porabrantes às 23:11 | link do post | comentar | ver comentários (2)

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A EDP do Catroga não patr...

Diálogo de civilizações

O patrão abrantino de Jor...

A PIDE e a arqueologia

A filha da Dona Olinda de...

O caramelo

Os abrantinos na biografi...

O ''zulu'' Mateus quer re...

O Cidadão Abt explica a r...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds