Segunda-feira, 11.07.16
Do amigo Zé Luz, grande bairrista de Constância e várias vezes candidato do PSD a essa autarquia, recebemos esta carta, que se publica.
 
Certos que o Prof. José Luz tem muito a dar à sua terra, desejamos-lhe as maiores felicidades
 
Um abraço ao Zé Luz
 
a redacção 
 
 
 
Atentamente
 
«Exmo Sr

Presidente do Partido Social Democrata

 

Assunto: Pedido de demissão de militante

Venho por este meio apresentar a minha demissão libertária de militante do partido social democrata dado que as últimas direcções do partido se têm afastado quer na prática quer  formalmente, a saber, dos princípios que nortearam a fundação do mesmo  o que, por estar demonstrado até à saciedade dispensa comprovação adicional.

Nos últimos vinte anos organizei três candidaturas autárquicas do PSD em terreno do PCP sem que tivesse qualquer apoio institucional considerável. Todas as estruturas locais e distritais falharam essa missão e lá iam bater-me a porta sem que eu tivesse qualquer militância activa ou responsabilidade no partido.

Anoto para os incautos observarem que as estruturas do PSD locais, aquando das últimas autárquicas, se haviam deslocado para o CDS-PP sem qualquer pudor político sem se terem demitido do PSD o que nunca teve consequências disciplinares. Vale tudo, não há valores, não há coerência, não há princípios.

 

Nas últimas autárquicas só herdei dívidas das autárquicas anteriores em que não tinha participado sequer, tendo conseguido resolver todos os problemas. Nunca tive cargos eleitos no PSD.

Sempre procurei que o PSD se organizasse em Constância mas nunca fui convocado para uma reunião de militantes para esse efeito.

Todas as propostas e sugestões que dirigi às estruturas distritais e nacionais nunca tiveram eco. Nem positivo  nem negativo. Por outro lado, pelos contactos que faço com regularidade com outros militantes sei que mais uma vez o PSD irá no alcance de novos  «bombeiros» para as autárquicas de 2017. Não acreditam nas pessoas nem nas suas capacidades. Utilizam-nas para cumprir calendários perseguindo objectivos e estratégias mais  gerais?

Nestes últimos anos o PSD não só se afastou do centro-esquerda como se divorciou da social democracia pura afastando-se de todo do caminho duma sociedade socialista preconizado na nossa Constituição originária.

As posições titubeantes  do PSD sobre o direito à vida de qualquer ser humano (é uma hipocrisia dar liberdade de voto nesta matéria) para mim revelaram  um partido de cristãos «só de boca» que fazem o contrário do que dizem defender. 

As ofensivas do PSD contra os direitos dos trabalhadores (a inqualificável requalificação profissional e outras medidas discriminatórias) foram a gota de água que me levou a equacionar a minha decisão de sair do PSD. Com mágoa.

A destruição da escola pública tentada pelo anterior Governo deixou  claro que o PSD não quer nada com o socialismo e que atenta contra a actual Constituição a qual pretende alterar a fundo.

 

Nada tenho a fazer no meio deste partido quando outros solicitam os meus préstimos e a minha camaradagem há tanto tempo.

 

Não me identifico com medidas neoliberais  em que o mundo é sempre dos mais fortes,  por mero determinismo e em que a democracia é um jogo formal táctico.

Com V Excia Portugal tornou-se num campo fértil de experiências neoliberais que conduziu a mais desigualdades.  Este capitalismo mata, diria o Papa Francisco.


É verdade que o PSD sempre foi um partido mais pragmático do que ideológico conseguindo adaptar-se às circunstâncias, missão que ia cumprindo ao sabor das lideranças. Contudo, a social-democracia apresentava-se sempre como um meio para atingir o socialismo e não um fim em si  mesma. 

As guinadas do actual PSD no sentido do liberalismo são da responsabilidade de V Exª.

Não me revejo nesse PSD nem no capitalismo enquanto fim em si mesmo.

O capitalismo é um sistema no qual predominam os interesses  sem limites das empresas e uma certa racionalidade económica de tipo instrumental que tem por único objectivo o aumento do lucro.

Precisamos de dinâmicas anti-capitalistas  e o PSD não tem  nada a oferecer nesse sentido.

Eu sou pela unidade internacional dos trabalhadores e tenho uma opção preferencial pelos pobres o que é incompatível com a defesa do actual sistema financeiro.

O PSD «mata» os militantes que pensam pela sua própria cabeça e não seguem os interesses instalados. Silenciando-os, ignorando-os e instrumentalizando-os.

Que esta missiva possa ajudar V Excia a arrepiar caminho na sua liderança.

Que pelo menos uma vez na vida alguém «diga não» a Passos Coelho com frontalidade.

Entrei para o PSD pela mão de Leonor Beleza e saio pelo meu pé, autonomamente.

Atentamente

 

O ex-militante 138120

 

 

Prof José Maria Horta Silvares Alves da Luz»

 

Nota:

Boa tarde
 
 
Tendo sido abordado sobre a natureza das dívidas que herdei do PSD nas últimas autárquicas ( 2013) devo esclarecer que se tratou do arrendamento da sede  cujo contrato visava actividades político-partidárias.
 
Agradecia que fizessem esta adenda ao texto editado no vosso blogue.
 
Muito obrigado
José Maria Horta Silvares da Luz

 

 

  



publicado por porabrantes às 18:59 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Zé Luz demite-se do PSD

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10



25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds