Segunda-feira, 20.06.16

pai do marcelo.png

Jornal da ANP 1973

 

ao acto assistia o brigadeiro José Alberty

 

salvo erro a medalha abrantina do Pimenta foi proposta por Pedro Marques e João Pico (PSD) sendo grande animador da coisa Armando Fernandes

 

ma 

 



publicado por porabrantes às 16:58 | link do post | comentar

medalha pimenta.jpg

Diário de Notícias

 

medalha pimenta 2.jpg

República

 

as 2 notícias de 1968 (Abril)

 

com medalhas desta para que é que o Pimenta precisa de medalhas abrantinas?

 

ma



publicado por porabrantes às 16:25 | link do post | comentar

Terça-feira, 14.06.16

Finalmente descobrimos quando ganhava o militante do PCP e administrador da empresa  de matriz abrantina Jota Pimenta, excelentíssimo sr. Lázaro do Carmo Viegas

 

lázaro carmo viegas.png

 

D. Lisboa de 9 Abril de 1975

Dois contos de réis por mês. Sendo o sr. Lázaro um tipo muito importante, tanto no PCP como na Jota Pimenta, é natural um ordenado jeitoso destes.

O Sr.Lázaro do Carmo Viegas era muito das relações do empresário do Souto, João Pimenta a quem traiu e ajudou a roubar a empresa depois do 25 de Abril, com a joão pimenta.jpg

ajuda dos seus camaradas gonçalvistas, acho que já contámos isso. Também era amigo do Octávio Pato, a quem transportava, quando este fazia actividades clandestinas, apresentando  presumivelmente o competente relatório à polícia.

Se um informador importante ganhava 2 contos, os informadores da ralé abrantina, andariam pelos 500 escudos. Nomes .... wait  and see.

O Lázaro também era das relações do Dom Agostinho de Moura, Bispo de Portalegre....

lázaro carmo viegas 2.png

e das do ''resistente'' Francisco Canais Rocha

zita canais.png

Zita Seabra, ''Foi assim'', com a devida vénia

 

Naturalmente o Canais Rocha apanhou uma medalha de lata de mérito cultural de Torres Novas. Foi para o compensar de não ter sido ministro. As biografias oficiais autárquicas  do medalhado   omitem que falou à PIDE e mentiu ao PCP, pondo em perigo dezenas de camaradas.

E houve quem tivesse sido expulso do PCP para expiar as culpas do Canais. Um dos expulsos, que não falara, terminou Ministro do PS.

Já sabemos a quem se dão medalhas no Ribatejo. A tropa desta. Ah! O Canais afirmava-se historiador. Porque é que ele nunca escreveu uma biografia do Lázaro do Carmo Viegas?. Talvez ganhasse uma medalha de mérito cultural abrantina....  

ma



publicado por porabrantes às 18:25 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30.04.15

Grande entrevista a Raul Lino a propósito da morte de Jota Pimenta, no Porta da Loja

 

a redacção



publicado por porabrantes às 18:48 | link do post | comentar

Para quem estiver interessado vai alguma bibliografia sobre o membro do Conselho de Administração da Jota Pimenta e militante  do PCP, que era em simultâneo informador da Pide-DGS.

 

lázaro.png

d. agostinho.jpg

D.Agostinho entra em Abrantes, na sua excursão triunfal para tomar posse da Sé de  Portalegre (documentário da SIC) 

 

Os dois primeiros livros encontram-se com facilidade em qualquer biblioteca. No primeiro há informação também sobre a ligação de administradores da MDF com a polícia política e o comentário desta, que dado o paternalismo vigente na MDF não havia grandes problemas com subversivos, prova de que estava mal informada.

Interessante a notícia dada na revista para intelectuais ''Vértice'', publicada em Coimbra, mais ou menos conotada com o PCP, como a ''Seara Nova'', do casamento dum membro da família Pimenta.

Será que o Lázaro meteu uma cunha ou a Jota Pimenta era grande anunciante na ''Vértice''?

vértice.jpg

 

Também o era na revista ''Continuidade'', órgão oficial da DGS.

 

conty.jpg

(retirado do Porta da oja)

 

Sobre o Lázaro: entrevista da Irene Flunser Pimentel ao Público: '' As pessoas ofereciam-se?
O Ministério do Interior recebia esse tipo de cartas, depois a PIDE é que dizia: esse homem não interessa nada, nem sequer tem relações com a oposição, ou é um analfabeto ou é um padre. Havia muitos padres, por exemplo, a oferecerem-se. É dessa cultura que eu acho que não se fez ainda o luto em Portugal.

Descobri determinados elementos depois da tese, que coloquei no livro, e confrontei-me com a dúvida de os colocar no livro, mas do ponto de vista da história eu tinha de divulgar. O Verdial toda a gente sabe, o Nuno Álvares Pereira toda a gente sabe, mas por exemplo, nas prisões de 61, do Octávio Pato, Pires Jorge, praticamente fica decepada a direcção do PCP em Portugal e foi através de um informador que se chamava Lázaro Carmo Viegas, que era do aparelho logístico do PCP. Era ele que transportava no seu automóvel os funcionários para as reuniões.''

 

Do Blogue Mancha Negra com a devida vénia

 

mn

 



publicado por porabrantes às 10:19 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29.04.15

Para celebrar o 1 º de Maio, há um festival de lixo na Concavada

 

Acumulação de lixo

 
Morada:   Rua da Concavada
Submetido
Anónimo
-
28/04/2015
Na rua da Concavada ao fim de semana, não se pode passar naquela rua, devido ao mau cheiro. Mas o problema não é o mau cheiro, mas sim o lixo que se encontra no chão, por haver falta de contentores. Só há dois contentores, mas não chega, porque ao sábado a tarde há lixo no chão e muito. Não há a hipótese de porem mais um ou dois contentores de lixo na minha rua? Aguardo resposta breve

 

a minha rua

 

A resposta vai ser requisita-se o Zé Bioucas e três octogenários e ele conduz o camião, como daquela vez que houve uma greve dos limpa-lixo, e ele vai lá buscar o lixo.

As autoridades estão ocupadas a deitar  foguetes abrilistas, a levar maços de tabaco aos ciganos presos e a procurar nos armazéns da CMA o perdido sistema de monitorização piscícola e ainda a fazer um inquérito para saber porque não avisaram a cacique da morte do João Pimenta, para ela poder ter ido ao enterro.

 

A morte do Pimenta significa o regresso do Jota Pico à política

xerife pico.jpeg

 

No enterro do Pimenta não foi visto o ex-administrador da Jota Pimenta, Lázaro Viegas que era da PIDE/DGS e do PCP em simultâneo. (Filipe S. Fernandes e Luís Villalobos in ''Negócios Vigiados'', Oficina do Livro, Lisboa 2008 , p.45)

 

lázaro.jpg

Resta explicar que quem roubou o Pimenta foi a escória gonçalvista, cujo chefe era um imbecil com uma casa de câmbios na baixa, chamado coronel Vasco Gonçalves e que a revolução fez General.

 

mn

 

   



publicado por porabrantes às 10:35 | link do post | comentar

Quinta-feira, 23.04.15

Segundo o blogue do ex-vereador do PSD João Pico faleceu o ex-empresário do Souto, João Pimenta, que nos anos 60 e início dos 70 construiu um império imobiliário com sede na Reboleira. Tudo isso foi pelos ares com o PREC. O falecido era nonagenário.

pimenta.png

 imagem extraída do livro Lisboa, Anos 60, de Joana Vilela

 

O finado foi um benfeitor importante da freguesia donde era natural e há na net muita informação sobre ele. RIP

 

Apresentam-se as condolências ao João Pico (que era amigo dele) e à família. 

 

a redacção

    



publicado por porabrantes às 19:28 | link do post | comentar

Quinta-feira, 29.05.14

"O PS está a auto infligir-se de uma derrota", diz Ana Gomes

 

Expresso

 

Leia a opinião no Expresso da Embaixadora de Portugal e Eurodeputada PS Ana Gomes sobre a Sociedade Recreativa

 

 

 

 

A propósito de Sociedades Recreativas será o ex-Vereador dr,João Pico sócio desta?

 

 

 

 

 

o dinâmico e jovem benemérito e industrial do betão Jota Pimenta com a Presidente na Sociedade Recreativa. Já vi uma foto dele com o dr. Agostinho Baptista. Quantos Presidentes tirarão mais fotos com o o Sr.Pimenta? Naturalmente desejamos que muitos....

 

^Suzy



publicado por porabrantes às 23:24 | link do post | comentar

Domingo, 14.10.12

 

 

 

 


O Carrilho da Graça copiou descaradamente o génio abrantino Jota Pimenta que aí por 1970 construiu esta torre perfeitamente integrada na paisagem da praia de Buarcos. O alentejano tem de lhe pagar 500.000 € de direitos de autor. O génio abrantino também queria demolir o forte de Santa Catarina na Figueira da Foz para construir um bunker e uma residência de verão para o padre do Souto, Rev. Rosa, mas a Câmara da Figueira não deixou. Outro dia João Pimenta foi homenageado pelo seu maior admirador, Nelson Carvalho, que deu o seu nome a uma rua do Souto.

um expoente do pato-bravismo, o Jota Pimenta e o seu discípulo preferido
Posto por Suzy de Noronha
 


publicado por porabrantes às 12:01 | link do post | comentar

Sábado, 05.11.11

UNS PATETAS A FALAREM DA AMADORA e do Jornal do Carlos Carvalhas da pensão vitalícia

 

A carreira empresarial deste benemérito o Pimenta  arrancou, como arranca sempre o Kapital, a mais-valia aos explorados que neste caso foram milhares de cabo-verdianos, mão-de-obra barata, vistos pelos seus patrícios mais clarinhos ''como pretos'' que nas barracas da Amadora ajudaram a fazer a fortuna dos trolhas, abençoados pela Igreja Católica e Romana e depois com o nome do benemérito espetado numa rua com os votos unânimes de ''socialistas'' tão amigos do Kapital como  Júlio Bento, Nelson Carvalho,  etc e dos Vereadores do PSD cujo nome não me quero lembrar.

 

Mas pelo menos há outra história que ecoa na melancólica música de Cabo-Verde, uma história que fala de exploração, de desenraizamento, de colonialismo, de racismo (nosso e deles, porque dentro de Cabo-Verdes a harmonia racial sempre foi uma ficção) , de dor e também de poesia e de esperança

 

Prefiro a música e a poesia de Cabo Verde, escrita na nova língua que a história luso-cabo-verdiana teceu.... à hipócrita linguagem das actas em que o fizeram o Pimenta dos Caixotes ser benemérito graças ao Pico e ao Armando Fernandes.... e ....suprema glória ao

 

 

Júlio de Jesus Bento!!!!!

 

Ai Jesus!!!!

 

 

a alto cutelo cinbrom dja ca ten (dja seca)
Raiz sticado djobe agua, q' atcha (dja seca)
Agua sta fundo e ni omi ca tral (dja seca)

Mudjer um sumana sê lumi ca cende (na casa)
Sê fidjo, na strada so um ta trabadja (pa dozi mirés)
Marido dja dura q' i bai pa Lisboa (contratado)
Pa bai pa Lisboa e bende sê tera (metadi di preço)

Ali, el ta trabadja na tchuba na bento (na frio)
Na Cuf, na Lisnave e na Jota Pimenta
Mon d'obra barato, pa mas q'i trabadja (serventi)
Mon d'obra barato, baraca sem luz (cumida a pressa)
Inda mas nganadu q' i s' irmon branco (splorado)

 

Nhos tem q' i da-m água
Cu força na braço, consiencia di mi,
E mi q' i trabadja, tera e poder e pa mi
Cu sinbrom na cutelo (nos tera)
Midju na tchon (nos tera)
E barco na porto (nos tera)

 

– Renato Cardoso

 

         
 
 
 
Miguel Abrantes, com um ataque do bom e velho esquerdismo


publicado por porabrantes às 23:14 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Pai do Marcelo elogia Joã...

As medalhas do empreiteir...

O ordenado do informador ...

A arquitectura morreu

O pide da Jota Pimenta qu...

Festival de lixo na Conca...

Morreu João Pimenta

A Sociedade Recreativa,, ...

Carrilho da Graça, discíp...

Pois, Pois!!!! O trabalho...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds