Sexta-feira, 04.01.19

Foi D.João de Portugal, Bispo da Guarda, diocese que abrangia a região abrantina.

Era D.João de nobre ascendência, com sangue dos Braganças e duma dinastia de Bispos.

O seu avô, D.Afonso de Portugal fora Arcebispo de Évora (1485-1552) e era descendente do 1º  Duque de Bragança.

O seu  pai era D.Francisco, que de bastardo do Arcebispo, passaria a Conde de Vimioso.

Mas contra ele estava um homem poderoso, o Cardeal D.Henrique, Inquisidor Geral e depois Rei, que suspeitava que D.João tinha relações perigosas.....nada mais nada menos que com a influente comunidade judia abrantina, que andava travestida em missas e rezas, na  ortodoxia católica.

Por isso o Santo Ofício não confiava num amigo de hebreus.

E o futuro de D.João, como partidário do Prior do Crato, não seria brilhante...

 

José Pedro Paiva, Baluartes da Fé e da Disciplina, o enlace entre os Bispos e a Inquisição, 1536-1750, Unv.Coimbra,  

mn

 

 



publicado por porabrantes às 17:22 | link do post | comentar

Sábado, 10.11.18

235px-PaulLacroixJacob

Paul Lacroix (1804-1888)  foi um erudito, bibliófilo e  historiador francês com uma obra notável na recuperação de manuscritos e património relacionados com a cultura francesa.

Apaixonado pela Idade Média a sua obra contribuiu para o revivalismo romântico que meteu de moda essa época e que muitos autores e artistas evocaram.

 

Nesta obra decidiu que os abrantinos massacram todos os judeus que havia na vila

massacre

 

É mentira, nunca houve um massacre de judeus em Abrantes .Lacroix deve ter confundido a estadia abrantina de D.Manuel, contemporânea do pogrom de S.Domingos (1506) , em Lisboa, onde de facto houve um massacre, com a existência duma matança cá na terra.

 

Pelo contrário, foi a partir de Abrantes, que o Rei mandou queimar os frades dominicanos responsáveis por exaltarem a populaça contra os hebreus.

ma   



publicado por porabrantes às 12:46 | link do post | comentar

Domingo, 10.06.18

O Inquisidor Bartolomeu da Fonseca, homem pio e martelo de herejes, deixa 102.000 réis à Santa Casa Abrantina (Os testamentos do Inquisidor Bartholomeu da Fonseca”, en Arquivo Histórico

Portuguêz, Vol. VII (1909), pp. 457-468.)).

 

O Inquisidor Bartolomeu da Fonseca também deixou vasta herança a coxos, paralíticos, cativos, outras Santas Casas e muitas confrarias de Castelo Branco. A casa abrantina foi a mais contemplada.

santa casa  2

(desconhecemos autor)

 

Em Goa, onde esteve gabava-se de ter mandado fazer autos de fé quase cada ano. Dado o período em que esteve lá, foi a época em que se abriu a caça ao hindu e todos os templos onde se adorava Brama ou Visnu foram arrasados e a perseguição conseguiu que nas ''Velhas Conquistas'' 100 % da população fosse baptizada.

 

Para saber mais : Ana Isabel Lopez- Salazar  Codez, Inquisión y Política (grande e séria obra)

 

Filipe III tentou fazer um perdão geral aos Cristãos-Novos e retirar ao Santo Ofício o controle dos bens confiscados aos judaizantes, esbarrou com o Fonseca, que na prática lutou para manter tudo na mesma....

 

Ganhou o Fonseca ao monarca.

 

E quando morreu, pio e generoso, continuavam a florescer as fogueiras, o confisco aos desgraçados, os mais empreendedores dos lusos a fugir para a calvinista Holanda e os Fonsecas a engrossarem cabedais e a poderem morrer opulentos, fazendo em articulis mortis, obras de piedade....

 

mn    

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 09:23 | link do post | comentar

Sábado, 26.08.17

Fomos ver quantos muçulmanos há em Portugal. Este documento do Observatório das Migrações diz que havia em 2011......20.640 muçulmanos, mas não discrimina entre sunitas e xiitas.

Se não o faz...não nos diz quantos ismaelitas (que são uns  milhares) vivem cá. Os ismaelitas são seguidores do Aga Khan e de origem indiana e uma comunidade pacífica e integrada.Mas a surpresa do documento está em dizer que 4% dos judeus portugueses vivem em Abrantes.

Havia em Portugal ...em 2011....3061 judeus em Portugal.

Dizem eles, porque a sinagoga de Lisboa tem dificuldade de reunir 10 ao sábado e uma dezena de fiéis é o número exigido para haver rito.

Se Abrantes tem 4% dos judeus lusos     ...teria de ter cerca de 122 pessoas de religião mosaica e certamente uma sinagoga.

elias da costa (2).png

O Capitão Elias da Costa, provavelmente o último marrano abrantino.

 

judeus abrantes.png

ler aqui

 

Como é óbvio os números citados são um disparate. Certamente pode haver algumas pessoas de fé mosaica em Abrantes, mas é impossível haver 122 judeus.

 

Porque é que o Governo paga estudos aldrabados destes?

 

mn 



publicado por porabrantes às 15:04 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sábado, 10.06.17

O Rev.Padre Gonçalo Portocarrero de Almada vem defender o Vigário.

BD4.jpg

O ''Vigário'' foi o título dum livro de Rolf Hochhuth sobre Pacelli e a sua actuação em relação ao III Reich e aos judeus.

O volume escandalizou os católicos e ainda me lembro como a ''boa imprensa'' reagiu à denúncia.

Não vou dizer que Pacelli foi um nazi, é falso. Mas....

roncalli.jpg

O senhor gordo e baixinho, à direita, do Pontífice, chamado Giovanni Roncalli, filho duns camponeses do Veneto (ao contrário de Pacelli, que vinha da ''nobreza negra'', isto é os nobilitados pelos seus serviços ao Vaticano na burocracia romana), desodedeceu ao Papa.

Mandou Pacelli que não se entregassem as crianças judias, que estavam sob a égide de instituições católicas, aos pais.

Que queria o Papa?

Baptizar os miúdos e torná-los ''bons católicos'' e  que não regressassem à Lei mosaica.

Teminara a guerra e os pais queriam os filhos de volta.

E Pacelli não os queria entregar.

Há maior crueldade-que negar a uns pais a tutela dos filhos?

E Roncalli, núncio do Vaticano, desobedeceu e entregou-os.

O ''Haaretz'', o grande jornal liberal de Eretz Israel, contou a história.

O Padre Gonçalo cita um montão de testemunhos para defender Pacelli, já agora:

Amos Luzzato, président de l'Union des communautés juives italiennes, a déclaré mercredi « ces documents montrent que le Vatican a complètement méconnu l'Holocauste et le meurtre des Juifs. On s'en tient aux arguments théologiques comme s'il s'agissait d'une situation ordinaire, alors qu'en réalité, ces enfants n'ont pas été confiés à l'Église pour les convertir au christianisme, mais pour les sauver de l'assassinat. »

Todos sabem que Roncalli foi o sucessor de Pio XII.

E foi o homem que mandou terminar com as orações que diziam que os judeus eram os ''assassinos de Cristo''.

mn



publicado por porabrantes às 12:34 | link do post | comentar

Domingo, 05.02.17

Li nalgum autor que só houve um caso de criminalidade judia em Abrantes. Espero que não seja este:

Abraão de Abay evadiu-se da cadeia de Abrantes, no reinado de D.João I e deu o fora para Castela.

O pavoroso ''crime'' era ter seduzido quem não devia, uma moça que vivia na corte (1).

Certamente haverá mais ''crimes''.

Esperamos não encontrar um judeu gay.

 

(1) IAN/TT, Chancelaria de D. João I, liv. 1, fls. 10r, 15v, 19v, 20r, 27v, 96r, etc. citado por Maria José Ferro Tavares aqui, in ''Judeus de Castela em Portugal no final da Idade Média''

ma  



publicado por porabrantes às 10:48 | link do post | comentar

Quarta-feira, 18.01.17

O nosso colega Coisas de Abrantes tem um excelente post sobre a comunidade judaica que habitou a nossa terra na Idade Média.

mn



publicado por porabrantes às 21:31 | link do post | comentar

Sábado, 30.01.16

o Ávila era escravo e ganhou carta de alforria por se casar com uma branca, abrantina

cabo abrantina.png

será que o Américo Nascimento vai nomear o dono do escravo ''herói de Cabo Verde''? ou vai nomear ''heroína'', Isabel Rodrigues, a branca abrantina que se casou com um homem de cor?

Espero que o escravo cabo-verdiano, que cá veio parar, não tivesse sido vendido por um judeu abrantino, chamado Diego Pelegrino, que era o rabino da comunidade judia abrantina estabelecida em  Cabo Verde.

A ''gente da nação'' ou seja os judeus controlavam o tráfico negreiro nas rotas do Atlântico. 

A citação é de 

judeus.png

 

Por Peter Mark,José da Silva Horta

 

A Edição é da Universidade de Cambrige.

 

mn



publicado por porabrantes às 17:08 | link do post | comentar

Sábado, 23.01.16

Somos uma cidade fértil em gente séria e também fecunda em aldrabões. Sendo a doação a Santiago d'el Rei Afonso o documento fundador, este povoado tem certificados 842 anos.

Para arredondar vou dar à terra 850 anos.

Terá havido burlões inteligentes e burlões burros, mas tão burro como Nuno Pitta, duvido.

O Nuno foi preso pelo Santo Ofício 

 

nuno pitta.png

Fez-se passar por cristão-velho e inquisidor para ir roubar outros judeus. Além de ser burro e burlão era um miserável do piorio. Um canalha.

Foi exportado (ou seja degradado) para o Brasil 

 

in 

Os excluídos do reino: a Inquisição

portuguesa e o degredo para

o Brasil colônia

 

de 

Geraldo Pieroni
Editora Universidade de Brasília, 2000 - 308 pages
 
Há mais referências ao aldrabão Pitta e sabemos que foi inventariado o seu processo por um historiador de parentela abrantina, que escreveu sobre a cidade, e que tinha sangue judeu (aliás todos temos), foi o caso de Luís Bívar Guerra.
 
ma 


publicado por porabrantes às 17:59 | link do post | comentar

Domingo, 13.12.15

astérix.jpg

mn



publicado por porabrantes às 13:09 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Um Bispo mais que suspei...

A falsa matança de judeus

O benfeitor da Santa Casa...

A ''comunidade'' judaica ...

Giovanni Roncalli desobed...

Judeu foge da cadeia

Judeus em Abrantes

Cabo-verdiano libertado p...

O aldrabão mais estúpido ...

Votarão os judeus em Mari...

arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds