Sexta-feira, 15.03.19

Foi condenado a 2 anos de choldra (infelizmente com pena suspensa) o ex-PC de Benavente, eleito pela CDU, Ganhão.

O homem foi considerado culpado e diz que está inocente e que recorrerá.

O ex-vereador e comandante bombeiral Cardia apanha ''três anos e seis meses de prisão'' e interdição de exercer cargos públicos durante 5 anos.

Um presidente de Junta apanha 2 anos por gamar cortiça. Também com suspensa.

O móbil dos crimes favorecer um pato-bravo.

Foram absolvidos de corrupção.

Ler notícia na Rede Regional, que, como de costume, é o melhor media a fazer a crónica judicial.

Comunicado do PS local:

 
 
Partido Socialista - Concelhia de Benavente
13 de marzo a las 17:20

O PS manteve o silêncio durante o processo que transitava em julgado, que envolvia a gestão CDU na Câmara Municipal de Benavente e sempre dissemos "Há justiça o que é da justiça e há politica o que é da politica". O julgamento condenou ex autarcas da CDU, que durante muitos anos exerceram cargos de Presidente e Vereador da Câmara Municipal. Não queremos personalizar nem pessoalizar. Para nós trata-se de uma gestão CDU, que se provou na justiça, não ser séria, isenta, imparcial e honesta, como nos fazem crer e vender os eleitos comunistas. É uma gestão que continua a dar sinais de degradação com maior gravidade desde 2013, altura em que a gestão mudou o Presidente e alguns vereadores, mas agravou a sua linha de atuação. Estamos muito pior hoje, do que estávamos antes de 2013. É apenas isto que nos cumpre dizer!.

No face não há nenhum comunicado da CDU.

mn



publicado por porabrantes às 09:02 | link do post | comentar

Segunda-feira, 17.12.18

 


tags:

publicado por porabrantes às 15:34 | link do post | comentar

Sábado, 01.12.18

Foi de 100% a adesão dos magistrados de Abrantes à greve contra a política anti-popular de Francisca Van Dunen, que pastoreia a justiça.

Viva a justa greve contra as condições degradantes com que o governo trata a Justiça!

ma


tags:

publicado por porabrantes às 08:46 | link do post | comentar

Sexta-feira, 12.10.18

O MP divulgou esta informação:

 

Crime de infração de regras de construção. Condenação. MP. Juízo Local de Competência Genérica do Entroncamento

11 out 2018

''No dia de ontem, 10 de outubro, no Juízo Local de Competência Genérica do Entroncamento, concluiu-se o julgamento relativo a um crime de infração de regras de construção agravado pelo resultado: ofensas à integridade física graves.
Os factos ocorreram em junho de 2012, no Parque Ribeirinho de Vila Nova da Barquinha, no decorrer da Feira do Tejo, quando um murete em alvenaria instalado na retaguarda de um quadro elétrico tombou e atingiu um casal que ali se encontrava numa tasquinha dos Bombeiros Voluntários. A vítima do sexo feminino ficou paraplégica, com uma incapacidade permanente de 75%.
Da sentença ontem proferida resultou a condenação de duas sociedades (sediadas em Abrantes e Leiria) e de duas pessoas singulares (formadas em Engenharia Eletrotécnica) pela prática do crime referido. As sociedades condenadas assumiam a posição de empreiteira e subempreiteira. Esta última foi condenada na pena de multa de €81.000,00, enquanto o seu administrador foi condenado na pena de 2 anos e 4 meses de prisão suspensa na condição de pagar €15.000,00 a uma IPSS do Distrito de Santarém. Quanto à sociedade empreiteira foi condenada na pena de multa de €26.000,00 e o seu administrador na pena de 1 ano e 5 meses de prisão suspensa, na condição de pagar €7.000,00 a uma IPSS do Distrito de Santarém.
As referidas penas deram provimento às que o Ministério Público tinha requerido em sede de alegações.
É de salientar que as vítimas já se encontravam indemnizadas desde momento anterior ao julgamento e que o processo se revestiu de elevada complexidade técnica, quer pela matéria em causa, quer pela junção de questões de natureza cível e criminal, sendo constituído por 16 volumes.
A investigação foi dirigida e desenvolvida pelo Ministério Público através da secção do DIAP sediada no Entroncamento e contou com a colaboração do LNEC na realização de uma perícia técnica, na fase de inquérito, seguindo-se-lhe instrução. O julgamento decorreu em várias sessões, a primeira das quais iniciada em novembro de 2017.
A sentença agora proferida ainda não transitou em julgado.''

 

 

O assunto refere-se a este julgamento:

 

 

O comunicado omite o que aconteceu a : O secretário-executivo da CIMT e ex-presidente PS da vizinha Barquinha, Miguel Pombeiro e o actual Vice, Rui Martins que eram acusados neste processo, bem como à Câmara Municipal da Barquinha, também acusada pelo MP

 

Foram absolvidos ou condenados????

 

Finalmente tardou demais o processo (só agora terminou na 1ª instância) e as indemnizações são escassas, um dos condenados está nos corpos gerentes duma associação empresarial abrantina.

 

mn   

 



publicado por porabrantes às 15:38 | link do post | comentar

Quinta-feira, 28.06.18
79/12.2GAENT
Juízo de Competência Genérica do Entroncamento - Juiz 1
Processo Comum (Tribunal Singular)
Autor Ministério Público
Assistente António João Paixão Madeira de Almeida
Assistente Elsa Maria Fernandes de Almeida Madeira
Demandante Centro Hospitalar de Lisboa Central, E.P.E.
Arguido Manuel Mariano de Figueiredo Bartolomeu
Arguido Cesar Luis Soares de Oliveira
Arguido Jose Cruz Bartolomeu - Instações Electricas, Ldª.
Arguido  Víctor Miguel Martins Arnaut Pombeiro 
Arguido Rui Constantino Martins
Arguido IPTV Telecom - Telecomunicações, S. A.
Arguido José Manuel dos Santos Oliveira
Demandado Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha
Demandado Fidelidade-Companhia de Seguros, S.A.
Perito Engº Manuel Francisco Camacho Baião
Perito Universidade de Coimbra
Perito Dr. Fernando José Forte Garrido Branco
Perito Engº Álvaro Vale e Azevdo
Julgamento ou Audiência final  Tribunal d

 

IMG_5091

 

foto médio tejo,com a devida vénia 

Victor Pombeiro é Secretário Executivo da CIMT, indicado pela cacique

 

Também foi Presidente da Barquinha, como o pai e o avô, o político fascista

joaquim pombeiro

devida vénia a Maria António Pires de Almeida, Dicionário Biográfico do Poder Local (fundamental para seguir a história do caciquismo luso)

 

 

O assunto do julgamento não é para brincadeiras, foi aqui abordado e o ''Mirante'' analisou-o.

 

''A Elsa Madeira ficou praticamente paralítica, graças à alegada negligência dos responsáveis da autarquia, salienta a acusação pública''

 

mn

 

 

Tribunal do Entroncamento



publicado por porabrantes às 13:39 | link do post | comentar

Ofendido Gonçalo Filipe Moura Magalhães
Interveniente Acidental Policia Judiciária
Arguido André Filipe da Graça Campos
Arguido Artur Miguel da Silva Candeias
Arguido Joaquim Manuel de Matos
Arguido José António Silva Candeias
Arguido Sónia Maria dos Santos Pires Amaral Xavier
Arguido Rui Miguel Ocha Santos Aparício
Arguido João Miguel Conceição Gomes Silva
Arguido João Carlos Milagaia
Arguido Artur Manuel de Jesus dos Santos
Arguido João Alexandre de Jesus dos Santos
Arguido Catarina Isabel da Conceição Branco
Interveniente Principal Diogo Filipe Rosa Nunes
Interveniente Principal Marcelo Leandro Santos Gois
Interveniente Acidental Direcção Nacional da P.S.P.
Interveniente Acidental António da Silva Candeias
Interveniente Acidental Direcção Nacional da P.S.P.
Interveniente Acidental Marcelino António da Silva Candeias
Julgamento ou Audiência final
Julgamento ou Audiência final

 

Tribunal de Santarém

 

 

 

ver aqui



publicado por porabrantes às 13:26 | link do post | comentar

Quarta-feira, 30.05.18

Os caciques voltam a sentar-se no banco dos réus.

 

 

cacique

 

 

4991912 Entrada:
28/05/2018
Distribuição:
29/05/2018
Autor: José de Matos Lourenço
Autor: Maria Manuel Oliveira Espadinha Matos
Réu: Município de Abrantes
Juízo Local Cível de Abrantes 475/18.1T8ABT

Valor:
25 872,00 €
Ação de Processo Comum
Entrega Electrónica - Refª 29265217

 

 

E o  MP acusa em nome da República o ex-adjunto da cacique um tal Alho de vários crimes.

 

Bem como o Fonseca afastado da nobre profissão de cacique por ser insolvente...

 

mn



publicado por porabrantes às 09:12 | link do post | comentar

Domingo, 13.05.18

Graça oficial

O Centro Social Interparoquial de Abrantes, de que é responsável o famoso Apóstolo das Seringas, galardoado pela Antena do Barroca/ Jornal da Lena, com um penduricalho numa gala manhosa, volta a animar a crónica judicial e a dar trabalho aos Advogados e Magistrados, no foro que costuma frequentar com assiduidade canónica, o Tribunal Judicial de Tomar, secção Trabalho.

4930686 Entrada:
09/05/2018
Distribuição:
09/05/2018
Autor: Carlos Manuel de Jesus Tavares Simões
Réu: Centro Social Interparoquial de Abrantes
Juízo do Trabalho de Tomar - Juiz 1 767/18.0T8TMR

Valor:
57 018,80 €
Ação de Processo Comum
Entrega Electrónica - Refª 29072425

 

 

O autor da acção foi candidato a Vereador PSD em 4º lugar nas últimas eleições e trabalhava no Projecto Homem.

 

Sugerimos ao neo-liberal que quando haja que votar subsídios às pias indústrias do Graça & Anacleto, que ceda o lugarzinho ao Carlos Simões, que está decerto bem informado sobre isso.

 

Finalmente duas perguntas:

 

a)  irá o CSIA pedir dinheiro à cacique para pagar os 57.000 € ao candidato laranja????

 

b) Não acha estranho o nosso Bispo que este Centro esteja constantemente metido em processos judiciais?

 

Bispo diocese

 

ma

 



publicado por porabrantes às 11:44 | link do post | comentar

Sábado, 12.05.18

''“(…) minutos 04:22 a 04:50: Ministério Público: Então a Senhora deixou o carro estacionado à porta de sua casa com as chaves na ignição aberto. É isso?
C: Sim. Ministério Público: Então o que é que aconteceu? C: Eu acordei com um acelerar enorme e ouvi um embate. E depois um segundo embate. Eu levantei-me e qual não é o meu espanto, quando eu abro a porta, o carro estava no outro lado da rua embatido na porta do supermercado (…).
E, “(…) minutos 07:02 a 07:47: Ministério Público: E que danos é que teve o seu carro em virtude deste embate? C: Que danos teve? O para-choques caiu, partiu-se … como é que se chama… ah, partiu-se o farol da frente do lado esquerdo. Ministério Público: E, mais? C: E ficou assim com uma mazelazinha bem forte na chapa. M.ma Juiz: Na? C: Na chapa. M.ma Juiz: Mas chapa, o carro tem muita chapa. C: Na chapa ao lado do farol. M.ma Juiz: Na parte lateral ou da frente? C: Na parte lateral (…). E, ainda, “(…) minutos 08:00 a 08:10: Ministério Público: A Senhora compôs o carro, depois? C: Sim, sim. Ministério Público: E quanto é que pagou para compor? C: Eu paguei 310,00 €. (…).''

 

 

Este diálogo entre o MP e a queixosa do roubo dum veículo no Mação, por parte do ''RM, solteiro, desempregado, a frequentar um curso profissional de instalador de sistemas de painéis solares, nascido a 14 de Fevereiro de 1991,filho de… natural de Fontes (Abrantes), com residência na Rua …, Penhascoso;'' faz parte dum Acordão proferido na Relação de Évora, em que a questão técnico-jurídica era se o Juiz pode '' em sede de sentença e como questão prévia, rejeitar a acusação quanto a um dos crimes imputados ao arguido, por a considerar manifestamente infundada,''

 

Não pode, decidiu a Relação, dando provimento ao recurso do MP.

 

mn


tags: ,

publicado por porabrantes às 00:01 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.02.18

Com tanta gente a falar das celuloses, estranha-se que não haja cobertura mediática a este julgamento que prossegue no Tribunal abrantino.

ma



publicado por porabrantes às 18:09 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Prevericação condena Ganh...

O irmão do Pinto de Sousa

Greve dos magistrados par...

Foram absolvidos ou conde...

MP contra caciques da Bar...

Julgamento catita

Autarquia no banco dos ré...

Dia do Senhor: Ex-Candida...

Então o que é que acontec...

Celulose no banco dos réu...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds