Segunda-feira, 10.12.18

oeesterbeck

Segundo documentos da responsabilidade de Luiz Oeesterbeck, esta foi a sua proposta entregue na CMA para um contrato de prestação de serviços no âmbito do MIAA

ostra proposta 1

ostra proposta 2

 O documento tem evidentes problemas......

Se foi apresentado na CMA, teria de ter um número de entrada e não tem.

A dada está rasurada.

O documento, que é uma proposta particular de prestação de  serviços, foi apresentado em papel dum organismo oficial, paga pelos nossos impostos.

Não tinha o tipo folhas A-4, ou nós temos de pagar os negócios do exemplar?

A proposta apresentada, segundo a data rasurada, em 8 de Junho de 2007, foi aceite sem discussão por um tal (omito os qualificativos que deveria acrescentar, por economia de espaço, ) Pina da Costa .

Quem apresentar uma proposta de prestação de serviços numa autarquia, aceitam-lhe normalmente a verba pedida, sem discussão?

Estamos em 2018 e parte do trabalho não foi feito.

O tipo parece que está na Unesco ou em qualquer outro cu de Judas.

Em 17-6-2009, ou seja 7 dias depois do homem ter alegadamente enviado isto para a CMA ,( é melhor que não desminta para não apanhar um processo), bolsava o tipo que e arruinou o CRIA, ou seja o Carvalho isto

tartéssica

Ou seja antes do contrato ser assinado, que só o foi, pelo Pina da Costa em Dezembro de 2007, já o Carvalho dizia que o homem já estava contratado.

Dizia o eminente Carvalho que havia peças de escrita tartéssica (aos montes) e que as iam decifrar.

Hoje nove anos depois não decifraram nenhuma.

Mas houve quem recebesse a ma$$a.

Se eu faço uma obra de investigação, não peço licença a ninguém.

O Luiz Oeesterbeck tem de pedir ao patrão, como se verá......

ostra autorização

O pedido de autorização ao Presidente do IPT leva a data de 29-10-2007.

Porque é que fez a proposta antes?

Três meses antes?

Explica-nos? 

Há mais? Há....

Com os nossos cumprimentos ao Vereador da Cultura .....

mn

       

 

 



publicado por porabrantes às 21:27 | link do post | comentar

Segunda-feira, 07.11.16

 

O Doutor Davide Delvino, doutor pela UTAD, ser doutor por uma Universidade transmonstana dá um garbo especial, avençado da CMA pró projecto MIAA, que está há um montão de anos para apresentar um catálogo raisonée da Colecção Estrada, obra que certamente terá a colaboração científica do seu amigo Dr. Castro Nunes, é o flamante editor disto:

 

the horse.png

A obra que reúne as comunicações relativas a um Congresso que se realizou na Golegã, de 15 a 19 de Maio de 2013,foi em parte patrocinada pelo projecto MIAA, porque no cartaz então distribuído figurava a sigla MIAA.

cartaz touro.png

a CMA também pagou, porque aparece como patrocinadora

 

Da lista de comunicações publicada não há quase nada referente ao MIAA, nem a Abrantes, mas pagámos para estes intelectuais dissertarem entre outras coisas sobre a festa brava, que a cacique abrantina analfabeticamente recusa que faça parte da cultura portuguesa, embora haja na terriola dela um tentadero onde actuou Concita Citrón  

touros actas.png

Os que falam sobre cavalos no ''latifúndio andaluz'' são espanhóis e não foram capazes de arranjar um luso para dissertar sobre os nobres Alteres, quando o melhor cavalo que passou pelos ''ruedos'' do país vizinho foi o ''Cangancho'', do cavaleiro navarro Pablo Hermozo de Mendonza, que era de raça lusitana.

 

Da comissão científica fazia parte a Doutora Ana Paula Cruz que deu de frosques do IPT, acusando esta gente de censura. Os acusados de censura entre eles Sara Cura e Luiz Oeesterbeck foram incapazes de prestar qualquer esclarecimento à comunidade académica.

 

O livro leva um título em inglês, coisa lamentável para uma actividade científica realizada em Portugal e paga por dinheiro público luso.

 

O livro é impresso em Génova, como se em Portugal não houvesse tipografias.

 

Finalmente quanto é que custou aos abrantinos a actividade do Doutor Delfino?

delfino.png

127.500 euros por ajuste directo

 

E como isto é um blogue, que fala de questões políticas e culturais, pergunta-se porque é a CMA não abriu concurso público para este lugar???? E para os outros deste malfadado processo?

 

Resta-nos a fraca consolação do doutor Delfino ter dado em aficionado e andar a promover livros que falam dos touros....

 

Já agora no livro chamam ao conhecido lavrador e médico Dr.Veiga Maltez, ''Mayor of Golegã''. O lavrador denunciou, com prosa dura, a barbaridade feita por umas bestas, armadas em vândalos, no Convento de S.Domingos.

 

Vai o Doutor Delfino ficar caladinho, como o ficou a cacique abrantina, cujo gosto rupestre é conhecido, face a estas críticas do grande senhor que é Veiga Maltez???

 

ma     



publicado por porabrantes às 08:24 | link do post | comentar

Terça-feira, 25.10.16

morro do pilar bófia.png

A caquice  Vilma Diniz foi visitada pela polícia. A querida Vilma Diniz foi a anfitriã da visita da cacique abrantina

 

cacique.png

 

 

e do Miguel Pombeiro a esse remoto povoado mineiro, à custa dos vossos impostos (e dos nossos) e também dum cara chamado Oeesterbeck e do Vasco Estrela.

vilma 5.png

O MP acusa a Vilma Diniz de aldrabar obras para construir uma USF

morro 7.png

 ma

devida vénia: O Globo (hoje pouco preocupado com a delinquente Dilma Roussef) ;

A Barca, este blogue

   



publicado por porabrantes às 22:57 | link do post | comentar

Quarta-feira, 12.10.16

morro do pilar.png

O intelectual falando com pronúncia mineira típica, do sertão de Morro do

Pilar....conclusão ''a qualidade do ensino superior perdeu em muitas frentes.''..

perdeu, perdeu...sobretudo no IPT

Einstein é o ''cara da teoria da relatividade''

 

''Os historiadores não sabem literatura'', declara catedrático.....

 

Terá falado alguma vez com José Augusto França????

 

Vai ganher o Nobel do Piauí,,,,

 

ma 

 



publicado por porabrantes às 22:40 | link do post | comentar

Segunda-feira, 22.02.16

pre história zahara.png

Este artigo, publicado na Zahara, publicação dirigida na época por   Martinho Gaspar e que tinha,na época, como directores adjuntos o  José Alves Jana e a Teresa Aparício , está a despertar uma grande polémica nos meios universitários.

 

 

 

oeesterbeck 2.png

 publicada em Al-Madán

 

Outro texto dos mesmos autores também suscita uma denúncia da  Senhora Doutora Ana  Paula Cruz, professora reputada no IPT e grande arqueóloga.

 

Numa denúncia pública enviada para o fórum de profissionais da História e da Museologia archport, dirigido pelo Prof. José da Encarnação (1), Ana Rosa Cruz diz:

 

''

De: Ana Rosa Cruz
Enviado: 20 de fevereiro de 2016 11:59
Para: archport
Assunto: O Staline apagou a imagem de Trotsky da fotografia?

 

Caros colegas

 

Fiquei estática quando li o artigo que anexo e que encontrei no ResearchGate. 

 

A "Ana Rosa" foi apagada da "fotografia".

As respectivas referências das fotos por ela tiradas nos sítios também por ela escavados não existem.

Tão pouco existe qualquer referência da "Ana Rosa" na Bibliografia.

 

O Centro de Pré-História do Instituto Politécnico de Tomar é um Serviço Especializado cientificamente honesto e, contra a minha postura de nunca alimentar polémicas na archport, hoje venho separar o trigo do joio.

É com grande alívio que (finalmente) hoje escrevo que a partir de Dezembro de 2015 estou a "sólo".

 

Cordiais saudações

 

Ana Pinto da Cruz''

 

Por lapso na primeira mensagem não foi possível aceder-se aos artigos denunciados e Ana Paula Cruz voltou a escrever:

''

 

De: Ana Rosa Cruz Enviado: 20 de fevereiro de 2016 15:41 Para: archport-bounces@ci.uc.pt Assunto: Re: A sua mensagem para a lista Archport aguarda aprovação
Estimado Webmaster do Forum archport
Por indicação da mensagem abaixo remeto os seguintes links: ambos encontrados neste Fórum que se quer científico - o Research Gate.
https://www.researchgate.net/publication/292643199_Pre-Historia_do_Alto_Ribatejo_Breve_Panoramica
https://www.researchgate.net/publication/292142018_Arqueologia_Pre-Historica_no_Alto_Ribatejo_-_evidencias_problematicas_estudo_gestao_e_divulgacao_arqueologica
A "escola anglo-saxónica" refere-se veementemente contra o chamado "auto-plágio". Mas quem sou eu afinal? Apenas uma técnica superior de Arqueologia a preparar o seu Pós-Doutoramento, nada mais do que isso. Cordiais saudações
Ana Pinto da Cruz

 

:

oeesterbeck (2).jpg

Imprensa oficiosa 

 Segundo consta do seu CV a Doutora Ana Rosa Da Cruz organizou designadamente várias exposições no universo MIAA

Tem em curso uma investigação no '' 2013-2017: “Castelo de Abrantes: evolução da Ocupação Humana do Espaço”

(CAST_AB) – Investigação em Parceria.''

 

Fez assessoria à empresa privada Ozecarus de que eram sócios Carlos Batata e a arqueóloga municipal Filomena Gaspar.

 

A denúncia é duma enorme gravidade, coloca em causa a credibilidade intelectual de vários universitários e naturalmente das publicações envolvidas e ainda do tão fracturado projecto MIAA.

 

pub zajhara.png

 Se a denúncia é verdadeira, temos Staline no IPT

StalineHumanite.jpg

e Trotsky foi apagado na Zahara 

Soviet_censorship_with_Stalin.jpg

 ma

 

 

(1) co-autor com Candeias Silva de várias obras de epigrafia romana abrantina

 



publicado por porabrantes às 18:40 | link do post | comentar

Terça-feira, 27.09.11

Associação de Defesa do Património Tubuci

 

 

Exmo Sr. Presidente do Instituto Politécnico de Tomar

 

Abrantes 16-9-2011

Instituto Politécnico de Tomar

Campus Tomar

Quinta do Contador - Estrada da Serra

2300-313 Tomar

 

 

Segundo os dados disponíveis na posse desta instituição o Sr.Dr. Luís Oeesterbeck é docente dessa Escola em regime de dedicação exclusiva.

 

Temos conhecimento através dos bons-ofícios da Sra Presidente da CM: de Abrantes que o referido docente assinou com aquela edilidade o contrato de prestação de serviços nº   28/2007 assinado em 19-12-2007

 

Vimos pois informar V.Exa desta situação e inquirir se é legal, informação que transmitiremos também à Inspecção-Geral do Ensino Superior e ainda à autoridade fiscal competente.

 

Com os melhores cumprimentos 

Paulo Falcão Tavares

 

NR-Tivémos acesso a esta carta enviada pela Direcção da Tubucci-Associação de Defesa do Património da Região de Abrantes que transcremos na íntegra. As ilustrações para amenizar a leitura são.....nossas

 

Miguel Abrantes, da prestigiada Loja Raul Rego



publicado por porabrantes às 18:08 | link do post | comentar

Acabámos de saber junto da Direcção da Tubucci -Associação de Defesa do Património da Região de Abrantes que esta prestigiosa Associação apresentou queixa contra o assessor camarário para o MIAA, Luiz Oeesterbeck

 

junto da Direcção do IPT- Instituto Politécnico da Tomar

 

 

 

acerca da situação para ela anómala que envolve o contrato de prestação de serviços entre aquele académico

 

 

 

 

e a CMA, contrato já aqui parcialmente divulgado.

 

 

Tivémos acesso à documentação em causa e à resposta do Doutor José Eugénio Pita de Almeida, actual Presidente do IPT, a que daremos o tratamento editorial devido.

Actual Presidente do IPT

 

A ler sem falta

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 13:53 | link do post | comentar

Segunda-feira, 20.06.11

                   

 

 

 

 

 

O miserável insulto racista, pela forma que foi proferida, saiu da boca da sogra imaginária do herói desta história aos quadradinhos e de alguns carrilhistas neo-fascistas, como é o caso dum padre ignaro do Pinhal e do seu sacristão e das bandas do isildismo.

 

Chamar preto a um preto, não é um insulto racista se é proferido com ânimo carinhoso, por qualquer português, orgulhoso da missão civilizatória de Portugal em África.

 

É racismo quando por exemplo tem o sentido pejorativo de ''selvagem'', expressão usada por um historiador municipalizado (como os SMAS), para se referir aos cafres que mataram (e bem) D.Francisco de Almeida quando caçava escravos.

 

Cafre é o nome dado pelos portugueses às tribos do Cabo da Boa Esperança e é uma adaptação lusíada da palavra árabe ''kaffir'' que significa ''infiel'' e que era usada pelos comerciantes árabes de escravos que operavam na Costa do Índico.

 

O artigo em questão foi publicado neste jornal:

 

 

 

 

 

 

Desde já se avisa que a petição não usará expressões racistas para se referir a esta criatura

 

 

apesar de tudo o que temos contra ela, nós não somos isildistas nem discípulos dos Talibans do Pinhal.

 

Nós, não nos confundimos com a escória!!!!

 

 

A nossa superioridade moral é inquestionável!!!!

 

Miguel Abrantes 



publicado por porabrantes às 10:04 | link do post | comentar

Segunda-feira, 18.04.11

 

 

 

 

 

 

Junta de Freguesia de Alferrarede 
cria Banco Solidário


“Neste momento há pessoas que estão a passar fome, porque o dinheiro não chega para tudo”, afirma Presidente da Junta de Freguesia de Alferrarede

 

no reverendíssimo quinzenário católico

 

 

Jornal Nova Aliança

 

 

Não chega para tudo????

 

Chegou para dar 800.000 euros ao atelier do  licenciado alentejano.....

 

 

 

Chegou para dar 900.000 euros ao Barão encarnado, como diz o Marcello de Noronha, dado que a herdade custou à volta dum milhão e foi vendida por 100.000 (mais ou menos) à RPP Solar.....

 

 

Chegou para pagar à Chefa, ao Oeesterbeck e ao Fernandinho Baptista Pereira, não esquecendo o Pina dos Decotes....

 

 

Cá para mim, digníssimo Presidente chega para coisas demais (e desnecessárias)

 

Por isso espero que tenha chegado para que a redacção da Nova Aliança tenha podido saborear......

 

 

na 5º Feira Nacional do Fumeiro, 
Queijo e Pão no Sardoal                   in Nova Aliança

 

É melhor a malta dar cabo das morcelas, farinheiras, chouriços, couratos, lacões e queijinhos ( para mim os melhores são os de Nisa, terra dum dos subdirectores no reverendíssimo quinzenário católico)

 

antes que a escória do FMI coma tudo

 

 

FMI - Tribute to José Mário Branco from Video Jack on Vimeo.

 

 

 

 Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 20:41 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Os célebres contratos do ...

Olé, Avençado italiano do...

Polícia Brasileira à caça...

O maior intelectual de Mo...

Staline e Trotsky no IPT ...

O IPT e o caso Luiz Oeest...

Tubucci apresenta queixa ...

O racismo

o dinheiro não chega para...

arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds